Successfully reported this slideshow.
We use your LinkedIn profile and activity data to personalize ads and to show you more relevant ads. You can change your ad preferences anytime.

Hortaliças

261 views

Published on

Formas de custeio em uma pequena produção de hortaliças.

  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

Hortaliças

  1. 1. Universidade de Brasília – UnB Faculdade UnB Planaltina – FUP Disciplina: Custos Agroindustriais Professora: Drª. Donária Coelho Duarte Trabalho por: Tainá Alves.
  2. 2. Hortaliças APLICAÇÃO CUSTEIO PADRÃO NUMA PEQUENA PROPRIEDADE DE PRODUÇÃO DE HORTALIÇAS
  3. 3. INTRODUÇÃO •O presente trabalho tem como objetivo verificar a aplicabilidade, e as possíveis vantagens, do método de custeio Padrão em uma pequena propriedade produtora de hortaliças, além de uma completa analise dos custos. A análise dos custos de produção de hortaliças usando o método custo padrão permite fornecer suporte para o controle de custos da empresa, inferindo sobre vários aspectos no sentido de buscar o curso esperado, através das análises dos custos identificados.
  4. 4. REFERENCIAL TEÓRICO METODOLOGIA APRESENTAÇÃO E ANÁLISE DE DADOS CONCLUSÃO
  5. 5. Referencial Teórico Contabilidade de Custos e Gerencial; •Para, Atkinson et al. (2000) a informação gerencial contábil é uma das fontes informacionais primárias para a tomada de decisão e controle nas empresas. Que contribui para o alcance da eficácia na condução dos negócios, sendo assim a Contabilidade Gerencial necessita do constante desenvolvimento de instrumentos que assegurem o cumprimento de sua missão informativa.
  6. 6. A contabilidade na pequena propriedade rural; • Valle (1985) afirma que a contabilidade de custos ou analítica de exploração, que não é privativa da contabilidade industrial, registra e controla as operações técnico-agrícola, para a determinação dos custos da produção agrícola, zootécnica e agroindustrial.
  7. 7. A importância do custo padrão; •"O custo padrão é a determinação antecipada dos componentes do produto, em quantidade e valor, apoiada na utilização de dados de várias fontes, com validade para determinado espaço de tempo" (Dutra, 1992, p. 166).
  8. 8. Histórico da produção de Hortaliças no Brasil; •A Olericultura possibilita a obtenção de elevada produção física e de alto rendimento bruto e líquido por hectare produzido e por hectare/ano (INCAPER).
  9. 9. METODOLOGIA Pesquisa Qualitativa e Quantitativa;
  10. 10. APRESENTAÇÃO E ANÁLISE DE DADOS
  11. 11. CARACTERIZAÇÃO DA EMPRESA RAMO: Hortaliças LOCALIZAÇÃO: Lago Norte - DF HISTÓRICO: A produção de hortaliças nesta propriedade começou no ano de 2013 em Planaltina- DF, no núcleo rural córrego do meio. Neste local produzia-se apenas Alface e Cheiro verde. Após o rompimento de uma sociedade com o irmão, o produtor decidiu cultivar em sua propriedade onde mora, e hoje produz cerca de 12 culturas de hortaliças, essas que são encaminhadas para fins de comercialização em um sacolão situado no Varjão-DF.
  12. 12. Maio Gasolina R$ 800,00 Mão-de-obra R$ 1200,00 Adubo R$ 320,00 Hortaliças R$ 127,00 Depreciação R$ 500,00 Energia para irrigação R$ 190,00 Total 3.137,00
  13. 13. Descrição das hortaliças Quantidade Valor unitário Valor Total Tempo Alface 7 bandejas, 200 unidades cada uma R$ 14,00 R$98,00 A cada 15 dias Coentro 2 sacos de 500g cada um R$ 14,00 R$ 28,00 A cada 30 dias Cebolinha 1 bandeja com 160 unidades R$ 14,00 R$14,00 Apenas uma vez Couve 2 bandejas com 200 unidades R$ 14,00 R$28,00 A cada 2 meses Rúcula 1 lata de 500g R$ 57,00 R$57,00 A cada 2 meses Agrião 2 bandejas com 180 unidades R$ 14,00 R$28,00 A cada 15 dias
  14. 14. Classificação dos custos PADRÃO Custos Indiretos Fixos R$ Unitário R$ Total Adubo 4m a R$80,00 R$ 320,00 Energia elétrica - R$ 190,00 Combustível - R$ 800,00 Custos Indiretos Fixos Variáveis Depreciação - R$ 500,00 Mão-de-obra R$ 6,00/H R$1.200,00 Materiais Diretos Alface R$0,07 *1.600un R$ 112,00 Coentro R$0,112 *4000un R$ 448,00 Cebolinha R$ 0,0875 *320un R$ 28,00 Total custo Padrão Total de unidades: 2320 R$2.288,00
  15. 15. Classificação dos custos REAL Custos Indiretos Fixos R$ Unitário R$ Total Adubo 4m a R$80,00 R$ 320,00 Energia elétrica - R$ 190,00 Combustível - R$ 800,00 Custos Indiretos Fixos Variáveis Depreciação - R$ 500,00 Mão-de-obra R$ 6,00/H R$1.200,00 Materiais Diretos Alface R$ 0,07 *1.200un R$ 98,00 Coentro R$0,112 *2000un R$ 224,00 Cebolinha R$0,0875 *160un R$ 14,00 Total custo Real R$2.036,00 Total de unidades: 1860
  16. 16. Análise de Variação de Materiais Custo Padrão $ Custo Real $ Variações Custos Indiretos Fixos Adubo R$ 320,00 R$ 320,00 R$ - Energia elétrica R$ 190,00 R$ 190,00 R$ - Combustível R$ 800,00 R$ 800,00 R$ - Custos Indiretos Fixos Variáveis Depreciação R$ 500,00 R$ 500,00 R$ - Mão-de-Obra R$ 1.200,00 R$1.200,00 R$ - Materiais Diretos Alface R$ 112,00 R$ 98,00 -R$14,00 Coentro R$ 448,00 R$ 224,00 -R$224,00 Cebolinha R$ 28,00 R$ 14,00 -R$14,00 Total custo Real R$ 3.598,00 R$3.346,00 -R$252,00 Total de unidades: 2320 1860 460
  17. 17. CONCLUSÃO
  18. 18. REFERÊNCIAS ATKINSON, Anthony A.; BANKER, Rajiv D.; KAPLAN, Robert S.;YOUNG, Mark. Contabilidade gerencial. São Paulo: Atlas, 2000. CARMO, Patrícia; Contabilidade de Custos- Conceitos Básicos. Viçosa, 2013. Disponível em: <http://pt.slideshare.net/diegolopes1806/aula1unid1cco310> Acesso em: 20 Jun. 2015. CREPALDI, Silvio Aparecido; Contabilidade Rural. São Paulo. Atlas. 1993. INSTITUTO CAPIXABA DE PESQUISA E ASSISTÊNCIA TÉCNICA E EXTENSÃO RURAL (INCAPER), Olericultura/Histórico. Disponível em: <http://www.incaper.es.gov.br/pedeag/setores07.htm > Acesso em: 8 Jun. 2015. INTELIGÊNCIA EDUCACIONAL E SISTEMA DE ENSINO (IESDE). Contabilidade de Custos e seus conceitos básicos. Curitiba, 2010. Disponível em: <http://concursospublicos.uol.com.br/aprovaconcursos/demo_aprova_concursos/sistemas_de_custeio_01.pdf > Acesso em: 20 jun. 2015.
  19. 19. LEONE, George Sebastião Guerra. Curso de Contabilidade de Custos. São Paulo. Atlas, 1997. PADOVEZE, Clóvis Luís. Curso Básico Gerencial de Custos: 2ª Ed.São Paulo: Pioneira Thompson Leanning, 2006. PINHEIRO, Ricardo; A Contabilidade na Pequena Empresa Rural. Belo Horizonte, 27 Mai. 2009. Disponível em: <http://pt.slideshare.net/pinheiroadm/contabilidade-na-pequena-empresa-rural> Acesso em: 20 Jun. 2015. SANTOS, José Luiz dos. At al. Fundamentos da Contabilidade. São Paulo. Atlas, 2006. (Coleção resumo de contabilidade; v. 22) SCRAMIM, F.C.L.; BATALHA, M.O. Gestão de Custos Agroindustriais. In.: BATALHA, M. O. (Org.) Gestão Agroindustrial. 3ª ed. São Paulo: Atlas, 2007. VALLE, Francisco. Contabilidade Agrária. São Paulo. Atlas. 1985.

×