Successfully reported this slideshow.
We use your LinkedIn profile and activity data to personalize ads and to show you more relevant ads. You can change your ad preferences anytime.

As cinco leis da biblioteconomia

Apresentação do resumo do capítulo Gênese do livro "As cinco leis da biblioteconomia" de Ranganathan

  • Login to see the comments

As cinco leis da biblioteconomia

  1. 1. UNIVERSIDADE FEDERAL DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO–UNIRIO Centro de Ciências Humanas e Sociais – CCH Programa de Pós-Graduação em Biblioteconomia – PPGB Mestrado Profissional em Biblioteconomia – MPB Disciplina: Fundamentos da Biblioteconomia Professor: Gustavo Saldanha Aluna: Tatyanne Christina Gonçalves Ferreira Valdez As cinco leis da biblioteconomia Ranganathan
  2. 2. 01 Ingresso na Profissão de Bibliotecário  Início do trabalho como bibliotecário na Universidade de Madras.  Sente-se enfastiado e ocupa-se com a catalogação  O número de leitores que usavam a biblioteca não passavam de dez por dia. 02 Primeira Experiência  Ingressa na Escola de Biblioteconomia do University College, em Londres.  Adquiri experiência bibliotecas.  Obteve liberdade de observar, fazer perguntas e conversar com bibliotecários. teórica e prática trabalhando e visitando
  3. 3. 03 Tendências Bibliotecárias  As bibliotecas encontravam-se em diferentes estágios de desenvolvimento, o que facilita um estudo comparado das práticas bibliotecárias.  Percebeu que havia desconexão nos diversos setores da prática biblioteconômica. Trabalhavam isoladamente. Não havia o trabalho em equipe.  Esses fatores ocultavam a característica de tendências que estivessem surgindo: um agregado de técnicas que não formavam um todo.
  4. 4. 04 Método Cientifico  Será que todos esses agregados empíricos de informações e práticas não seriam redutíveis a um punhado de princípios fundamentais? Séra que não podia adotar, neste caso, o processo indutivo? Não seria possível deduzir, a partir dos princípios fundamentais, todas as práticas conhecidas? Será que os princípios fundamentais não contêm como implicações necessárias, muitas outras práticas que atualmente não são correntes, nem conhecidas? Não se tornarão tais práticas necessárias sempre que condições-limite estabelecidas pela sociedade se modificarem?  Quais são os princípios normativos a que aludem as tendências que se observam nas praticas bibliotecárias e aludem as tendências futuras que atualmente ainda não são muito visíveis?
  5. 5. 05 Enunciado  Despois que volta à Índia, preocupa-se a organizar a biblioteca da universidade de Madras. Classificar e recatalogar; planejar a catalogação de dois pontos e o código para o catálogo sistemático; implanta o acesso livre às estantes; não tinha ajuda no serviço de referência; a publicidade da biblioteca.  Essas tarefas fazia esquecer dos princípios normativos, mas se originaram desses princípios que estavam ocultos. Inversamente, as necessidades impostas por estas tarefas estavam inconscientemente moldando os princípios normativos.  Em 1928, no compartilhamento de suas preocupações, surge a primeira lei: Os livros são para usar. Os enunciados das outras leis surgiram automaticamente.
  6. 6. 06 Divulgação  Teve inicio a divulgação das implicações dessas leis nos diversos setores da prática bibliotecária. Não havia publicação profissional dedicada a área.  Convidado a proferir palestras para professores, as implicações das Cinco Leis da Biblioteconomia são expostas.  Como a plateia era de professores as implicações educacionais das leis eram enfatizadas. Em 1930, através de uma Conferencia pan-asiática de educação participa de uma sessão sobre serviços bibliotecários.  A School of Library Science, fundada em abril de 1929, ensejou a divulgação sistemática das cinco leis a cada ano.
  7. 7. 07 Publicação  A Madras Library Association foi fundada em 1928 com o objetivo de promover a criação de um serviço de bibliotecas de alcance nacional. Realiza um simpósio e publica os anais em 1929.  Em 1930 decide iniciar uma publicação seriada regular “sobre os aspectos técnicos e práticos do trabalho bibliotecário”. Percebeu-se que seria apropriado começar com um volume que apresentasse uma exposição das cinco leis da biblioteconomia, do qual os outros volumes decorressem como consequência necessária.  Assim a primeira edição deste livro, foi publicada em 1931.  O desdobramento as implicações das cinco leis geram 48 livros (alguns publicados pela Madras Library Association, e outros por diversas entidades).
  8. 8. 08 Consequências  Ao longo dos 25 anos desde a primeira edição, surgiram, duas mudanças fundamentais:  Generalização do conceito de “livro”, acentuado nos anos recentes no vocábulo “documentação”  Generalização do termo ‘crescimento”  Além disso, sente a necessidade biblioteconomia é uma ciência?”  Destaca o movimento bibliotecário tem feito grandes avanços em muitos países, inclusive na Índia. Devido a essas mudanças, acrescenta um oitavo capítulo, intitulado “Método científico, biblioteconomia e marcha da digvijaya”. de responder à pergunta “A
  9. 9. Referência RANGANATHAN, S. R. As cinco leis da biblioteconomia. Brasília, DF: Briquet de Lemos, 2009.

×