O Cérebro

1,229 views

Published on

Published in: Education
0 Comments
2 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total views
1,229
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
239
Actions
Shares
0
Downloads
0
Comments
0
Likes
2
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

O Cérebro

  1. 1. Cérebro
  2. 2. Especialização e integração sistémica O cérebro é um conjunto complexo de elementos em que as componentes especializadas que o constituem são interdependentes, ou seja, funcionam de forma integrada. Função Vincariante – Função do cérebro que permite que uma tarefa perdida seja recuperada por uma área vizinha da zona lesionada. A plasticidade, a redundância das funções cerebrais explicam o facto de outras regiões do cérebro poderem substituir as funções afectadas por lesões cerebrais.
  3. 3. Auto-organização permanente No decorrer da gestação os neurónios dividem-se estabelecendo entre si um número incalculável de ligações – corticalização . O desenvolvimento do cérebro do recém-nascido não está concluído. Nos primeiros seis meses de vida produzem-se imensas modificações na estrutura do córtex. As várias capacidades humanas dependem da selecção de boas conexões. Os genes e os estímulos do meio ambiente actuam no desenvolvimento cerebral.
  4. 4. A organização cerebral e o funcionamento do sistema nervoso ao longo do tempo Inicialmente <ul><li>Definidos gene ticamente: </li></ul><ul><li>programa genético predeterminado; </li></ul><ul><li>definia a estrutura e as funções das várias áreas em todos os indivíduos da espécie humana. </li></ul><ul><li>o cérebro atingia o seu auge e força no fim da puberdade acabando por se destruir ao longo do tempo. </li></ul>Actualmente <ul><li>O cérebro é muito male á vel: </li></ul><ul><li>alterando-se com as experiências, percepções, acções e comportamentos do ser humano. </li></ul><ul><li>estas modificações começam a ocorrer nos primeiros meses de vida. </li></ul>
  5. 5. Plasticidade Cerebral Permite a aprendizagem ao longo da vida. É a capacidade do cérebro de se remodelar em função das experiências do sujeito. Quando determinadas ár eas sofrem les ões que comprometem as suas capacidades, os outros neur ó ni os que se encontram nas zonas vizinhas assumem as fun ç õ es das ár eas danificadas. . As experi ê ncias feitas com cegos adultos que come ça ram a aprender Braille veio provar neuroadaptabilidade do c ér ebro.
  6. 6. Lentificação do desenvolvimento cerebral Processo de desenvolvimento do cérebro é muito lento. Possibilita a influência do meio e portanto uma maior capacidade de aprendizagem . Não há nenhum cérebro igual a outro. Plasticidade do cérebro : motor de individualização.
  7. 7. INTELIGÊNCIA ANIMAL “ Os animais são inteligentes?” NÃO SIM TALVEZ O comportamento animal rege-se por instintos inatos e reflexos aprendidos: comportamentos aparentemente inteligentes mais não são do que respostas mecânicas a estímulos com origem nos meios externos e interno. A maior parte dos vertebrados têm capacidade para aprender e resolver problemas: a inteligência animal está relacionada com o desenvolvimento do sistema nervoso central, particularmente o tamanho e a complexidade do cérebro.
  8. 8. ANIMAIS INTELIGENTES <ul><li>Animais como o macaco apresentam alguns processos cognitivos semelhantes aos dos seres humanos, que resolvem problemas recorrendo a estratégias semelhantes às nossas. </li></ul><ul><li>A capacidade de adaptação e a forma de resolver problemas manifestam as capacidades do animal. </li></ul>
  9. 9. NOVAS PERSPECTIVAS Jane Goodall - década de 60 CULTURA TRANSMITIDA DE GERAÇÃO EM GERAÇÃO: diferentes grupos de chimpazés desenvolviam formas distintas de resolver problemas semelhantes que gesticulavam de um modo que outros a poucos quilómetros de distância desconheciam.

×