Successfully reported this slideshow.
We use your LinkedIn profile and activity data to personalize ads and to show you more relevant ads. You can change your ad preferences anytime.

"Desafios e perspectivas para a base de dados LILACS" Sueli Mitiko Yano Suga - BIREME/OPAS/OMS

512 views

Published on

Palestra "Desafios e perspectivas para a base de dados LILACS", ministrada por Sueli Mitiko Yano Suga - BIREME/OPAS/OM, proferida no evento ENCONTROS SETORIAIS: Informação em Saúde na FESPSP - Fundação Escola de Sociologia e Política de São Paulo.

Published in: Education
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

"Desafios e perspectivas para a base de dados LILACS" Sueli Mitiko Yano Suga - BIREME/OPAS/OMS

  1. 1. Desafios e perspectivas para a base de dados LILACS Sueli Mitiko Yano Suga BIREME/OPAS/OMS sugasuel@bireme.ops-oms.org Encontros Setoriais FESPSP: Informação em Saúde 27 Setembro 2013
  2. 2. Centro Latino-Americano e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde – BIREME/OPAS/OMS • Centro especializado da OPAS em informação em ciências da saúde • Criado em 1967 por um convênio entre o Governo do Brasil e a OPAS como Biblioteca Regional de Medicina que originou a sigla BIREME • Tem como missão contribuir com o desenvolvimento da saúde nos países da América Latina e Caribe por meio da democratização do acesso aberto, publicação e uso de informação, conhecimento e evidência científica.
  3. 3. Acesso http://bvsalud.org/
  4. 4. Portal LILACS http://lilacs.bvsalud.org/
  5. 5. Definição da LILACS LILACS (Literatura Latino-Americana em Ciências da Saúde) é um índice bibliográfico da produção científica e técnica em Ciências da Saúde publicada na América Latina e Caribe (AL&C) com ênfase na área de Saúde Pública.
  6. 6. Missão da LILACS Contribuir ao desenvolvimento da saúde nos países da América Latina e Caribe por meio de: Acesso à literatura científica e técnica de qualidade com ênfase em Saúde Pública Controle bibliográfico e ampla cobertura da indexação de revistas Visibilidade à literatura científica publicada na revistas da AL&C e suprir sua baixa representatividade em bases de dados internacionais
  7. 7. Valores da LILACS • Trabalho cooperativo em rede • Fortalecimento de capacidades locais • Qualidade de conteúdo dos itens informacionais registrados • Qualidade de dados • Ética na publicação da informação científica e técnica • Metodologias que sigam padrões adotados internacionalmente • Interoperabilidade de dados entre FIs
  8. 8. Características
  9. 9. ARGENTINA 7% BOLÍVIA 1% BRASIL 58% CHILE 7% COLÔMBIA 5% COSTA RICA 1% CUBA 4% EQUADOR 1% MÉXICO 3% NICARÁGUA 1% PERU 3% ESTADOS UNIDOS 3% URUGUAI 1% VENEZUELA 4% Contribuição por país *Bahamas, Barbados, Belize, Guatemala, Jamaica, Honduras, El Salvador, Panamá, Para guai, República Dominicana, Santa Lúcia e Trinidade e Tobago não alcançaram 1% 126 9 340 65 105 12 30 11 3 6 2 2 40 2 9 27 2 12 53 Revistas por País
  10. 10. Contribuição da Rede LILACS Dados de Julho 2013 892 Centros Cooperantes de 27 países 185 CC LILACS da rede brasileira 862 Revistas Indexadas De 19 países 339 Revistas Brasileiras 86 Revistas LILACS & MEDLINE 261 Revistas LILACS & SciELO
  11. 11. Evolução dos documentos com textos completos na LILACS 264.407 texto completo (40.5%) 652.676 registros bibliográficos Fonte: CAN 1º sem. 2013
  12. 12. LILACS MedCarib Repidisca Base Nacional Base Temática Base Nacional Base Nacional Repositório Literatura em Saúde na AL&C Base Nacional Repositório Dentro do contexto da BVS, a LILACS é parte de uma rede de conteúdos que tem por valores: QualidadeTrabalho DescentralizadoÍndice RegionalCritérios de Seleção InteroperabilidadeHarvestingIntegraçãoNetworkingPesquisa Integrada Fontes de Informação em Saúde … Bases do Sistema AL&C Base Temática BVS
  13. 13. A LILACS é o índice que representa a AL&C em iniciativas como: • Global Health Library • Observatório Regional de Saúde da OPAS • Rede Ibero Americana de Indicadores de Ciência y Tecnologia (RICYT) • EVIPNet - Evidence-Informed Policy Network, entre outras. É um indicador de qualidade para: • Produção científica de pesquisadores • Qualidade para periódicos avaliados pela Capes por meio do Qualis • Qualidade das revistas latino americanas nas grandes bases bibliográficas mundiais porque aumenta o número, impacto e representatividade das revistas. (Fonte da imagem: TARDELLI, 2004) Contribuições da LILACS
  14. 14. Governança da LILACS LILACS Rede Metodologia Tecnologia Sistema • LILDBI Web, • LILACS-Express • LILACS Submission • Critérios de Seleção • Guias, manuais, tutoriais • Terminologia • Bases de dados de títulos e outras bases de dados auxiliares • Nacional • Temática • Sub-regional (Caribe) • Regional (BIREME) • Centros Cooperantes do Sistema • Editores
  15. 15. Coordenação da Rede LILACS LILACS Coordenador Regional Centro Coordenador Centro Cooperante Estrutura: • Sob coordenação de um Centro Coordenador LILACS ou Coordenador da BVS em âmbito nacional ou subregional ou temático. • Cada país ou região possui um Coordenador LILACS.
  16. 16. Rede LILACS Acesso http://centros.bvsalud.org/
  17. 17. Ciclo de produção da LILACS
  18. 18. Visão geral do fluxo de cooperação com a LILACS LILACS Bases SubRegionais Ex. MEDCARIBE Bases Nacionais Ex. LIPECS Bases Nacionais Ex. Barbados Bases Temáticas Regionais Ex. Index PSI Bases Temáticas Nacionais Ex. BDENF Bases Institucionais Bases Institucionais Bases Institucionais Ex. West Indies University
  19. 19. Etapas do Registro da produção científica na LILACS Identificação e Seleção da Literatura Descrição Bibliográfica e Indexação Controle de Qualidade Importação de Registros* Exportação de registros Atualização e Publicação 1 2 3 7 9 Centros Cooperantes Coordenadores Nacionais e/ou BIREME* Envio de registros em arquivo ISO* 4 5 Envio de registros em arquivo ISO 6 LILACS Controle de Qualidade 8 Essa é a principal atividade de cooperação por parte da rede. Abaixo as principais atividades de cada ator desse processo: *Para a LILACS ou Centro Coordenador, conforme fluxo estabelecido.
  20. 20. Produção Científica • Ouro: indexação em MEDLINE e SciELO; • Prata: outras indexações e avaliação de mérito e forma, e; • Bronze: periódico sem outras indexações e avaliação de mérito e forma. Registros LILACS • Dados do editor: metadados enviados pelo editor e harvesting/coleta de dados; • Em Revisão: CC revisando docs.; • Em Processamento: publicação pela BIREME; • LILACS: registro completo. Rede Cooperantes • Estratificação em 3 categorias (ouro, prata e bronze) considerando: • Qualidade do registro, Estatística de contribuição e Pontualidade. Perspectivas Qualidade da LILACS
  21. 21. Desafios • Melhorar cobertura temática conforme prioridades nacionais de saúde; • Melhorar cobertura geográfica conforme a produção nacional; • Atualizar a metodologia LILACS: – Conforme cenário atual, padrões e tecnologias vigentes; • Ampliar oferta de capacitação nos 3 idiomas.
  22. 22. Veja mais mais Portal LILACS Portal da Metodologia LILACS Twitter Rede LILACS Diretório da Rede BVS Portal de Pesquisa da BVS
  23. 23. Muito obrigada!! Sueli Mitiko Yano suga sugasuel@bireme.ops-oms.org lilacs@bireme.org

×