Escola do poder - Safari de estratégia

16,001 views

Published on

0 Comments
10 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total views
16,001
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
4
Actions
Shares
0
Downloads
465
Comments
0
Likes
10
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Escola do poder - Safari de estratégia

  1. 1. Escola do PODER Guilherme Sucena Patricia Laureano Pedro Ivo Mendes Tomás Pinheiro
  2. 2. Poder e política nunca estiveram ausentes das organizações
  3. 3. Definição Uso de poder e política para negociar estratégias favoráveis a determinados interesses.
  4. 4. Premissa Processo de negociação.
  5. 5. DOIS RAMOS Micro MacroLida com o jogo de política Uso de poder pela ilegítimo dentro de uma organização. organização
  6. 6. O poder macroPromove, baseado em seus interesses controle ou cooperaçãocom outras organizações.
  7. 7. “As organizações podem adaptar-se e mudar para cumprir requisitosambientais, ou...podem tentar alterar o ambiente de forma que este fique adequado às capacidades dela. ”
  8. 8. O poder micro Interações por meio de persuasão e barganhas resultante de interesses e coalizões.eles querem te F#@*
  9. 9. Exemplos de poder Micro (jogo político) Jogo da insurgência Jogo da contra-insurgência Jogo do patrocínio Essas proposições, nos Jogo da formação das alianças afasta da idéia da Jogo da construção de impérios formação estratégia Jogo da orçamento como produto de um Jogo de perícia único “arquiteto” ou de Jogo de domínio uma equipe homogênea. Jogo de linha versus assessoria Jogo de lados rivais Jogo de candidatos estratégicos Jogo de soprar o apito Jogo dos fofoqueiros
  10. 10. A Estratégia Tendem a ser emergentes refletindo mais as posições que as perspectivas. A estratégia refletira os interesses dos grupos mais poderosos da organização
  11. 11. A Política para obter aceitação dasestratégias
  12. 12. A Política para obter aceitação dasestratégias Reconhecer as realidades políticas e administrá-las
  13. 13. A Política para obter aceitação dasestratégias Reconhecer as realidades políticas e administrá-las Reconhecer o caráter essencial do empenho da gerência intermediária
  14. 14. A Política para obter aceitação dasestratégias Reconhecer as realidades políticas e administrá-las Reconhecer o caráter essencial do empenho da gerência intermediária Usar instrumentos politicos clássicos
  15. 15. A Política para obter aceitação dasestratégias Reconhecer as realidades políticas e administrá-las Reconhecer o caráter essencial do empenho da gerência intermediária Usar instrumentos politicos clássicos Administrar o comportamento das coalizões
  16. 16. A Política para obter aceitação dasestratégias Reconhecer as realidades políticas e administrá-las Reconhecer o caráter essencial do empenho da gerência intermediária Usar instrumentos politicos clássicos Administrar o comportamento das coalizões Tomar providências diretas contra a coalizão dos oponentes
  17. 17. Críticas
  18. 18. Críticas Pode levar a empresa a simplesmente não ter estratégia ou ela só fazer movimentos táticos
  19. 19. Críticas Pode levar a empresa a simplesmente não ter estratégia ou ela só fazer movimentos táticosPolitica é divisiva, causa desperdício, usa muita energia, distorção e tem altos custos
  20. 20. Críticas Pode levar a empresa a simplesmente não ter estratégia ou ela só fazer movimentos táticosPolitica é divisiva, causa desperdício, usa muita energia, distorção e tem altos custos Exagera quanto ao papel do poder na formação da estratégia

×