Matra Mostra Projeto Para Desfavelamento

691 views

Published on

palestra na ONG "Marília Transparente - MATRA" - dr Christovam Olivel Peres e Paulo Tiossi

Published in: News & Politics, Travel
0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total views
691
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
4
Actions
Shares
0
Downloads
1
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Matra Mostra Projeto Para Desfavelamento

  1. 1. Marília, 27 de fevereiro de 2009 buscar ok assine | anuncie | expediente | fale conosco | feed q Cidade q Regional q Nacional q Esporte q Mundo q Ciência q Cultura / Cidade 17/11/2006 00:00:00 Matra mostra projeto para desfavelamento Projeto inovador de desfavelamento foi apresentado ontem para sociedade civil... Projeto inovador de desfavelamento foi apresentado ontem para sociedade civil e integrantes da Matra (Marília Transparente) em palestra com outra organização não governamental do município de Osvaldo Cruz. Segundo o sócio fundador e presidente da Ongev (Organização Não Governamental Esperança e Vida); Paulo Tiosso, o projeto conseguiu construir casas populares com 80 metros quadrados gastando apenas R$ 7.800 por unidade. Os recursos para o projeto foram arrecadados através de campanhas comunitárias e leilões. Segundo Tiossi, o desfavelamento inicialmente atendeu 38 famílias de Osvaldo Cruz. Ele afirmou que é possível projetos baratos e eficientes sem superfaturamento de obras e licitações fraudulentas. Disse ainda que, além de fiscalizar, o terceiro setor surgiu da inoperância estatal frente às necessidades sociais das classes mais baixas. Tiossi estava acompanhado do delegado de polícia aposentado Christovam Olivel Peres, que já atuou no conselho diretor da Ongev. Segundo ele, a entidade foi criada em janeiro de 2002. O objetivo inicial era justamente atender o desfavelamento, que gerava insegurança na cidade. ?Osvaldo Cruz, município com apenas 32 mil habitantes, na época tinha várias favelas, a pior delas, conhecida como Picadão, nem a polícia entrava.? O projeto de desfavelamento teve apoio de maior parte da sociedade e instituições, como a próprio polícia, lembra Olivel. A palestra também mostrou a estrutura legal de organizações não governamentais, além do papel social.
  2. 2. ?A missão, definir por que a ong existe é fundamental. E os dirigentes, principalmente os futuros, por isso cuidado na escolha, precisam compromissados com a causa?, disse. Olivel lembra ainda que a Constituição proíbe qualquer interferência estatal nas ongs, que se tratam, juridicamente, de fundações privadas sem fins lucrativos, ao contrário das associações civis. Escreva o seu comentário Enviar para amigos Nenhum Comentário Veja Também: 27/02/2009 20:41:10 Acim não acredita em força da crise e vê Páscoa com otimismo 27/02/2009 18:31:53 Chuva dá trégua, mas chamados de emergência continuam intensos 27/02/2009 17:43:34 Morte do colega de cela foi acidental, diz preso 27/02/2009 16:32:10 Construtora limpa área em que viaduto será instalado 27/02/2009 16:25:08 Dupla rouba R$ 2 mil de distribuidora de bebidas Publicidade
  3. 3. CMN: diariodemarilia.com.br | dirceu.am.br | diario.fm.br buscar ok Assine o Diário | Anuncie no Diário | Expediente | Fale Conosco 2009 diariodemarilia.com.br Todos os direitos reservados

×