Successfully reported this slideshow.
We use your LinkedIn profile and activity data to personalize ads and to show you more relevant ads. You can change your ad preferences anytime.

Aula 6 infraestrutura - 04022012

230 views

Published on

  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

Aula 6 infraestrutura - 04022012

  1. 1. Windows Server 2008 Network Infrastructure, Configuring - Aula 6- 04/02/2012Autor: Thiago Inácio de MatosContato: thiago.matos@outlook.com.brWirelessTopologia AD. HOC Máximo de 5 usuários; Equivale à rede p2p da rede cabeada; Não há um dispositivo central; O ideal é alterar o canal do wireless de até 5 canais para minimizar o ruído; Xirrus ferramenta para análise de espectro, utilizado para scannear os equipamentossem fio e suas frequências; Infraestrutura Máximo 25 computadores por dispositivo central; Possui um dispositivo central; WDS É uma ponte sem fio para diversos APs 10% do raio de do alcance dos APs devem coincidir para ser possível a configuraçãodo WDS;Características 802.11a Taxa de transferência de 54 MB; Frequência de 5 GHZ; Pouco utilizado e por ter uma frequência diferente gera uma segurança maior; 802.11b Taxa de transferência de 11 MB; Frequência de 2,4 GHZ; 802.11n Taxa de transferência de até 300 MB Padrão de taxa de transferência de 150 MB; 802.11g Taxa de transferência de 54 MB; Frequência de 2,4 GHZ; 802.11s Ainda é um protótipo Não possui frequência definida; Não possui taxa de transferência definida; Os estudos apontam aumento de taxa de transferência na casa dos GB, maiorraio de operação chegando a 300 metros;Notas:Em ambientes com o Windows 2008 server só é possível se for instalado o recurso.
  2. 2. Windows Server 2008 Network Infrastructure, Configuring - Aula 6- 04/02/2012Autor: Thiago Inácio de MatosContato: thiago.matos@outlook.com.brRoteamento Diretamente conectado – quando as redes estão diretamente ligados a ele, a tabela deroteamento é montada diretamente nele. Estática – o próprio administrador cria a tabela de roteamento Dinâmica – É criado através de protocolos de roteamentoProtocolos de roteamento RIP – Única preocupação, número de saltos (máx. 15 saltos); OSPF – Desenvolvido pelo IETF. Criado para substituir o protocolo RIP. Protocolo quepossui a visão de toda a topologia de rede e só informa as diferenças que são criadas na rede; IGRP – Criado pela Cisco nos anos 80. Verifica o melhor caminho usando métricas.Limitação de 255 saltos; BGP – comunicação de sistemas autônomos
  3. 3. Windows Server 2008 Network Infrastructure, Configuring - Aula 6- 04/02/2012Autor: Thiago Inácio de MatosContato: thiago.matos@outlook.com.brDiretamente conectadoEstáticoInstalando e configurando o RRASInstalação Administração de servidores; Função; Serviço de acesso e diretiva de rede; Serviço de roteamento e acesso remoto.Configurar o RRAS (rrasmgt.msc) Expandir o SERVERX; Selecionar o protocolo (Ipv4/IPv6); Botão direito no protocolo; Novo roteamento estático.Sintaxe de configuração do roteamento estático: IP de destino; Máscara de rede de destino; Next hop (próximo salto) [na interface Windows é chamado de gateway]. É associado ao IPdo outro servidor com o RRAS.
  4. 4. Windows Server 2008 Network Infrastructure, Configuring - Aula 6- 04/02/2012Autor: Thiago Inácio de MatosContato: thiago.matos@outlook.com.brConfigurando via prompt de comando Route print – lista a tabela de roteamento; Route add – adiciona uma rota temporária ao controlador de rede; Sintaxe; Route add <IP de destino> MASK <máscara de rede do destino> <Next hop> Route add 172.16.100.0 mask 255.255.255.0 100.100.100.2 Ou route add <IP de destino/CIDR> <Next hop> Route add 172.16.100.0/24
  5. 5. Windows Server 2008 Network Infrastructure, Configuring - Aula 6- 04/02/2012Autor: Thiago Inácio de MatosContato: thiago.matos@outlook.com.brCertificadoLABA função do certificado é para dar autenticidade, para usuário, serviços e computadores.EFS (Sistema de arquivos criptografados) Criar dois usuários no domínio; Criar um volume é no cliente 1; Criar um TXT no novo volume como administrador de domínio; MMC adicionar snap-in de Certificados – Usuário Atual; Botão direito do arquivo criado no volume > Propriedades > Avançado > Criptografia; Os arquivos criptografados ficam com o nome de cor verde, para desabilitar basta seguir opasso abaixo:◦ Ferramentas > Opções de pasta > Exibir arquivos NTFS criptografado ou compactados emcores.Para recuperar os arquivos criptografados é necessário usar o agente de criptografação quefica no primeiro DC, para tal é necessário exportar o certificado de recuperação de arquivo e noequipamento que está com o/os arquivos criptografados importar o certificado de recuperação, paraassociar um arquivo para um único usuário é necessário acessar as propriedades do arquivo e emdetalhes da criptografia, adicionar, e adicionar o usuário em questão usando uma conta que tenhaacesso a modificação do usuário ou o agente de recuperaçãoChave pública – .cerChave privada – .pfx

×