Successfully reported this slideshow.
We use your LinkedIn profile and activity data to personalize ads and to show you more relevant ads. You can change your ad preferences anytime.

Porque que não havia divórcios nos anos 50 e 60

5,525 views

Published on

Porque que não havia divórcios nos anos 50 e 60

Published in: Technology, Business
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

Porque que não havia divórcios nos anos 50 e 60

  1. 1. OS SAUDOSOS ANOS 50 E 60
  2. 2. Frases retiradas de REVISTAS FEMININAS das décadas de 50 e 60:
  3. 3. <ul><li>“ Não se deve irritar o homem com ciúmes e dúvidas&quot;. </li></ul><ul><li>(Jornal das Moças, 1957) </li></ul><ul><li>&quot;Se desconfiar de infidelidade do marido, </li></ul><ul><li>a esposa deve redobrar os carinhos </li></ul><ul><li>e provas de afecto, </li></ul><ul><li>sem questioná-lo nunca&quot;. </li></ul><ul><li>(Revista Claudia, 1962) </li></ul><ul><li>Bons tempos... </li></ul><ul><li>“ Desordem na casa de banho, desperta no marido </li></ul><ul><li>vontade de ir tomar banho fora de casa&quot;. </li></ul><ul><li>(Jornal das Moças, 1965) </li></ul>
  4. 4. <ul><li>  </li></ul><ul><li>&quot;A mulher deve fazer o marido </li></ul><ul><li>descansar nas horas vagas, </li></ul><ul><li>servindo-lhe uma cerveja bem gelada. </li></ul><ul><li>Nada de incomodá-lo com serviços </li></ul><ul><li>ou notícias domésticas&quot;. </li></ul><ul><li>(Jornal das Moças, 1959) </li></ul><ul><li>  </li></ul><ul><li>&quot;Se o seu marido fuma, </li></ul><ul><li>não discuta pelo simples facto </li></ul><ul><li>de deixar cair cinza no tapete. </li></ul><ul><li>Espalhe cinzeiros por toda a casa&quot;. </li></ul><ul><li>(Jornal das Moças, 1957) </li></ul><ul><li>&quot;O noivado longo é um perigo, </li></ul><ul><li>mas nunca sugira o matrimónio. </li></ul><ul><li>ELE é quem decide - sempre&quot;. </li></ul><ul><li>(Revista Querida, 1953) </li></ul>
  5. 5. <ul><li>Vejam bem a alegria e o brilho </li></ul><ul><li>nos olhos da esposa obediente. </li></ul><ul><li>Uma verdadeira rainha do lar </li></ul>
  6. 6. <ul><li>&quot;Sempre que o marido sair com os amigos </li></ul><ul><li>e chegar a altas horas da noite, </li></ul><ul><li>espere-o linda, perfumada e dócil&quot;. </li></ul><ul><li>(Jornal das Moças, 1958) </li></ul><ul><li>&quot;É fundamental manter sempre </li></ul><ul><li>uma aparência impecável diante do marido&quot;. (Jornal das Moças, 1957) </li></ul><ul><li>&quot;A esposa deve vestir-se depois de casada, </li></ul><ul><li>com a mesma elegância de solteira, </li></ul><ul><li>pois é preciso lembrar-se de que a caça já foi feita, </li></ul><ul><li>mas é preciso mantê-la bem presa.&quot; </li></ul><ul><li>(Jornal das Moças, 1955) </li></ul>
  7. 7. <ul><li>E para terminar...a cereja em cima do bolo </li></ul><ul><li>&quot;O lugar de mulher é no lar. </li></ul><ul><li>O trabalho fora de casa masculiniza&quot;. </li></ul><ul><li>(Revista Querida, 1955) </li></ul><ul><li>CONCLUSÃO: Já não se editam revistas instrutivas como antigamente. </li></ul><ul><li>Manda para todas as tuas Amigas </li></ul><ul><li>Obs: Eu só não mandei para a minha mulher porque ela não gosta de recordar as coisas boas do passado. </li></ul>

×