Informações Implícitas

37,430 views

Published on

0 Comments
4 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total views
37,430
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
105
Actions
Shares
0
Downloads
400
Comments
0
Likes
4
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Informações Implícitas

  1. 1. INFORMAÇÕES IMPLÍCITAS Comunicação e Expressão Verbal II Prof. Taïs Bressane
  2. 2. Linguagem e comunicação <ul><li>A comunicação linguística é sempre motivada pela interação social em que acontece e não existe fora de um contexto particular. </li></ul><ul><li>Sempre que produzimos ou interpretamos um enunciado, nos valemos de conhecimentos e informações que vão além do significado das expressões constantes nas frases que formam o enunciado. </li></ul><ul><li>A frase “ Passe muito bem !”, por exemplo, pode adquirir significados totalmente diferentes dependendo do contexto em que for empregada. </li></ul><ul><li>.  </li></ul>
  3. 3. Pragmática: objeto de estudo Nossas escolhas de linguagem são reguladas pelo conhecimento de regras e princípios da língua em situação de uso, que estão para além do conhecimento gramatical. Esses princípios reguladores da atividade verbal são o objeto de estudo da Pragmática, uma área da Linguística, nascida a partir de estudos de filósofos da linguagem. A Pragmática, portanto, tem por objetivo estudar a relação existente entre as línguas enquanto sistemas formais e a sua atualização em situações de uso. 
  4. 4. Pragmática: fatores de contexto <ul><li>Os significados pragmáticos surgem de fatores linguísticos ou não linguísticos, envolvidos na situação de produção dos enunciados, como: </li></ul><ul><ul><li>o que é dito, o modo como é dito e a intenção com que é dito; </li></ul></ul><ul><ul><li>o posicionamento físico; </li></ul></ul><ul><ul><li>os papéis sociais, as identidades, as atitudes, os comportamentos e crenças dos participantes; </li></ul></ul><ul><ul><li>a relação entre os participantes; </li></ul></ul><ul><ul><li>a localização espacial e temporal dos participantes. </li></ul></ul><ul><li>Esses fatores dependem, portanto, do contexto de situação e do contexto de cultura em que a interação acontece </li></ul>
  5. 5. Informações Implícitas As informações implícitas são percebidas não pelo significado das expressões usadas nas frases, mas por dados do contexto em que a interação acontece. Essas informações podem ficar marcadas gramaticalmente nas frases ou apenas sugeridas pela situação. Essa distinção marca dois tipos de enunciados implícitos: pressupostos e subentendidos
  6. 6. Pressupostos <ul><li>Os pressupostos, embora tragam informações implícitas, são marcados lexicalmente na frase . </li></ul><ul><li>As informações implícitas decorrem de palavras ou expressões contidas na frase, verdadeiras ou admitidas como tal – são os marcadores de pressuposição . </li></ul>
  7. 7. Marcadores de pressupostos <ul><li>Adjetivos: </li></ul><ul><li>André é o meu filho mais esperto . </li></ul><ul><li>Verbos que indicam mudança ou permanência de estado: </li></ul><ul><li>Renato continua emagrecendo. </li></ul><ul><li>Advérbios: </li></ul><ul><li>A produção agropecuária está totalmente nas mãos dos brasileiros. </li></ul>
  8. 8. Marcadores de pressupostos <ul><li>orações adjetivas: </li></ul><ul><li>Os brasileiros, que não se importam com a coletividade , só se preocupam com o seu bem-estar e, por isso, jogam lixo na rua, fecham os cruzamentos, etc. </li></ul><ul><li>conjunções: </li></ul><ul><li>Freqüentei a Universidade, mas aprendi bastante </li></ul>
  9. 9. Subentendidos <ul><li>Os subentendidos são insinuações não marcadas lexicalmente. São produzidos durante a interação, por conhecimentos partilhados entre os participantes. </li></ul><ul><li>As informações não são ditas, mas apenas sugeridas, como na frase: </li></ul><ul><li>“ O mérito e a capacidade não são sempre levados em conta.” </li></ul><ul><li>quando dirigida a uma pessoa que tenha acabado de receber uma promoção. </li></ul>
  10. 10. Pressupostos e subentendidos em textos multimodais Fonte: Josué Marcos de Oliveira Brazil Pressuposto, subentendido e ironia no texto publicitário de outdoor, in COMU – Revista Acadêmica do Departamento de Comunicação Social da Unitau, http://www.csonlineunitau.com.br/comu/artigo10.html
  11. 11. Pressupostos e subentendidos em textos multimodais &quot;Ninguém resiste a lábios hidratados. Nem você&quot; &quot;Agora a beleza está em suas mãos&quot; Fonte: Neusa Fumie Nishida A Responsabilidade Social na Propaganda Feminina, acessado em: http://www.comtexto.com.br/2convicomartigoNeusaNishida.htm
  12. 12. Considerações finais <ul><li>O falante/escritor não pode negar que tenha querido transmitir a informação expressa pelo pressuposto , mas pode negar que tenha desejado transmitir a informação expressa pelo subentendido . </li></ul><ul><li>Extraído e adaptado de “Lições de Texto”, Platão e Fiorin, ed. ática, 2003. </li></ul>

×