Farmacovigilância 2013

1,063 views

Published on

0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total views
1,063
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
10
Actions
Shares
0
Downloads
46
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Farmacovigilância 2013

  1. 1. Farmacovigilância para a Força de VendasTiago Antonio Ferreira da Silva Outubro: 2013 FARMACOVIGILÂNCIA Curso para força de Vendas da Indústria Farmacêutica, consumidores de medicamentos e população em geral Utilidade Pública
  2. 2. Farmacovigilância para a Força de VendasTiago Antonio Ferreira da Silva Outubro: 2013 Introdução e Importância Nenhum medicamento é 100% seguro Os estudos ( fases 1,2 e 3) não conseguem determinar todas as possíveis reações. Farmacovigilância Identifica REAÇÕES raras e verifica FREQUÊNCIA de ocorrência das reações ATUALIZANDO bula Cumprimento de OBRIGAÇÕES éticas e legais, contribuindo para a IMAGEM da empresa.
  3. 3. Farmacovigilância para a Força de VendasTiago Antonio Ferreira da Silva Outubro: 2013 Risco e Proteção A farmacovigilância Minimiza o RISCO dos medicamentos ....e PROTEGE o paciente e a imagem da empresa
  4. 4. Farmacovigilância para a Força de VendasTiago Antonio Ferreira da Silva Outubro: 2013 Objetivos Saber reconhecer um evento adverso Saber como notificar os eventos em até 24 horas.
  5. 5. Farmacovigilância para a Força de VendasTiago Antonio Ferreira da Silva Outubro: 2013 Política ideal para a empresa Quem: Todos os colaboradores da empresa farmacêutica ( efetivos,estagiários e terceirizados ). O quê: Notificação de eventos adversos em até 24 HORAS.
  6. 6. Farmacovigilância para a Força de VendasTiago Antonio Ferreira da Silva Outubro: 2013 O caso Talidomida 1960: Medicamentos usado por mulheres grávidas. Mais de 4000 bebês nascidos com problemas congênitos. Depois deste episódio a FARMACOVIGILÂNCIA vem ganhando força!
  7. 7. Farmacovigilância para a Força de VendasTiago Antonio Ferreira da Silva Outubro: 2013 O caso Talidomida
  8. 8. Farmacovigilância para a Força de VendasTiago Antonio Ferreira da Silva Outubro: 2013 Veja o que a Farmacovigilância pode evitar... “ Empresa que produzia lidocaina é interditada!” “ Anvisa pode proibir venda de Anfetaminas”. “Suspensa a venda de vacinas para hepatite B”. “Confiança abalada: Medicamento Neo Zinc é proibido no país”. “Justiça americana julga o primeiro caso de morte por Vioxx”. “Revista acusa Merck de esconder os riscos de Vioxx” Anvisa suspende comércio de Tylenol por problemas em embalagens
  9. 9. Farmacovigilância para a Força de VendasTiago Antonio Ferreira da Silva Outubro: 2013 Risco e Proteção EVENTO ADVERSO É uma ocorrência clinica temporalmente associada ao uso de um medicamento
  10. 10. Farmacovigilância para a Força de VendasTiago Antonio Ferreira da Silva Outubro: 2013 Reações ou Sintomas Desfavoráveis Paciente engordou ao tomar o medicamento
  11. 11. Farmacovigilância para a Força de VendasTiago Antonio Ferreira da Silva Outubro: 2013 Falta de Eficácia O medicamento não funcionou
  12. 12. Farmacovigilância para a Força de VendasTiago Antonio Ferreira da Silva Outubro: 2013 Piora da doença Ao invés de melhorar, a depressão piourou/ agravou.
  13. 13. Farmacovigilância para a Força de VendasTiago Antonio Ferreira da Silva Outubro: 2013 Exames alterados O paciente ficou com anêmia ( diminuiçao das emácias ).
  14. 14. Farmacovigilância para a Força de VendasTiago Antonio Ferreira da Silva Outubro: 2013 Superdosagem O paciente tomou por acidente o frasco inteiro do produto.
  15. 15. Farmacovigilância para a Força de VendasTiago Antonio Ferreira da Silva Outubro: 2013 Má administração A vacina via oral foi aplicada como injeção
  16. 16. Farmacovigilância para a Força de VendasTiago Antonio Ferreira da Silva Outubro: 2013 Interação Medicamentosa O paciente teve diarréia ao tomar dois medicamentos juntos.
  17. 17. Farmacovigilância para a Força de VendasTiago Antonio Ferreira da Silva Outubro: 2013 Benefícios Inesperados Ao tomar um remédio para depressão a vontade de fumar diminui.
  18. 18. Farmacovigilância para a Força de VendasTiago Antonio Ferreira da Silva Outubro: 2013 Gravidez Mulher usou determinado medicamento durante a gravidez
  19. 19. Farmacovigilância para a Força de VendasTiago Antonio Ferreira da Silva Outubro: 2013 Anomalia Congênita Pessoa nasce com defeitos originados durante a gestação.
  20. 20. Farmacovigilância para a Força de VendasTiago Antonio Ferreira da Silva Outubro: 2013 Exposição pelo leite materno Mulher uso um determinado produto durante a amamentação.
  21. 21. Farmacovigilância para a Força de VendasTiago Antonio Ferreira da Silva Outubro: 2013 Morte Paciente morreu durante o uso da medicação
  22. 22. Farmacovigilância para a Força de VendasTiago Antonio Ferreira da Silva Outubro: 2013 Reclamações de Produto A suspensão estava com um gosto ruim, e a criança vomitou.
  23. 23. Farmacovigilância para a Força de VendasTiago Antonio Ferreira da Silva Outubro: 2013 Você deve notificar mesmo se: Você acha que não tem relação com o medicamento. Já esteja na bula. Tenha sido leve e sem importância. Tenha resolvido rapidamente. Tenha acontecido há muito tempo.
  24. 24. Farmacovigilância para a Força de VendasTiago Antonio Ferreira da Silva Outubro: 2013 A notificação do Evento Adverso Ao saber de um evento adverso, diga que a empresa tem um departamento de FARMACOVIGILÂNCIA. E que você gostaria de coletar algumas informações.
  25. 25. Farmacovigilância para a Força de VendasTiago Antonio Ferreira da Silva Outubro: 2013 Informações Necessárias Veja como é fácil notificar: 1. Nome ou iniciais do paciente 2. Descrição dos sintomas 3. Nome do produto 4. Nome e telefone
  26. 26. Farmacovigilância para a Força de VendasTiago Antonio Ferreira da Silva Outubro: 2013 Prazo de notificação 24 horas Mesmo em Final de semana E feriados
  27. 27. Farmacovigilância para a Força de VendasTiago Antonio Ferreira da Silva Outubro: 2013 Contatos para notificação Ver o número do Serviço de atendimento ao cliente na caixa do medicamento. Website da empresa Paginas de relacionamento como Facebook e Twitter.
  28. 28. Farmacovigilância para a Força de VendasTiago Antonio Ferreira da Silva Outubro: 2013 Atenção Você sabia que a informação de evento adverso que você recebe é muito importante? Ela é muito importante porque é baseada num DIAGNÓSTICO CLINICO
  29. 29. Farmacovigilância para a Força de VendasTiago Antonio Ferreira da Silva Outubro: 2013 Atenção força de vendas e consumidores Ao notificar os eventos adversos você contribui para que a empresa tenha produtos cada vez mais SEGUROS além de demonstrar CREDIBILIDADE para o médico. Acompanhamento das notificações: Contato com a FARMACOVIGILÂNCIA com o médico Solicitação de trabalhos publicados sobre o assunto ( Serviços de Informações Médicas )
  30. 30. Farmacovigilância para a Força de VendasTiago Antonio Ferreira da Silva Outubro: 2013 Atenção Se o médico comentar sobre um evento adverso,sempre pergunte se tem um paciente envolvido.Em caso positivo notifique imediatamente É muito fácio notificar! Basta ligar para o SAC da empresa mesmo que tenha poucas informações.
  31. 31. Farmacovigilância para a Força de VendasTiago Antonio Ferreira da Silva Outubro: 2013 Fluxograma como notificar http://www.cvs.saude.sp.gov.br/apresentacao.asp?te_codigo=22
  32. 32. Farmacovigilância para a Força de VendasTiago Antonio Ferreira da Silva Outubro: 2013 Dicas Usar o medicamento sempre no mesmo horário que solicitado pelo médico. Manter o medicamento sempre no mesmo local longe do alcance das crianças e com fácil acesso. Respeitar a temperatura ambiente do medicamento. Manusear o medicamento apenas na hora de tomar. Manter boa higienização das mãos antes do tomar o medicamento.
  33. 33. Farmacovigilância para a Força de VendasTiago Antonio Ferreira da Silva Outubro: 2013 Dicas importantes Se o médico não tem tempo de passar as informações do evento adverso durante a visita, o que você faz? Resposta: Tente conseguir o máximo de informação possível para notificar o evento e cumprir o prazo de 24 horas.Não deixe para pegar as informações somente na próxima visita. Qual a informação mínima necessária para relatar um evento adverso? Resposta: Nome ou iniciais do paciente ( não é obrigatório ),sintomas apresentados e produto utilizado.
  34. 34. Farmacovigilância para a Força de VendasTiago Antonio Ferreira da Silva Outubro: 2013 Atenção Obrigado!!! Sua participação é fundamental para a condução da FARMACOVIGILANCIA e poderá ajudar outros pacientes.
  35. 35. Farmacovigilância para a Força de VendasTiago Antonio Ferreira da Silva Outubro: 2013 Referência

×