Cronograma final 13maio

869 views

Published on

0 Comments
1 Like
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total views
869
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
5
Actions
Shares
0
Downloads
6
Comments
0
Likes
1
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Cronograma final 13maio

  1. 1. Redescobrindo os aplicativos na web 2.0 O assunto deste encontro é a web 2.0 Será que nós realmente sabemos o que significa este termo? Quais são as suas aplicações? Será que nossos alunos já estão inseridos nesse novo mundo da web? E nós? Como fazer uso dessa ferramenta no processo de ensino-aprendizagem?
  2. 2. CRONOGRAMA – WEB 2.0 - Apresentação da Proposta (30min.); No grupo grande (auditório), apresentar a intenção da elaboração em grupo de um projeto de 32h para cadastro no cad projetos e sugestão para possível recorte (na DE) para adaptação do material para formato de Orientação Técnica de 8h. - Apresentação do vídeo ―The Machine is Us(Ing) Us‖1 (30min.); Colocamos no telão o vídeo supracitado e em seguida abrimos para uma breve discussão sobre o tema web 2.0, questionando, por exemplo, se o vídeo serviu para auxiliar a esclarecer um pouco mais sobre o tema, se houve algum “insight” sobre como essa tecnologia pode ser utilizada a favor da educação ou se alguém do grupo já trabalha algum tipo de Oficina/OT semelhante com seus professores da ETI. - Apresentação Multimídia ―O que é a web 2.0? (30min.); Colocamos os slides referentes a web 2.0 no telão e após sua apresentação iniciamos uma discussão mais ampla sobre o conceito web 2.0, seus aplicativos e suas possibilidades de aplicação na área da Educação. CAFÉ Atividade 1 – Exploração dos Módulos (60min.); Apresentação do organograma da oficina (Projeto a ser elaborado) e organização dos grupos (dois grupos grandes – um para cada sala, que se dividirão em quatro sub-grupos – um para cada módulo, onde serão divididos os aplicativos a serem explorados). Em seguida, os grupos pesquisam na Internet as ferramentas referentes a cada um dos módulos e produzem uma apresentação multimídia contendo o resultado da exploração para posterior socialização. 1. O vídeo foi feito pelo Lidec (Laboratório de Inclusão Digital e Educação Comunitária - http://www.lidec.futuro.usp.br) da Escola do Futuro da USP (http://www.futuro.usp.br) e produzido por Dani Matielo (dani.matielo at gmail.com) e Vivian Pereira (viviangper at gmail.com).
  3. 3. CRONOGRAMA – WEB 2.0 Atividade 2 – Socialização do material Produzido (60min.); Cada grupo apresenta na sua sala. As apresentações serão disponibilizadas no slideshare para posterior análise e avaliação. ALMOÇO Atividade 3 – Elaboração da Proposta do Projeto (120min.); Serão apresentados os itens comuns a cada grupo, como: justificativa, objetivos, carga horária total (32h), por módulo (8h) e metas. Mantendo a organização inicial, os grupos deverão analisar a proposta e realizar as alterações/contribuições necessárias. Após realizadas as alterações no documento inicial, os grupos deverão elaborar os procedimentos metodológicos (roteiro de atividades) e demais itens referentes ao módulo explorado. As colaborações serão posteriormente compiladas em um único documento que deverá ser socializado na sala para eventuais alterações e em seguida apresentado para a outra sala. A idéia é, ao final da atividade, apresentar uma única proposta de projeto a ser analisado pelos responsáveis pelo cad projetos. CAFÉ
  4. 4. "Web 2.0 é a mudança para uma Internet como plataforma, e um entendimento das regras para obter sucesso nesta nova plataforma. Entre outras, a regra mais importante é desenvolver aplicativos que aproveitem os efeitos de rede para se tornarem melhores quanto mais são usados pelas pessoas, aproveitando a Inteligência Coletiva" — Tim O'Reilly
  5. 5. O QUE É A WEB 2.0? A WEB 2.0 É A INTERNET VIVA! - É a segunda geração da World Wide Web; - Conceito de troca de informações; - Ambientes on-line se tornam mais dinâmicos; - Usuários colaboram com a organização do conteúdo; - Sistema e conteúdo mais ricos.
  6. 6. O QUE É A WEB 2.0? O TERMO WEB 2.0 - Surge em 2004 durante uma brainstorm; - Foi utilizado para nomear uma conferência; - Criado pela O’Reilly Media e pela MediaLive International; - Significa uma série de conceitos agrupados.
  7. 7. REGRAS DA WEB 2.0 A WEB COMO PLATAFOMA - Sites deixam de ser estáticos; - Sites tornan-se verdadeiros aplicativos; - Funcionalidades dos sites são muito mais poderosas; - Integração mais eficiente com a interface no cliente.
  8. 8. REGRAS DA WEB 2.0 BETA ETERNO - Nunca chegar a versão ―final‖ ; - Aplicativo em rede – feedback constante dos usuários; - Evolução sem fim.
  9. 9. REGRAS DA WEB 2.0 REDES SOCIAIS - Sites que formam e catalisam comunidades; (Orkut, Facebook, MySpace entre outros); - Evolução das antigas redes de relacionamento; (BBS, chat, fóruns etc.) - Aceleração do número de usuários; - Maior riqueza de conceito; - Sofisticação tecnológica dos ―sites aplicativos‖ ; - Aumento da base instalada de banda larga.
  10. 10. REGRAS DA WEB 2.0 FLEXIBILIDADE NO CONTEÚDO - Conteúdo dinâmico; - Publicação muito mais flexível; (tanto por editores profissionais como pelos próprios usuários) - Ferramentas de publicação multi-plataforma - Próprio usuário gera e classifica conteúdo; (Como no YouTube, por exemplo) - Usuário pode editar o conteúdo. (As Wikis são talvez a forma mais extrema de edição colaborativa, onde qualquer pessoa teoricamente qualificada pode melhorar a qualidade de determinado conteúdo – ex. Wikipedia)
  11. 11. REGRAS DA WEB 2.0 TAGS – ETIQUETAMENTO -Uma das funções mais importantes da Web 2.0; -Facilitam a busca da informação; -Taxonomia ―invertida‖. (conteúdos se auto-classificam em categorias definidas, como no site del.icio.us, por exemplo)
  12. 12. CARACTERÍSTICAS DA WEB 2.0 COLABORAÇÃO Na web 2.0 o usuário é que faz o conteúdo do site. Um bom exemplo é Flickr, site de compartilhamento de fotos em que o usuário disponibiliza e organiza suas fotos online.
  13. 13. CARACTERÍSTICAS DA WEB 2.0 PERSONALIZAÇÃO O usuário vê o conteúdo que quer, do jeito que quer. Um novo conceito de home page foi criado na web 2.0: a home page pessoal. Em sites como Google.com/ig, netvibes.com e live.com é possível criar a sua própria home page com o conteúdo que você quiser, através de RSS. Essas home pages são totalmente personalizaveis. A idéia é dar ao usuário toda a possibilidade de personalização do conteúdo para que este seja realmente relevante para aquela pessoa.
  14. 14. CARACTERÍSTICAS DA WEB 2.0 REMIX o usuário pode mudar o conteúdo e republicá-lo. Sites como a Wikipedia dão a possibilidade do usuário copiar a informação e reutilizá-la como quiser. Para isso foram criadas outras formas de direitos autorais, como a Common Creatives, que flexibiliza os direitos autorais permitindo que o usuário reutilize o conteúdo do site.
  15. 15. CARACTERÍSTICAS DA WEB 2.0 AVALIAÇÃO o usuário decide o que é melhor Sites como a Amazon, Submarino e Mercado Livre utilizam a colaboração do usuário para definir o que é melhor no seu conteúdo. Na web 2.0 este conceito pode ser radicalizado como em sites de notícia em que só aparecem as noticias bem avaliadas pelos usuários (exemplo digg.com). A maior qualidade deste conceito é elevar o grau de relevância do conteúdo deixando o trabalho para o usuário.
  16. 16. CARACTERÍSTICAS DA WEB 2.0 CONFIANÇA Confiança total no usuário O conceito é o mesmo do software livre: se há muitas pessoas olhando, todos os erros são corrigidos facilmente. Comunidades que se auto-moderam, através da participação dos usuários indicando ao sistema qual usuário não deve mais participar da comunidade é outro exemplo. A web 2.0 dá entender que o usuário é confiável, sempre.
  17. 17. O QUE MUDOU COM A WEB 2.0 ? WEB 1.0 WEB 2.0 Produção de Conteúdo Produção de Conteúdo CENTRALIZADA DESCENTRALIZADA TAXONOMIA FOLKSONOMIA Rede de Computadores Rede + Plataforma Complexidade Simplicidade
  18. 18. PRINCIPAIS TERMOS DA WEB 2.0 GLOSSÁRIO AdSense: Um plano de publicidade do Google que ajuda criadores de sites, entre os quais blogs, a ganhar dinheiro com seu trabalho. Tornou-se a mais importante fonte de receita para as empresas Web 2.0. Ao lado dos resultados de busca, o Google oferece anúncios relevantes para o conteúdo de um site, gerando receita para o site a cada vez que o anúncio for clicado Ajax: Um pacote amplo de tecnologias usado a fim de criar aplicativos interativos para a web. A Microsoft foi uma das primeiras empresas a explorar a tecnologia, mas a adoção da técnica pelo Google, para serviços como mapas on-line, mais recente e entusiástica, é que fez do Ajax (abreviação de "JavaScript e XML assíncrono") uma das ferramentas mais quentes entre os criadores de sites e serviços na web
  19. 19. PRINCIPAIS TERMOS DA WEB 2.0 GLOSSÁRIO Mash-ups: Serviços criados pela combinação de dois diferentes aplicativos para a internet. Por exemplo, misturar um site de mapas on-line com um serviço de anúncios de imóveis para apresentar um recurso unificado de localização de casas que estão à venda RSS: Abreviação de "really simple syndication" [distribuição realmente simples], é uma maneira de distribuir informação por meio da internet que se tornou uma poderosa combinação de tecnologias "pull" --com as quais o usuário da web solicita as informações que deseja-- e tecnologias "push" --com as quais informações são enviadas a um usuário automaticamente. O visitante de um site que funcione com RSS pode solicitar que as atualizações lhe sejam enviadas (processo conhecido como "assinando um feed"). O presidente do conselho da Microsoft, Bill Gates, classificou o sistema RSS como uma tecnologia essencial 18 meses atrás, e determinou que fosse incluída no software produzido por seu grupo
  20. 20. PRINCIPAIS TERMOS DA WEB 2.0 GLOSSÁRIO Tagging [rotulação]: Uma versão Web 2.0 das listas de sites preferidos, oferecendo aos usuários uma maneira de vincular palavras-chaves a palavras ou imagens que consideram interessantes na internet, ajudando a categorizá-las e a facilitar sua obtenção por outros usuários. O efeito colaborativo de muitos milhares de usuários é um dos pontos centrais de sites como o del.icio.us e o flickr.com. O uso on-line de tagging é classificado também como "folksonomy", já que cria uma distribuição classificada, ou taxonomia, de conteúdo na web, reforçando sua utilidade Wikis: Páginas comunitárias na internet que podem ser alteradas por todos os usuários que têm direitos de acesso. Usadas na internet pública, essas páginas comunitárias geraram fenômenos como a Wikipedia, que é uma enciclopédia on-line escrita por leitores. Usadas em empresas, as wikis estão se tornando uma maneira fácil de trocar idéias para um grupo de trabalhadores
  21. 21. O QUE PENSAR DA WEB 2.0 ? CONCLUSÃO Enfim, Web 2.0 é “Internet Inteligente”, que busca resultados concretos em vez de desperdiçar dinheiro. É entender que a Internet é um meio que tem a sua própria linguagem e seus próprios modelos, diferentes dos modelos convencionais onde não há interatividade e relacionamento entre as pessoas. “A Web 2.0 é Internet feita de gente”. [Webinsider]
  22. 22. SITES PESQUISADOS REFERENCIAS http://www1.folha.uol.com.br/folha/informatica/ult124u20173.shtml http://pt.wikipedia.org/wiki/Web_2.0 http://webinsider.uol.com.br/index.php/2006/10/30/o-que-e-web-20/ http://webinsider.uol.com.br/index.php/2006/11/16/o-que-e-web-20-workshop-webinsider- vai-discutir/ http://www.slideshare.net/erionline/o-que-web-20

×