Successfully reported this slideshow.
We use your LinkedIn profile and activity data to personalize ads and to show you more relevant ads. You can change your ad preferences anytime.

Aula de disjuncao

Disjunçao cirurgica,apoiada na ortodontia

Related Books

Free with a 30 day trial from Scribd

See all

Related Audiobooks

Free with a 30 day trial from Scribd

See all
  • Be the first to comment

Aula de disjuncao

  1. 1. Instituto Latino AAmmeerriiccaannoo ddee PPeessqquuiissaa ee EEnnssiinnoo OOddoonnttoolloóǵgiiccoo Expansão maxilar cirúrgica em paciente adulto ANDREW MELENIKIOTIS DANIELLE SCANAGATTA LEONARDHO NÓBREGA GOME TABITHA OLICSHEVIS CURITIBA 2014
  2. 2. Introdução A deficiência transversa da maxila é uma das alterações esqueléticas que afetam pacientes com deformidades dentofaciais. Pode ocorrer de uma forma isolada ou frequentemente estar associada às más oclusões de Classe I II e III. A expansão rápida da maxila é um dos tratamentos de escolha quando desejamos a correção das deficiências transversas da maxila em pacientes adultos. Robiony M., Polini F., Costa F., Zerman N., Politi M. Ultrasonic bone cutting for surgically assisted rapid expansion (SARME) under local anaesthesia. Preliminary results. Minerva Stomatol. 2007; 56(6):359-368.
  3. 3. Introdução  A expansão rápida da maxila , atualmente, é um destes procedimentos mais comuns em ortodontia, tendo como objetivo a correção de uma série de intercorrências e deformidades (SCANAVINI et al, 2006).  A expansão rápida da maxila é basicamente uma terapia encarregada de promover as alterações esqueléticas (efeitos ortopédicos) e dentárias (efeitos ortodônticos), que possam possibilitar a correção da deficiência na largura do arco dentário superior (SALDARRIAGA, 1991; LATUF et al, 2009).
  4. 4. Introdução • Em crianças e adolescentes, onde a sutura mediana palatina não está completamente consolidada, a correção da deformidade pode ser realizada por meio de procedimentos ortopédicos com a ajuda de aparelhos expansores: Hyrax e Hass. Haas A.J.P. Rapid expansion of the maxillary dental arch and nasal cavity by opening the midpalatal suture. Angle Ortho. 1961;31:73-90
  5. 5. Introdução  Após o completo fechamento das suturas maxilares medianas, o tratamento passa a ser uma combinação de procedimentos ortodônticos e cirúrgicos, fornecendo mais espaço à arcada dental para o correto alinhamento dos dentes. Northway W.M., Meade Jr J.B. Surgically assisted rapid maxillary expansion: A comparison of technique, response and stability. Angle Orthod. 1997;67:309-320.
  6. 6. Introdução Essa deficiência transversal da largura maxilar pode ser causada; fatores genéticos e ambientais, envolvendo somente os segmentos dentários posteriores com uma grande inclinação para o lado palatino, ou ainda estar associada a um comprometimento esquelético da maxila, apresentando um aspecto atrésico, com uma abóboda palatina ogival e estreita. Consideram atualmente a expansão rápida da maxila como um dos procedimentos clínicos mais consagrados na prática ortodôntica, por sua eficiência e previsibilidade. (SCANAVINI et al, 2006).
  7. 7. Introdução A solução cirúrgica tem sido proposta por produzir melhores resultados na liberação das suturas resistentes às forças de expansão, e é essencialmente uma combinação de distração osteogênica com a expansãocontrolada dos tecidos moles da maxila. Aronson J. Experimental and clinical experience with distraction osteogenesis. Cleft Palate Craniofac J. 1994;31:473-482
  8. 8. Introdução A técnica consiste na expansão transversal da maxila, por meio da fragilização da resistência óssea de osteotomias nos pilares maxilares, tendo o auxílio de um aparelho expansor capaz de liberar força suficiente para a separação dos suportes ósseos remanescentes (SCARTEZINI et al, 2007).
  9. 9. Indicações :  Tratamento de pacientes com problema transversal deficiência maxilar maior que 5 mm,  Quando há atresia maxilar unilateral com a presença de assimetria maxilar,  Fracasso no tratamento ortodôntico,  Expansão ortopédica; presença de problemas periodontais anteriores ao tratamento; segmento anterior demasiadamente estreito; extrações dentárias não desejadas; excesso transversal da mandíbula;  Aumento do arco em pacientes com fissura. (SCARTEZINI et al, 2007).
  10. 10. Intercorrências no processo de disjunção palatina: possíveis problemas periodontais e pulpares; descalcificação do esmalte; a inclinação do dente de ancoragem;  perda óssea;  reações dolorosas (edemas e lesões palatais) dificuldade de higienização; ausência de efeitos durante a disjunção com o avançar da idade; hemorragias.
  11. 11. Aparelho disjuntor de Haas Fonte: ALMEIDA & ALMEIDA, Aparelho disjuntor fusionado, uma nova visão da disjunção palatina. Ortodontia São Paulo, v.41, n.1, p.55-59, 2008.
  12. 12. Aparelho disjuntor de Hyrax Fonte: ALMEIDA & ALMEIDA, Aparelho disjuntor fusionado, uma nova visão da disjunção palatina. Ortodontia São Paulo, v.41, n.1, p.55-59, 2008.
  13. 13. Aparelho disjuntor de McNamara Fonte: MARTINS et al, Expansão rápida da maxila: análise da densidade radiográfica da sutura palatina mediana e sua correlação nos estágios de neoformação óssea, por meio de imagem digitalizada. R Dental Press Ortodon Ortop Facial 38.e-1 Maringá, v.14, n.5, p.38.e1-38.e9, set./out. 2009.
  14. 14. OOBBRRIIGGAADDAA !!!!!!

×