Successfully reported this slideshow.
We use your LinkedIn profile and activity data to personalize ads and to show you more relevant ads. You can change your ad preferences anytime.

E-Tramite - sistemade tramitação de processos para órgãos governamentais

488 views

Published on

O E-tramite é um sistema desenvolvido pela Tecnomapas que permite aos órgãos governamental, principalmente secretarias municipais,

Published in: Technology
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

E-Tramite - sistemade tramitação de processos para órgãos governamentais

  1. 1. SISTEMA DE GESTÃO DE PROCESSOS
  2. 2. A Tecnomapas Com 16 anos de experiência, a Tecnomapas fornece soluções tecnológicas para diversas instituições públicas do país que abrangem as áreas de licenciamento ambiental, negócios em bens e serviços ambientais/ecossistêmicos, digitalização de acervo fundiário, cadastro de dados e lançamento das informações geográficas em base cartográfica digital.
  3. 3. Estrutura Equipe de Desenvolvimento de Sistemas Área de Geotecnologia Unidade de Infraestrutura de TI e Banco de Dados Equipe de Digitalização Escritório de Projetos
  4. 4. Clientes – Atuação no Brasil Amazonas São Paulo Espírito Santo Mato Grosso do Sul Mato Grosso Pará Rondônia Secretaria de Estado do Desenvolvimento Ambiental - RO
  5. 5. PRINCIPAIS DIFICULDADES DOS MUNICÍPIOS
  6. 6. Principais Dificuldades • Atendimento no Protocolo. • Munícipes Insatisfeitos. • Técnicos Sobrecarregados. • Assessoria da Gestão Sobrecarregada. • Fiscalização com Pouca Eficácia. • Gestor sem Dados Estratégicos.
  7. 7. ATENDIMENTO NO PROTOCOLO
  8. 8. Principais Dificuldades • Não consegue fazer um avaliação se o processo está correto antes de dar entrada. • Dificuldade em informar a situação dos processos em andamento no órgão. • Muitas vezes abre mais de um processo para o mesmo empreendimento, devido ao extravio de processo. • Dificuldade em sanar as dúvidas dos munícipes.
  9. 9. MUNÍCIPES INSATISFEITOS
  10. 10. Principais Dificuldades • Dificuldades em saber quais documentos são necessários para abrir seu processo. • Dificuldades em obter informações sobre seus processos. • Recebem pendências diferentes pelo mesmo motivo. • Dificuldades em entender as solicitações do órgão para obtenção da sua licença.
  11. 11. TÉCNICOS SOBRECARREGADOS
  12. 12. Principais Dificuldades • Não tem uma padronização do conteúdo das licenças, autorizações, laudos e pareceres. • Seus documentos são produzidos manualmente através do software MS Word. • Redigem a minuta de todas as licenças e autorizações. • Dificuldades em encontrar os processos. • Não tem controle de vencimentos. • Dificuldades em preparar os relatórios, pois os mesmos são feitos manualmente através de planilha eletrônica.
  13. 13. ASSESSORIA DA GESTÃO SOBRECARREGADA
  14. 14. Principais Dificuldades • Dificuldade em produzir relatórios. • Dificuldade em acompanhar os processos de interesse do município. • Dificuldade em encontrar processos. • Monta ou revisa as licenças, autorizações, documentos e pendências.
  15. 15. FISCALIZAÇÃO COM POUCA EFICÁCIA
  16. 16. Principais Dificuldades • Não possui controle eficiente de vencimentos de licenças e autorizações. • Não possui histórico de fiscalização, gerando dupla fiscalização. • Dificuldades em localizar processos no órgão. • Dificuldades em saber se o empreendimento possui ou não licença ou autorização.
  17. 17. Gestor sem Dados Estratégicos • Dificuldade em encontrar processos no órgão. • Dificuldade em saber o andamento dos processos. • Dificuldade em priorizar atendimentos de interesse público. • Não possui relatório de produtividade.
  18. 18. E-TRAMITE
  19. 19. Software como serviço É uma forma de distribuição e comercialização de software como serviço. Nesse modelo o fornecedor do software se responsabiliza por toda a estrutura necessária para a disponibilização do sistema (servidores, conectividade, cuidados com segurança da informação) e o cliente utiliza o software via internet, pagando um valor recorrente pelo seu uso.
  20. 20. Sistema X Software Como Serviço SISTEMA SOFTWARE COMO SERVIÇO É necessário ter servidores para suportar a quantidade de usuários. A hospedagem é por conta da contratada. Necessita de equipe especializada para administrar servidores e banco de dados. A manutenção do sistema é por conta da contratada. Precisa pagar pelo sistema. Só contrata treinamento. Precisa pagar pela customização. Só contrata serviço mensal. Precisa pagar pelo suporte. Helpdesk já incluso no serviço mensal. É necessário ter infraestrutura de rede lógica robusta. Precisa ter somente internet. Precisa esperar entre seis meses a um ano (tempo de customização) para iniciar o uso do sistema. Inicia o uso logo após a compra do serviço.
  21. 21. CARACTERÍSTICAS DO E- TRAMITE
  22. 22. OBJETIVOS
  23. 23. OBJETIVOS • Permite criar todos os objetivos dos processos do órgão. • Possui perguntas e respostas para apoiar os munícipes a entenderem quais documentos e peças técnicas devem ser entregues ao órgão. • Cada item de objetivo deve ser analisado individualmente pelos técnicos do órgão, padronizando assim as atividades. • É realizado checklist de itens do objetivo no momento do protocolo, evitando a entrada de processos com falta de documentação. Caso entre, já recebe a pendência imediatamente.
  24. 24. REQUERIMENTO PADRÃO
  25. 25. Requerimento padrão • É a formalização padronizada da solicitação de abertura de processo. • Pode ser feito via internet pelo interessado. • O interessado seleciona o objetivo da solicitação, o qual trará os itens e um questionário caso exista. • O interessado então, poderá cadastrar todos os dados da solicitação. • O interessado poderá ainda, submeter documentos e projetos digitalizados.
  26. 26. João da Silva
  27. 27. ABERTURA E TRAMITAÇÃO DO PROCESSO
  28. 28. Abertura e tramitação do processo • Recebe requerimento padrão cadastrado via internet. • O funcionário do órgão poderá cadastrar o requerimento padrão junto ao interessado que não tenha acesso a internet. • Realiza checagem dos itens do objetivo com os documentos apresentados. • Emite pendência no ato do protocolo. • Protocola e gera processo ou documento. • Tramita processo e documento. • Localiza processo via sistema. • Controle total do trâmite, posse e arquivamento do processo, bem como seu histórico.
  29. 29. João da Silva
  30. 30. ANÁLISE DE PROCESSO
  31. 31. Análise de processo • A análise de processo é padronizada, não permitindo que um mesmo processo seja analisado de maneira diferente quando muda o técnico que o analisa, pois as análises são feitas com base nos itens de objetivos e nos documentos digitalizados correspondentes. • O parecer é gerado no sistema mantendo a padronização do modelo do documento.
  32. 32. EMISSÃO DE AUTORIZAÇÕES E LICENÇAS
  33. 33. Emissão de autorizações e licenças • As autorizações e licenças são padronizadas e emitidas pelo sistema. • Somente os analistas autorizados poderão emitir as autorizações e licenças. • As minutas podem ser geradas por um profissional e a emissão por outro. • As licenças e autorizações podem ser assinadas digitalmente.
  34. 34. RELATÓRIOS E INDICADORES
  35. 35. Relatórios e indicadores • Controle automático de vencimentos das licenças, autorizações e condicionantes. • Configuração de relatórios personalizados. • Indicadores e gráficos. • Informações para tomada de decisões.
  36. 36. PORTAL DE ACESSO À INFORMAÇÃO PÚBLICA
  37. 37. Portal de acesso à informação pública • Portal de internet com os dados do sistema. • O público poderá verificar a situação do processo. • O público poderá acessar as licenças e autorizações emitidas. • O público poderá acessar os objetivos.
  38. 38. SERVIÇOS DISPONIBILIZADOS
  39. 39. Serviços • Serviços disponibilizados: – Disponibilização do E-tramite, sistema de gestão de processos como serviço. – Hospedagem do sistema. – Garantia de disponibilidade e segurança da informação. – Atualizações. – 1 Usuário Administrador.
  40. 40. Serviços • Helpdesk em horário comercial de Cuiabá-MT: – Atendimento telefônico. – Atendimento via internet. – Auxílio na configuração do sistema. – Auxílio ao usuário. – Disponibilização de vídeos aula e manuais.
  41. 41. IMPLANTAÇÃO
  42. 42. Implantação • Serviços prestados para implantação: – Configuração junto ao cliente de todo o sistema constituindo: • Configuração de usuários e seus direitos. • Configuração de objetivo. • Configuração de documentos emitidos. • Configuração de relatórios personalizados. – Treinamento dos multiplicadores no sistema que, serão funcionários do próprio órgão.
  43. 43. WWW.TECNOMAPAS.COM.BR

×