Successfully reported this slideshow.

Tam Apimec 4 T07 20080410 Port

357 views

Published on

Published in: Technology
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

Tam Apimec 4 T07 20080410 Port

  1. 1. APIMEC – São Paulo 4º trimestre de 2007 São Paulo, 10 de abril de 2008
  2. 2. Aviso - Informações e Projeções Esse material pode conter previsões de eventos futuros.Tais previsões refletem apenas expectativas dos administradores da Companhia, e envolve riscos ou incertezas previstos ou não. A Companhia não se responsabiliza por operações ou decisões de investimento tomadas com base nas informações aqui contidas. Estas previsões estão sujeitas a mudanças sem aviso prévia. Este material foi preparado pela TAM S.A. (quot;TAMquot; ou a quot;Companhiaquot;) e inclui determinadas declarações prospectivas que se baseiam, principalmente, nas atuais expectativas e nas previsões da TAM quanto a acontecimentos futuros e tendências financeiras que atualmente afetam ou poderiam vir a afetar o negócio da TAM, não representando, no entanto, garantias de desempenho no futuro. Elas estão fundamentadas nas expectativas da administração, envolvendo uma série de riscos e incertezas em função dos quais a situação financeira real e os resultados operacionais podem vir a diferir de maneira relevante dos resultados expressos nas declarações prospectivas. A TAM não assume nenhuma obrigação no sentido de atualizar ou revisar publicamente qualquer declaração prospectiva. Esta apresentação é divulgada exclusivamente para efeito de informação e não deve ser interpretada como solicitação ou oferta de compra ou venda de ações ou instrumentos financeiros correlatos. De igual modo, esta apresentação não oferece recomendação referente a investimento e tampouco deve ser considerada como se a oferecesse. Ela não diz respeito a objetivos específicos de investimento, situação financeira ou necessidades particulares de nenhuma pessoa. Tampouco oferece declaração ou garantia, quer expressa, quer implícita, em relação à exatidão, abrangência ou confiabilidade das informações nela contidas. Esta apresentação não deve ser considerada pelos destinatários como elemento que substitua a opção de exercer seu próprio julgamento. Quaisquer opiniões expressas nesta apresentação estão sujeitas a alteração sem aviso e a TAM não têm a obrigação de atualizar e manter em dia as informações nela contidas. 2
  3. 3. 2007 foi um ano com muitos desafios... Alta volatilidade (crise subprime) Macroeconômicos Preços do combustível Indústria de Escassez de aeronaves, assentos, etc Aviação devido ao crescimento do setor Conclusão da dúvida quanto à Varig Empresas Mudanças na estrutura governamental da Aéreas indústria Brasileiras Colapso da BRA Impacto da infra-estrutura operacional TAM Acidente 3
  4. 4. O mercado doméstico cresceu 12% em 2007 e 14% em março de 2008 Mercado Doméstico - Variação (vs ano anterior) 130 125 120 115 Período 110 Atual 105 Período 100 Anterior 95 Crescimento 90 Crescimento do Crescimento do Crescimento do acumulado do mercado - 2005 mercado - 2006 mercado - 2007 85 mercado - 2008 19% 12% 12% 9,4% 80 J F MAM J J A S OND J F MAM J J A S OND J F MAM J J A S OND J F M 2005 2006 2007 2008 Fonte: ANAC 4
  5. 5. Somos líderes do mercado doméstico desde 2003 e fechamos o último mês de março com 51% Market Share Doméstico (RPKs) Market Share Doméstico (RPKs) 48,9% 48,0% 43,5% 35,8% 33,0% 2003 2004 2005 2006 2007 Market Share Doméstico – 1T08 Market Share Doméstico – Mar/08 Market Share Doméstico – 1T08 Market Share Doméstico – Mar/08 TAM TAM 50,6% 51,4% Outros Outros 7.7% 7.2% GOL GOL Varig Varig 38,8% 37,4% 2,9% 3,9% Fonte: ANAC 5
  6. 6. O mercado internacional (pelo lado brasileiro) vem se recuperando e cresceu 39% em Mar/08... Mercado Internacional - Variação (vs ano anterior) Crescimento TAM Crescimento acum 200 2007 TAM 2008 71% 63% Crescimento TAM 180 2006 Crescimento TAM TAM 41% 2005 160 Mercado 40% 140 120 Período 100 Anterior 80 Crescimento do Decréscimo do Crescimento acum do mercado - 2005 Decréscimo do 7% mercado - 2007 mercado - 2006 60 mercado em 2008 30% 5% 52% 40 J F MA M J J A S O ND J F M A M J J A S O N D J F M AM J J A S O ND J F M 2005 2006 2007 2008 Fonte: ANAC 6
  7. 7. ...com maiores chances para empresas brasileiras, devido a desproporção atual dos acordos bilaterais % tráfego internacional 100% 80 53.3% 53.8% 65.0% 71.5% 60 40 46.7% 46.2% Empresas 20 35.0% estrangeiras 28.5% Empresas brasileiras 0 2004 2005 2006 2007* * estimativa 7
  8. 8. Desde julho de 2006 somos líderes entre as empresas brasileiras no mercado internacional Market Share Internacional Market Share Internacional 67.5% 37.5% 18.8% 14.3% 12.0% 2003 2004 2005 2006 2007 Market Share Internacional – 1T08 Market Share Internacional – Mar/08 Market Share Internacional – 1T08 Market Share Internacional – Mar/08 TAM TAM 67,7% 68,9% Varig Varig 18,8% GOL 19,4% GOL 10,7% 9,8% Fonte: ANAC 8
  9. 9. Destaques no 4T07 (1/2) Constante fortalecimento em nossa frota operacional Início de operação de 2 A340, 2 A330, 7 A320 e 1 A321 (vs 3T07) Devolução de 3 F100 (vs 3T07) BNP Paribas – empréstimo para financiar adiantamentos (PDP) de 30 aeronaves Eficiência operacional 12,3 horas voadas diárias por aeronave 13,3 horas voadas diárias por aeronave considerando a frota ativa Taxa de ocupação média no 4T07 de 71,0% Acordos Início das operações compartilhadas (code-share) com Grupo LAN e United Airlines (em novembro de 2007) 9
  10. 10. Destaques no 4T07 (2/2) Fortalecimento de nossa malha Início de vôos internacionais Montevidéu (Uruguai) – 5 de novembro Frankfurt (Alemanha) - 30 de novembro Madri (Espanha) - 21 de dezembro Prêmios recebidos Marcas Mais Valiosas do Brasil pela Interbrand Companhia Mais amigável aos Acionistas no setor pela revista especializada Institutional Investor Nova campanha de marketing, contendo reformulação da marca TAM 10
  11. 11. Nossa receita bruta aumentou 16%... Aumento de receita de passageiro doméstico em 6% Receita Bruta (R$ M) 16% Aumento de RPK em 10% 2,500 2,361 Aumento em ASK de 9% 242 2,037 2,000 225 Aumento de receita de 137 147 passageiro intl em 15% 537 467 1,500 Aumento de RPK em 65% Aumento em ASK de 72% 1,000 1,357 Aumento de cargas de 53% 1,285 500 Outras Carga Aumento de outras receitas em Int. Pax Dom. 76% Pax 0 4T06 4T07 11
  12. 12. ...mas o RASK total reduziu 7,3%... 4T07 vs 4T07 vs 4T07 vs 4T07 vs R$ Centavos 4T06 3T07 4T07 4T06 3T07 4T07 4T06 3T07 4T06 3T07 RASK Total 1 19,28 17,01 17,87 -7,3% 5,1% RASK Regular doméstico2 17,53 15,43 16,69 -4,8% 8,2% Load factor regular 69,7 66,3 70,4 0,7 p.p. 4,1 p.p. doméstico - % Yield Doméstico Regular3 26,42 24,42 24,90 -5,8% 2,0% RASK Regular internacional2 16,60 12,52 11,26 -32,2% -10,1% Load factor regular 73,7 70,8 71,0 -2,7 p.p. 0,2 p.p. internacional - % Yield Regular Internacional3 22,58 17,69 15,88 -29,7% -10,2% Yield Internacional Regular3 10,56 9,62 8,96 -15,2% -6,8% (centavos de USD) 1 Inclui Fretamento, Cargas e Outras Receitas, líquido de impostos 12 2 Líquido de impostos 3 Bruto de impostos
  13. 13. ...e o CASK total aumentou 1,4%... CASK Total BR GAAP - R$ centavos 4T07 vs 4T06 20 17.22 16.98 15 1.4% 10 CASK 4.1% 5 excl-comb 0 4T06 4T07 13
  14. 14. ...reduzindo o spread (RASK-CASK)... RASK/CASK (R$ Centavos) BR GAAP 20 15 10 5 CASK RASK 0 4T06 4T07 Spread 2.3 0.7 EBIT Margem 11.9% 3.6% 14
  15. 15. ...e impactando as nossas margens em BR GAAP... BR GAAP EBITDAR - R$ M EBIT - R$ M Lucro Líquido - R$ M 500 300 150 136 -19% -64% -63% 437 250 232 400 353 200 100 300 150 12% 200 50 23% 100 50 83 7% 15% 100 50 4% 2% 0 0 0 4T06 4T07 4T06 4T07 4T06 4T07 Margem s/ Receita Líquida 15
  16. 16. ...e US GAAP... US GAAP EBITDAR - R$ M EBIT - R$ M Lucro Líquido - R$ M 400 300 200 -16% 372 -61% -28% 166 250 313 229 300 150 200 119 200 150 100 12% 100 90 9% 19% 100 50 5% 14% 50 4% 0 0 0 4T06 4T07 4T06 4T07 4T06 4T07 Margem s/ Receita Líquida 16
  17. 17. ...diminuindo o lucro por ação Lucro por ação Lucro por ação em BR GAAP (R$) em US GAAP (R$) -29% -63% 0.90 1.10 0.79 0.33 4T06 4T07 4T06 4T07 17
  18. 18. A diferença principal do BR GAAP para US GAAP é o tratamento do leasing de aeronaves 44 aeronaves são 44 aeronaves são Lucro Líquido reclassificadas para leasing reclassificadas para leasing Reconciliação US GAAP financeiro, em atendimento financeiro, em atendimento ao SFAS no. 13 ao SFAS no. 13 200 103 150 119 -25 -10 100 50 50 0 BR GAAP Arrendamentos Imposto Outros US GAAP de Renda 18
  19. 19. Analisando o desempenho no ano, podemos ver uma forte recuperação no mercado doméstico... RASK e Yield - Doméstico Load Factor R$ Centavos Doméstico - % 30 75 72% 69% 70% 66% 24.9 24.4 25 60 22.3 22.0 20 16.7 15.4 15.3 40 14.5 15 10 20 5 0 0 1T07 2T07 3T07 4T07 RASK Yield Load Factor 19
  20. 20. ...aumentando o spread (RASK-CASK) da empresa RASK/CASK (R$ Centavos) BR GAAP 18 RASK CASK 17 16 15 1T07 2T07 3T07 4T07 0.8 0.3 0.4 0.7 Spread EBIT Margem 4.8% 1.7% 2.8% 3.6% 20
  21. 21. Nosso balanço permanece forte R$ Milhões - BRGAAP 2007 2006 2005 2004 Caixa e Equivalentes 2,607 2,453 995 297 Dívida Curto Prazo 1,005 363 216 204 Dívida Longo Prazo 1,345 895 425 399 Dívida Total 2,350 1,258 641 603 Patrimônio Líquido 1,492 1,449 760 191 Capitalização 2,837 2,344 1,185 590 Arrendamentos Operacionais Capitalizados 6,166 5,032 4,389 4,557 Dívida Total Ajustada 8,516 6,290 5,030 5,160 Capitalização Total Ajustada 9,003 7,376 5,574 5,147 Dívida / Capitalização 83% 54% 54% 102% Dívida Ajustada / Capitalização Ajustada 95% 85% 90% 100% Dívida Líquida Aj. / Capitalização Aj. 66% 52% 72% 94% 21
  22. 22. Mesmo com a apreciação do Real, a receita em moeda estrangeira aumentou Receita (Passageiros + Cargas) Cerca de 50% dos Cerca de 50% dos nosso custos nosso custos 100% (incluindo (incluindo 28% combustível) estão 31% combustível) estão 80 expostos em expostos em moedas moedas 60 estrangeiras estrangeiras 40 72% 69% 20 Internacional Doméstico 0 4T06 4T07 Proporção de ASKs Internacional 28% 38% Doméstico 72% 62% Cotação -17% 2.138 1.771 do dólar 22
  23. 23. Performance das ações Variação das ações Variação Variação TAMM4 = -35% TAMM4 = -35% IBOV = 44% IBOV = 44% TAMN = -22% TAMN = -22% 350% DJBR20 = 63% DJBR20 = 63% Variação Variação TAMM4 = 133% TAMM4 = 133% 250% IBOV = 43% IBOV = 43% Variação Variação TAMM4 = 56% TAMM4 = 56% 150% IBOV = 21% IBOV = 21% TAMN = 62% TAMN = 62% DJBR20 = 12% DJBR20 = 12% 50% -50% IPO Follow-on 28/12/2006 28/12/2007 14/Jun/2005 10/Mar/2006 TAMM4 TAMN IBOV DJBR20 www.tam.com.br/ri 23
  24. 24. Em 30 de janeiro de 2008 anunciamos um programa recompra de ações O programa de recompra possui as seguintes características Objetivo de manutenção em tesouraria e posterior cancelamento ou alienação sem redução do capital social Recompra respeitará o limite até 4.000.000 de ações preferenciais, representando 5,56% das ações dessa classe em circulação Vigorará por um prazo máximo de 365 dias UBS Pactual Corretora e Credit Suisse serão responsáveis pela intermediação Já iniciamos a recompra 24
  25. 25. Nossas estimativas para 2007, divulgadas no final de 2006, foram: Estimativa 2007 Realizado 2007 Crescimento da demanda do mercado 11,9% Mercado doméstico de 10% a 15% (em RPK) Market share doméstico acima de 50% 48,9% Load Factor doméstico cerca de 70% 70,5% Horas voadas por aeronave por dia acima de 12,6 13 horas Redução de 7% no CASK excluindo 5,2% combustível em BR GAAP ano vs ano TAM Aumento nas operações internacionais Terceira freqüência para Paris Desde Janeiro • Inauguração de duas novas freqüências Milão (Mar) • internacionais de longo curso Frankfurt (Nov) • Madri (Dez) • 25
  26. 26. Atingimos 74% da meta do CASK devido ao impacto das horas voadas e destinos internacionais extras BR GAAP CASK excluindo combustível (R$ Centavos) -7,1% -5,2% 12.0 11.86 11.5 11.25 -0.62 11.02 -0.14 11.0 -0.08 10.5 10.0 2006 Redução Real 2007 Real Horas voadas Bases 2007 Ajustado Internacionais 26
  27. 27. O cenário para 2008 é positivo Estimativa 2008 Crescimento da demanda do mercado doméstico de 8% a 12% (em Mercado RPKs) Manteremos a liderança nos mercados doméstico e internacional Crescimento de ASK Mercado Doméstico 14% Mercado Internacional 40% TAM Taxa de ocupação total de aproximadamente 70% Redução de 7% no CASK ex-combustível em BR GAAP ano vs ano Três novas freqüências ou destinos internacionais em 2008 27
  28. 28. As premissas de crescimento são baseadas em um plano de frota flexível Frota Total 147 150 141 8 136 4 128 4 123 3 24 4 24 115 4 22 20 18 14 100 Desde Desde dez/07 dez/07 somos somos monofleet monofleet 115 113 110 88 104 50 101 nas nas operações operações domésticas domésticas 10 0 2007 2008 2009 2010 2011 2012 B777 MD11 Airbus wide-body Airbus narrow-body F100 28
  29. 29. Assinamos um compromisso Ser a companhia aérea preferida das pessoas Excelência Excelência Excelência Técnico- na no serviço Operacional Gestão PAIXÃO POR AVIAÇÃO PAIXÃO POR AVIAÇÃO 29
  30. 30. February 19, 2008 30

×