Successfully reported this slideshow.
We use your LinkedIn profile and activity data to personalize ads and to show you more relevant ads. You can change your ad preferences anytime.

Turismo fluvial em portugal

390 views

Published on

  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

Turismo fluvial em portugal

  1. 1. Turismo Fluvial em Portugal Disciplina de Organização e Negociação Trabalho realizado por Albertina Lima – N.º 1 Turma TAV
  2. 2. Introdução  Este trabalho tem como objetivo retratar o Turismo Fluvial e como o mesmo se desenvolve em Portugal.  Refere as principais praias fluviais, as quais têm sido objeto de aposta por parte de algumas entidades.  Destaque para dois destinos turísticos:  Um desenvolvido num rio e seus afluentes – TURISMO FLUVIAL NO DOURO;  Outro desenvolvido numa barragem – TURISMO FLUVIAL NO ALQUEVA.
  3. 3. O que é o Turismo Fluvial  O Turismo Fluvial não se resume a embarcações cheias de passageiros que navegam nos rios para disfrutar de paisagens, mas também envolve:  O contacto com o meio envolvente (natureza ou as povoações ribeirinhas);  O contacto com o património histórico (edificado ou não) e arqueológico;  A associação à gastronomia regional (de fácil acesso a partir da água);  A oferta de variadas atividades como caminhadas, caça, pesca, canoagem, vela , entre outras.
  4. 4. Turismo Fluvial em Portugal  Em Portugal existe uma variedade (mais de 100) de praias fluviais, um pouco por todo o país, localizando-se as mesmas junto a rios, ribeiras e albufeiras, em várias cidades e vilas de norte a sul do país.
  5. 5. Turismo Fluvial em Portugal  Algumas praias fluviais são vigiadas por nadadores salvadores, tendo sido atribuída, em 2012, a BANDEIRA AZUL a diversas praias fluviais:
  6. 6. Praias Fluviais com Bandeira Azul NORTE  Fraga da Pegada, em Bragança;  Albufeira do Azibo, em Bragança;  Congida, em Freixo de Espada à Cinta; CENTRO  Aldeia do Mato, em Abrantes;  Louçainha, em Penela;  Carvoeiro, em Mação  Quinta do Barco, Sever do Vouga  Valheiras, Guarda  Sandomil, Loriga, Seia  Palheiros Zorro, Coimbra  ALENTEJO  Albufeira da Tapada Grande, Mértola  ALGARVE  Pego Fundo, Alcoutim
  7. 7. Turismo Fluvial no Rio Douro  O Vale do Douro, que atravessa um dos Patrimónios Mundiais classificados pela UNESCO, é fruto das maravilhas da natureza, rodeado da vinha que gera as castas do célebre Vinho do Porto, que deram lugar à primeira Região Demarcada do mundo, título conferido por Marquês de Pombal, no século XVIII.
  8. 8. Turismo Fluvial no Rio Douro  Dispondo a região do Douro de vários recursos e produtos turísticos, o Rio é sem dúvida um recurso bastante atrativo, por diversos fatores:  Rio navegável com diversos afluentes;  Dotado de fortes atrativos paisagísticos;  Provido de atividades de animação turístico-fluvial;  Com condições ideias para a prática de desportos náuticos, nomeadamente:  Regatas  Canoagem  Hidrospeed  Rafting  Cannoying  Remo  Vela  Pesca desportiva
  9. 9. Turismo Fluvial no Rio Douro  Existência de diversas empresas que operam na via navegável do Douro, com barcos-hotel, com uma clara tendência de crescimento do seu número.  Um dos recentes atrativos é o barco das comemorações dos 60 anos de reinado da rainha de Inglaterra, Isabel II - "Spirit of Chartwell", o qual irá estar ao serviço do turismo do Douro no próximo mês de março de 2013.  Esta luxuosa embarcação foi comprada por uma empresa de cruzeiros fluviais (Douro Azul) e é direcionada para turistas com bastante poder de compra, uma vez que uma semana de férias na real embarcação custará mais de cinco mil euros.
  10. 10. Turismo Fluvial no Alqueva  O Grande Lago do Alqueva, situa-se no Alentejo.  É o maior lago artificial da Europa, com 250 Km2 de área e 1.160 Km de perímetro, possuindo mais de 150 Km de vias navegáveis.  Este empreendimento tem como objetivo principal o fornecimento de água às populações, a irrigação agrícola e a produção de energia elétrica, contudo o seu aproveitamento turístico é sem dúvida bastante interessante.  A criação do Grande Lago permitiu que um conjunto de povoações (oito no lado português e duas no lado espanhol), se tornassem mais próximas e acessíveis a partir da água, munidas de estruturas fluviais que permitem a atracagem de embarcações.
  11. 11. Turismo Fluvial no Alqueva  A qualidade das águas proporcionou uma nova e crescente fauna específica desta zona, atestando que as alterações provocadas deliberadamente pelo homem, causaram uma resposta positiva da natureza, ressaltando-se múltiplas espécies de aves e peixes. 
  12. 12. Turismo Fluvial no Alqueva  Os “Barcos-Casa” constituem um elo de ligação entre as povoações, considerados alojamentos amigos da natureza, ideais para explorar todos os pontos de interesse do Grande Lago.  Estes barcos, de dimensões variáveis, são perfeitamente autónomos, permitindo alojamento e liberdade de navegar pela barragem do Alqueva, não sendo necessário possuir carta de marinheiro.  São embarcações confortáveis, possuindo a bordo tudo o que possa ser necessário para uma estadia mais ou menos prolongada, sendo o ideal uma semana, podendo ainda ser transportadas canoas e bicicletas, permitindo deste modo chegar a todo o lado.
  13. 13. Turismo Fluvial no Alqueva  Outra forma de passar o tempo é a pesca, para os apreciadores desta modalidade, existindo ainda outras atividades, nomeadamente:  O aluguer de cavalos;  O aluguer de moto4 ou outros veículos de TT;  Os passeios de charrete e de balão de ar quente;  As provas de vinho nas adegas da região;  O esqui náutico e o wakebord;  Os “ateliers” de olaria e tecelagem;  As múltiplas atividades de “team building”, “paintball”, “geocatching”;  O banho e o mergulho.
  14. 14. Conclusão  Com este trabalho retratei de um modo geral, as potencialidades existentes nos rios portugueses, e o que eles nos podem oferecer em termos turísticos, nomeadamente as praias fluviais que se encontram em grande desenvolvimento.  Referenciei ainda dois destinos de turismo fluvial distintos, um bastante desenvolvido e outro em vias de desenvolvimento.  O Turismo Fluvial em Portugal é uma atividade em crescente expansão, sendo uma aposta a considerar num futuro muito próximo!
  15. 15. Webgrafia consultada  http://blog.toprural.pt/geocaching-o-que-e-como-e-onde-pratica-lo- em-portugal/  http://www.praiasfluviais.com/praias.asp  http://www.online24.pt/praias-fluviais/  http://fugas.publico.pt/Noticias/298570_turismo-fluvial-no-douro- tera-mais-quatro-barcos-hotel-ate-2014  http://www1.ionline.pt/conteudo/32168-douro-sobrevive--crise- turismo-fluvial-cresce-9  http://www.jn.pt/paginainicial/pais/concelho.aspx?Distrito=Porto&Co ncelho=Porto&Option=Interior&content_id=2652883  http://www.expotur.eu/o-turismo-fluvial-e-o-turismo-rural-e- natureza/  http://www.douro-turismo.pt/  http://www.ccr-norte.pt/fotos/editor2/imported/www.ccr- norte.pt/regnorte/pdtvd_2007_2013.pdf

×