A vida quotidiana

2,317 views

Published on

  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

A vida quotidiana

  1. 1. A vida quotidiana<br />
  2. 2. Na sua maioria as pessoas eram gente do povo que trabalhava normalmente em terras que não eram suas;<br />Havia ainda os pequenos proprietários.<br />Vida nos campos<br />
  3. 3. Agricultura<br />Criação de gado<br />Trabalhavam de sol a sol e viviam pobremente.<br />            <br />          <br />Principais actividades<br />
  4. 4. A sua alimentação era muito simples à base de: pão, azeitonas, sardinha, carne de porco e sopa de legumes frescos ou secos.<br />Em dias festivos comiam doces e carne de vaca ou de aves.<br />Alimentação<br />
  5. 5. O vestuário dos camponeses variava conforme a região, o respectivo clima e ainda os trabalhos que realizavam.<br />Vestuário<br />
  6. 6. Os divertimentos estavam muito relacionados com as festas religiosas e com os trabalhos agrícolas, que eram, muitas vezes, acompanhados por cantares ao desafio. Durante as festas do santo padroeiro de cada povoação faziam-se procissões, romarias, feiras e o povo divertia-se com bailes e jogos típicos da sua região .<br />Divertimentos<br />
  7. 7. As actividades da população <br />Nas grandes cidades do século XIX viviam diferentes grupos sociais:<br /> Burguesia: industriais, banqueiros, médicos, professores… viviam muito bem;<br />Classes populares: viviam mal, desempenhavam profissões e serviços.<br />Surgiram novas profissões: empregados dos transportes públicos, Companhia das Águas e Correios<br />A Vida nas grandes cidades<br />
  8. 8. O tipo de habitação variava conforme a sua localização, o clima e os materiais de construção existentes na zona.<br />Habitação<br />
  9. 9. A burguesia e a nobreza tinham uma alimentação abundante e variada. Apreciavam muito pratos de carne e deliciavam-se com as sobremesas.<br />Alimentação<br />
  10. 10. As pessoas da cidade tinham divertimentos próprios. Reuniam-se em cafés e clubes, jantares, festas e bailes e ainda iam á ópera, ao teatro, ao circo e ás touradas. <br />Divertimentos<br />
  11. 11. No que respeitava ao traje feminino usaram-se sempre saias até ao chão com muito volume e roda. Esta moda atingiu auge entre 1845 até 1866. <br />O traje masculino era: uma casaca, um colete e umas calças. Estas eram as peças principais. A sobrecasaca, que descia até aos joelhos era também utilizada. Por baixo, vestia-se uma camisa e punha-se sempre uma gravata cuja a forma variou muito. <br />Vestuário e a Moda<br />
  12. 12. Na 2ª metade do século XIX , Lisboa e Porto tiveram um grande crescimento e modernizaram-se:<br /> Avenidas<br />Ruas pavimentadas / passeios<br />Os jardins foram arranjados<br />Novos edifícios públicos: mercados, tribunais, teatros, escolas…<br />A modernização das cidades <br />
  13. 13. Os mais ricos construíram luxuosas residências. <br />A classe média vivia em andares mais ou menos espaçosos.<br />Os mais pobre habitavam em bairros miseráveis e superlotados.<br />As habitações e as condições de vida<br />
  14. 14. Para que os governantes pudessem dar resposta necessidades da população era necessário saber o número de habitantes do país. Só se contava o número de fogos e não de pessoas. Cada fogo era multiplicado, geralmente, por cinco habitantes.<br />A Contagem da população<br />
  15. 15. A partir de meados do século XIX a população aumentou mais rapidamente, devido:<br />Melhoria na alimentação<br />Desenvolvimento da medicina <br />Não ocorrência de guerras<br />Melhores condições de higiene nas cidades <br />O crescimento da população<br />
  16. 16. Várias razões contribuíram para a difícil situação em que grande parte da população rural vivia:<br />A compra de terras<br />O aumento das rendas <br />O aumento da mecanização<br />O êxodo rural<br />
  17. 17. Muitos portugueses procuraram, no entanto, melhores condições de vida no estrangeiro. A maior parte destes estrangeiros preferiam o Brasil.<br />A Emigração<br />
  18. 18. Trabalho realizado por:<br />Carolina Martins Rocha nº4 6ºA<br />Sara Miguel Cordeiro Neves Santos nº19 6ºA<br />

×