Successfully reported this slideshow.
We use your LinkedIn profile and activity data to personalize ads and to show you more relevant ads. You can change your ad preferences anytime.

Saúde mental folder

2,381 views

Published on

  • Be the first to comment

Saúde mental folder

  1. 1. REFORMA PSIQUIÁTRICA NO BRASIL Segundo a OMS:  Saúde é um estado completo de bem estar físico, mental e social e não somente ausência de afecções e enfermidades.  Saúde Mental – estado de bem estar em que o indivíduo tem percepção do seu potencial, consegue lidar com o stress do dia -a- dia, trabalhar de forma produtiva e contribuir para sua comunidade.  Ocorre com a chegada da família real em 1808, constituindo o marco inicial da aplicação de práticas interventivas. Caracterizado por críticas à:  Hospitalização;  Estigmatização do doente;  Hegemonia da rede privada. REFORMA PSIQUIÁTRICA NO BRASIL e o SUS Década de 80/90- lei 8080/90- criação do SUS:  Saúde como Dever do Estado e Direito de Todos. Princípios do SUS  Acesso Universal;  Integralidade das Ações;  Equidade;  Descentralização;  Controle Social. REFORMA PSIQUIÁTRICA NO BRASIL  Criação de uma política de saúde mental no combate à cultura hospitalêmica e à institucionalização;  Em 1987- I Conferência Nacional de Saúde Mental - 2º Encontro de Trabalhadores em Saúde Mental. “Por uma sociedade sem manicômios”. Lei – 89 - Dispõe acerca de:  Extinção progressiva dos manicômios;  Criação de recursos assistenciais substitutivos;  Regulamentação da internação compulsória. - Movimento da Luta antimanicomial –  18 de maio houve a superação do manicômio - Estrutura física/ideológica;  Tendo como principal objetivo da reinserção social: o exercício da cidadania vendo o deficiente mental como um “ ATOR SOCIAL”. Lei Paulo Delgado – sancionada em 2001/ LEI FEDERAL 10.216  Redireciona a assistência em saúde mental;  Dispõe sobre a proteção e direitos das pessoas com transtornos mentais. SAÚDE MENTAL NA ATENÇÃO BÁSICA 1. Saúde Mental no NASF  Ampliação e Qualificação do cuidado às pessoas com transtornos mentais nos serviços, com base no território. - Política Nacional de Saúde Mental –  Redução gradual e planejada de leitos em hospitais psiquiátricos;  Implantação e Implementação de uma rede diversificada de serviços de saúde mental de base comunitária eficaz. SAÚDE MENTAL NA ATENÇÃO PRIMÁRIA 2. Diretrizes  Apoio Matricial – é um arranjo técnico – assistencial que visa a ampliação da clínica das equipes de Saúde da Família, com a construção de vínculos entre profissionais e usuários. 3. Situação de Riscos e Definição de Prioridades  Suspeita de maus tratos e abuso sexual de crianças e adolescentes;  Uso de medicação por longo período sem avaliação médica;  Problemas graves relacionados ao abuso de álcool e outras drogas. 4. Responsabilidades NASF – Equipes de Saúde da Família relativas à Saúde Mental  Responsabilidade pelo cuidado aos usuários de saúde mental do território;  Romper com a lógica do encaminhamento. 5. Articulação com a Rede de Serviços de Saúde Mental  Articulação com os serviços especializados, principalmente com os Caps, organiza o fluxo de atendimento e o processo de trabalho de modo a tornar horizontais as especialidades e permitir que permeiem toda a atuação das equipes de saúde. - CENTROS DE ATENÇÃO PSICOSSOCIAL – O que é um CAPS?  Serviço de saúde aberto e comunitário do SUS;  Lugar de referência e tratamento para pessoas que sofrem com transtornos mentais, psicoses, neuroses graves. Visão  Prestar atendimento em regime de atenção diária. Estratégia  Direcionamento local das políticas e programas de saúde mental. Quando surgem os CAPS?  Março 1986 em São Paulo: Centro de Atenção Psicossocial Professor Luiz da Rocha Cerqueira.
  2. 2. Missão  Dar atendimento diuturno às pessoas que sofrem com transtornos mentais severos e persistentes, num dado território, oferecendo cuidados clínicos e reabilitação psicossocial. Quem pode ser atendido no CAPS?  Aquelas que apresentam intenso sofrimento psíquico;  Pessoas com transtornos mentais severos e/ou persistentes;  Pessoas com grave comprometimento psíquico, incluindo transtornos relacionados às substâncias psicoativas (álcool e outras drogas);  Crianças e adolescentes com transtornos mentais. O que os usuários e seus familiares podem esperar do tratamento no CAPS? O CAPS poderá oferecer, conforme as determinações da Portaria GM 336/02:  Atendimento Intensivo: trata-se de atendimento diário, quando a pessoa se encontra com grave sofrimento psíquico. Atendimento pode ser domiciliar, se necessário.  Atendimento Semi-Intensivo: o usuário pode ser atendido até 12 dias no mês. É oferecida quando o sofrimento e a desestruturação psíquica da pessoa diminuíram. Atendimento pode ser domiciliar, se necessário.  Atendimento Não-Intensivo: oferecido quando a pessoa não precisa de suporte contínuo da equipe, podendo ser atendido até 3 dias no mês. Atendimento pode ser domiciliar. Atividades terapêuticas oferecidas  Psicoterapia individual ou em grupo;  Oficinas terapêuticas etc. O que são oficinas terapêuticas? São atividades realizadas em grupo com a presença e orientação de um ou mais profissionais, monitores e/ou estagiários. Tipos de CAPS  CAPS I - São serviços para cidade de pequenos porte que devem dar cobertura para toda clientela com transtornos mentais severos durante o dia (adultos, crianças e adolescentes e pessoas com problemas devido ao uso de álcool e outras drogas);  CAPS II - São serviços para cidade de médio porte e atendem durante o dia a clientela adulta;  CAPS III - São serviços 24horas, geralmente disponíveis em grandes cidades que atendem a clientela adulta;  CAPS ia - São serviços para crianças e adolescentes, em cidades de médio porte, que funcionam durante o dia;  CAPS ad - São serviços para pessoas com problemas pelo álcool ou outras drogas geralmente disponíveis em cidades de médio porte. Funciona durante o dia. Composição do CAPS Todos os tipos são compostos por equipe multiprofissionais, com presença obrigatória de psiquiatra, enfermeiro, psicólogo e assistente social. Objetivos do CAPS  Dar suporte e supervisionar a atenção à saúde mental na rede básica;  Regular a porta de entrada da rede de assistência em saúde mental de sua área;  Prestar atendimento em regime de atenção diária. Programas do governo  Serviço Residencial Terapêutico;  Programa de Volta Para Casa  Leitos de Atenção Integral em Álcool e Outras Drogas. “Somos loucos... Porque o mundo não merece nossa lucidez”.

×