Successfully reported this slideshow.
We use your LinkedIn profile and activity data to personalize ads and to show you more relevant ads. You can change your ad preferences anytime.

Novos Programas de Português IX

22,516 views

Published on

Published in: Education, Sports, Technology
  • Be the first to comment

Novos Programas de Português IX

  1. 1.
  2. 2. Em jeito de epígrafe…<br />«A gramática, a mesma árida gramática, transforma-se em algo parecido a uma feitiçaria evocatória; as palavras ressuscitam revestidas de carne e osso, o substantivo, em sua majestade substancial, o adjectivo, roupa transparente que o veste e dá cor como um verniz, e o verbo, anjo do movimento que dá impulso à frase.»<br />Charles Beaudelaire<br />
  3. 3. CEL – Conhecimento Explícito da Língua<br />Endereços úteis e de apoio:<br /><ul><li> Dicionário Terminológico </li></ul>http://dt.dgidc.min-edu.pt/<br /><ul><li>Gramática.pt</li></ul>http://area.dgidc.min-edu.pt/GramaTICa/<br /><ul><li> Fórum Gramática.pt</li></ul>http://moodle.dgidc.min-edu.pt/course/view.php?id=2<br /><ul><li> Porto Editora</li></ul>http://www.portoeditora.pt/newsletter/desafioeducacao/flipbooks/ensino_gramatica/index.html<br />
  4. 4. CEL – Conhecimento Explícito da Língua<br />SINTAXE – Funções Sintácticas<br />AO NÍVEL DA FRASE<br />FUNÇÕES<br />SINTÁCTICAS<br />INTERNAS AO <br />GRUPO VERBAL<br />INTERNAS AO <br />GRUPO NOMINAL<br />INTERNAS AO GRUPO ADJECTIVAL<br />
  5. 5. CEL – Conhecimento Explícito da Língua<br />SINTAXE – Funções Sintácticas<br />SIMPLES<br />SUJEITO<br />COMPOSTO<br />NULO<br />PREDICADO<br />AO NÍVEL <br />DA FRASE<br />MODIFICADOR<br />VOCATIVO<br />
  6. 6. EXEMPLOS<br />MODIFICADOR<br />“Função sintáctica desempenhada por constituintes não seleccionados por nenhum elemento do grupo sintáctico de que fazem parte. Por não serem seleccionados, a sua omissão geralmente não afecta a gramaticalidade de uma frase.” DT<br />A Ana cantou ontem.<br />A Ana cantou naquele dia.<br />A Ana cantou quando tu chegaste de França.<br />A Ana cantou naquela sala.<br />Felizmente, a Ana cantou.<br />A Ana cantou daquela maneira.<br />
  7. 7. CEL – Conhecimento Explícito da Língua<br />SINTAXE – Funções Sintácticas<br />DIRECTO<br />INDIRECTO<br />COMPLEMENTO<br />OBLÍQUO<br />AGENTE DA PASSIVA<br />INTERNAS AO <br />GRUPO VERBAL<br />MODIFICADOR<br />DO SUJEITO<br />PREDICATIVO<br />DO COMPLEMENTO DIRECTO<br />
  8. 8. COMPLEMENTO OBLÍQUO – FORMAS E EXEMPLOS<br />Formas do complemento oblíquo:<br />Grupo adverbial<br />A Fada portou-se mal.<br />Se falas depressa ninguém te entende!<br />Moras aí?<br />2. Grupo preposicional<br />Eu ocupo-me das crianças.<br />A Helena pensa em ti.<br />Não renuncio aos meus direitos.<br />Acabas de pactuar com uma injustiça.<br />
  9. 9. EXEMPLOS<br />Predicativodo ComplementoDirecto<br />“Função sintáctica desempenhada pelo constituinte seleccionado por um verbo transitivo predicativo <br />(achar, chamar, considerar, julgar, tratar, eleger, nomear...)<br />(crer, encontrar, fazer, proclamar e sinónimos – Cunha&Cintra)<br />que predica algo acerca do complemento directo.” DT<br />Considero o Zé inteligente.<br />Nomeio a Ana secretária de turma.<br />Proclamo o Brasil independente.<br />
  10. 10. PROBLEMAS<br />Predicativodo Sujeito<br />“O pior é a demora do vapor” (Vitorino Nemésio)<br />A demora do vapor é o pior<br />CIBERDÚVIDAS <br />O sujeito e o nome predicativo do sujeito em «Foram eles os vencedores»<br />
  11. 11. PROBLEMAS<br />Predicativodo ComplementoDirecto<br />Predicativo do CD?<br />Modificador restritivo?<br />«O Diabo condenou o Fidalgo amancebado ao Inferno» Ciberdúvidas<br />C Oblíquo<br />CD<br />
  12. 12. CEL – Conhecimento Explícito da Língua<br />SINTAXE – Funções Sintácticas<br />COMPLEMENTO DO NOME<br />INTERNAS AO <br />GRUPO NOMINAL<br />RESTRITIVO<br />MODIFICADOR<br />APOSITIVO<br />
  13. 13. EXEMPLOS<br />Modificador restritivo<br />O rapaz gordo chegou.<br />O rapaz de barba é meu aluno.<br />O rapaz que tu conheces chegou.<br />Os lobos que vivem no Parque Peneda-Gerês estão em vias de extinção.<br />Complemento do nome<br />A construção do edifício parece-me difícil.<br />A pesca baleeira tem vindo a aumentar.<br />A oferta de livrosàs bibliotecas escolares é importante.<br />Os carros agasolina estão mais caros.<br />
  14. 14. CEL – Conhecimento Explícito da Língua<br />SINTAXE – Funções Sintácticas<br />COMPLEMENTO <br />DO <br />ADJECTIVO<br />INTERNAS AO <br />GRUPO ADJECTIVAL<br />“Complemento seleccionado por um adjectivo. O complemento do adjectivo pode ser um grupo preposicional (oracional ou não oracional). Os complementos do adjectivo são, muitas vezes, de preenchimento opcional.” DT<br />
  15. 15. EXEMPLOS<br />COMPLEMENTO DO ADJECTIVO<br />O João está contentepor te ter convidado.<br />O João está contentecom a situação.<br />
  16. 16. DÚVIDAS DA ÚLTIMA SESSÃO<br />CD <br />Quero que repares nas flores. <br />GV <br />* Quanto à identificação de TODOS os constituintes frásicos, em subdivisões constantes, não se deve ultrapassar o razoável e o possível…<br />
  17. 17. DÚVIDAS DA ÚLTIMA SESSÃO<br />O homem velho permanecena velha casa. <br />A Laura estáaqui. <br />A formação éhoje. <br />PREDICATIVO DO SUJEITO<br />… porque são verbos copulativos. <br />CIBERDÚVIDAS<br />Complementocircunstancial vs. complementooblíquo/modificador<br />Os complementos circunstanciais, mais uma vez<br />
  18. 18. Exercícios <br /> Predicativo do Sujeito ou Predicativo do Complemento Directo?<br />A tua mãe permanece aborrecida.<br />Mas eu não sou uma fada.<br />Tu não estavas aqui. <br />Acho esta história fantástica.<br />O exame é agora.<br />A menina continua sem alegria. <br />A Rainha das Fadas elegeu-a protectora da floresta.<br />
  19. 19. FIM<br />

×