Successfully reported this slideshow.
We use your LinkedIn profile and activity data to personalize ads and to show you more relevant ads. You can change your ad preferences anytime.

Rm1150100112 totvs folha_pagamento

6,722 views

Published on

Education

Published in: Education
  • Be the first to comment

Rm1150100112 totvs folha_pagamento

  1. 1. TOTVS Folha de Pagamento 1Todososdireitosreservados. Planejamentoecontroleorçamentário 0800 709 8100 totvs.com
  2. 2. 2 Todososdireitosreservados.TOTVSFolhadePagamento VISÃO GERAL DO CURSO 4 Apresentação 4 ENTIDADES PRINCIPAIS 5 Parametrizador 5 Configurações RH 6 Calendários 7 Seções 7 Funções 8 Tabelas de Cálculo 10 Valores Fixos 12 Eventos 12 Horários 13 Sindicatos 14 Funcionários 15 Subentidades 18 ADMISSÃO DE FUNCIONÁRIOS 27 Adm.Func.PS TOTVS Gestão de Pessoas 28 CONTROLE DE VALE TRANSPORTE 32 CONTROLE DE FÉRIAS 34 Marcação de férias 35 Emissão de Aviso de Férias 36 Cálculo de Pensão sobre Férias 37 Cálculo de férias 37 Emissão do Recibo de Férias 38 Cancelamento de Férias 38 Lançamento de Férias 39 FOLHA DE PAGAMENTO 41 Alterações Funcionais Via Requisição do TOTVS Gestão de Pessoas 42 Alterações Globais dos Funcionários 42 Pagamento do Adiantamento Salarial 44 Importações da Folha 44 Entrada de Movimento 46 Lançamento da Folha 46 Movimento de Integração 49 Diferença Salarial 49 Diferença de férias 52 Cancelamento da Folha 53 Bloqueio e Recálculo da Folha 53 Crítica da Folha 54 Geração do Movimento 55 Emissão da Folha Analítica 56 RESCISÃO CONTRATUAL 58 Emissão de Relatório de Aviso Prévio 58 Cadastro e Cálculo de Rescisão Via Linha RM 59 Emissão do Termo de Rescisão 60 Homolognet 61 Emissão do Relatório de Seguro Desemprego 62 Emissão do Relatório de Médias 62 Recálculo de Rescisões 62 Cancelamento de Rescisões 62 Geração da GRFC ou GRRF 63 Emissão do Passivo Trabalhista 63 Sumário
  3. 3. 3Todososdireitosreservados. TOTVSFolhadePagamento Emissão do Relatório de Salário Contribuição 64 Rescisão Complementar 64 ENCARGOS/OBRIGAÇÕES SOCIAIS 66 Geração da DARF 66 Geração da GPS 66 Geração da SEFIP 67 Geração do CAGED 71 Geração da GRCSU 72 ROTINAS ANUAIS 74 Décimo Terceiro Salário 74 Cálculo do 13º Salário 75 Diferença do 13º Salário 77 DIRF/RAIS 78 Geração da DIRF/Informe de Rendimentos 78 Geração da RAIS 79 ENCERRAMENTO DA FOLHA 84 Parametrização e Geração do Lançamento Financeiro 84 Parametrização e Geração Contábil 85 Liberação de férias 89 Liberação de Competência 90 FISCALIZAÇÃO TRABALHISTA 92 Emissão do MANAD (IN100) 92 Emissão da IN86 93 MANUTENÇÃO DE DADOS 94 Importação e Exportação de Dados 94 Verificação da base de dados 97 ANEXO - GESTÃO EDUCACIONAL 98 Apresentação 98 No TOTVS Educacional 99 No TOTVS Folha de Pagamento 100 ANEXO - CÁLCULO .NET 104 Apresentação 104 Conversor do Cálculo 104 Fórmulas 106 Mudança de comportamento dos cálculos 109 Entidades Principais 111 Folha Mensal 113 Férias 116 Rescisão Contratual 122 Encerramento da Folha 124 EXERCÍCIOS COMPLEMENTARES 125 Sumário
  4. 4. 4 Todososdireitosreservados.TOTVSFolhadePagamento Apresentação O nível de exigência e competitividade das organizações é cada vez mais elevado.Empresas de todos os portes precisam de uma gestão eficaz com processos integrados e rapidez nos fluxos de informações. Com o objetivo de otimizar o desempenho dos processos de negócios,as empresas buscam ferramentas para auxiliar na gestão.Estamos falando de sistemas ERP (Enterprise Resource Planning),que armazenam informações estratégicas da empresa,proporcionando aos gestores uma visão geral e precisa do negócio, facilitando assim,as tomadas de decisões. OTOTVS Folha de Pagamento é um dos integrantes da linhaWindows de gestão integrada empresarial da linha RM que promove a eficiência nos processos que envolvem a Administração de Pessoal, garantindo uma gestão segura.Suas características funcionais visam permitir a automação das rotinas fundamentais dodepartamentodepessoaldeumaempresaquepriorizamfatorescomoagilidade,qualidadeeeficiência na execução das tarefas existentes no mesmo.Focada em controle para aumento da produtividade e nos serviços de auto-atendimento para a descentralização de seus processos, a solução cria condições para que os líderes concentrem seus esforços no aprimoramento dos processos, na excelência operacional e administração de pessoal alinhado ao planejamento estratégico da empresa. Em síntese, este Módulo ou Aplicativo, possui recursos flexíveis, que permitem uma racionalização das informações cadastradas e otimização das operações e rotinas da área de departamento de pessoal, através de suas divisões funcionais internas e as integrações com os outros módulos da linha RM. Além de integrar com todos os módulos do segmento de Recursos Humanos,ele ainda integra com outras áreas estratégicas da empresa como:Educacional e Gestão Contábil e Financeira (Backoffice). VISÃO GERAL DO CURSO
  5. 5. 5Todososdireitosreservados. TOTVSFolhadePagamento Parametrizador As informações do parametrizador são o alicerce para todos os processos (admissional, férias, rescisão), pois por meio delas que o sistema baseia-se para conclusão das tarefas e padronização da estrutura e quantidade de caracteres que irão compor as chapas. Procedimento 1.Acesse o RMLabore.exe; 2.Selecione o menu Opções / Parâmetros / RM Labore; 3.Na Pasta Identificação informe a competência,caixa,período e configuração da chapa; 4.Clique em“Salvar”; 5.Nas demais Pastas deverão ser marcados os parâmetros para cálculos realizados na aplicação, folha,férias,13ºsalárioerescisão,geraçãoderelatórios,contabilizaçãoelançamentosfinanceiros, após definição de parâmetros,clique em“Salvar”,“Ok”. ENTIDADES PRINCIPAIS Fique atento A parametrização da competência caixa, dia de pagamento e período, pode ser realizada somente para um usuário através dos parâmetros locais.Uma vez ativado os parâmetros locais,para desabilitar basta acessar os mesmos e clique em“Valores Default”. Admissão Funcionários Parametrizador Configurações RH Calendários Seções Funções Horários Tabelas de Cálculo Valores Fixos Eventos Sindicatos Rotinas Anuais Férias Folhade Pagamento RescisãoContratual EncerramentodaFolha Vale Transporte Manutençãode Dados FiscalizaçãoTrabalhista Encargos/Obrigações Sociais
  6. 6. 6 Todososdireitosreservados.TOTVSFolhadePagamento ConfiguraçõesRH Por meio das Configurações RH são realizadas as parametrizações secundárias do sistema. Procedimento 1.Acesse o RM.exe; 2.Clique no ícone de acesso a todos os aplicativos e selecione RH / Folha de Pagamento; 3.Selecione a guia Configurações / Parâmetros RH (no RMLabore.exe menu Opções / Parâmetros / RH); 4. Na pasta Seções informe a máscara da seção e quebras a serem utilizadas para emissão de relatórios; 5.Devem ser informadas a máscara da seção,quebra de CNPJ e mestre; 6.Clique em“Salvar”e“Ok”. Exemplo 1: Estrutura de Seções 1.01.01 - Diretoria 1.01.02 - Departamento Pessoal 1.01.03 - Faturamento 1.01.04 - Contabilidade 1.02.01 - Fundição 1.02.02 - Transporte 1.02.03 - Vendas 2.01.04 - Gerência 2.02.01 - Vendas Conforme estrutura demonstrada acima,a máscara de seções a ser utilizada seria:#.##.## Veja que já existe certa diferenciação por parte dos códigos onde se pode perceber que tudo que começa com o número 1 pertence a Matriz e o que começa com o número 2 pertence à filial. Porém, o trabalho não está completo. No caso de uma empresa com mais de 10 filiais não seria atendida pela estrutura acima,pois não aceitaria o número 10 para a filial.Precisaríamos passar a utilizar outra máscara.   Exemplo 2: ##.##.## Essa seria mais viável,pois é possível uma maior flexibilidade na utilização de seções. 01 - Matriz (associada ao departamento 1) 01.01 - Departamento administrativo (associada ao departamento 1.01) 01.01.01 - Diretoria (associada ao departamento 1.01) 01.01.02 - Departamento de Pessoal (associada ao departamento 1.01) 01.01.03 - Faturamento (associada ao departamento 1.01) 01.01.04 - Contabilidade (associada ao departamento 1.01) 01.02 - Departamento Operacional (associada ao departamento 1.02) 01.02.01 - Fundição (associada ao departamento 1.02) 01.02.02 - Transporte (associada ao departamento 1.02) 01.020.03 - Vendas (associada ao departamento 1.02) 02 - Filial (associada ao departamento 2) 02.01 - Departamento administrativo 02.01.01 - Gerência Fique atento Podem ser inclusas máscaras paraTelefone,CEP e para código do cliente/fornecedor.
  7. 7. 7Todososdireitosreservados. TOTVSFolhadePagamento 02.02 - Departamento Operacional 02.02.01 - Vendas Vejam que podemos perceber as diferenciações da seguinte forma: • Tudo que começa com 01 está relacionado a matriz e tudo que começa com 02 está relacionado a filial. • Toda seção que tem o 4º e 5º dígito, respectivamente, como 01 (??.01) são departamentos administrativos. • Toda a seção onde o 4º e 5º dígito,respectivamente,são 02 (??.02) são departamentos operacionais. 01 - Matriz 02 - Filial ??.01 – Administrativo ??.02 - Operacional Calendários Os calendários guardam as datas consideradas como feriados.É uma entidade compartilhada entre todos os aplicativos da Linha RM que dependem do Calendário em suas rotinas. Normalmente, quando há um feriado o sistema precisa se comportar de maneira diferente dos demais dias. Exemplo: Ao cadastrar férias com início em um dia de feriado ou descanso, o sistema emitirá uma mensagem na tela de cadastro das férias. OU então, poderá desconsiderar este dia na contagem dos dias de gozo. Esse comportamento só é possível quando, por intermédio do Calendário, o sistema tem o registro de que o dia é um feriado. Procedimento 1.Acesse o RM.exe; 2.Clique no ícone de acesso a todos os aplicativos e selecione RH / Folha de Pagamento; 3. Selecione a guia Administração de Pessoal / Cadastros Globais / Calendários (no RMLabore. exe menu Cadastros / Calendários); 4.Clique no botão“Incluir”; 5.Informe Código e Nome; 6.Acesse a Pasta Feriados; 7.Clique no botão“Incluir”; 8. Informe o dia do feriado,nome e hora de inicio e término do feriado; DICA:Se o feriado se refere ao período integral,informe 00:00 às 23:59. 9.Clique no botão“Salvar”,”OK”. Seções A parametrização das seções é um dos processos mais importantes da folha de pagamento e de suma importância para realização do processo de admissão, pois é a partir da alocação do funcionário a uma seção que poderão ser emitidos relatórios, além de outros processos aqui mencionados e estudados. A seção é a área na qual o funcionário está alocado. Procedimento 1.Acesse o RM.exe; 2.Clique no ícone de acesso a todos os aplicativos e selecione RH / Folha de Pagamento; 3. Selecione a guia Administração de Pessoal / Seções (no RMLabore.exe menu Cadastros / Seções);
  8. 8. 8 Todososdireitosreservados.TOTVSFolhadePagamento 4. Para incluir uma nova seção, clique no botão “Incluir” e preencha os campos “CNPJ”, “Filial”, “Departamento”, “calendário” e se a empresa é pessoa física ou jurídica. Também devem ser preenchidos os campos referentes ao endereço e campos disponíveis nas pastas Dados p/ INSS e RAIS / CAGED; 5.Após inserção dos dados clique em“Salvar”,“Ok”; 6. Para editar cadastros de seções já existentes, clique no botão “Editar”, em caso de alteração, após alterar o(s) dado(s),clique em“Salvar”,“Ok”; 7.Para excluir registros de seções clique no botão“Excluir”. O sistema somente permite a exclusão de uma seção,caso ela não esteja relacionada a outros cadastros. Caso a empresa tenha a necessidade de alterar o código das seções deverá executar o processo “Trocar Código da Seção”. Caso a identificação da empresa não seja pelo CNPJ deve ser informado o número de CEI. Através dos anexos é possível visualizar os funcionários lotados na seção, dados relativos a emissão do relatório de RAIS,inclusão e histórico de benefícios associados à mesma. Para empresas que utilizam CEI deve ser definida uma máscara para esse nos parâmetros globais do sistema. Funções O cadastro de funções corresponde às funções a serem utilizadas na empresa e exercidas pelos seus funcionários. Procedimento 1.Acesse o RM.exe; 2.Clique no ícone de acesso a todos os aplicativos e selecione RH / Folha de Pagamento; 3. Selecione a guia Administração de Pessoal / Cargos | Funções / Funções (no RMLabore.exe menu Cadastros / Cargos e Funções / Funções); 4. Para incluir uma nova função clique no botão “Incluir”, preencha os campos em negrito, em seguida,clique em“Salvar”,“OK”; 5. Para editar ou excluir um registro já existente, clique nos respectivos ícones “Editar”,“Excluir”, em caso de alteração,não deixe de salvar o registro. O sistema somente permite a exclusão de uma função, caso essa não tenha sido relacionada a outros cadastros. Para que a função possa ser utilizada por algum funcionário,a mesma deve estar ativa. Por meio dos anexos é possível visualizar as seções que possuem a função e os funcionários que exercem a função.Dados referente ao Controle de Lotação,como o quadro disponível na pasta“Identificação”e no anexo“Quadro de Lotação”,devem ser estudados no TOTVS Gestão de Pessoas. É possível copiar o cadastro de funções de uma coligada para outra, através do processo“Copiar função entre coligadas”.
  9. 9. 9Todososdireitosreservados. TOTVSFolhadePagamento Nivéis Este cadastro guarda níveis de funções, que irão compor as tabelas salariais (Cargos/Salários) e serão utilizados também no cadastramento de funções.O cadastro de níveis é administrado peloTOTVS Gestão de Pessoas. Os níveis da função dos funcionários poderão ser cadastrados através do TOTVS Folha de Pagamento, entretanto, o eventual uso de fórmulas para determinar valores de faixa de um nível deverá ser feito previamente no TOTVS Gestão de Pessoas. Exemplo: Cargo:Analista Níveis:Trainee,Júnior e Máster. Para devido cadastro de níveis,seguir o procedimento abaixo. Procedimento 1.Acesse o RM.exe; 2.Clique no ícone de acesso a todos os aplicativos e selecione RH / Folha de Pagamento; 3.Selecione a guia Administração de Pessoal / Cargos | Funções / Níveis (no RMLabore.exe menu Cadastros / Cargos e Funções / Níveis); 4.Paraincluirumnovonível,cliquenobotão“Incluir”.Oscamposemnegritosãodepreenchimento obrigatório.clique em“Salvar”,“Ok”; 5. Para editar ou excluir um registro já existente clique nos respectivos botões “Editar”,“Excluir”, em caso de alteração não deixe de salvar o registro. Faixas As faixas são utilizadas na montagem da tabela salarial.Este cadastro também é administrado peloTOTVS Gestão de Pessoas. Procedimento 1.Acesse o RM.exe; 2.Clique no ícone de acesso a todos os aplicativos e selecione RH / Folha de Pagamento; 3.Selecione a guia Administração de Pessoal / Cargos | Funções / Faixas (no RMLabore.exe menu Cadastros / Cargos e Funções / Faixas); 4. Para incluir uma nova faixa, clique no botão “Incluir”. Os campos em negrito são de preenchimento obrigatório,clique em“Salvar”,“Ok”; Atenção! O campo referente a percentual serve para auxílio na montagem das tabelas salariais. 5. Para editar ou excluir um registro já existente clique nos respectivos ícones “Editar”,“Excluir”, em caso de alteração,não deixe de salvar o registro. Grupos Ocupacionais Definem o conjunto de cargos que se assemelham quanto à natureza e trabalho. Serve para classificar os cargos e administrá-los diferentemente. Esse agrupador de cargos origina-se do TOTVS Gestão de Pessoas. Procedimento 1.Acesse o RM.exe; 2.Clique no ícone de acesso a todos os aplicativos e selecione RH / Folha de Pagamento; 3.Selecione a guia Administração de Pessoal / Cargos | Funções / G.Ocupacionais (no RMLabore. exe,menu Cadastros / Cargos e Funções / Grupos Ocupacionais); 4. Para incluir um novo grupo, clique no botão “Incluir”. Os campos em negrito são de preenchimento obrigatório,clique em“Salvar”,“Ok”; 5. Para editar ou excluir um registro já existente, clique nos respectivos botões “Editar”,“Excluir”, em caso de alteração,não deixe de salvar o registro.
  10. 10. 10 Todososdireitosreservados.TOTVSFolhadePagamento Cargos Também conhecido como função, ou emprego público, ou particular. Esse cadastro destina-se apenas à inclusão,consulta e/ou alteração dos cargos,que funcionarão como um agrupador de funções. Procedimento 1.Acesse o RM.exe; 2.Clique no ícone de acesso a todos os aplicativos e selecione RH / Folha de Pagamento; 3. Selecione a guia Administração de Pessoal / Cargos | Funções / Cargos (no RMLabore.exe menu Cadastros / Cargos e Funções / Cargos); 4. Para incluir um novo cargo, clique no botão “Incluir”. Os campos em negrito são de preenchimento obrigatório,clique em“Salvar”,“Ok”; 5. Para editar ou excluir um registro já existente, clique nos respectivos botões “Editar”,“Excluir”, em caso de alteração,não deixe de salvar o registro. Na visão de cargos o sistema exibe as funções associadas a esses. TabelasdeCálculo Para cálculo do INSS e IRRF descontados nos processos de Folha Mensal, Férias e Rescisão, é preciso que existam tabelas de cálculo com finalidade específica. Procedimento 1.Acesse o RM.exe; 2.Clique no ícone de acesso a todos os aplicativos e selecione RH / Folha de Pagamento; 3. Selecione a guia Administração de Pessoal / Cálculos / Tabelas de Cálculo (no RMLabore.exe menu Cadastros / Cálculos / Tabelas de Cálculo); 4.Paraincluirumanovatabelacliquenoícone“Incluir”,camposemnegritosãodepreenchimento obrigatório. Clique em “Salvar”. Na pasta “Valores da Tabela”, ou anexo correspondente, clique no botão“Incluir”para cadastrar as faixas da tabela. Os campos“Limite Superior”e“Percentual” devem ser preenchidos,para as tabelas com finalidade“INSS”ou“IRRF”.Clique em“Salvar”,“Ok”; 5. Para editar um registro já existente ou excluir, clique nos respectivos botões “Editar”,“Excluir”, em caso de alteração,não deixe de salvar o registro. Atenção! Para tabela com finalidade INSS, também deve ser preenchido o campo “Perc.com CPMF”.Para tabela com finalidade IRRF,também deve ser preenchido o campo“Valor a Deduzir”.É possívelutilizartabelasdecálculosparacálculodedescontodeconvêniomédicoeodontológico, e diversos outros cálculos, bastando para isso, criar a tabela com os devidos dados e retornar o valor da mesma em fórmula de cálculo, esta, por sua vez, deverá ser associada ao evento. Não deve existir interseção de datas entre tabelas de mesmo código e finalidade. É possível copiar tabelas já existentes. Através dos processos, é possível copiar múltiplos registros, ou seja, copiar os dados de uma tabela já existente, reajustando seus valores. Para isso, selecione os registros que terão os dados copiados e reajustados,selecione o processo“Cópia de Múltiplos Registros:Tabelas de Cálculo”,informe início e fim de vigência da nova tabela e o reajuste a ser aplicado nos campos disponíveis,poderá ainda optar por alterar o nome da tabela. Para que não haja duplicidade de tabelas, sugerimos que deixe o parâmetro “Alterar data final da vigência na tabela original”marcado,isto,caso já não tenha realizado essa alteração.
  11. 11. 11Todososdireitosreservados. TOTVSFolhadePagamento Exemplo cálculo INSS: Tabela de contribuição mensal 1.Segurados empregados,inclusive domésticos e trabalhadores avulsos TABELA VIGENTE Tabela de contribuição dos segurados empregado,empregado doméstico e trabalhador avulso,para pagamento de remuneração a partir de 1º de julho de 2011 Salário-de-contribuição (R$) Alíquota para fins de recolhimento ao INSS (%) até R$ 1.107,52 8,00 de 1.107,53 até 1.845,87 9,00 de 1.845,88 até 3.691,74 11,00 Portaria nº 407,de 14 de julho de 2011 Base de INSS = R$1.107,52 Valor do INSS desconto:R$1.107,52 * 8% = 88,60 Valor do INSS alíquota normal:R$1.107,52 * 8% = 88,60 Observação: No cálculo do INSS o valor que ultrapassa a última faixa é desconsiderado para cálculo do desconto.Logo, o sistema passa a considerar como a base de cálculo para desconto o valor da última faixa. Para cálculo dos encargos fica valendo o valor realmente pago ao funcionário. Exemplo: Base de INSS = R$4.500,00 Valor do INSS desconto:R$3.691,74 * 11% = 406,08 Valor do INSS alíquota normal:R$3.691,74 * 11% = 406,08 Exemplo cálculo IRRF: Medida Provisória nº 528,de 25 de março de 2011. Para o ano-calendário de 2011: Tabela Progressiva Mensal Base de Cálculo (R$) Alíquota (%) Parcela a Deduzir do IR (R$) Até 1.566,61 - - De 1.566,62 até 2.347,85 7,5 117,49 De 2.347,86 até 3.130,51 15 293,58 De 3.130,52 até 3.911,63 22,5 528,37 Acima de 3.911,63 27,5 723,95 R$ 157,47 valor para dependente referente ao ano-calendário de 2011. O cálculo do IRRF no sistema é dividido em duas partes. Base INSS e IRRF =R$3200,00 Valor do INSS desconto:R$3200,00 * 11% = R$352,00 Valor do INSS alíquota normal:R$3200,00 * 11% = R$352,00 1 dependente de IRRF,dedução de R$157,47. 1ª parte – verificação da faixa de cálculo (valor da base de IRRF – Valor do INSS com alíquota normal – Valor a deduzir por dependente de IRRF) então teremos: R$3200,00 – 352,00 – 157,47 = R$2690,53 equivalente a faixa 3,percentual 15% 2ª parte (valor da base de IRRF – Valor do INSS com alíquota normal – valor a deduzir por dependente de IRRF ) * o percentual.
  12. 12. 12 Todososdireitosreservados.TOTVSFolhadePagamento ValoresFixos Para cálculo de salário família, IRRF e geração de GPS é preciso que haja valores fixos com finalidade específica. Procedimento 1.Acesse o RM.exe; 2.Clique no ícone de acesso a todos os aplicativos e selecione RH / Folha de Pagamento; 3. Selecione a guia Administração de Pessoal / Cálculos / Valores Fixos (no RMLabore.exe menu Cadastros / Cálculos / Valores Fixos); 4.Paraincluirumnovovalorfixocliquenoícone“Incluir”,camposemnegritosãodepreenchimento obrigatório.Devemos definir a finalidade do valor fixo a ser criado,em seguida,clique em“Salvar”, “Ok”; 5. Para editar um registro já existente ou excluir, clique nos respectivos botões “Editar”,“Excluir”, em caso de alteração,não deixe de salvar o registro. É possível utilizar valores fixos para outros cálculos. Exemplo: Para o valor do ticket refeição basta criar o valor fixo com devidos dados e retornar o seu valor dpor meio de fórmula de cálculo, que por sua vez, deverá ser associada ao evento. Não deve existir interseção de datas entre tabelas de mesma finalidade.É possível copiar valores fixos de uma coligada a outra por meio do recurso de“Processos”.Também é possível fazer diversas exportações desse cadastro. Eventos Os eventos, também conhecidos como verbas, são utilizados no cálculo da folha de pagamento para discriminação dos valores que são pagos ou descontados dos funcionários,como dias trabalhados,horas extras,INSS,IRRF e outros. Os valores calculados na folha de pagamento muitas vezes são definidos em virtude da quantidade de dias trabalhados, quantidade de horas executadas ou valores identificados por outras formas de cálculo (percentagens,valores fixos,fórmulas ou código de cálculo). Procedimento 1.Acesse o RM.exe; 2.Clique no ícone de acesso a todos os aplicativos e selecione RH / Folha de Pagamento; 3. Selecione a guia Administração de Pessoal / Eventos / Eventos (no RMLabore.exe menu Cadastros / Eventos); 4.Paraincluirumnovoeventocliquenoícone“Incluir”,camposemnegritosãodepreenchimento obrigatório.Na pasta“Identificação”preencha os campos“Código de Cálculo”, “Tipo do evento”, “Percentual de incidência”e“Prioridade”.Já na Pasta“Inc.Proventos”ou“Inc.Descontos”defina as incidências do evento,em seguida,clique em“Salvar”,“Ok”; 5. Para editar um registro já existente ou excluir, clique nos respectivos botões “Editar”,“Excluir”, em caso de alteração,não deixe de salvar o registro. O sistema somente permite a exclusão de um evento, caso esse não tenha sido relacionada a outros cadastros. Para cálculo automático do evento, além de código de cálculo e percentual de incidência, podemos utilizar do recurso de fórmulas.
  13. 13. 13Todososdireitosreservados. TOTVSFolhadePagamento Caso a empresa trabalhe com funcionários comissionistas, poderá configurar o evento como “Compõe comissão”. Caso a empresa possua eventos não identificados por código de cálculo e que precisam ser calculados conforme os dias trabalhados,poderá optar por pagar o mesmo de forma proporcional.Para isso,deverá marcar o parâmetro correspondente nos parâmetros de cálculo do sistema. Os campos“Chave”e“Totalizador”interferem na impressão dos eventos em relatórios, e demais campos na utilização de seu valor em fórmulas ou contabilização. AnexoEventosdeMédia Informe se o evento incide nas médias de 13º salário,férias,aviso prévio ou licença maternidade. Anexo EventosRelacionadosReprogramaçãoSalarial Informe se o evento irá compor a base do salário composto,geralmente,utilizado para professores. AnexoLançamentosVinculados Inclua os eventos que serão lançados,automaticamente,após lançar o evento em questão no envelope de pagamento. Caso os eventos que deram origem ao lançamento vinculado sejam cancelados, os eventos que foram lançados automaticamente,também serão cancelados. Também é possível executar o processo de cópia dos registros entre coligadas. Horários OHorárioindicaquandoofuncionáriodeveráestarnaempresa.NoTOTVSFolhadePagamentoésomente um campo informativo e deve ser informado no momento da admissão do funcionário. Procedimento 1.Acesse o menu Cadastros / Tabelas Auxiliares / Horários; 2.Clique no botão“Novo”; 3.Preencha os campos“Código”e“Descrição”. 4. Na Pasta Identificação do cadastro de horário é possível realizar/visualizar as seguintes parametrizações:“Data Base (Referência)”, “Horário Inativo”,“Horário Alternativo Noturno”,“Não considera feriados no cálculo”,“Considera Feriado no Inicio da Jornada do dia anterior”. 5.Acesse a Pasta Batidas. Nessa pasta realizamos os principais cadastros e definições a respeito das batidas do horário.Todo horário é composto por uma escala que dita quais batidas devem ser realizadas pelos funcionários a cada dia de seu período.A escala tem que ser cadastrada até que volte a se repetir. Exemplo: Se o funcionário tem uma escala 5x2 (isto é,5 dias de trabalho e 2 dias de descanso) temos que cadastrar a escala com 7 índices* informando os 5 dias de trabalho e os dois dias de descanso para que ela“gire”durante todo o período que o funcionário utilizar a escala. A associação de letras aos índices tem como objetivo definir quais as possíveis escalas de trabalho podem ser realizadas pelos funcionários associados a um determinado horário. 6.Clique no botão ”Batidas”e inclua as batidas: 08:00 12:00 14:00 18:00 E S E S 7.Clique no botão“Jornada”e inclua a jornada de 08:00 as 18:00.
  14. 14. 14 Todososdireitosreservados.TOTVSFolhadePagamento 8. Retorne ao horário e copie as batidas cadastradas por mais 4 índices por meio do botão ”Copiar horário para o próximo dia”. 9.Inclua um compensado de 00:00 às 24:00,no sexto dia atreves do botão“Compensado” 10.Inclua um descanso de 00:00 às 24:00,no sétimo dia através do botão“Descanso”. 11.Inclua um índice para o horário. Exemplo: Considerando o horário abaixo: 1- 08:00 12:00 14:00 18:00 2- 08:00 12:00 14:00 18:00 3- 08:00 12:00 14:00 18:00 4- 08:00 12:00 14:00 18:00 5- 08:00 12:00 14:00 18:00 6-Com 7-Desc Para esse horário podemos ter turmas folgando em dias diferentes por meio da associação de letras ao índice. Como montar essas turmas considerando o horário acima? Primeiramente teremos que identificar qual é a data base para esse horário.Essa identificação é realizada na Pasta Identificação na edição de um horário. Suponhamos que a data base seja: 01/01/2007 (segunda-feira). Assim faremos a seguinte associação: Se a turma A irá descansar na quarta-feira, devemos marcar o índice 7 do horário como quarta-feira e a partir dele chegar à data base (segunda-feira). 1- 08:00 12:00 14:00 18:00 2- 08:00 12:00 14:00 18:00 3- 08:00 12:00 14:00 18:00 4- 08:00 12:00 14:00 18:00 5- 08:00 12:00 14:00 18:00 (segunda-feira) 6-Com 7-Desc (quarta-feira) Então para a turma deverá ser associado o índice 5. Se a turma B irá descansar na sexta-feira,devemos setar o índice 7 do horário como sexta-feira e a partir dele chegar a data base (segunda-feira). 1- 08:00 12:00 14:00 18:00 2- 08:00 12:00 14:00 18:00 3- 08:00 12:00 14:00 18:00 (segunda-feira) 4- 08:00 12:00 14:00 18:00 5- 08:00 12:00 14:00 18:00 6-Com 7-Desc (sexta-feira) Então para a turma deverá ser associado o índice 3. Dessa forma podemos ter em um único horário varias escalas ou turma de trabalho. 12. Clique no botão “Salvar” o horário estará pronto para ser associado aos funcionários. Os demais botões da Pasta Batidas serão explicados na“Parametrização do Horário Planejado”. Sindicatos Cada categoria profissional tem pelo menos um sindicato. Cada sindicato elabora em conjunto com os empregadores uma“Convenção Coletiva de Trabalho”,que determina algumas formas de cálculos,alguns valores a serem pagos aos funcionários que estão ligados ao sindicato e também a outras questões trabalhistas e até mesmo sociais.
  15. 15. 15Todososdireitosreservados. TOTVSFolhadePagamento Procedimento 1.Acesse o menu Cadastros / Sindicatos; 2.Para inserir um sindicato selecione o botão“Incluir”. Na Pasta Identificação informe os campos “Código”e“Descrição”,clique em“Salvar”,e“Ok”; 3.Para editar ou excluir um registro existente,clique nos respectivos botões“Editar”,“Excluir”,em caso de alteração,alterar o(s) campo(s) desejado(s),clique em“Salvar”,e“Ok”. O sistema somente permite a exclusão de um sindicato, caso ele não estejado relacionado a outros cadastros. Também devem ser informados os campos referentes a endereço e as parametrizações de cálculos para vale-transporte, comissionistas, parâmetros de desconto de contribuição sindical, salário mínimo e médias de 13º Salário, Férias, Aviso Prévio e Licença Maternidade, para evitar possíveis inconsistências. Em alguns casos, grupo de insalubridade e fórmula para indenização do artigo 479. Pode-se associar valores ao sindicato na Pasta Valores Associados. Funcionários Após definição dos cadastros anteriores, pode-se alimentar o sistema com os funcionários que irão compor o quadro de empregados da empresa. Procedimento 1.Acesse o menu Cadastros / Funcionários; 2.Para incluir um novo funcionário clique no botão“Inserir”; 3. Na Pasta Identificação preencha os campos “Chapa”, “Nome”, “Data de Nascimento”, “Sexo” e “Grau de Instrução”; 4.Na Pasta Documentos/Doc.Pessoais preencha o campo“Número da CTPS”; 5. Na Pasta Registro/Admissão preencha os campos “Data”, “Tipo” e “Motivo da Admissão” e “Sindicato”; 6. Na Pasta Registro/Admissão II preencha os campos “Função”, “Histórico de Função”, “Seção”, “Histórico de Seção”, “Situação Rais” e “Contribuição Sindical”; e em caso de desconto da contribuição informe“Histórico de Contribuição Sindical”; 7. Na Pasta Registro/FGTS / SEFIP / INSS preencha os campos de opção pelos cálculos de FGTS, INSS e dados referentes ao relatório de SEFIP; 8.Na Pasta Base de Cálculo/Base de Cálculo preencha os campos“Forma de Recebimento”,“Tipo de Funcionário”, “Situação”, campos referentes a Salário e Horário. 9.Após inserção dos dados,clique em“Salvar”,e“Ok”; 10. Para editar um registro existente clique no botão “Editar”. Em caso de alteração, alterar o(s) campo(s),clique em“Salvar”,e“Ok”. A tela inicial, chamada de “Visão de Funcionários”, apresenta os funcionários já cadastrados no sistema que foram selecionados através do recurso de filtros. Por meio do cadastro de funcionários é possível cadastrar férias, rescisões, consultar o envelope de pagamento, botão “Envelope”, consultar e incluir verbas em meses anteriores, através dos botões “Ficha Financeira”e“Ficha Financeira Complementar”. Ainda na visão de funcionários é possível alterar valor de vale transporte, gerar Gráfico Salarial, alterar grupo de acesso ao Portal RM e incluir usuário do mesmo, alteração de chapa e emissão de relatórios com o tipo“VISAO FUNC”. Chefes/Supervisores O cadastro de Chefes/Supervisores tem como objetivo definir os chefes e os supervisores existentes na empresa.
  16. 16. 16 Todososdireitosreservados.TOTVSFolhadePagamento O funcionário com status de chefe terá acesso às informações pertinentes a sua equipe que sejam referentes à folha de pagamento.Este cadastro é utilizado para habilitar as opções relativas à chefia no RM Portal (acesso remoto via WEB) como a aprovação ou execução de ocorrências, definição de substitutos de chefia e definição de supervisores de equipe. Através do cadastro de Chefes e Supervisores podemos definir os chefes conforme estrutura de seções e supervisores conforme equipes. A definição de chefes e supervisores serão utilizados no processo de folha e férias. Saiba como definir chefes ou supervisores. Procedimento 1.Acesse o RM.exe; 2.Clique no ícone de acesso a todos os aplicativos e selecione RH / Folha de Pagamento; 3.Selecione a guia Administração de Pessoal / Chefes e Supervisores / Chefes e Supervisores (no RMLabore.exe menu Cadastros / Tabelas auxiliares / Chefes e Supervisores); 4. Para definir um chefe ou supervisor, devemos selecionar o nível de seção desejado e clicar no ícone referente ao cadastro desejado (Chefe,ou Supervisor,ou Chefe Externo,ou Supervisor Externo. Para funcionários com status de supervisor, é preciso selecionar qual equipe esse funcionário irá liderar. As equipes correspondem a itens da tabela dinâmica PEQUIPE. Atenção! Somente é permitido incluir supervisores nas seções mestres,ou seja,seção de lotação. Os chefes e supervisores externos são provenientes do cadastro de Externos, portanto, estes precisam estar previamente cadastrados antes de defini-los como chefes ou supervisores. O cadastro de externos é utilizado para incluir pessoas as quais não terão a sua folha de pagamento controlada pelo sistema, podendo este ser um terceiro,porém,desenvolvem o papel de chefia na empresa. Procedimento: 1.Acesse o RM.exe; 2.Clique no ícone de acesso a todos os aplicativos e selecione RH / Folha de Pagamento; 3. Selecione a guia Administração de Pessoal / Chefes e Supervisores / Externos (no RMLabore. exe menu Cadastros / Externos); 4.Clique no ícone“Incluir”para inserir o registro.Ao incluir um externo,além de informar dados referentesàpessoa,devemosinformar“DadosExterno”quesãoreferentesàFolhadePagamento, como código do externo,situação,seção de lotação,função e período do cadastro. O parâmetro “Master” permite ao usuário definir se o chefe escolhido poderá designar substitutos de chefes. Dependentes Assim como os funcionários tem seus cadastrados específicos, os dependentes também têm seus cadastros. O diferencial é que o dependente sempre está associado a um funcionário. Os dependentes possuem um número que os identificam dentro do cadastro do funcionário. Procedimento 1.Edite o cadastro do funcionário,acesse a Pasta Base de Cálculo,Subpasta Dependentes; 2.Para incluir um novo dependente,clique no botão“Inserir”. Na Pasta Identificação preencha os campos“Nome”,“Sexo”,“Parentesco”e“Estado Civil”,clique em“Salvar”,e“Ok”;
  17. 17. 17Todososdireitosreservados. TOTVSFolhadePagamento 3. Para editar ou excluir um dependente já existente, clique nos respectivos botões “Editar”, “Excluir”,em caso de alteração,alterar o(s) campo(s),clique em“Salvar”,e“Ok”. Pensão O cálculo da pensão alimentícia é definido em lei nos termos da obrigatoriedade de pagamento por parte do funcionário, quando a justiça assim determinar, porém não existe definição de que o cálculo será o mesmo para todos os funcionários. Alguns pagam pensão no valor de um salário mínimo, outros um percentual sobre o rendimento bruto, outros sobre o rendimento líquido e tantos outros cálculos. O sistema permite que diversos tipos de cálculos de pensão sejam definidos. Para desconto da pensão alimentícia, não há obrigatoriedade de cadastramento do dependente no sistema,mas para efeitos de declaração de imposto de renda esses dados se tornam necessários (dados da pensão),por via de regra a orientação é que sempre se cadastre o dependente de pensão.O dependente de pensão geralmente são filhos ou cônjuges. Para desconto automático do valor da pensão é necessário a parametrização do cadastro de dependentes e a criação de eventos,que podem ser lançados como códigos fixos. Procedimento 1. Acesse Cadastros / Funcionários. Selecione o funcionário e faça a edição do seu cadastro, via botão“Editar”,ou duplo clique; 2.Acesse a Pasta Base de Cálculo,Subpasta Dependentes; 3.Edite o cadastro do dependente de pensão,através do botão“Editar”ou duplo clique; 4.Acesse a Pasta Incidências,marque“Pensão”,e“Salvar”; 5.Acesse a Pasta Dados da Pensão e informe o campo percentual,e em caso de pensão sobre o bruto,marcar o parâmetro correspondente,do contrário o sistema entenderá,que o cálculo será sobre o líquido,a menos que possua fórmula de cálculo,clique em“Salvar”,e“OK”. Conforme a legislação de IRRF o dependente de pensão não pode ser dependente para fins de desconto do imposto de renda. Para desconto da pensão o sistema disponibiliza quatro códigos de cálculo: l 13 – Pensão sobre folha; l 113 – Pensão sobre férias; l 120 – Pensão sobre 13º salário; l 121 – Pensão sobre participação nos lucros. Pensão sobre o líquido Quando não marcamos o campo“Ordenado Bruto”ou não informamos uma fórmula de cálculo nos dados da pensão,o sistema entende que a pensão deve ser calculada sobre o líquido.A pensão calculada sobre o valor líquido tem um cálculo particular,pois nos casos onde o funcionário atinge a alíquota de desconto de IRRF o valor da pensão passa a ser considerado como dedutível do cálculo do IRRF, e como o IRRF interfere no valor líquido do funcionário seu valor consequentemente influenciará o valor da pensão. O sistema disponibiliza nos cálculos realizados logs de conferência do cálculo realizado, em caso de pensão sobre o líquido,é recomendável que se utilize a fórmula presente nesses logs.
  18. 18. 18 Todososdireitosreservados.TOTVSFolhadePagamento Subentidades Centros de Custo (RM Labore) Em toda empresa os custos são rateados entre áreas,que podem ser seções,departamentos ou até mesmo local de trabalho. Este rateio é chamado de “Centro de Custo”, isto é, onde a despesa ou lucro devem ter seus valores tratados. No TOTVS Folha de Pagamento existe um conceito de centro de custo que difere dos demais aplicativos da linha RM,pois neste aplicativo o Centro de Custo da folha de pagamento deve ser associado ao Centro de Custo que é utilizado em outros aplicativos (Centros de Custo Globais). No cadastro dos Centros de Custo devem ser informados os dados utilizados para vinculação aos“Centros de Custo”globais e os dados que poderão ser utilizados para contabilização ou lançamento financeiro. A utilização de centros de custo no TOTVS Folha de Pagamento depende da parametrização do sistema parapermitirqueoscálculosdafolhapossamserrateadosentreeles.Essaparametrizaçãonãoéobrigatória e só deve ser efetuada nos casos em que realmente a estrutura de custos não segue a padronização da estrutura de seções. Procedimento 1.Acesse o RM.exe; 2.Clique no ícone de acesso a todos os aplicativos e selecione RH / Folha de Pagamento; 3.SelecioneaguiaAdministraçãodePessoal/CentrosCustos(noRMLabore.exe,menuCadastros / Centro de Custo (RM Labore) ); 4. Para que o sistema faça o cálculo da folha por centro de custo acesse o RMLabore.exe, menu Opções / Parâmetros / RMLabore, pasta Parâm.Cálculo e marque o parâmetro “Utiliza Cálculo por Centro de Custo”. 5.Clique em“Salvar”,“Ok”; 6.No cadastro dos funcionários será habilitada a pasta Rateios Fixos para que sejam informados os centros de custos e seus respectivos percentuais; 7.Para incluir um centro de custo,clique no botão“Incluir”,informe o centro de custo e percentual correspondente,clique em“Salvar”,“Ok”; Para alterar o percentual de um centro de custo já existente, clique no botão“Editar”. Para excluir, clique no botão“Excluir”. Os campos em amarelo são de preenchimento obrigatório. O total dos percentuais de centro de custo informados no cadastro do funcionário deve totalizar em 100%. Para geração da GPS - Guia de Previdência Social por centro de custo preencher os campos da pasta Dados p/ INSS. Fique atento Em caso de contabilização por centro de custo, preencher o centro de custo global, os códigos de integrações, filial, departamento contábil e os campos da Pasta Endereço, conforme necessidade da empresa.
  19. 19. 19Todososdireitosreservados. TOTVSFolhadePagamento Tomadores de Serviço A utilização de tomadores consiste em relacionar os funcionários com as empresas que compram os serviços da empresa onde ele é registrado. Nesse processo o vínculo do funcionário, seus pagamentos e recolhimentos são efetuados pela empresa onde ele é registrado, porém os valores da prestação dos serviços e as empresas onde ele prestou serviço são informados no SEFIP. Há dois tipos de tomadores:construção civil e cessão de mão-de-obra. Procedimento 1.Acesse o RM.exe; 2.Clique no ícone de acesso a todos os aplicativos e selecione RH / Folha de Pagamento; 3. Selecione a guia Administração de Pessoal / Cliente e Fornecedor (no RMLabore.exe, menu Cadastros / Cliente e Fornecedor); 4. Clique no ícone“Incluir”para inserir as empresas/obras que tomarão os serviços, campos em negrito são de preenchimento obrigatório; 5.Na Pasta Dados Fiscais informe o“Tipo de tomador”e o“Código de pagamento de GPS”,clique em“Salvar”,“OK”; 6.No RMLabore.exe,acesse o menu Opções / Parâmetros / RM Labore,na pasta“Parâm.Cálculo” marque o parâmetro“Utiliza tomadores de serviço”; 7. Informe o tipo de tomador. No campo “Código da Empresa no cadastro de Tomadores” informe o código da empresa no cadastro de cliente/fornecedor e demais campos apresentados conforme particularidades da empresa; Atenção: No caso de filiais, os funcionários que não prestam serviços em tomadores deverão ter o tomador que identifica a filial informada em seus cadastros. 8.Clique em“Salvar”,“OK”; 9.Acesse o RM.exe; 10.Clique no ícone de acesso a todos os aplicativos e selecione RH / Folha de Pagamento; 11. Selecione a guia Administração de Pessoal / Eventos / Eventos, edite os eventos que serão distribuídos para os tomadores e marque o parâmetro“Segue rateio de tomadores”; 12.Clique em “Salvar”,“OK”; Atenção:Alguns eventos não precisam ter o campo marcado.Um desses eventos é o evento de licença maternidade. 13. Acesse o RMLabore.exe, menu Cadastros / Funcionários. Edite o cadastro dos funcionários que se encontram lotados em tomadores de serviço. Na pasta“Tomadores de Serviço”informe o código do tomador ou selecione-o por meio da listagem apresentada, assim como, o tipo de tomador e valor; Atenção: Um funcionário pode não ter tomadores ou pode ter vários. Para os funcionários que não prestam serviço em tomadores não é preciso informar o tomador em seu cadastro, pois o sistema considerará o tomador informado como global nos parâmetros do sistema. Fique atento no caso de utilização de filiais, pois os funcionários da filial deverão ter o tomador que identifica a filial. Observação: Ao inserir um evento via entrada de dados por tomador, o sistema não fará a distribuição de valores conforme os tomadores de serviço do cadastro do funcionário. Tomador de Serviço x Seções Para utilização de tomadores do tipo cessão mão-de-obra não é necessário nenhuma parametrização no cadastro de seções,porém,para empresas que administram obras,devem existir cadastradas seções que permitam identificar separadamente as seções que são da área administrativa (não são obras) e as seções que são obras.
  20. 20. 20 Todososdireitosreservados.TOTVSFolhadePagamento Uma empresa pode ser identificada pelo CPF ou CNPJ (no caso de CPF existe um CEI que identifica a própriaempresa),ecadaobraéidentificadaporumnúmerodeCEI.UmaempresapodeterdiversosCNPJ’s, no caso de filiais, uma filial também pode ser administradora de obras. Dessa forma cada CNPJ deve ter identificadores que permitam a centralização dos funcionários não alocados em obras e identificadores para cada obra. Exemplo: CNPJ Matriz 21.867.387/0001-58 CNPJ Filial 21.867.387/0003-10 Obra 1,relacionada a matriz,CEI:11.111.11.111/11 Obra 2,relacionada a filial,CEI:22.222.22.222/22 Obra 3,relacionada a filial,CEI:33.333.33.333/33 Para este exemplo deve existir uma quebra que identifique a mudança de CNPJ e uma quebra que identifique a centralização do administrativo e das obras em cada CNPJ. O cadastro de seções poderia ter a seguinte configuração: 01 - Matriz 01.001 - Administrativo matriz 01.001.01 - Departamento Administrativo 01.001.01.001 - Setor financeiro 01.001.01.002 - Setor de Pessoal 01.001.02 - Departamento operacional 01.001.02.001 - Produção 01.002 - Obra 1 (CEI 11.111.11.111/11) 01.002.01 - Coordenação 01.002.01.001 - Engenheiros 01.002.01.002 – Encarregados 02 - Filial 02.001.01 - Departamento Administrativo Filial 02.001.01.001 - Setor financeiro 02.001.01.002 - Setor de Pessoal 02.001.02 - Departamento operacional 02.001.02.001 - Produção 02.002 - Obra 2(CEI 22.222.22.222/22) 02.002.01 - Coordenação 02.002.01.001 - Engenheiros 02.002.01.002 - Encarregados 02.003 - Obra 3(CEI 33.333.33.333/33) 02.003.01 - Coordenação 02.003.01.001 - Engenheiros 02.003.01.002 - Encarregados Os cadastros que começam com 01 são relacionados a matriz; Os cadastros que começam com 02 são relacionados a filial; Os cadastros que começam com XX.001 são relacionados ao pessoal administrativo (não alocado em obra); Os cadastros que tem a estrutura inicial (6 dígitos) diferentes de XX.001 são relacionadas as obras. Nas Configurações RH,pasta“Seções”o cadastro deveria ser feito como:
  21. 21. 21Todososdireitosreservados. TOTVSFolhadePagamento Máscara:##.###.##.### Quebra de CNPJ:?? Quebra mestre:????????????? Campo“Utiliza CEI”marcado Código de quebra para CEI: ?????? (indica a alteração de dados que identificam as seções administrativas e as obras). Fique atento Quando a empresa utiliza seções identificadas por CEI,no cadastro de seções que utilizam CEI o campo“CEI”deve estar preenchido e o campo“Identificação pelo CNPJ”deve estar desmarcado. Cálculos e Lançamentos da Folha Os cálculos da folha não são efetuados por tomadores, como acontece com os cálculos por centro de custo.O cálculo de valores por tomador é feito após o cálculo da folha,e os eventos não são recalculados, apenas tem seus valores proporcionalizados conforme os dias trabalhados em cada tomador. Quando um evento é inserido na movimentação do funcionário através das opções de: envelope de pagamento, grupo de eventos, cálculos de férias, rescisão e 13º salário, o sistema não faz nenhum tratamento quanto ao valor a ser proporcionalizado para cada tomador. A proporcionalizacão é feita a través de um módulo específico para distribuições. O módulo de distribuição tem a função de proporcionalizar os valores dos eventos de acordo com os tomadores informados nos cadastros dos funcionários. Exemplo: O funcionário tem em seu cadastro dois tomadores,como descrito abaixo. C00001 - Tomador 1 - 10 dias C00002 - Tomador 2 - 20 dias Foram lançados para os funcionários os eventos abaixo (por meio do lançamento de grupos de eventos). 0002 - Dias Trabalhados = R$ 3000,00 0082 - Horas extras = R$ 1500,00 Por meio do módulo de entrada de dados foi lançado o evento abaixo,para o mesmo funcionário,porém para o tomador C00003. 0083 - Adicional noturno = R$ 333,33 Ao ser processado o módulo de distribuição,os dados dos tomadores ficarão da seguinte forma: 0002 - Dias trabalhados C00001 = R$ 1000,00 (3000 / 30 * 10) C00002 = R$ 2000,00 (3000 / 30 * 20) 0082 - Horas extras - C00001 = R$ 500,00 0082 - Horas extras C00002 = R$ 1000,00 0083 - Adicional noturno C00003 = R$ 333,33 O evento 0083 não foi proporcionalizado como os outros eventos,pois a sua informação ocorreu através da entrada de dados por tomador.
  22. 22. 22 Todososdireitosreservados.TOTVSFolhadePagamento Fórmulas O TOTVS Folha de Pagamento dispõe de um excelente recurso para permitir a realização de cálculos não contemplados nativamente pelo sistema ou para se obter dados para serem utilizados na atualização de campos da base de dados ou emissão de relatórios. Procedimento 1. Acesse o RMLabore.exe,menu Cadastros / Fórmulas; 2. Clique no ícone“Incluir”para cadastrar uma fórmula; 3. Na pasta Identificação informe o código,título e texto da fórmula; 4. Caso a fórmula seja de crítica da folha ou de seleção,marque o parâmetro correspondente; 5. Após criar a fórmula clique em“Salvar”,“OK”. Atenção: Por meio do “Editor de fórmulas” é possível localizar variáveis de fórmulas através de sua sintaxe ou sua finalidade.Permite ainda visualizar os parâmetros requeridos. Variável Finalidade Exemplo de texto Resultado RC Retorna o valor do salário do cadastro. RC * 1.10 Salário + 10% SFUNC Retorna a informação da situação atual do funcionário,se ativo,demitido,férias,etc. SE SFUNC=’A’ ENTAO “ATIVO” SENAO“NÃO ATIVO”FIMSE Se o funcionário estiver na situação ativo o resultado será a palavra ATIVO caso contrário o texto do resultado será NÃO ATIVO. C(‘cod evento’) Retorna o valor do evento,informado entre aspas,no período atual. C(‘0002’) / 25 * 5 O valor do evento com código 0002 será divido por 25 e multiplicado por 5. Fórmulas para retorno de dados cadastrais Para ler algum dado do cadastro do funcionário, cadastro de dependentes, da pessoa ou alguns outros cadastrososistemadisponibilizaalgumasvariáveisdefórmulas.Essasfórmulasnecessitamdeparâmetros. Para que retornem os dados corretamente, estes parâmetros geralmente são informados entre aspas, com exceção dos parâmetros numéricos. • Tipos de parâmetros: Nome do campo - será sempre o nome da tabela na base de dados,sempre entre aspas. Tipo de retorno - permite a formatação do retorno do resultado. Para retorno no formato de data utilize a letra ‘D’, para formato string (texto) utilize a letra ‘S’ e para o formato de valor utilize a letra ‘V’ (todas as letras devem ser informadas entre aspas). Exemplo: TABFUNC (‘nome do campo’,‘tipo de retorno’) - retorna o dado constante em algum campo do cadastro do funcionário. TABFUNC(‘INICPROGFERIAS1’,’D’) - Retorna da data de início de gozo de férias cadastrada para o funcionário. Fique atento Caso o funcionário tenha mudado de tomador,antes de ser feita a distribuição execute a liberação de Flags.
  23. 23. 23Todososdireitosreservados. TOTVSFolhadePagamento Campos Complementares Campos complementares são campos criados dentro do aplicativo,depois de todas as tabelas principais do sistema já terem sido criadas. Tem como objetivo complementar informações de um cadastro,com os dados que o usuário do sistema desejar e da maneira que desejar. Por exemplo:criar um campo complementar no cadastro de Funcionários que contenha oTipo de Sangue do funcionário.Todos os registros de funcionário poderão conter o tipo de sangue do funcionário,se você quiser controlar. Os campos complementares podem ter o tipo de dados definido como: números inteiros, data, texto, texto simples,números reais e alfanuméricos.Para este último,é possível aplicar tipo de texto simples,link para um e-mail,link de uma URL e link para chamar um telefone usando o Skype.Neste caso,é preciso que o Skype esteja instalado em sua estação para que funcione corretamente. Podemos definir, também, o tamanho do texto contido nos dados, um valor padrão para vir no campo, definir a ordem de listagem do campo e controlar a inclusão dos dados a partir de uma fórmula. No sistema existem diversos campos cadastrais para funcionários e dependentes, porém, em alguns casos, como se faz necessária a utilização de um ou mais campos para se informar algo que não existe nativamente no sistema será preciso criar campos complementares. Procedimento 1.Acesse o RM.exe; 2.Clique no ícone de acesso a todos os aplicativos e selecione RH / Folha de Pagamento; 3.Selecione a guia Administração de Pessoal / Campos Complementares / Funcionários,para os campos a serem inseridos nos cadastros de funcionários (no RMLabore.exe, menu Cadastros / Campos Complementares / Funcionários); 4.Selecione a guia Administração de Pessoal / Campos Complementares / Dependentes,para os campos a serem inseridos nos cadastros de dependentes (no RMLabore.exe, menu Cadastros / Campos Complementares / Dependentes); 5.SelecioneaguiaAdministraçãodePessoal/CamposComplementares/Clientes|Fornecedores, para os campos a serem inseridos nos cadastros de cliente / fornecedor; 6. Para inserir um novo campo clique no botão “Incluir”. Na pasta “Identificação” devem ser preenchidos os campos“Nome da Coluna”,“Descrição”,“Tipo”e“Tamanho”,em seguida,clique em “Salvar”,“Ok”. Para desativar o campo complementar basta selecioná-lo na lista de campos complementares e clique no botão“Excluir”,em seguida,confirmar a inativação; Para reativar o campo complementar basta selecione o mesmo na lista de campos complementares e na Pasta Identificação,clique no botão“Tornar Campo Complementar Ativo”.Demais campos do cadastro de campos complementares são opcionais. As informações inseridas nos campos complementares podem ser utilizadas nos processos de cálculo da folha,férias e rescisão. Exemplo: Nome da Coluna Descrição Tipo CALCADO Número do calçado Inteiro
  24. 24. 24 Todososdireitosreservados.TOTVSFolhadePagamento Tabelas Dinâmicas Através do cadastro de tabelas dinâmicas podemos criar tabelas dinamicamente. As tabelas poderão ter finalidades distintas,sendo que algumas podem ser definidas pelo usuário do sistema. Às tabelas dinâmicas são vinculados itens, estes, podem ser ou não alterados. Esses itens correspondem a campos da tabela. Para as tabelas dinâmicas temos as seguintes finalidades: Código“0”– Diversos Usos internos:Uso interno do sistema.Não é possível selecioná-la. Código“1”- Código de Serviços Bancários:Tabelas de serviços bancários. Código “2” - Validações de Campos Complementares: Cada tabela pode possuir quantos itens forem necessários. Código“3”–UsoInterno(permiteincluiritens):Códigodeusointernodosistema.Vocênãopodeselecioná- lo,mas poderá incluir itens de tabela dinâmica. No sistema,utilizamos tabelas dinâmicas para preenchimento de campos já previsto em CLT,como“Tipo de Admissão”,“Tipo de Demissão”, dentre outros, além de disponibilizar tabelas nas quais o usuário pode incluir itens,como“Motivo de Admissão”,“Motivo de demissão”e outros. Procedimento 1.Acesse o RM.exe; 2.Clique no ícone de acesso a todos os aplicativos e selecione RH / Folha de Pagamento; 3. Selecione a guia Administração de Pessoal / Cadastros Globais / Tabelas Dinâmicas (no RMLabore.exe,menu Cadastros / Tabelas Dinâmicas); 4.Para incluir itens nas tabelas,basta editá-las,acessar a pasta“Item de Tabela Dinâmica”e clicar no ícone“Incluir”,ou então,acessar o anexo correspondente. Anotações
  25. 25. 25Todososdireitosreservados. TOTVSFolhadePagamento 1. Crie uma tabela dinâmica com finalidade 2 – Validação de Campos Complementares, conforme roteiro abaixo: Código da Tabela:PLANOSAUDE Descrição:Opção de Plano de Saúde Itens da Tabela: Código Descrição ENFE Enfermaria APTO Apartamento ODON Odontologia HOME Home Care 2. Cadastre um campo complementar de funcionários,conforme roteiro abaixo: Nome da Coluna:SAUDE Descrição:Opção de Plano de Saúde Tipo:Alfanumérico Tamanho:4 Tabela dinâmica:PLANOSAUDE (tabela criada no exercício anterior) 3.Cadastre um novo campo complementar de funcionários usando a opção default: Nome da Coluna:CESTABASICA Descrição:Cesta Básica Tipo:Alfanumérico Tamanho:10 Valor Default:SIM 4. Edite o cadastro de um funcionário,acesse a Pasta Campos Complementares e no campo“Opção de Plano de Saúde” verifique as opções disponíveis, Em seguida, acesse o campo “Cesta Básica” e verifique se o mesmo está preenchido com SIM. 5. Crie a seção pertencente à Matriz incluindo os dados abaixo: Código:01.17 Descrição:DRH –Depto de Recursos Humanos Filial:01 – Matriz – BH Departamento:03 - Administrativo 6.Cadastre o cargo de Analista e a função Analista de Recursos Humanos. 7.Cadastre um horário conforme roteiro abaixo: Código:0021 Descrição:Horário Administrativo Batidas:08:30 – 12:30 – 14:00 – 18:00 (Segunda a Sexta) Jornada:08:30 – 18:00 Inclua um dia para compensado e outro para descanso,sábado e domingo respectivamente. Associar letra ao índice,de forma que o descanso do funcionário caia no domingo. Exercícios
  26. 26. 26 Todososdireitosreservados.TOTVSFolhadePagamento 8.Criar os níveis: - Trainee - Júnior; - Pleno; - Sênior. 9.Criar a função“Analista”e associar os níveis criados no exercício anterior. 10.Acesse o cadastro do funcionário chapa“00028”e cadastre as pensões: Dependente 2 Pensão de 20% sobre o líquido Dependente 3 Pensão de 30% sobre o salário mínimo 11.No calendário 00000001 inclua os feriados de 12/10,25/12 e 31/12 do ano corrente.Associe esse calendário a seção 01.01 no RM Labore. 12. Fórmulas: a) Crie uma fórmula para descontar 20% do valor total de tickets entregues aos funcionários.O valor de cada ticket é R$10,50. b) Crie uma fórmula para calcular uma gratificação de 20% do salário para os funcionários que tiveram menos de 03 faltas no período e 15% para os demais funcionários. c) Crie uma fórmula para pagar 1% de anuênio por cada ano de casa do empregado. d) Crie uma fórmula para alterar o salário dos funcionários de acordo com as faixas abaixo: Faixa 1:R$600,00 – 20%; Faixa 2:R$800,00 – 15%; Faixa 3:R$1.600,00 – 8%; Faixa 4:Acima de R$1.600,00 – 5% mais R$50,00 de adicional. e) Faça uma fórmula para alterar o salário dos funcionários de acordo com o tempo de casa: Admitidos até 01/04/2002 – Aumento de 5%; Admitidos até 01/04/2000 – Aumento de 7%; Admitidos até 01/04/1998 – Aumento de 8%. 13. Cadastre os seguintes eventos: a) Código:9003. Descrição:Desconto de Tickt Tipo:Desconto b) Código:9004 Descrição:Gratificação Tipo:Provento – Marcar as incidências c) Código:9005 Descrição:Anuênio Tipo:Provento – Marcar as incidências Observação:Vincule aos eventos criados acima às fórmulas criadas dos exercícios anteriores. Exercícios
  27. 27. 27Todososdireitosreservados. TOTVSFolhadePagamento ADMISSÃO DE FUNCIONÁRIOS Admissão Via Linha RM Emissão de Relatórios Admissionais OprocessodeadmissãodeumfuncionárioéumdosprimeirostrabalhosrealizadosemumDepartamento Pessoal,porém,esse processo está vinculado a outras informações que são importantes para que ao uma admissão que não gere problemas futuros. Quando se faz uma admissão é preciso saber:qual departamento o funcionário estará associado,a seção em que ele trabalhará,sua função,seu salário,seu horário de trabalho e outras tantas informações. O sistema tem três maneiras para admissão de funcionários: l Inclusão direta: os dados cadastrais do funcionário são inseridos no sistema de forma manual. Esse processo é feito no menu Cadastros/Funcionários. l Admissão via importação:esse processo consiste na importação de um arquivo TXT contendo os dados cadastrais do funcionário. Ele é feito no menu Utilitários/Importação de Dados do RM Labore / Pasta Funcionários / Parâmetro“Dados Cadastrais”. l Admissão via Processo Seletivo do TOTVS Gestão de Pessoas: esse processo consiste em verificar quais os funcionários estão em processo de admissão.Será apresentada uma listagem de nomes para seleção.A integração com o TOTVS Gestão de Pessoas facilita o cadastramento dos funcionários, pois grande parte dos dados cadastrais já estão preenchidos.É feito no menu Cadastros / Funcionários. Admissão Funcionários Parametrizador Configurações RH Calendários Seções Funções Horários Tabelas de Cálculo Valores Fixos Eventos Sindicatos Rotinas Anuais Férias Folhade Pagamento RescisãoContratual EncerramentodaFolha Vale Transporte Manutençãode Dados FiscalizaçãoTrabalhista Encargos/Obrigações Sociais
  28. 28. 28 Todososdireitosreservados.TOTVSFolhadePagamento Pessoa Candidato Requisição de Aumento de Quadro Inclusão no Processo Admissional AdmissãoPessoa Candidato Requisição de Aumento de Quadro Inclusão no Processo Admissional Admissão AdmissãodeFuncionáriosViaProcessoSeletivodoTOTVSGestãodePessoas Etapa (1): Inclusão de Candidato (NoTOTVS Gestão de Pessoas acesse Cadastros / Pessoas,botão“Inserir”ou Cadastros/Currículos Externos /Processo de aprovar currículo) Nesse momento incluímos uma pessoa como candidato no RM Vitae seja por meio de aprovação do seu currículo ou inclusão de pessoa como candidato. Etapa (2): Requisição de Admissão (Opções / Parâmetros / RM Vitae, Pasta Requisições marque o parâmetro “Requisição Obrigatória para Admissão”) Nesse momento definimos que para incluir um candidato em processo de admissão é preciso existir uma requisição de admissão aprovada no RM Vitae. Etapa (3): Inclusão de Candidato no Processo Admissional (No TOTVS Gestão de Pessoas acesse Cadastros / Pessoas ativar visão de candidato e clique no botão “Inserir no Processo de Admissão”) Nesse momento incluímos o candidato em processo de admissão do RMVitae. Etapa (4): Admissão (Opções / Parâmetros / RM Labore, Pasta Outros Parâmetros/Parâmetros II, campo “Admissão do Funcionário” marque o parâmetro “Somente inclui funcionários em processo de Admissão no RM Vitae”. Em seguida acesse Cadastros / Funcionários,botão“Inserir”.) Nesse momento definimos que somente serão inclusos como funcionários os candidatos em processo de admissão no TOTVS Gestão de Pessoas. Ao incluir um funcionário será apresentada a tela de seleção de candidatos em processo de admissão. Procedimento 1.Acesse o menu Cadastros/Funcionários; 2.Para admitir um novo funcionário clique no botão“Inserir”; 3.Na Pasta Identificação preencha os campos obrigatórios; 4.Na Pasta Documentos/Doc.Pessoais preencha o campo“Número da CTPS”; 5. Na Pasta Registro/Admissão preencha os campos “Data”, “Tipo” e “Motivo da Admissão” e “Sindicato”; 6. Na Pasta Registro/Admissão II preencha os campos “Função”, “Histórico de Função”, “Seção”, “HistóricodeSeção”,“SituaçãoRais”e“ContribuiçãoSindical”,emcasodedescontodacontribuição informe“Histórico de Contribuição Sindical”; 7.Na Pasta Registro / FGTS / SEFIP / INSS preencha os campos de opção pelos cálculos de FGTS, INSS e dados referentes ao relatório de SEFIP; 8.Na Pasta Base de Cálculo/Base de Cálculo preencha os campos“Forma de Recebimento”,“Tipo de Funcionário”,“Situação”,campos referentes a Salário e Horário. 9.Após inserção dos dados,clique em“Salvar”,e“Ok”; 10. Para editar um registro existente, clique no botão “Editar”, em caso de alteração, alterar o(s) campo(s),clique em“Salvar”,e“Ok”.
  29. 29. 29Todososdireitosreservados. TOTVSFolhadePagamento Fique atento O número da ficha de registro pode ser informado por quem faz o cadastro ou pelo sistema,para isso,devemos acessar os parâmetros do sistema e definir os parâmetros de Admissão do Funcionário. Para empresas que utilizam o RM Labore.Net é preciso preencha os campos“Usuário”,“Grupo de acesso ao RM Labore.Net”e“Código de equipe”. O sistema permite armazenar os exames médicos realizados pelo funcionário. Para funcionários horistas pode-se optar em informe o salário mensal ou salário hora, essa flexibilidade pode ser definida nos parâmetros de cálculo do sistema. O sistema permite o cálculo de salários para funcionários que possuem salário composto por mais de uma atividade na empresa,comum a professores que recebem por matéria lecionada. O sistema permite a inclusão de valores associados a serem pagos na folha de pagamento mensal dos funcionários. Esses valores podem ter diversos tipos definidos na tabela dinâmica INT48. Também são campos referentes ao registro funcional que auxiliam nos cálculos e relatórios gerados pelo sistema: Data Base, Contrato por prazo, Data de transferência, Banco de Pagamento, Membro da CIPA e Membro Sindical. Os históricos disponibilizados no cadastro do funcionário devem estar devidamente preenchidos para correta emissão de relatórios retroativos. Arredondamento Quando a empresa trabalha com arredondamento do líquido do envelope de pagamento (para que não fique com centavos) é possível informe um valor de referência para arredondamento. Exemplo: Valor do campo“Arredond”= R$ 1,00 O líquido de R$ 453,28 passará a ser R$ 454,00, pois o sistema pagará um evento de arredondamento, provento no valor de R$ 0,72,para complementar o valor de arredondamento que é de R$ 1,00. O valor pago como arredondamento (R$ 0,72 no exemplo anterior) será descontado no próximo período calculado. Controle de Saldo de Verbas Cálculo semelhante ao arredondamento. Exemplo: Se o funcionário está com débito de R$ 700,00 de farmácia conveniada à empresa e possui total de proventos R$ 500,00 o sistema armazenará o saldo relativo à diferença entre proventos e descontos (R$ 200,00) através da opção“Usa Controle de Verbas”. Afastamentos Ocálculodevaloresreferenteaafastamentostambémsãoconsideradospelosistema.Algunsafastamentos geram pagamentos aos funcionários e outros não.Dependendo do tipo de afastamento a empresa deve recolher encargos referentes ao período que o funcionário ficou afastado. Os registros de afastamentos devem ser incluídos na Subpasta Hist.Afastamento,que por sua vez é preenchida automaticamente pelo sistema ao alterar a situação do funcionário por um dos afastamentos disponíveis:
  30. 30. 30 Todososdireitosreservados.TOTVSFolhadePagamento Fique atento Para gravar a base de FGTS de afastado tipo “T” ou “O”, é preciso definir o período de gravação nos parâmetros do sistema. Para pagamento dos 15 dias devidos à empresa deve-se parametrizar o sistema conforme os parâmetros de cálculo do sistema. l Afastamento pela Previdência Social Os afastamentos gerados por doenças ou acidentes, não relacionados ao trabalho, são considerados como afastamentos pela Previdência Social.Os funcionários que se afastarem por estes motivos deverão possuir o registro de afastamento do tipo ”P”(Previdência).Se o funcionário se afastar no mês atual e não tiver data prevista de retorno a sua situação deve ser alterada para “P”, e o sistema gravará um histórico deste afastamento.Neste tipo de afastamento a empresa é responsável pelo pagamento dos 15 primeiros dias de atestado,os dias posteriores (a partir do 16º dia) serão pagos pela Previdência. No caso de atestados de 1 ou 2 dias o sistema considerará também como afastamento, pois no SEFIP devem constar os afastamentos ocorridos independentemente do número de dias. Caso o funcionário apresente um atestado por motivo de doença não é necessário mudar a situação do mesmo para “P”, basta registrar essa informação no histórico de afastamento,informando a data início e a data fim. l Afastamentos por motivo de acidente de trabalho/doença ocupacional OsistemafazasmesmasconsideraçõesdosafastamentospelaPrevidência,porém,osdiasqueultrapassam os 15 dias pagos pela empresa passam a fazer parte do cálculo dos encargos de FTGS e serão considerados como base no SEFIP. O sistema verificará o valor do salário do funcionário e proporcionalizará o valor conforme os dias de afastamento no mês. Este valor será usado como base de FGTS. Essa base não fica gravada no sistema. Códigos Fixos Os eventos específicos de um funcionário, a serem lançados na movimentação desse, enquanto estiver trabalhando na empresa ou por um determinado número de vezes,podem ser cadastrados como código fixo. Procedimento 1. No cadastro do funcionário (menu Cadastros/Funcionários) acesse a Pasta Base de Cálculo, Subpasta Códigos Fixos; 2. Para incluir os códigos fixos clique no botão “Inserir”, preencha os campos “Código do evento”,“Valor”, “Número de vezes e tipo”e depois clique em“Salvar”,e“Ok”; 3. Para editar ou excluir códigos já existentes, clique nos respectivos botões“Editar”,“Excluir”, em caso de alteração,alterar o(s) campo(s),clique em“Salvar”,e“Ok”. É possível cadastrar tipos de códigos fixos distintos, por meio da tabela dinâmica INT42, isso diferencia os lançamentos dos códigos cadastrados. É possível lançar códigos fixos na folha de pagamento mensal separadamente de códigos fixos a serem lançados em rescisões ou 13º salário. Anotações Pessoais O sistema permite o armazenamento de anotações pessoais realizadas para os funcionários. É preciso informe quem solicitou a anotação,a data da anotação,o tipo de anotação.Pode-se incluir diversos tipos de anotações pessoais,esses tipos podem ser incluídos na tabela dinâmica INT40. Para empresas que trabalham integrados ao TOTVS Gestão de Pessoas a anotação pode ser cadastrada através do mesmo.
  31. 31. 31Todososdireitosreservados. TOTVSFolhadePagamento 1.Cadastre o funcionário abaixo conforme os dados: Nome:Fictício; Data:1º dia útil do mês corrente e ano conforme a base de dados; Dados Pessoais:Fictício; Documentos:Fictício; Contrato Experiência:45 Dias; Sindicato:Sindados; Função:Auxiliar Administrativo; Seção:01.03 – Depto Administrativo; Sindical:Ainda não Descontou; Vale Transporte:02 Tarifas Salário:R$2.000,00 Jornada:220:00h Adiantamento:40% Horário:0001 Dependentes:2 Filhos Menores de 14 Anos Cônjuge Observação: Cadastre os pais do funcionários (dados fictícios). 2. Utilizando o sistema de filtros: a) Faça um filtro para exibir somente os funcionários que estejam afastados pela previdência. b) Faça um filtro para exibir somente os funcionários que tenham o salário maior ou igual a R$1.500,00. c) Faça um filtro para exibir somente os funcionários que nasceram após 01 de Janeiro de 1975. d) Faça um filtro para exibir somente os funcionários que nasceram entre 01 de Janeiro de 1960 e 31 de Dezembro de 1985. e) Faça um filtro para exibir somente os funcionários que foram admitidos entre 01/01/2000 e 31/12/2009. f) Faça um filtro para exibir somente os funcionários que tenham o salário inferior a R$1.000,00. 3.Inclua para o funcionário chapa‘00019’o seguinte afastamento: Tipo – P (Afastamento pela previdência) Período – 13 a 25 do mês corrente. 4.Altere a situação da funcionária chapa‘00009’para‘E – Licença Maternidade’a partir do dia 14 do mês corrente. 5. Faça a inclusão no código fixo dos funcionários os eventos criados anteriormente no exercícios de eventos. Exercícios
  32. 32. 32 Todososdireitosreservados.TOTVSFolhadePagamento CONTROLE DEVALETRANSPORTE A opção pelo vale transporte ocorre na admissão do empregado que, por uma declaração, enumera os meios de transporte dos quais ele se servirá para o trajeto residência – trabalho e vice-versa e se comprometendo a usar os vales exclusivamente para esse fim. A declaração pode ser alterada anualmente ou sempre que ocorrer alteração de endereço ou meios de transporte do empregado,sob pena de suspensão do benefício até o cumprimento dessa exigência. O empregado que não optar pelo vale transporte firmará declaração nesse sentido mencionando o motivo. Para desconto do vale transporte em folha é preciso incluir as linhas de transporte utilizadas pelo funcionário no cadastro de linhas de transporte,e respectivamente em seu cadastro. Procedimento 1.Acesse o RM.exe; 2.Clique no ícone de acesso a todos os aplicativos e selecione RH / Folha de Pagamento; 3. Selecione a guia Administração de Pessoal / Tarifas de Transporte (no RMLabore.exe menu Cadastros / Tabelas Auxiliares / Tarifas de Transporte); 4.Clique no ícone“Incluir”para inserir uma nova tarifa de transporte,os campos em negrito são de preenchimento automático; 5.Clique em“Salvar”,“Ok”; 6. Selecione a guia Administração de Pessoal / Linhas de Transporte (no RMLabore.exe menu Cadastros / Tabelas Auxiliares / Linhas de Transporte); 7.Clique no botão“Incluir”para inserir uma nova linha de transporte; 8.Clique em“Salvar”,“Ok”; Atenção: Tanto as tarifas como as linhas de transporte poderão ser cadastradas com mesmo código,porém com datas de vigência que não estejam em interseção. Admissão Funcionários Parametrizador Configurações RH Calendários Seções Funções Horários Tabelas de Cálculo Valores Fixos Eventos Sindicatos Rotinas Anuais Férias Folhade Pagamento RescisãoContratual EncerramentodaFolha Vale Transporte Manutençãode Dados FiscalizaçãoTrabalhista Encargos/Obrigações Sociais
  33. 33. 33Todososdireitosreservados. TOTVSFolhadePagamento Fique atento Para considerar o salário contratual ou os eventos de CC1 e CC2 para a base de cálculo do vale transporte deverá marcar ou não o parâmetro “Sal.Nominal p/Vale Transporte”. O desconto do vale transporte deve ser 6% do salário básico, conforme previsto em lei. 1. Inclua uma tarifa de transporte no valor de R$ 2,30, com vigência a partir de 01/01/2009 e final de vigência em 31/12/2009. 2. Inclua a linha de transporte código 3050 e associar a tarifa criada no exercício anterior. 3. Acesse o cadastro do funcionário chapa “00009” e informe a quantidade de dias úteis do mês corrente, e próximo mês, no campo referente ao expediente integral. Associe ao histórico de vale transporte do funcionário,a linha de transporte criada no exercício anterior,com 2 viagens diárias e início de uso a partir de 1º do mês corrente. 4.Confiraovalordacompradevaletransporteatravésdorelatório7.001.003–RelaçãoparaCompra do Vale Transporte. Exercícios 9. No RMLabore.exe, menu Cadastros / Funcionários, pasta Registro, subpasta Vale Transporte insira a(s) linha(s) de transporte, especificando código da linha, número de viagens e data de início de uso; 10.Informe também o número de dias úteis; 11.Clique em“Salvar”,e“Ok”; 12.Ainda no RMLabore.exe,agora no menu Cadastros / Sindicatos,pasta“Identificação”informe o percentual de desconto do vale transporte,se usa 30 dias ou se o desconto é único; 13.Clique em“Salvar”,e“Ok”; 14.Acesse o RM.exe; 15.Clique no ícone de acesso a todos os aplicativos e selecione RH / Folha de Pagamento; 16. Selecione a guia Administração de Pessoal / Eventos / Eventos (no RMLabore.exe menu Cadastros / Eventos); 17.Edite os eventos que devem incidir em vale transporte,acesse a pasta“Inc.Provento”ou“Inc. Descontos”e marque a incidência em vale transporte; Os Eventos utilizados no cálculo do vale transporte são os códigos de cálculo 32 - Total Entregue de Vale Transporte,104 - Total calculado para Compra de VT e 6 - Desconto do Vale Transporte,portanto,verifique se os mesmos encontram-se cadastrados. Relatórios Todos os relatórios referentes ao vale transporte podem ser emitidos no sistema,conforme procedimento abaixo. Procedimento 1.Acesse o menu Relatórios / Gerador; 2.Selecione o relatório a ser gerado e clique no botão“Visualizar Impressão”.
  34. 34. 34 Todososdireitosreservados.TOTVSFolhadePagamento CONTROLE DE FÉRIAS Fériaséoperíododetempo,pré-determinadoemlei,emcadaano,duranteoqualoempregadointerrompe a prestação de seu trabalho sem prejuízo de sua remuneração habitual. Todo empregado tem direito anualmente ao gozo de um período de férias,sem prejuízo da remuneração,conforme previsto em lei. A cada período de 12 meses de vigência do contrato de trabalho, o empregado tem direito a férias. Esse período é o chamado“Período Aquisitivo”. Antes de cadastrar e calcular férias o sistema precisa estar com os parâmetros de férias definidos,seja de cálculo ou média. Cálculo de médias As médias são utilizadas nos cálculos de 13º salário,férias,aviso prévio e licença maternidade.Para que o sistema faça o cálculo de médias é preciso que a parametrização esteja feita de forma correta. Como é feito o cálculo da média MÉDIA (Estatística) - É o número obtido somando-se os valores medidos e dividindo-se a soma obtida pelo número de medições.É usada como síntese,valor representativo do conjunto de dados.É particularmente útil em distribuições simétricas.É a região da distribuição de freqüências onde se concentra a maioria das observações. Exemplo de cálculo de média: Salário R$ 1257,14 Jornada Mensal 220:00 Salário Hora:Salário/Jornada => 1257,14 / 220 = 5,7142 Hora Extra 75% = 5,7142 + 75% => 5,7142*1,75 = R$ 10,00 Admissão Funcionários Parametrizador Configurações RH Calendários Seções Funções Horários Tabelas de Cálculo Valores Fixos Eventos Sindicatos Rotinas Anuais Férias Folhade Pagamento RescisãoContratual EncerramentodaFolha Vale Transporte Manutençãode Dados FiscalizaçãoTrabalhista Encargos/Obrigações Sociais
  35. 35. 35Todososdireitosreservados. TOTVSFolhadePagamento Fique atento Veja que a média por horas considera o salário atual. Marcação de Férias Emissão do Aviso de Férias Cálculo de Pensão sobre Férias Emissão do Recibo de Férias Cálculo de Férias Emissão de Relatórios Diversos Cancelamento de Férias Lançamento de Férias Mês e ano Evento Nome Horas Valor 02/2006 0157 Horas extras 75% 10:00 R$ 100,00 03/2006 0157 Horas extras 75% 10:00 R$ 100,00 05/2006 0157 Horas extras 75% 20:00 R$ 200,00 07/2006 0157 Horas extras 75% 10:00 R$ 100,00 10/2006 0157 Horas extras 75% 10:00 R$ 100,00 Número de meses com horas extras = 5 Soma de horas 60:00 Soma do dos valores R$ 600,00 Média do período de 01/01/2006 a 31/12/2006 Número de mês do período acima:12 meses Salário atual R$ 2200,00 Jornada Mensal 220:00 Salário Hora:Salário/Jornada => 2200,00 / 220 = R$ 10,00 Hora Extra 75% = 10,00 + 75% => 10,00*1,75 = R$ 17,50 Tipos de média A) Cálculo da média por valor: Soma dos valores encontrados no período / número de meses analisados R$ 600,00 / 12 = 50,00 B) Cálculo da média por horas: Soma das horas encontradas no período / número de meses analisados 60:00h / 12 = 5:00h Médias das horas multiplicado pelo valor das horas com seu percentual,atualmente 5:00h * R$ 17,50 = R$ 87,50 Marcaçãodeférias Após parametrização para cálculo de férias,é possível cadastrar as férias,porém,antes do cadastramento deve-se observar,para funcionários que tiverem número de faltas maior que 32 dias,ou afastamento com retorno no mês corrente, o usuário deverá acertar o período aquisitivo para que o período existente em seu histórico de férias seja acertado. O sistema possibilita duas formas de cadastramento de férias,individual e coletiva/global.
  36. 36. 36 Todososdireitosreservados.TOTVSFolhadePagamento Cadastro Individual de Férias Procedimento 1.Acesse o menu Movimento / Férias / Acerta Per.Aquisitivo; 2.Informe o código de quebra e selecione os funcionários; 3.Clique em“Acerta Período”; 4.Acesse o menu Cadastros / Funcionários; 5.Selecione o funcionário para o qual se deseja cadastrar férias; 6.Clique no botão“Férias”,informe os campos solicitados e clique em“Salvar”. Cadastro Global de Férias Procedimento 1.Acesse o menu Movimento / Férias /Acerta Per.Aquisitivo; 2.Informe o código de quebra e selecione os funcionários; 3.Clique em“Acerta Período”; 4.Acesse o menu Movimento / Férias / Férias Coletivas / Globais; 5.Informe o código de quebra e selecione os funcionários; 6.Informe os campos solicitados e clique em“Cadastrar Férias”. 7.Em ambas formas de cadastramento,devemos informe os campos data de início de gozo das férias, dias de férias, se o funcionário optou por abono pecuniário de férias, se sim, informe a quantidade de dias,e se houve opção pela 1ª parcela de 13º salário. Ao informe a quantidade de dias de férias o sistema calcula demais datas automaticamente,assim como a quantidade de dias de abono,se houver opção por esse. Nas férias do mês de janeiro o sistema não calculará o evento de 1ª parcela, devendo este ser calculado por meio de fórmula. Em caso de férias coletivas,deve-se marcar o parâmetro correspondente no cadastro de férias via módulo global, assim o sistema fará as consistências de parâmetros informados no sindicato, caso contrário, as férias serão cadastradas como férias normais. Tenha muito cuidado ao realizar alterações manuais no recibo de férias, pois tais alterações podem influenciar em alguns cálculos. EmissãodeAvisodeFérias Osistemapermiteemitirorelatóriodeavisodeférias.Esterelatóriopodeserimpressodiretopelocadastro de férias ou através do gerador de relatórios. Emissão do aviso via cadastro de férias Procedimento 1.Acesse o menu Cadastros / Funcionários no cadastro de férias; 2. Após cadastrar as férias, selecione o relatório de aviso de férias, na Pasta Férias, campo “Relatórios de Férias / Recibo/Aviso de Férias”; 3.Clique no botão“Emitir relatórios”.
  37. 37. 37Todososdireitosreservados. TOTVSFolhadePagamento Fique atento Os relatórios montados no gerador de relatórios referentes a aviso de férias devem ser do tipo“Férias”. Emissão do aviso via Gerador Procedimento 1.Após cadastro de férias,acesse o menu Relatórios / Gerador; 2.Selecione o relatório de aviso e clique no botão“Visualizar Impressão”. CálculodePensãosobreFérias Para aqueles funcionários com dependentes de pensão alimentícia, o sistema permite o cálcula-la nas férias. Procedimento 1.Acesse o cadastro de férias por meio do menu Cadastros / Funcionários,botão“Férias”; 2.Acesse a Pasta Adicionais de Férias; 3.Clique no botão“Incluir”e informe o evento de pensão alimentícia de férias (CC113); 4.Acesse o cadastro dos eventos de férias que devem incidir no cálculo da pensão,por meio do menu Cadastros / Eventos; 5.Edite o evento que deverá incidir no cálculo da pensão férias, seja por meio do botão“Editar” ou duplo clique; 6.Marque a incidência“Pensão/Férias”na Pasta Incidências. O evento de pensão pode ser incluído como evento adicional nos parâmetros de férias do sistema, ou como evento adicional no cadastro de férias, sendo que o primeiro, o sistema processa o cálculo de pensão para todos os funcionários,já o segundo fará o cálculo somente para o funcionário que possuir o evento em seu cadastro de férias. Cálculodeférias Após o cadastramento das férias, é preciso calculá-las. O cálculo pode ser realizado de duas formas: individual ou global. Cálculo Individual de férias Procedimento 1.Acesse o menu Cadastros / Funcionários; 2.Selecione o funcionário e clique no botão“Férias”; 3.Após cadastrar as férias,clique no botão“Calcular”(presente na Pasta Férias); Cálculo Global de Férias Procedimento 1.Acesse o menu Movimento / Férias / Cálculo; 2.Informe o código de quebra e selecione os funcionários; 3.Informe o período de gozo a ser calculado; 4.Clique no botão“Calcular Férias”.
  38. 38. 38 Todososdireitosreservados.TOTVSFolhadePagamento Fique atento É possível gerar um log do cancelamento das férias. Ao realizar o cálculo de férias, o sistema cria um recibo de férias automaticamente na Pasta Recibos de Férias no cadastro de férias. Através do cálculo global de férias é possível alterar a data de pagamento dessas e gerar os logs de cálculo,inclusive o log de cálculo da média de férias. EmissãodoRecibodeFérias O sistema permite emitir o relatório de recibo de férias. Este relatório pode ser impresso direto pelo cadastro de férias ou através do gerador de relatórios. Emissão do recibo via cadastro de férias Procedimento 1.Acesse o menu Cadastros / Funcionários no cadastro de férias; 2.Após cadastrar e calcular férias,selecione o relatório de recibo de férias na Pasta Férias,campo “Relatórios de Férias / Recibo/Aviso de Férias”; 3.Clique no botão“Emitir relatórios”. Emissão do recibo via Gerador Procedimento 1. Após cadastro de férias,acesse o menu Relatórios / Gerador; 2.Selecione o relatório de recibo e clique no botão“Visualizar Impressão”. Nota: Os relatórios montados no gerador de relatórios referentes a recibo de férias devem ser do tipo“Férias”. Emissão de Relatórios Diversos Além dos relatórios de aviso e recibo de férias, o sistema possui um book de relatórios, com diversos relatórios de férias,como Escala de Férias,Folha Analítica de Férias,etc. Procedimento 1.Acesse o menu Relatórios / Gerador; 2.Selecione o relatório de férias a ser impresso e clique no botão“Visualizar Impressão”. CancelamentodeFérias Uma vez cadastradas e ou calculadas as férias,é possível cancelá-las. Procedimento 1.Acesse o menu Movimento / Férias / Cancelamento; 2.Informe o código de quebra,selecione os funcionários que terão as férias canceladas,seja por filtro ou selecionando uma chapa; 3.Clique no botão“Cancelar Férias”.
  39. 39. 39Todososdireitosreservados. TOTVSFolhadePagamento Fique atento Uma vez lançadas as férias,não é possível cancelar via módulo de cancelamento,devemos cancelá-la manualmente. Anotações LançamentodeFérias Após o cálculo e pagamento das férias as mesmas precisam ser lançadas para o envelope de pagamento, para que sejam feitos os recolhimentos de INSS (GPS) e FGTS (SEFIP).O sistema permite tal lançamento de duas formas,individual ou global. Lançamento Individual de férias Procedimento 1.Acesse o menu Cadastros / Funcionários; 2.Selecione o funcionário e clique no botão“Férias”; 3.Após cadastrar e calcular as férias,clique no botão“Lançar”(presente na pasta férias) Lançamento Global de Férias Procedimento 1.Acesse o menu Movimento / Férias / Lançamento; 2.Informe o código de quebra e selecione os funcionários; 3.Informe o período de gozo para lançamento de férias; 4.Clique no botão“Lançar Férias”. Por meio do lançamento de férias é possível lançar as férias que iniciam no mês corrente (terminando ou não no mês atual) ou então lançar as férias que iniciaram no mês anterior e terminam no mês atual (férias partidas).Quando é feito o lançamento de um funcionário que está saindo de férias a sua situação é alterada para“F”,quando o lançamento é feito para um funcionário que está voltando de férias iniciadas em outro mês (o mesmo está na situação“F”) sua situação é alterada para“A”– Ativo. No lançamento global de férias, caso sejam informadas datas incoerentes com as datas constantes nos cadastros dos funcionários o sistema não fará o lançamento. Exemplo: Não é possível fazer o lançamento de férias que tem data inicial de gozo na próxima competência (próximo mês), da mesma forma que não é possível fazer lançamento das férias que tem data final de gozo na competência anterior. Durante o processo de lançamento das férias é possível também lançar o evento de Licença Remunerada, para funcionários com menos de um ano que tiram férias coletivas. É preciso informe um motivo de afastamento, pois o sistema grava no histórico de afastamento um registro de afastamento por“Licença Remunerada”(tipo“R”).
  40. 40. 40 Todososdireitosreservados.TOTVSFolhadePagamento 1. Cadastre e calcule férias para os funcionários abaixo: Chapa:00010 30 dias a partir do primeiro dia útil do mês corrente; Chapa:00015 20 dias com abono de 10 dias dentro do mês corrente; Chapa:00016 30 dias a partir do primeiro dia útil do mês corrente; Chapa:00021 20 dias com abono de 10 dias dentro do mês corrente; Chapa:00023 30 dias a partir do primeiro dia útil do mês corrente. 2. Inclua o evento de pensão sobre férias (CC113) como adicional de férias para o funcionário em questão. 3.Calcule as férias por meio do cadastro de férias e emita o relatório de recibo de férias. 4.Averigue se o cálculo da média foi realizado sobre o período aquisitivo. 5.Verifique os eventos lançados no recibo de férias,veja se a pensão foi calculada. 6.Lancefériasparaofuncionáriopormeiodomódulodelançamentoglobaleaverigueseasituação do funcionário foi alterada de A para F. Exercícios Anotações
  41. 41. 41Todososdireitosreservados. TOTVSFolhadePagamento FOLHA DE PAGAMENTO Anotações Nesse processo serão apresentados os cálculos utilizados na folha de pagamento. O objetivo é mostrar comoelessãorealizadospelosistema,deformaqueosprocessamentospassemaserentendidosnaforma mais próxima de sua utilização diária. Os processos são simples, porém em alguns casos, é necessário estar atento aos dados que são informados, pois o correto cálculo da folha de pagamento depende das informações prestadas. Alterações Funcionais As Alterações Funcionais simplificam a folha de pagamento,principalmente,se é preciso alterar dados de muitos funcionários antes do cálculo da folha. O sistema tem duas maneiras para realizar alterações funcionais: l A primeira,de forma direta no TOTVS Folha de Pagamento por meio do cadastro do funcionário ou por alteração global. l A segunda, é integrada a requisição de alteração de dados funcionais, transferência ou transferência com alteração de dados funcionais do TOTVS Gestão de Pessoas. Admissão Funcionários Parametrizador Configurações RH Calendários Seções Funções Horários Tabelas de Cálculo Valores Fixos Eventos Sindicatos Rotinas Anuais Férias Folhade Pagamento RescisãoContratual EncerramentodaFolha Vale Transporte Manutençãode Dados FiscalizaçãoTrabalhista Encargos/Obrigações Sociais
  42. 42. 42 Todososdireitosreservados.TOTVSFolhadePagamento Chefe ou Supervisor Requisição Alteração De Dados Fique atento As fórmulas devem estar previamente cadastradas no sistema. AlteraçõesFuncionaisViaRequisiçãodoTOTVSGestãodePessoas Etapa (1): Inclusão de chefe/supervisor No TOTVS Gestão de Pessoas ou no TOTVS Folha de Pagamento acesse Cadastros / Tabelas Auxiliares / Chefes e Supervisores. Etapa (2): Requisição No RM Vitae acessar o menu Opções/Parâmetros/RM Vitae pasta Requisições marcar os parâmetros “Requisição Obrigatória para Cargo e/ou Salário”,“Requisição Obrigatória para Transferir Funcionário” e “Requisição Obrigatória para Transferir e Alterar Dados Funcionais”. Nesta etapa definimos que para alterar o cargo,salário ou seção do funcionário é preciso existir,de acordo com a alteração a ser feita,uma requisição aprovada no TOTVS Gestão de Pessoas. Etapa (3): Alteração do Dados No TOTVS Folha de Pagamento acessar o menu Rotinas/Alterações Globais de Funcionários/”Efetivar Alteração de Dados Funcionais” ou “Efetivar Transferência” ou “Efetivar Transferência com Alteração de Dados Funcionais”. Nesse momento, concluímos a requisição e realizamos a alteração dos dados que a requisição faz referência. AlteraçõesGlobaisdosFuncionários Alterações de salários Por meio desse módulo é possível realizar a alteração salarial de vários funcionários de uma única vez. Pode-se tomar o exemplo de aumentos concedidos por convenção coletiva de trabalho. Procedimento Acesse o menu Rotinas / Alterações Globais de Funcionários / Alteração Global de Salários; 2.Informe o código de quebra,selecione os funcionários e informe a fórmula para alteração seja de jornada ou salário; 3.Selecione o parâmetro de“Alteração”; 4.Informe a data e motivo da mudança; 5.Clique em“Realizar Alteração”. Anotações
  43. 43. 43Todososdireitosreservados. TOTVSFolhadePagamento Fique atento Não são todos os campos do cadastro que podem ser alterados de forma global. As fórmulas de alteração devem ser previamente cadastradas. Fique atento Em caso de alteração de valores por fórmulas,essas devem estar previamente cadastradas no sistema. Anotações Alterações de dados cadastrais e campos complementares Após inclusão de funcionários, talvez seja necessário a alteração de dados cadastrais já informados, um exemplo claro, seria a necessidade de inclusão de um novo sindicato no sistema e associação desse aos funcionários de determinada seção ou filial.No caso de alteração de campos complementares,como esses nãosãocamposjáexistentesnosistema,esuacriaçãodependedanecessidadedeinformaçãodaempresa, ao invés de inserir a informação funcionário por funcionário,poderia ser feita uma inclusão da informação de forma global, um exemplo claro, seria a aquisição pela empresa de um convênio odontológico, para aqueles funcionários que optarem pelo plano,poderia criar o campo complementar,em seguida,alterá-lo de forma global para os funcionários que optarem pelo plano,preenchendo o mesmo com“SIM”. Procedimento 1.Acesse o menu Rotinas / Alterações Globais de Funcionários / Campos do Cadastro; 2.Informe o código de quebra,selecione funcionários,e,em“Dados a serem alterados”,optar por “Campos do Cadastro”ou“Campos Complementares”; 3.Mova o campo com a seta para a direita (Ativa campo); 4.Emcasodealteraçãodemaisdeumcampo,selecioneosmesmoscomatecla“Ctrl”pressionada, em seguida,movê-los com a seta para a direita,“Ativa campo”; 5.Para alteração de todos os campos,clique em“Ativa TODOS os campos”; 6.Para realizar a alteração,clique em“Aplicar”. Alteração de Códigos Fixos Após inclusão de funcionários, talvez seja necessário a inclusão de eventos que serão fixos para um ou mais funcionários. Através da alteração de códigos fixos é possível incluir um evento como código fixo para um ou mais funcionários, excluir, ou até mesmo alterar o valor e número de vezes que esse será lançado para o(s) funcionário(s). Um exemplo de código fixo, seria o evento de pensão alimentícia, não é comum a todos os funcionários,porém pode ocorrer para mais de um. Procedimento 1.Acesse o menu Rotinas/Alterações Globais De Funcionários/Códigos Fixos; 2.Informe o código de quebra,selecione funcionários,e no campo“Evento”,informe o evento de código fixo a ser alterado; 3.Escolha um comportamento para o evento; 4.Escolha os campos a serem alterados; 5.Informe seus respectivos valores ou fórmulas; 6.Clique em“Realizar Alteração”.
  44. 44. 44 Todososdireitosreservados.TOTVSFolhadePagamento PagamentodoAdiantamentoSalarial É muito comum as empresas trabalharem com folha de pagamento de adiantamento quinzenal.Umas por norma própria e outras por imposição de convenção coletiva,acordo ou sentença normativa.O percentual mais usado é 40% (quarenta por cento) aplicado sobre o salário do mês anterior. Para empresas que trabalham com adiantamento salarial é possível parametrizar o sistema para este tipo de pagamento. Procedimento 1.Acesse o RMLabore.exe,menu Cadastros / Funcionários; 2.Edite os registros que terão o desconto de vale transporte e acesse a pasta“Base de Cálculo”; 3.Informe o percentual de adiantamento no campo correspondente,clique em“Salvar”,“OK”; 4.Acesse o RM.exe; 5.Clique no ícone de acesso a todos os aplicativos e selecione RH / Folha de Pagamento; 6. Selecione a guia Administração de Pessoal / Eventos / Eventos (no RMLabore.exe menu Cadastros / Eventos); 7.Verifique se existe evento com os códigos de cálculo“34 – Pagamento Adiantamento Salarial” e “19 - Adiantamento” (o evento com código de cálculo 19 serão lançados, posteriormente, na folha de pagamento); 8. Selecione a guia Folha Mensal / Lançamentos / Grupo de Eventos (no RMLabore.exe menu Movimento / Folha de Pagamento / Lançamentos Automáticos / Grupos de Eventos); 9. Clique no ícone “Incluir” para inserir um grupo de eventos referente ao Pagamento do Adiantamento Salarial; 10.Informe o código de quebra e os funcionários para os quais o evento deve ser lançado; 11.Clique em“Salvar”para confirmar inclusão do grupo; 12. Na pasta “Eventos do Grupo” inclua apenas o evento com código de cálculo 34, com valor zero e defina um comportamento,clique em“Salvar”,“OK”; 13.Para lançar o evento,volte a pasta“Identificação”e clique no botão“Lançar”. Para cálculo automático do adiantamento salarial, conforme percentual informado no cadastro do funcionário, deverá ser cadastrada uma fórmula, em Cadastros / Fórmulas, para o seu pagamento e essa fórmula por sua vez associada ao cadastro do evento de código de cálculo 34 no campo“Fórmula Valor”. O percentual de adiantamento pode ser incluído para os funcionários de forma global, por meio das alterações globais de campos do cadastro. Quando o adiantamento salarial é pago e descontado no mesmo mês,não haverá incidência em IRRF,do contrário,sim. ImportaçõesdaFolha O sistema permite a importação de diversas movimentações, inclusive de outros aplicativos, para a movimentação do funcionário. Importação do Movimento O TOTVS Folha de Pagamento permite realizar a importação de arquivos de movimento gerados pelos sistemas de ponto eletrônico contendo as informações das horas trabalhadas e outros dados a serem calculados, ou então arquivos gerados pelo módulo de entrada de dados ou cancelamento de movimento. Procedimento 1.Acesse Movimento / Folha de Pagamento / Importações / Importação de Movimento; 2.Selecione o caminho e nome do arquivo a ser importado;

×