Successfully reported this slideshow.
We use your LinkedIn profile and activity data to personalize ads and to show you more relevant ads. You can change your ad preferences anytime.

TDC2016SP - Trilha Arquitetura Empresarial

306 views

Published on

Arquitetura Corporativa no Governo: A Iniciativa do FACIN - Framework de Arquitetura Corporativa para Apoio à Governança e Interoperabilidade

Published in: Education
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

TDC2016SP - Trilha Arquitetura Empresarial

  1. 1. Globalcode – Open4education Trilha – Arquitetura Empresarial Marcus Vinicius da Costa SERPRO – Serviço Federal de Processamento de Dados Arquitetura ePING de Interoperabilidade Governo Digital - Brasil
  2. 2. Globalcode – Open4education Trilha Arquitetura Empresarial: Arquitetando Negócios e TI para a Efetiva Transformação Organizacional O FACIN e os Desafios da Interoperabilidade Julho/2016
  3. 3. Globalcode – Open4education Agenda A Integração Transversal O Padrão MGD para integração de Dados e Processos A Governança O Framework FACIN A Arquitetura ePING
  4. 4. Globalcode – Open4education O Primeiro Desafio: A Integração Macroprocesso de Planejamento, Orçamento e Finanças Fonte: Documento de Referencia (versão 14, de 26/03/2009)
  5. 5. Globalcode – Open4education  Fragmentação dos sistemas de informação do Governo (urgência).  Sistemas de informação não apóiam adequadamente o processo decisório:  Desconhecimento ou aplicação de padrões para troca de informações (ePING);  Demanda não estruturada de informação para apoio à decisão;  Abordagem centralizada dos sistemas estruturantes sem incorporação das necessidades dos órgãos setoriais:  Proliferação de subsistemas setoriais com baixa integração com os sistemas estruturantes.  Os sistemas de informações não apóiam satisfatoriamente a implementação de ações de governo no âmbito do Ciclo Planejamento, Orçamento e Finanças:  Problemas de qualidade de dados:  Dificuldade em efetuar o cruzamento de informações entre os Sistemas Estruturantes de Governo. Fonte: Documento de Referencia (versão 14, de 26/03/2009) O Primeiro Desafio: A Integração Macroprocesso de Planejamento, Orçamento e Finanças
  6. 6. Globalcode – Open4education  Fragmentação dos sistemas de informação do Governo (urgência).  Sistemas de informação não apóiam adequadamente o processo decisório:  Desconhecimento ou aplicação de padrões para troca de informações (ePING);  Demanda não estruturada de informação para apoio à decisão;  Abordagem centralizada dos sistemas estruturantes sem incorporação das necessidades dos órgãos setoriais:  Proliferação de subsistemas setoriais com baixa integração com os sistemas estruturantes.  Os sistemas de informações não apóiam satisfatoriamente a implementação de ações de governo no âmbito do Ciclo Planejamento, Orçamento e Finanças:  Problemas de qualidade de dados:  Dificuldade em efetuar o cruzamento de informações entre os Sistemas Estruturantes de Governo. Fonte: Documento de Referencia (versão 14, de 26/03/2009) O Primeiro Desafio: A Integração Macroprocesso de Planejamento, Orçamento e Finanças Urgência versus Importância
  7. 7. Globalcode – Open4education MP ... SUNMP MF ... SUNAF Modelos Corporativos de Dados – documentados ou não A Iniciativa Modelo Global de Dados (MGD) Macroprocesso de Planejamento, Orçamento e Finanças
  8. 8. Globalcode – Open4education MP ... ... SUNMP MF SUNAF Modelos Corporativos de Dados – documentados ou não Modelo Global de Dados A Iniciativa Modelo Global de Dados (MGD) Macroprocesso de Planejamento, Orçamento e Finanças
  9. 9. Globalcode – Open4education MP ... ... SUNMP MF SUNAF Modelos Corporativos de Dados – documentados ou não Modelo Global de Dados Visão de Negócios A Iniciativa Modelo Global de Dados (MGD) Macroprocesso de Planejamento, Orçamento e Finanças
  10. 10. Globalcode – Open4education  Momento 1: Validação Serpro  Momento 2: Validação pelos Envolvidos  Momento 3: Refinamento  Momento 4: Integração de Contextos  Momento 5: Visão de Negócio Fonte:Modelo Global de Dados http://modeloglobaldados.serpro.gov.br/ A Iniciativa Modelo Global de Dados (MGD) Macroprocesso de Planejamento, Orçamento e Finanças
  11. 11. Globalcode – Open4education ... ... SUNMP SUNAF Modelos Corporativos de Dados – documentados ou não Modelo Global de Dados Visão de Negócios A Expansão da Iniciativa Modelo Global de Dados (MGD) Macroprocesso de Planejamento, Orçamento e Finanças
  12. 12. Globalcode – Open4education MP ... ... SUNMP MF SUNAF Modelos Corporativos de Dados – documentados ou não Modelo Global de Dados ... ... ... ... SUNFJ* SUNAC * Atende também: AGU; CGU; CSJT; CVM; e SUSEP ... ... ... ... SUNCE Outros Outros Visão de Negócios A Expansão da Iniciativa Modelo Global de Dados (MGD) Macroprocesso de Planejamento, Orçamento e Finanças
  13. 13. Globalcode – Open4education A interoperabilidade pode ser entendida como uma característica que se refere à capacidade de diversos sistemas e organizações trabalharem em conjunto (interoperar) de modo a garantir que pessoas, organizações e sistemas computacionais interajam para trocar informações de maneira eficaz e eficiente. Fonte:Documento de Referencia ePING 2016 A Interoperabilidade
  14. 14. Globalcode – Open4education A interoperabilidade pode ser entendida como uma característica que se refere à capacidade de diversos sistemas e organizações trabalharem em conjunto (interoperar) de modo a garantir que pessoas, organizações e sistemas computacionais interajam para trocar informações de maneira eficaz e eficiente. Fonte:Documento de Referencia ePING 2016 A Interoperabilidade
  15. 15. Globalcode – Open4education As Dimensões da Interoperabilidade
  16. 16. Globalcode – Open4education O que nos impede de Interoperar O Segundo Desafio: A Governança
  17. 17. Globalcode – Open4education O Segundo Desafio: A Governança
  18. 18. Globalcode – Open4education Se... Nos últimos anos as Consultas Publicas da ePING não tem recebido questionamentos quanto aos padrões referenciados. As soluções de TI apresentadas pelos diversos Órgãos de Governo, mesmo sem declarar, estão utilizando os padrões referenciados na ePING. Os Órgãos de Governo atuam no sentido da urgência e não da importância. O Segundo Desafio: A Governança
  19. 19. Globalcode – Open4education A Interoperabilidade dos serviços eletrônicos e a integração no Governo é possível. É preciso orquestrar os envolvidos, a gestão. Estamos falando de Governança. Então... O Segundo Desafio: A Governança
  20. 20. Globalcode – Open4education Geração de Insumos Marcus Vincicius (SERPRO) ago/2014 – nov/2014 I Fórum Agosto/2014 A Iniciativa
  21. 21. Globalcode – Open4education Alinhar Conceitos de Governança e Gestão Alexandre Coutinho (SERPRO) set/2014 – nov/2014 IBGC TCU IBGP DAMA A Iniciativa
  22. 22. Globalcode – Open4education Alinhar Conceitos de Governança e Gestão Alexandre Coutinho (SERPRO) set/2014 – nov/2014 Identificar Ações Relacionadas a Gestão e Governança Ana Paula Melo (SLTI/MPOG set/2014 – jul/2015 Governo de Sergipe Governo de Minas Gerais TCU Academia Sociedade Civil Prefeitura de Niterói SLTI/MPOG MDIC INDA Startup A Iniciativa
  23. 23. Globalcode – Open4education Alinhar Conceitos de Governança e Gestão Alexandre Coutinho (SERPRO) set/2014 – nov/2014 Alinhar Princípios e Iniciativas Guttenber Passos (PRODEMG) dez/2014 – jul/2015 IBGC IBGP TCU Oficinas Identificar Ações Relacionadas a Gestão e Governança Ana Paula Melo (SLTI/MPOG set/2014 – jul/2015 A Iniciativa
  24. 24. Globalcode – Open4education Alinhar Conceitos de Governança e Gestão Alexandre Coutinho (SERPRO) set/2014 – nov/2014 Alinhar Arquitetura Alexandre Coutinho (SERPRO) dez/2014 – jul/2015 The Open Group ABNT TCU Alinhar Princípios e Iniciativas Guttenber Passos (PRODEMG) dez/2014 – jul/2015 Identificar Ações Relacionadas a Gestão e Governança Ana Paula Melo (SLTI/MPOG set/2014 – jul/2015 A Iniciativa
  25. 25. Globalcode – Open4education II Fórum Agosto/2015 Alinhar Conceitos de Governança e Gestão Alexandre Coutinho (SERPRO) set/2014 – nov/2014 Alinhar Arquitetura Alexandre Coutinho (SERPRO) dez/2014 – jul/2015 Alinhar Princípios e Iniciativas Guttenber Passos (PRODEMG) dez/2014 – jul/2015 Identificar Ações Relacionadas a Gestão e Governança Ana Paula Melo (SLTI/MPOG set/2014 – jul/2015 A Iniciativa
  26. 26. Globalcode – Open4education Elaborar Modelo de Referência Herbert Garcia (TRF-RJ) dez/2014 – nov/2015 III Fórum Novembro/2015 A Iniciativa
  27. 27. Globalcode – Open4education A Iniciativa
  28. 28. Globalcode – Open4education “O Framework de Arquitetura Corporativa para Interoperabilidade no Apoio à Governança (FACIN) tem por objetivo construir uma visão consistente dos modelos de representação das capacidades de cada organização governamental. Por meio do estabelecimento da Arquitetura Corporativa e de Padrões de Interoperabilidade, o FACIN apoiará a Estratégia de Governança Digital Brasileira, ampliando a colaboração entre as organizações do Governo Federal e melhorando a eficiência dos serviços de governo eletrônico para a sociedade (cidadãos, governos, organizações e empresas). Como padrão o FACIN atuará como uma referência para os diversos órgãos da Administração Pública Federal”. Framework de Arquitetura Corporativa para Interoperabilidade no Apoio à Governança – FACIN / Brasil, 2015. O Framework
  29. 29. Globalcode – Open4education O Framework
  30. 30. Globalcode – Open4education As Visões do Framework e suas Capacidades
  31. 31. Globalcode – Open4education Visão, Missão, Valores, Objetivos Estratégicos e Políticas As Visões do Framework e suas Capacidades
  32. 32. Globalcode – Open4education As Visões do Framework e suas Capacidades
  33. 33. Globalcode – Open4education Controles e verificações relacionados à normas internas e legislações As Visões do Framework e suas Capacidades
  34. 34. Globalcode – Open4education As Visões do Framework e suas Capacidades
  35. 35. Globalcode – Open4education Clientes, pessoas, serviços, produtos e processos As Visões do Framework e suas Capacidades
  36. 36. Globalcode – Open4education As Visões do Framework e suas Capacidades
  37. 37. Globalcode – Open4education Relacionamentos entre os dados interna e externamente As Visões do Framework e suas Capacidades
  38. 38. Globalcode – Open4education As Visões do Framework e suas Capacidades
  39. 39. Globalcode – Open4education Soluções para produção, armazenamento, transmissão, acesso, segurança, uso e intercambio de informações As Visões do Framework e suas Capacidades
  40. 40. Globalcode – Open4education As Visões do Framework e suas Capacidades
  41. 41. Globalcode – Open4education Estrutura física e tecnológica necessárias a execução das soluções As Visões do Framework e suas Capacidades
  42. 42. Globalcode – Open4education As Visões do Framework e suas Capacidades
  43. 43. Globalcode – Open4education Requisitos necessários à segurança da Organização (processos, dados, infraestrutura etc) As Visões do Framework e suas Capacidades
  44. 44. Globalcode – Open4education As Visões do Framework e suas Capacidades
  45. 45. Globalcode – Open4education As Visões do Framework e suas Capacidades
  46. 46. Globalcode – Open4education Relações entre projetos e destes com os objetivos estratégicos As Visões do Framework e suas Capacidades
  47. 47. Globalcode – Open4education As Visões do Framework e suas Capacidades
  48. 48. Globalcode – Open4education Perfis das Partes Envolvidas – Sociedade (cidadãos, organizações publicas, privadas e outras) As Visões do Framework e suas Capacidades
  49. 49. Globalcode – Open4education As Visões do Framework e suas Capacidades
  50. 50. Globalcode – Open4education Especificações Técnicas nacionais, internacionais e obrigatórias pelo Governo Brasileiro As Visões do Framework e suas Capacidades
  51. 51. Globalcode – Open4education O que se pretende com o Programa de Governo Eletrônico brasileiro é a transformação das relações do Governo com os cidadãos, empresas e também entre os órgãos do próprio governo de forma a aprimorar a qualidade dos serviços prestados; promover a interação com empresas e indústrias; e fortalecer a participação cidadã por meio do acesso a informação e a uma administração mais eficiente. Governo Eletrônico Como Chegamos
  52. 52. Globalcode – Open4education Estabelece a utilização ou construção de especificações técnicas para sustentar o intercâmbio de informações em áreas transversais da atuação governamental, cuja padronização seja relevante para a interoperabilidade de serviços de Governo Eletrônico, tais como Dados e Processos; Informações Contábeis, Geográficas, Estatísticas e de Desempenho; e Dados Abertos e Dados Espaciais; entre outros. Define um conjunto mínimo de premissas, políticas e especificações técnicas que regulamentam a utilização da Tecnologia de Informação e Comunicação (TIC) na interoperabilidade de serviços de Governo Eletrônico, estabelecendo as condições de interação com os demais Poderes e esferas de governo e com a sociedade em geral. Arquitetura de Interoperabilidade O Segmento Áreas de Integração
  53. 53. Globalcode – Open4education Governança Corporativa Modelo de Arquitetura para o Governo INDE Infraestruturapara DadosEspaciais INDA Infraestruturapara DadosAbertos ABEP Integração entre Estados e Municípios com o Governo Federal ODS Open Data Services BPM Processos MGD Integração de Dados e Processos LeXML Troca de Informações Jurídicas e Legislativas StatML Troca de Informações Planejamento XBRL Troca de Informações Financeiras SDMX Troca de Informações Estatísticas Temas/Grupos de Trabalho O Segmento Áreas de Integração
  54. 54. Globalcode – Open4education Modelo Global de Dados (MGD) Padrão ePING em 2010 Framework de Arquitetura Corporativa para Interoperabilidade no Apoio à Governança (FACIN) Padrão ePING em 2017 Como Chegamos
  55. 55. Globalcode – Open4education Blog da Comunidade – Artigos Portal do SISP – Padrões e GT Grupo Comunidade – Debates dos GT Página da Comunidade – Compartilhamento Conhecimento Portal Participa – Consulta Pública FACIN Canal Comunidade – Vídeos Onde Estamos
  56. 56. Globalcode – Open4education
  57. 57. Serviço Federal de Processamento de Dados - Serpro Edifício Sede: SGAN 601 - Módulo V - CEP 70836-900 Fone: (61) 2021-8000 - Brasília DF www.serpro.gov.br
  58. 58. Globalcode – Open4education Trilha – Arquitetura Empresarial Marcus Vinicius da Costa SERPRO – Serviço Federal de Processamento de Dados Arquitetura ePING de Interoperabilidade Governo Digital - Brasil

×