Costumes Tradições

1,054 views

Published on

Published in: Education
  • Be the first to comment

Costumes Tradições

  1. 1. EB1/JI Casal do Marco Costumes e tradições Trabalho elaborado por: Ricardo Daniel Raquel Monteiro 3ºano 2009/2010
  2. 2. O concelho do Seixal possui um vasto programa de actividades anuais, nas quais se integram também as Festas Populares, sendo as de S. Pedro as mais apreciadas pelos Seixalenses que precisamente nesta data comemoram o feriado municipal. As Festas Populares de S. Pedro, têm marcado a história do Seixal destacando-se a Solene Procissão a S. Pedro reflectindo uma forte religiosidade também ligada ao facto de muitos arriscarem a vida no mar. As colectividades locais - Sociedade Filarmónica Democrática Timbre Seixalense e Sociedade Filarmónica União Seixalense - organizavam com muito bairrismo os arraiais, no Largo da Igreja e na Praça Luís de Camões, respectivamente, dando concertos diários nos coretos e animando os bailes populares. As competições desportivas foram sempre presença marcante nas Festas, bem como as marchas populares, que já em 1936 incluíam desfiles de marchas de Lisboa, para além da resistente e “madrugadora” Marcha das Canas. Na madrugada que antecede o dia 29 de Junho (Dia de S. Pedro) é tradição realizar-se no Seixal um baile popular que culmina com a Marcha das Canas. Ao nascer do Sol os resistentes da noite partem de toalha branca ao ombro acompanhados de uma charanga improvisada com músicos da terra que sempre existiram em grande número até à Quinta Grande, local onde todos os participantes lavavam a cara e depois voltavam com uma cana hasteavam a toalha e regressavam cantando de harmonia com a letra e música. Esta marcha era um ritual de todos os Seixalenses que a ela aderiam e não faltavam à sua partida pelas 7.00 da manhã do referido dia. Desde 1970 que já não se vai lavar a cara à Quinta Grande mas sim ao Bairro Manuel André junto à Colectividade Portugal Cultura e Recreio, no entanto a tradição mantém-se e ainda permanece a Marcha das Canas que normalmente é composta por um Seixalense.
  3. 3. Algumas festas do Seixal Aldeia de 12 de Maio Procissão das Velas Festa Religiosa Paio Pires Procissão em Honra de Nª Casal do 24 de Maio Festa Religiosa Sra. da Paz Marco 19 a 29 de Festas Populares de S. Seixal Festa Popular Junho Pedro Procissão em Honra de S. 29 de Junho Seixal Festa Religiosa Pedro 8 a 12 de Festas Populares da Arrentela Festa Popular Julho Arrentela 18 a 26 de Festas Populares de Fernão Fernão Festa Popular Julho Ferro Ferro Procissão em Honra de N. Fernão 26 de Julho Festa Religiosa Sra. da Boa Hora Ferro 29 de Festas Populares da Aldeia Aldeia de Julho a 2 de Festa Popular de Paio Pires Paio Pires Agosto Procissão em Honra de N. Aldeia de 2 de Agosto Festa Religiosa Sra. da Anunciada Paio Pires 12 a 16 de Festas Populares de Amora Amora Festa Popular Agosto 15 de Procissão em Honra de N. Amora Festa Religiosa Agosto Sra. de Monte Sião 21 a 30 de Festas Populares de Corroios Festa Popular Agosto Corroios 1 de Procissão em Honra de N. Arrentela Festa Religiosa Novembro Sra. da Soledade Festas Populares de S. Pedro
  4. 4. S. Pedro é o Padroeiro do Seixal. As Festas Populares em sua homenagem decorrem durante a última semana de Junho, altura em que se comemora também o feriado Municipal, que acontece a 29 de Junho. As comemorações contam com diversos artistas, de variados géneros musicais. O fado, o folclore, os bailes, os jogos tradicionais e as Bandas Filarmónicas são algumas das actividades que marcam presença. Um dos pontos altos destas Festas é as Marchas Populares, com desfiles pelas ruas. Participam as Marchas Populares das Escolas do 1.º Ciclo do Ensino Básico e Jardins-de- Infância do concelho, das Associações de Reformados, bem como as Marchas das Colectividades. Do programa religioso, destaca-se a Solene Procissão de S. Pedro, que percorre as ruas do Seixal, acompanhada por milhares de pessoas. É um momento solene em que se presta homenagem ao santo padroeiro do concelho. A história das Festas Populares O Vereador José Inácio Policarpo Alves Ferreira, propôs à Câmara a realização do feriado anual concelhio a 29 de Junho, tendo sido deliberado por unanimidade em 28 de Junho de 1962. No entanto, só em 1969 este dia começou a ser comemorado. Esta proposta surge no seguimento das largas tradições da realização dos festejos a S. Pedro – Padroeiro dos Pescadores. Desde 1736, um século antes da criação do concelho, que teve lugar no reinado de D. Maria II, que se têm realizado todos os anos as Festas de S. Pedro.
  5. 5. Estas Festas são muito apreciadas e continuam a trazer ao concelho muitos visitantes, especialmente os imigrantes, que vêm especialmente nesta ocasião visitar os familiares e festejar também aquele que é o seu Padroeiro. Folclore Grupo Folclórico "Estrelinhas do Sul", na Aldeia de Paio Pires
  6. 6. Logótipo No Cinema S.Vicente Grupo Rancho Folclórico Alegria da Nossa Terra O Rancho Folclórico Alegria da Nossa Terra, Casal do Marco - Arrentela - Seixal pertence ao distrito de Setúbal, Região da Costa Azul. Fundado em 11 de Janeiro de 2003 por vontade um pequeno grupo de crianças com uma enorme paixão pelo folclore. O seu elenco oscila nos 45 elementos com idades compreendidas entre os 2 e os 70 anos de idade. Na sua curta existência o grupo tem desenvolvido uma intensa actividade, com variadíssimas participações nos mais consagrados festivais de folclore de Norte a Sul do País e além fronteiras ao lado de ranchos oriundos da Vizinha Espanha e Hungria. Tentam caracterizar tudo aquilo que se fazia na nossa região ribeirinha ao Sul do Rio Tejo, divulgando hábitos costumes e tradições do nosso povo.

×