Successfully reported this slideshow.
We use your LinkedIn profile and activity data to personalize ads and to show you more relevant ads. You can change your ad preferences anytime.
SAÚDE INDIVIDUAL E COMUNITÁRIA COMO SE MEDE O ESTADO DE SAÚDE DE UMA POPULAÇÃO? Prof. Teresa Condeixa Monteiro – 2011/2012...
Estado de saúde de uma população <ul><li>Avalia-se através dos  Indicadores  - medidas simples que reflectem a saúde comun...
Indicadores do estado de saúde <ul><li>são  valores numéricos  (taxas ou percentagens), calculados em relação a uma determ...
Tipos de indicadores: Prof. Teresa Condeixa Monteiro – 2008/2009
Indicadores de saúde referentes aos recursos humanos existentes. <ul><li>Número de médicos e enfermeiros nos centros de sa...
Indicadores do estado de saúde * Apenas aplicados em Países desenvolvidos, por estarem fortemente relacionados com o nível...
Taxa de mortalidade infantil (TMI) <ul><li>Relaciona o número de crianças que morrem no primeiro ano de vida com o número ...
Taxa de mortalidade infantil (TMI) <ul><li>Permite tirar conclusões quanto ao grau de desenvolvimento do país. </li></ul>P...
Taxa de mortalidade infantil (TMI) <ul><li>Factores que fazem diminuir a TMI: </li></ul><ul><ul><li>Acompanhamento médico;...
Taxa de mortalidade infantil (TMI)
Esperança de vida. <ul><li>É o número de anos, em média, que cada pessoa  à nascença pode esperar viver. </li></ul><ul><li...
Esperança de vida. Prof. Teresa Condeixa Monteiro – 2008/2009 Index Mundi
Esperança de vida Prof. Teresa Condeixa Monteiro – 2008/2009
Esperança de vida Prof. Teresa Condeixa Monteiro – 2008/2009
Esperança de vida / Esperança de vida saudável Idosos portugueses têm menos esperança de vida saudável que espanhóis
Esperança de vida. <ul><li>É influenciada positivamente pela(o)… </li></ul>
Esperança de vida. <ul><ul><li>Evolução das condições de vida. </li></ul></ul><ul><ul><li>Evolução tecnológica. </li></ul>...
Taxa de doenças infecciosas <ul><li>Doenças causadas por vírus, bactéria, parasitas e que são transmissíveis. </li></ul><u...
Taxa de doenças infecciosas <ul><ul><li>Evitar comportamentos de risco; </li></ul></ul><ul><ul><li>Melhorar a higiene; </l...
Taxa de doenças cardiovasculares <ul><li>Doenças cardiovasculares: </li></ul><ul><ul><li>Afectam o coração e os vasos sang...
Taxa de doenças cardiovasculares <ul><li>É influenciada por: </li></ul>
Taxa de obesidade <ul><li>A obesidade… </li></ul><ul><ul><li>Resulta de maus hábitos alimentares e falta de exercício físi...
Taxa de obesidade
Taxa de obesidade <ul><li>Indicador característico dos países desenvolvidos. </li></ul><ul><li>Dentro dos países desenvolv...
Taxa de obesidade <ul><li>Cerca de 31,5% das crianças e jovens portugueses entre os 9 e os 16 anos são obesos ou sofrem de...
Taxa de obesidade <ul><li>No Mundo o número de pessoas com fome está a aproximar-se do número de pessoas com peso excessiv...
Taxa de diabetes tipo 2 <ul><li>Vulgarmente designada de diabetes dos adultos. </li></ul><ul><li>Produzem insulina em quan...
Taxa de diabetes tipo 2 <ul><li>Está relacionada com. </li></ul><ul><ul><li>Alimentação desequilibrada. </li></ul></ul><ul...
Taxa de diabetes tipo 2 Prof. Teresa Condeixa Monteiro – 2011/2012
Países em desenvolvimento  / Indicadores do estado de saúde <ul><li>Carências alimentares </li></ul><ul><li>Falta de assis...
Países desenvolvidos / Indicadores do estado de saúde <ul><li>Excessos alimentares </li></ul><ul><li>Vida sedentária. </li...
 
Upcoming SlideShare
Loading in …5
×

02_CN9_indicadores_estado_saúde_tc_20112012

2,249 views

Published on

Published in: Education
  • Be the first to comment

02_CN9_indicadores_estado_saúde_tc_20112012

  1. 1. SAÚDE INDIVIDUAL E COMUNITÁRIA COMO SE MEDE O ESTADO DE SAÚDE DE UMA POPULAÇÃO? Prof. Teresa Condeixa Monteiro – 2011/2012 ESCOLA CIDADE DE CASTELO BRANCO CIÊNCIAS NATURAIS 9º ANO
  2. 2. Estado de saúde de uma população <ul><li>Avalia-se através dos Indicadores - medidas simples que reflectem a saúde comunitária. </li></ul>Prof. Teresa Condeixa Monteiro – 2008/2009
  3. 3. Indicadores do estado de saúde <ul><li>são valores numéricos (taxas ou percentagens), calculados em relação a uma determinada população, e que permitem fazer uma avaliação estatística sobre o estado de saúde da população em estudo. </li></ul>Prof. Teresa Condeixa Monteiro – 2008/2009
  4. 4. Tipos de indicadores: Prof. Teresa Condeixa Monteiro – 2008/2009
  5. 5. Indicadores de saúde referentes aos recursos humanos existentes. <ul><li>Número de médicos e enfermeiros nos centros de saúde, por 100 mil habitantes em 2001 </li></ul>
  6. 6. Indicadores do estado de saúde * Apenas aplicados em Países desenvolvidos, por estarem fortemente relacionados com o nível socioeconómico das populações. * * * *
  7. 7. Taxa de mortalidade infantil (TMI) <ul><li>Relaciona o número de crianças que morrem no primeiro ano de vida com o número de nascimentos ocorridos no mesmo período. </li></ul><ul><li>Expressa-se normalmente em permilagem, ou seja, indica o número de óbitos de crianças com menos de 1 ano por 1000 </li></ul>Prof. Teresa Condeixa Monteiro – 2011/2012
  8. 8. Taxa de mortalidade infantil (TMI) <ul><li>Permite tirar conclusões quanto ao grau de desenvolvimento do país. </li></ul>Prof. Teresa Condeixa Monteiro – 2008/2009 TMI em 2006; esta taxa é maior nos países subdesenvolvidos ou em guerra. Index Mundi
  9. 9. Taxa de mortalidade infantil (TMI) <ul><li>Factores que fazem diminuir a TMI: </li></ul><ul><ul><li>Acompanhamento médico; </li></ul></ul><ul><ul><li>Vacinação; </li></ul></ul><ul><ul><li>Aleitamento materno; </li></ul></ul><ul><ul><li>Alimentação das mães; </li></ul></ul><ul><ul><li>Melhoria das condições de vida. </li></ul></ul>
  10. 10. Taxa de mortalidade infantil (TMI)
  11. 11. Esperança de vida. <ul><li>É o número de anos, em média, que cada pessoa à nascença pode esperar viver. </li></ul><ul><li>A esperança média de vida reflecte o grau de desenvolvimento socioeconómico das populações. </li></ul><ul><li>Antes da revolução industrial a esperança de vida á nascença era de 30 anos. </li></ul>Prof. Teresa Condeixa Monteiro – 2008/2009 http://www.acs.min-saude.pt/pns/pt/nascer-com-saude/esperanca-de-vida-a-nascenca/
  12. 12. Esperança de vida. Prof. Teresa Condeixa Monteiro – 2008/2009 Index Mundi
  13. 13. Esperança de vida Prof. Teresa Condeixa Monteiro – 2008/2009
  14. 14. Esperança de vida Prof. Teresa Condeixa Monteiro – 2008/2009
  15. 15. Esperança de vida / Esperança de vida saudável Idosos portugueses têm menos esperança de vida saudável que espanhóis
  16. 16. Esperança de vida. <ul><li>É influenciada positivamente pela(o)… </li></ul>
  17. 17. Esperança de vida. <ul><ul><li>Evolução das condições de vida. </li></ul></ul><ul><ul><li>Evolução tecnológica. </li></ul></ul><ul><ul><li>Evolução das ciências médicas. </li></ul></ul><ul><ul><li>Evolução farmacológica. </li></ul></ul><ul><ul><li>Aumento do número de hospitais e centros de saúde. </li></ul></ul><ul><ul><li>Aumento da educação. </li></ul></ul><ul><ul><li>Aumento do nível económico. </li></ul></ul><ul><ul><li>Diminuição da TMI. </li></ul></ul><ul><li>É influenciada positivamente pela(o)… </li></ul>
  18. 18. Taxa de doenças infecciosas <ul><li>Doenças causadas por vírus, bactéria, parasitas e que são transmissíveis. </li></ul><ul><li>As doenças infecto-contagiosas podem ser: </li></ul><ul><ul><li>Doenças que se podem prevenir através da vacinação (sarampo, hepatite…) </li></ul></ul><ul><ul><li>Doenças para as quais não existe vacina (malária, SIDA …) </li></ul></ul>http://www.acs.min-saude.pt/pns/doencas-infecciosas/mortalidade-por-sida-antes-dos-65-anos/
  19. 19. Taxa de doenças infecciosas <ul><ul><li>Evitar comportamentos de risco; </li></ul></ul><ul><ul><li>Melhorar a higiene; </li></ul></ul><ul><ul><li>Promover programas de rastreio e de vacinação (quando existe vacina); </li></ul></ul><ul><ul><li>Promover campanhas de informação. </li></ul></ul>Filtro de água <ul><li>Na prevenção destas doenças é importante: </li></ul>
  20. 20. Taxa de doenças cardiovasculares <ul><li>Doenças cardiovasculares: </li></ul><ul><ul><li>Afectam o coração e os vasos sanguíneos. </li></ul></ul><ul><ul><li>São a primeira causa de morte nos países desenvolvidos; </li></ul></ul><ul><ul><li>Em Portugal são responsáveis por cerca de 35% dos óbitos. </li></ul></ul>Prof. Teresa Condeixa Monteiro – 2011/2012 http://www.acs.min-saude.pt/pns/doencas-cardiovasculares/
  21. 21. Taxa de doenças cardiovasculares <ul><li>É influenciada por: </li></ul>
  22. 22. Taxa de obesidade <ul><li>A obesidade… </li></ul><ul><ul><li>Resulta de maus hábitos alimentares e falta de exercício físico. </li></ul></ul><ul><ul><li>Contribui para o aparecimento de diabetes, diversos tipos de cancro, doenças cardiovasculares, respiratórias e psicológicas. </li></ul></ul>
  23. 23. Taxa de obesidade
  24. 24. Taxa de obesidade <ul><li>Indicador característico dos países desenvolvidos. </li></ul><ul><li>Dentro dos países desenvolvidos, é um indicador de pobreza (alimentos pobres em vitaminas, sais minerais, e fibras, mas ricos em sal, gorduras e açúcar são baratos). </li></ul><ul><li>Obesidade, segundo a OMS, é a epidemia do séc. XXI . </li></ul>
  25. 25. Taxa de obesidade <ul><li>Cerca de 31,5% das crianças e jovens portugueses entre os 9 e os 16 anos são obesos ou sofrem de excesso de peso. </li></ul>
  26. 26. Taxa de obesidade <ul><li>No Mundo o número de pessoas com fome está a aproximar-se do número de pessoas com peso excessivo. </li></ul>Prof. Teresa Condeixa Monteiro – 2011/2012 Há, pela primeira vez, um número equivalente de pessoas sobrenutridas e subnutridas, como resultado de um estilo de vida com abundância de alimentos, trabalho automatizado e prazer sem esforço.
  27. 27. Taxa de diabetes tipo 2 <ul><li>Vulgarmente designada de diabetes dos adultos. </li></ul><ul><li>Produzem insulina em quantidade insuficiente, ou então a insulina não é eficaz. </li></ul>A quantidade de glicose no sangue (Glicémia) aumenta.
  28. 28. Taxa de diabetes tipo 2 <ul><li>Está relacionada com. </li></ul><ul><ul><li>Alimentação desequilibrada. </li></ul></ul><ul><ul><li>Estilo de vida sedentária. </li></ul></ul><ul><ul><li>Tendência familiar. </li></ul></ul>Prof. Teresa Condeixa Monteiro – 2011/2012
  29. 29. Taxa de diabetes tipo 2 Prof. Teresa Condeixa Monteiro – 2011/2012
  30. 30. Países em desenvolvimento / Indicadores do estado de saúde <ul><li>Carências alimentares </li></ul><ul><li>Falta de assistência médica. </li></ul><ul><li>Más condições de higiene. </li></ul><ul><li>Falta de informação / educação. </li></ul><ul><li>Grande incidência de doenças infecto contagiosas (tuberculose, malária e SIDA) </li></ul><ul><li>Elevada taxa de mortalidade infantil </li></ul><ul><li>Baixa esperança de vida </li></ul>In Prof. Helena Rego
  31. 31. Países desenvolvidos / Indicadores do estado de saúde <ul><li>Excessos alimentares </li></ul><ul><li>Vida sedentária. </li></ul><ul><li>Stress </li></ul><ul><li>Poluição </li></ul><ul><li>Grande incidência de doenças cardiovasculares. </li></ul><ul><li>Obesidade. </li></ul><ul><li>Diabetes </li></ul><ul><li>Cancro </li></ul>In Prof. Helena Rego

×