Curso de redação

12,630 views

Published on

3 Comments
18 Likes
Statistics
Notes
No Downloads
Views
Total views
12,630
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
4
Actions
Shares
0
Downloads
683
Comments
3
Likes
18
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Curso de redação

  1. 1. Curso de Redação
  2. 2. Redação Tema : Redação Objetivo : Fazer com que os participantes consigam desenvolver uma boa redação. Conteúdo Programático : Saber o que é tipologia textual, conhecer e desenvolver textos descritivos, narrativos e dissertativos, o que redação, passos para uma boa redação, fazer pesquisas sobre o assunto, frisar que o tipo de redação que mais vem pedindo em concursos, enem é a redação dissertativa argumentativa. Duração : Duas semanas, sendo 2 horas por dia. Recursos : Internet e data show.
  3. 3. Redação 1ª Aula : TIPOLOGIA TEXTUAL 1º Momento : Para conhecer um pouco mais sobre nossos participantes faremos uma roda de conserva para saber o que eles sabem sobre tipologia textual, qual o tipo de texto que os mesmos conhecem, se ele tem algum domínio sobre o assunto, ou nunca fizeram um estudo detalhado, faremos uma troca de conhecimentos. * Tipologia textual é a forma como um texto se apresenta. As tipologias existentes são: descrição, narração, dissertação, exposição, injunção, diálogo e entrevista.
  4. 4. Redação *Redação é um texto formado de uma passagem escrita independente, em torno de uma ideia, um sentido. Essa organização obedece a certos princípios, de modo que se crie um todo significativo, cumprindo um objetivo. Geralmente os textos apresentam características mistas, tornando-se complexa a delimitação de seus traços específicos. Na realidade, o importante na redação é que haja uma ideia em torno da qual se possa considerar um núcleo, as ideias complementares que apoiam esse núcleo e a relação entre eles.
  5. 5. Redação 2º Momento : Pedir aos mesmos para façam pesquisas sobre o assunto em questão.
  6. 6. Redação 2ª Aula: Texto descritivo * Descrição : descrever é representar um objeto (cena, animal, pessoa, lugar, coisa etc.) por meio de palavras. Para ser eficaz, a apresentação das características do objeto descrito deve explorar os cinco sentidos humanos – visão, audição, tato, paladar e olfato-, já que é por meio deles que o ser humano toma contato com o ambiente.
  7. 7. Redação A descrição resulta, portanto, da capacidade que o indivíduo tem de perceber o mundo que o cerca. Toda técnica descritiva implica uma contemplação e uma apreensão de algo objetivo ou subjetivo, assim ao descrever o redator precisa possuir um certo grau de sensibilidade. Quanto maior for sua sensibilidade, mais rica será a descrição. Assim, para se fazer uma boa descrição, não é necessário que seja perfeita, uma vez que o ponto de vista do observador varia de acordo com seu grau de percepção.
  8. 8. Redação Veja no exemplo: “ Da janela de seu quarto podia ver o mar. Estava calmo e, por isso, parecia até mais azul. A maresia inundava seu cantinho de descanso e arrepiava seu corpo...estava muito frio, ela sentia, mas não queria fechar a entrada daquela sensação boa. A sensação que o leitor ou ouvinte tem que ter em uma descrição é de que foi transportado para o local da narração descritiva.
  9. 9. Redação 3ª e 4ª Aula : Texto narrativo *Narração : É o relato de um fato, real ou imaginário, é denominado narração. Pode seguir o tempo cronológico, de acordo com a ordem de sucessão dos acontecimentos, ou o tempo psicológico, em que se privilegiam alguns eventos para atrair a atenção do leitor. A escolha do narrador, ou ponto de vista, pode recair sobre o protagonista da história, um observador neutro, alguém que participou do acontecimento de forma secundária ou ainda um espectador onisciente, que supostamente esteve presente em todos os lugares, conhece todos os personagens, suas ideias e sentimentos.
  10. 10. Redação As falas dos personagens podem ser apresentadas de três formas: discurso direto, em que o narrador transcreve de forma exata a fala do personagem; discurso indireto, no qual o narrador conta o que o personagem disse, e discurso indireto livre, em que se misturam os dois tipos anteriores. O conjunto dos acontecimentos em que os personagens se envolvem chama-se enredo. Pode ser linear, segundo a sucessão cronológica dos fatos, ou não-linear, quando há cortes na sequência dos fatos.
  11. 11. Redação Narração na 1ª Pessoa: A narração na 1ª pessoa ocorre quando o fato é contado por um participante, isto é; alguém que se envolva nos acontecimentos ao mesmo tempo em que conta o caso. A narração na 1ª pessoa torna o texto muito comunicativo porque o próprio narrador conta o fato e assim o texto ganha o tom de conversa amiga.
  12. 12. Redação Além disso, esse tipo de narração é muito comum na conversa diária, quando o sujeito conta um fato do qual ele também é participante. Vejamos o exemplo: Lembro-me de uma manhã em que descobri um casulo na casca de uma árvore, no momento em que a borboleta rompia o invólucro e se preparava para sair. Esperei algum tempo, mas estava demorando muito e eu tinha pressa.
  13. 13. Redação Narração na 3ª Pessoa O narrador conta a ação do ponto de vista de quem vê o fato acontecer na sua frente. Entretanto o contador do caso não participa da ação. Vejamos o exemplo: "Era uma vez um boiadeiro lá no sertão, que tinha cara de bobo e fumaças de esperto. Um dia veio a Curitiba gastar os cobres de uma boiada". Você percebeu que os verbos estão na 3ª pessoa (era, veio) e que o narrador conta o caso sem dele participar.
  14. 14. Redação Os Elementos da Narrativa são os seguintes: * Personagens Quem?Protagonista/Antagonista * protagonista (personagem principal) e um antagonista (personagem que atua contra o protagonista, impedindo-o de alcançar seus objetivos). Há também os adjuvantes ou coadjuvantes, esses são personagens secundários que também exercem papéis fundamental na história.
  15. 15. Redação * Acontecimento - O quê? Fato. *Tempo - Quando? Época em que ocorreu o fato. * Espaço - Onde? Lugar onde ocorreu o fato. * Modo - Como? De que forma ocorreu o fato. * Causa - Por quê? Motivo pelo qual ocorreu o fato. * Narrador (narrador- personagem, narrador observador).
  16. 16. Redação 5ª e 6ª Aula : Texto dissertativo / argumentativo * Dissertação / argumentação A exposição de ideias a respeito de um tema, com base em raciocínios e argumentações, é chamada dissertação. Nela, o objetivo do autor é discutir um tema e defender sua posição a respeito dele. Por essa razão, a coerência entre as ideias e a clareza na forma de expressão são elementos fundamentais.
  17. 17. Redação A organização lógica da dissertação determina sua divisão em introdução, parte em que se apresenta o tema a ser discutido; desenvolvimento, em que se expõem os argumentos e ideias sobre o assunto, fundamentando-se com fatos, exemplos, testemunhos e provas, o que se quer demonstrar; e conclusão, na qual se faz o desfecho da redação, com a finalidade de reforçar a ideia inicial.
  18. 18. Redação Dissertar é o mesmo que desenvolver ou explicar um assunto, discorrer sobre ele. Assim, o texto dissertativo pertence ao grupo dos textos expositivos, juntamente com o texto de apresentação científica, o relatório, o texto didático, o artigo enciclopédico. Em princípio, o texto dissertativo não está preocupado com a persuasão e sim, com a transmissão de conhecimento, sendo, portanto, um texto informativo.
  19. 19. Redação Os textos argumentativos, ao contrário, têm por finalidade principal persuadir o leitor sobre o ponto de vista do autor a respeito do assunto. O texto pode ser subdividido em três partes: Introdução, Desenvolvimento e a Conclusão.
  20. 20. Redação * Introdução: A introdução deve apresentar de maneira clara o assunto que será tratado e delimitar as questões, referentes ao assunto, que serão abordadas. Neste momento pode-se formular uma tese, que deverá ser discutida e provada no texto, propor uma pergunta, cuja resposta deverá constar no desenvolvimento. * Desenvolvimento: É a parte do texto em que as ideias, pontos de vista, conceitos, informações de que dispõe serão desenvolvidas; desenroladas e avaliadas progressivamente.
  21. 21. Redação * Conclusão: É o momento final do texto, este deverá apresentar um resumo forte de tudo o que já foi dito. A conclusão deve expor uma avaliação final do assunto discutido. Cada uma dessas partes se relacionam umas com as outras, seja preparando-as ou retomando-as, portanto, não são isoladas. A produção de textos dissertativos está ligada à capacidade argumentativa daquele que se dispõe a essa construção.
  22. 22. Redação Vejamos o exemplo: A falta de vontade política quanto à violência Antigamente, quando se falava em assalto, todos ficavam apavorados, sabendo que se tratava de uma situação específica e que dificilmente voltaria a repetir-se; hoje esse ato já é considerado “normal”, e essa normalidade têm tornado as autoridades desmotivadas a resolver, de fato, a situação. Simples: não lhes interessa que as pessoas fiquem sossegadas, sem depender dos discursos e falatórios em época de campanha.
  23. 23. Redação Se todos estivessem em situação de paz, se o número de assaltos e de delitos fosse pequeno e , portanto, não houvesse preocupação, o que os candidatos proporiam em época de eleição? Qual seria o argumento para se pedir voto? É visível o desinteresse e a “desresponsabilização” daqueles que deveriam garantir aquilo a que nossos impostos se destinam. O Governo Federal culpa os Estados que culpam o Governo Federal, e os Municípios, estes nem reclamar podem e, se o fazem, não são ouvidos.
  24. 24. Redação Resolver o problema da violência é tarefa quase impossível. Por mais que se fale que a educação previne a violência, a abordagem atual é de solucionar algo que se arrasta há muito tempo, portanto, medida emergencial. Mas, havendo vontade política, esse quadro alarmante de insegurança da população poderá mudar muito nos próximos anos. É preciso entender que a educação já deveria ter sido valorizada antes para que o drama não ocorresse hoje. Mas, como isto se dá a longo prazo, atitudes firmes precisam ser, urgentemente, tomadas.
  25. 25. Redação * Dicas para uma boa redação: 1) Pratique : Para conseguir fazer uma boa redação o treino é fundamental, pois é nele que você poderá usar todas as teorias aplicadas e aprender com os erros. 2) Leia muito : Estar bem informado é fundamental para um vestibulando e não apenas para a prova de redação. Ler jornais, revistas e livros ajudam o estudante a ganhar mais repertório e vocabulário para acrescentar em seus futuros textos.
  26. 26. Redação 3) Correção : Para treinar não basta apenas redigir um texto, é preciso pedir a um professor ou colega que leia e faça as observações necessárias, tanto de correções gramaticais quanto textuais. Lembre-se que essas dicas de outras pessoas podem aprimorar sua escrita.
  27. 27. Redação 4) Escreva à mão: Na hora de escrever uma redação deixe o computador de lado. Além de treinar sua caligrafia, escrever a mão não te deixará dependente dos corretores automáticos dos computadores e te tornará mais crítico e capaz de identificar seus próprios erros.
  28. 28. Redação 5) Se tiver tempo: faça primeiro um rascunho. Ao passar a limpo, por certo você melhorará seu texto. 6) Cuidado com citações : sempre entre aspas e sempre mencionando o autor; se não tiver certeza do autor, não faça a citação. 7) Procure ser simples: ser objetivo e original, expressando seu ponto de vista e tentando demonstrá-lo com base em seus conhecimentos e experiência.
  29. 29. Redação 8) “Fugir do tema” : uma redação “brilhante” que fuja totalmente ao tema proposto será anulada. 9) Letra : a letra de forma deve ser evitada, pois dificulta a distinção entre maiúsculas e minúsculas. Uma boa grafia e limpeza são fundamentais.
  30. 30. Redação Aula 7ª, 8ª e 9ª Nas aulas seguintes os alunos irão colocar tudo aquilo que foi visto na teoria, em prática suas redações, a cada aula será desenvolvida uma redação, e no final de cada aula iremos fazer as devidas correções, para melhorar nas próximas redações.
  31. 31. Redação 10ª Aula : Na última aula faremos uma revisão geral, para que não haja nenhuma dúvida e que os mesmos sintam – se seguros para desenvolver uma boa redação, depois faremos uma roda de conversar para saber se as expectativas dos mesmos foram alcançadas.
  32. 32. Redação Referências bibliográficas: www.brasilescola.com www.infoescola.com www.vestibular1.com.br Site de textos de reflexão www.momento.com.br

×