Successfully reported this slideshow.
We use your LinkedIn profile and activity data to personalize ads and to show you more relevant ads. You can change your ad preferences anytime.

De Stijl

2,232 views

Published on

  • Be the first to comment

De Stijl

  1. 1. DE STIJLFELLIPE LUCAS I JÉSSICA LUCAS
  2. 2. DE STIJLHISTÓRICO1917 – 1931Países Baixos l HolandaPrincipais nomes: Piet Mondrian, Theo Van Doesburg e Gerrit RietveldNasceu com a fusão de dois modos de pensamento afins: a filosofianeoplatônica do matemático Dr. Schoenmaekers e os conceitosarquiteturais “recebidos” de Hendrik Petrus Berlage e Frank Lloyd Wright. 01.26
  3. 3. DE STIJLHISTÓRICOSchoenmaekers formulou os princípios plásticos e filosóficos do movimentoDe Stijl. “Os dois contrários fundamentais completos que dão forma á Terrasão a linha horizontal de energia, isto é, o curso da Terra em redor do sol e omovimento vertical, profundamento espacial dos raios que se originam nocentro do sol. “ “As três cores principais são essencialmente o amarelo, o azul eo vermelho. São as únicas cores existentes... O amarelo é o movimento doraio... O azul é a cor contrastante do amarelo... Como cor, azul é o firmamento,é a linha, a horizontalidade. O vermelho é a conjugação de amarelo e azul... Oamarelo irradia, o azul recua e o vermelho flutua.” 02.26
  4. 4. DE STIJLCARACTERÍSTICASSíntese das formas de arte;Clareza, certeza e ordem;Compostas a partir de elementos mínimos: a linha reta, oretângulo e as cores primárias (vermelho, azul eamarelo);Ângulos retos;Abstracionismo;Purificação da arte e design através de uma linguagemuniversal. 03.26
  5. 5. DE STIJLPIET MONDRIANCOMPOSIÇÃO EM VERMELHO, AMERELO, AZUL.Todos os quadros de Mondrian entre 1920 e 1940, assemelham-se uns aosoutros: uma grade de coordenadas, que formam quadros de diversostamanhos, cobertos de cores elementares, com o predomínio frequente dobranco (luz) e a presença quase constante do negro (não luz). 04.26
  6. 6. DE STIJLPIET MONDRIANCOMPOSIÇÃO EM VERMELHO, AMERELO, AZUL.É uma superfície “impressionada” com poucas cores:branco, negro, vermelho, amarelo e azul. Subdividindo asuperfície por meios das coordenadas verticais ehorizontais, resolve numa “proporção” métrica tudo o que,na natureza, apresenta-se como altura e largura. Resta oque se apresenta na terceira dimensão: as infinitassensações variáveis segundo a cor local, a distância, a luz. Piet Mondrian: Composição em vermelho, amarelo, azul (1927); tela, 0,61x0,41m. Amsterdã, Stedelijk Museum. 05.26
  7. 7. DE STIJLPIET MONDRIANCOMPOSIÇÃO EM VERMELHO, AMERELO, AZUL. Piet Mondrian: New York City (1942); tela, 1,20x1,44m. Nova York, coleção Harry Holtzman.. 06.26
  8. 8. DE STIJLTHOMAS GERRIT RIETVELDPOLTRONA COM ELEMENTOS EM NEGRO, VERMELHO, AZULAo desenhar uma poltrona em 1917, o primeiro ano de De Stijl, Rietveldempreende um estudo sobre os atos primários e essenciais da construção;utiliza listeis e tábuas de madeira, ligados da maneira mais simples, isto é,apenas com juntas e encaixes. Á exceção dos dois planos do assento e doespaldar, que devem se adaptar as curvas do corpo, toda a estrutura desustentação é um sistema de ângulos retos. Os elementos plásticos, sãotambém elementos de cor, o assento é azul, o espaldar é vermelho, osesteios e as travessas são negros. 07.26
  9. 9. DE STIJLTHOMAS GERRIT RIETVELDCASA SCHRÖLDER Thomas Gerrit Rietveld: Casa Schrolder (1924) em Utrecht. 08.26
  10. 10. DE STIJLTHOMAS GERRIT RIETVELDCASA SCHRÖLDERNão é possível eliminar da arquitetura o problema da função social:constrói-se para a vida. Mas é preciso distinguir entre função e finalidade: aarquitetura pode ter uma função social sem com isso se proporespecificamente a realização de uma reforma na sociedade.A Casa Schroder é o tipo ou modelo de habitação neoplástica: uma casa quese diria feita não para, e sim pelos moradores, utilizando elementos pré-fabricados. Linhas, planos, cores são os elementos materiais daconstrução. 09.26
  11. 11. DE STIJLTHOMAS GERRIT RIETVELDCASA SCHRÖLDERA forma geométrica já não é símbolo espacial; apresenta-se como perfil,tamanho, cor, espessura, como uma coisa que se pode segurar na mão emanejar.Neste particular ARGAN (1992) registrou que:“Utiliza-se a forma geométrica por ser a mais familiar, a menos inventada, enão uma proporcionalidade abstrata; mas essa familiaridade psicológica com aforma torna o espaço arquitetônico “neoplástico” um espaço à medida dohomem.” 10.26
  12. 12. DE STIJLTHOMAS GERRIT RIETVELD Aparador do designer Rietveld. Cadeira Zigzag, composta por apenas 4 placas de madeiras, projectada em 1932; 11.26
  13. 13. DE STIJL THEO VAN DOESBURG Exemplo da Revista De Stijl. Aparador do designer Rietveld.Theo Van Doesburg: University Hall (1923); colagem, bico de pena enaquin, 0,63x1,45m. Amsterdã, Coleção E. Van Eesteren. 12.26
  14. 14. DE STIJLCONTRIBUIÇÕES PARA O DESIGN 13.26

×