01-Aparelho Reprodutor Masculino 9º TC0809

23,012 views

Published on

Morfologia e fisiologia do aparelho reprodutor masculino

Published in: Education
0 Comments
8 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total views
23,012
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
537
Actions
Shares
0
Downloads
1,418
Comments
0
Likes
8
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

01-Aparelho Reprodutor Masculino 9º TC0809

  1. 1. ESCOLA CIDADE DE CASTELO BRANCO TRANSMISSÃO DA VIDA APARELHO REPRODUTOR MASCULINO CIÊNCIAS NATURAIS Prof. Teresa Condeixa 08/09 1 9º ANO
  2. 2. Morfologia Bexiga Canal deferente Vesícula seminal Próstata Glândula de Epidídimo Cowper Pénis Testículo Escroto Prof. Teresa Condeixa 08/09 Uretra 2
  3. 3. Morfologia Bexiga Vesícula seminal Próstata Canal deferente Glândula de Cowper Uretra Pénis Epidídimo Testículo Tubo seminífero Prof. Teresa Condeixa 08/09 3
  4. 4. Morfologia dos testículos 1. Canal deferente 2. Epidídimo 3. Testículo 4. Escroto 5. Tubo seminífero Prof. Teresa Condeixa 08/09 4
  5. 5. Localização dos testículos durante o desenvolvimento embrionário Durante o desenvolvimento embrionário Prof. Teresa Condeixa 08/09 5 Na altura do nascimento
  6. 6. Hérnia inguinal Prof. Teresa Condeixa 08/09 6
  7. 7. Localização dos testículos Localiza-se: Fora da cavidade abdominal; Na bolsa escrotal; O desenvolvimento dos espermatozóides exige uma temperatura inferior ao da cavidade abdominal (36,5ºC) Prof. Teresa Condeixa 08/09 7
  8. 8. Termograma do escroto Termograma do escroto pag 38 bioterra Os padrões anormais de calor podem ajudar os especialistas a identificar desequilíbrios no interior do corpo. Vermelho – mais quente Azul – mais frio Prof. Teresa Condeixa 08/09 8
  9. 9. Função do testículo Gónadas masculinas Prof. Teresa Condeixa 08/09 9 Glândula endócrina
  10. 10. Testículo / Tubo seminífero Prof. Teresa Condeixa 08/09 10
  11. 11. Tubo seminífero Prof. Teresa Condeixa 08/09 11
  12. 12. Espermatógenese Prof. Teresa Condeixa 08/09 12
  13. 13. Epidídimo Localizado externamente sobre o testículo. Órgão tubular(está enovelado sobre si). Local onde os espermatozóides sofrem a maturação e adquirem a capacidade de mobilidade. Prof. Teresa Condeixa 08/09 13
  14. 14. Canais diferentes Dois canais com cerca de 45 cm de comprimento. Levam os espermatozóides dos epidídimos ate à uretra. Prof. Teresa Condeixa 08/09 14
  15. 15. Vesículas seminais Par de glândulas que produzem o líquido seminal. Muco rico em nutrientes que permite que os espermatozóides se desloquem com facilidade. Lançado nos canais deferentes. Prof. Teresa Condeixa 08/09 15
  16. 16. Próstata Produz o líquido prostático: Líquido que tem como função neutralizar a acidez da uretra e da vagina. É lançado na uretra. Prof. Teresa Condeixa 08/09 16
  17. 17. Cancro da próstata Exame da próstata Cancro da próstata Prof. Teresa Condeixa 08/09 17
  18. 18. Glândulas de Cowper Duas glândulas do tamanho de uma ervilha. Produzem um fluído que é lançado antes da ejaculação para limpar a uretra. Prof. Teresa Condeixa 08/09 18
  19. 19. Uretra Canal que transporta: O esperma desde os canais deferentes até ao exterior. A urina desde a bexiga até ao exterior. A partir da próstata o canal reprodutor e urinário é só um. Prof. Teresa Condeixa 08/09 19
  20. 20. Pénis Órgão sexual externo. Apresenta uma forma cilíndrica. É revestido por uma pele fina e móvel que, na extremidade forma uma prega – o prepúcio – que cobre a glande. Prof. Teresa Condeixa 08/09 20
  21. 21. Pénis Corte transversal do pénis Corpo cavernoso Uretra Corpo esponjoso Glande Prof. Teresa Condeixa 08/09 Prepúcio 21
  22. 22. Circuncisão É aplicada aos judeus por motivos religiosos. É aplicada em casos em que a glande não recolhe naturalmente. Prof. Teresa Condeixa 08/09 22
  23. 23. Espermatozóides Cabeça Zona intermédia Flagelo Prof. Teresa Condeixa 08/09 23
  24. 24. Espermatozóides Flagelo: são filamentos finos e compridos São capazes de movimento vibratório, utilizado na locomoção e alimentação. Membrana plasmática: regula as trocas de substâncias e energia entre a célula e o meio externo, constituindo uma barreira selectiva. Centríolo: Acrossoma: Localiza-se na parte interior da Cabeça: intervém na divisão cabeça dos espermatozóides encontra-se o Acrossoma celular. É a primeira parte do e o núcleo haplóide, ou espermatozóide a penetrar no Prof. Teresa Condeixa 08/09 seja, com n cromossomas24 óvulo. Contem enzimas. (23, no caso humano)
  25. 25. Sémen Líquidos produzidos pelas glândulas e pelos espermatozóides. Prof. Teresa Condeixa 08/09 25
  26. 26. Regulação hormonal Prof. Teresa Condeixa 08/09 26
  27. 27. Erecção Durante a excitação sexual, aumenta o fluxo de sangue ao pénis, que aumenta de volume e se torna rígido. Prof. Teresa Condeixa 08/09 27
  28. 28. Ejaculação O volume emitido em cada ejaculação é de 2ml a 5ml. Em média existem 350 a 400 milhões de espermatozóides em cada ejaculação. Prof. Teresa Condeixa 08/09 28
  29. 29. Sabias que… Os espermatozóides levam cerca de 70 dias a formarem-se. Por dia, os testículos podem produzir cerca de 120 milhões de espermatozóides, desde a puberdade até ao final da vida. Prof. Teresa Condeixa 08/09 29
  30. 30. Sabias que… O espermatozóide desloca-se em meio líquido, a uma velocidade de 1 a 4 mm/min. Prof. Teresa Condeixa 08/09 30
  31. 31. Sabias que… Para que o homem seja fértil, deve ter uma concentração mínima de 20 milhões de espermatozóides viáveis por mililitro de esperma. Prof. Teresa Condeixa 08/09 31
  32. 32. SISTEMA REPRODUTOR MASCULINO VIAS GLÂNDULAS GENITAIS ANEXAS GÓNADAS Vesícula seminal: produz Epidídimos: Armazenam e secreções energéticas que amadurecem os “alimentam” os espermatozóides. espermatozóides Testículos: Produzem espermatozóides e Canais deferentes: hormonas (testosterona) Próstata: Produz secreções Conduzem os que ajudam o movimento espermatozóides e recebem ÓRGÃOS dos espermatozóides. o líquido seminal. GENITAIS EXTERNOS Glândulas de Cowper: Pénis: Órgão sexual que produzem secreções Uretra: Conduz a urina e o permite a expulsão da urina transparentes que são esperma para o exterior. ou o esperma (nunca os dois lançadas na uretra para ao mesmo tempo). E está limpá-la preparar a cobertoTeresa Condeixa 08/09 Prof. por uma membrana passagem do esperma e32 Retirado da net /autor o –prepúcio. lubrifica o pénis anónimo

×