Successfully reported this slideshow.
We use your LinkedIn profile and activity data to personalize ads and to show you more relevant ads. You can change your ad preferences anytime.

Os climas e as paisagens naturais da américa.

10,177 views

Published on

  • Be the first to comment

Os climas e as paisagens naturais da américa.

  1. 1. 8º ano capítulo 11 – Os climas e as paisagens vegetais na América ELIAN ALABI LUCCI ANSELMO LAZARO BRANCO Parte integrante da obra Geografia Homem e Espaço, Editora Saraiva Geografia Homem & Espaço
  2. 2. Zonas Climáticas da Terra Fonte: L’Environment. Paris: Nathan. p. 9 (adaptado). Parte integrante da obra Geografia Homem e Espaço, Editora Saraiva Observe o mapa.
  3. 3. Zona fria ou glacial ártica. Parte integrante da obra Geografia Homem e Espaço, Editora Saraiva Momatiuk-Eastcott/Corbis/LatinStock
  4. 4. Zona temperada norte. Parte integrante da obra Geografia Homem e Espaço, Editora Saraiva Joel V. Rogers/Corbis/LatinStock
  5. 5. Zona quente ou intertropical. Parte integrante da obra Geografia Homem e Espaço, Editora Saraiva Antonio Scorza/AFP Photo
  6. 6. • Qual tipo de informação o mapa apresenta? • Qual aspecto do continente americano o mapa e as ilustrações revelam? De que forma isso interfere na organização do espaço geográfico? • Em sua opinião, que relação há entre a grande extensão do continente americano e o clima? E quanto às paisagens vegetais? Parte integrante da obra Geografia Homem e Espaço, Editora Saraiva Conversa
  7. 7. O continente americano apresenta: • grande extensão territorial, • diferentes formas de relevo, • extensa costa oceânica. Que contribuem para a grande variedade climática e botânica. Entre os fatores que influenciam na formação dos climas do continente destacam-se: • latitude, • relevo, • correntes marítimas, • continentalidade. Parte integrante da obra Geografia Homem e Espaço, Editora Saraiva Fatores determinantes do clima do continente americano
  8. 8. As terras americanas ocupam quase toda a extensão norte-sul do globo, sendo atravessadas pelos grandes círculos, com exceção do círculo polar Antártico. Essa é uma das características do continente americano que explica a sua grande diversidade climática. À medida que nos afastamos do Equador as temperaturas vão diminuindo. ASSIM: Quanto maior a latitude, menor a temperatura. Parte integrante da obra Geografia Homem e Espaço, Editora Saraiva Latitude, relevo, correntes marítimas e continentalidade.
  9. 9. Em razão das diferenças de altitude e da disposição de suas formas. A disposição espacial das formas de relevo pode facilitar ou dificultar o deslocamento das massas de ar, que influenciam na distribuição da umidade e na mudança de temperatura. É a altitude que explica, por exemplo, as eternas neves dos Andes, em plena zona equatorial. Parte integrante da obra Geografia Homem e Espaço, Editora Saraiva O relevo também contribui para a grande variedade de climas e de paisagens vegetais na América.
  10. 10. Casa Paulistana Isso acontece porque a umidade trazida pelos ventos quentes do oeste, ao passar sobre as águas frias dessas correntes, resfria-se, condensa-se e se precipita em forma de chuva. Quando chegam ao continente, esses ventos já não carregam umidade suficiente para provocar chuvas. Essa influência é mais sensível no litoral do Pacífico, onde as correntes frias da Califórnia e de Humboldt são alguns dos fatores responsáveis pelo clima árido ou desértico. Parte integrante da obra Geografia Homem e Espaço, Editora Saraiva As correntes marítimas também exercem influência sobre o clima do continente americano.
  11. 11. Corrente fria do Labrador. Formada nas proximidades da Groenlândia. Influencia o clima: no inverno, ela determina as baixas temperaturas que congelam as águas dos rios e lagos da costa nordeste da América do Norte. Na porção meridional, a corrente das Falklands é um dos principais fatores responsáveis pelo clima semiárido da Patagônia. Parte integrante da obra Geografia Homem e Espaço, Editora Saraiva Litoral Atlântico
  12. 12. Mais acentuadamente no interior da América do Norte e da América do Sul. Acarreta a diminuição das chuvas e a maior amplitude térmica, própria dos climas continentais. Parte integrante da obra Geografia Homem e Espaço, Editora Saraiva Influência da continentalidade
  13. 13. Fonte: L’Environment. Paris: Nathan, 2000. p.9 (adaptado). Parte integrante da obra Geografia Homem e Espaço, Editora Saraiva Mário Yoshida América - Climas
  14. 14. Fonte: L’Environment. Paris: Nathan, 2000. p.9 (adaptado). Parte integrante da obra Geografia Homem e Espaço, Editora Saraiva Mário Yoshida América – Vegetação Original
  15. 15. • Que tipos de informação eles apresentam? • Compare atentamente os dois mapas. Existe, de modo geral, correspondência entre os tipos de vegetação original e os tipos de clima do continente? Justifique com exemplos. • Dê um exemplo de clima e de sua formação vegetal correspondente que ocorrem exclusivamente na América do Norte. Parte integrante da obra Geografia Homem e Espaço, Editora Saraiva Conversa
  16. 16. Apesar de predominar um ou outro fator estudado em uma ou em outra região, é a conjugação de todos os fatores que explica os diferentes tipos climáticos. Parte integrante da obra Geografia Homem e Espaço, Editora Saraiva Tipos de clima e paisagens vegetais do continente americano
  17. 17. • Presente nas altas latitudes do hemisfério Norte. • Principal característica são suas temperaturas baixíssimas. • Médias anuais de temperatura estão sempre abaixo de 0 °C. • Precipitações médias anuais são inferiores a 250 mm, sendo quase sempre na forma de neve. Não permite um maior desenvolvimento de vegetação, apenas durante alguns meses do ano desenvolve-se um tipo de vegetação chamado tundra. Duas importantes atividades são: caça e pesca. Parte integrante da obra Geografia Homem e Espaço, Editora Saraiva Clima polar
  18. 18. • Encontrado entre os 50° e 60° de latitude norte é menos rigoroso que o polar. • A temperatura média do mês mais quente é de 10 °C e, no inverno, cai para –10 °C. Floresta boreal, uma formação vegetal bastante homogênea, constituída predominantemente por coníferas. Momatiuk-Eastcott/Corbis/LatinStock • As precipitações pluviométricas variam de 250 a 1 000 mm anuais. Floresta Boreal no Canadá. Parte integrante da obra Geografia Homem e Espaço, Editora Saraiva Clima frio continental
  19. 19. A vicunha que vive nas encostas dos Andes. Apesar das baixíssimas temperaturas e da aridez do seu clima, as altas montanhas abrigam alguns animais de pequeno e médio porte. Parte integrante da obra Geografia Homem e Espaço, Editora Saraiva • Nas montanhas Rochosas, na cordilheira dos Andes e nas partes mais elevadas do planalto do México. • As temperaturas médias anuais oscilam entre 5 °C e 15 °C. • As precipitações pluviométricas médias anuais variam de 500 a 1 000 mm. Theo Allofs/Corbis/LatinStock Clima frio de montanha
  20. 20. • Apresenta as quatro estações do ano bem definidas. No litoral da América do Norte e no litoral do sul do Chile, encontra-se o clima temperado oceânico, que se caracteriza por inverno muito frio, verão ameno e chuvas bem distribuídas durante o ano. A vegetação característica desse tipo climático é a floresta temperada, cujas principais espécies são o carvalho, a faia, a bétula e alguns tipos de pinheiro. Nas planícies centrais da América do Norte encontra-se o clima temperado continental, com verões muito quentes, invernos bastante rigorosos, chuvas escassas e fortes precipitações de neve no inverno. Parte integrante da obra Geografia Homem e Espaço, Editora Saraiva Clima temperado
  21. 21. Essas áreas são intensamente aproveitadas para a atividade criatória e para o cultivo de cereais. Extração de madeira em floresta temperada, no Canadá. Parte integrante da obra Geografia Homem e Espaço, Editora Saraiva Na América do Sul, as estepes se estendem pelo Uruguai e pelo centro-norte da Argentina, numa região denominada pampa. Reuters/Richerd Clement/LatinStock Na porção central do Canadá e dos Estados Unidos, a vegetação original é formada de estepes, que, na região, recebem o nome de pradarias.
  22. 22. Floresta Amazônica. Seu principal exemplo é a densa floresta Amazônica. A grande biodiversidade dessa floresta é ameaçada pelas queimadas frequentes e pelos desmatamentos. Parte integrante da obra Geografia Homem e Espaço, Editora Saraiva • Ocorre na maior parte das terras banhadas pelos rios da bacia Amazônica. • As temperaturas médias anuais situam-se entre 24 °C a 27 ºC. • A pluviosidade é superior a 2.000 mm e pode ultrapassar 5.000 mm. • Sua paisagem vegetal mais abundante é a floresta equatorial. Andre Seale/Pulsar Imagens Clima equatorial
  23. 23. Abrange a parte meridional dos Estados Unidos, grande parte do México, a América Central ístmica e as Antilhas, e grande parte da América do Sul, principalmente o Brasil. Diferencia-se do equatorial por apresentar duas estações bem definidas: • a seca, que corresponde ao inverno, • a chuvosa, que corresponde ao verão. • Suas temperaturas oscilam entre 19 °C e 28 °C no decorrer do ano. • As médias anuais pluviométricas variam de 1.000 a 2.000 mm. Parte integrante da obra Geografia Homem e Espaço, Editora Saraiva Clima tropical
  24. 24. Destruição provocada pelo furacão Katrina em Nova Orleans, nos Estados Unidos, em 2005. Parte integrante da obra Geografia Homem e Espaço, Editora Saraiva A cidade de Nova Orleans. Estados Unidos, situada junto ao golfo do México, foi arrasada em 2005 pela força destruidora do furacão Katrina. David J. Phillip/epa/Corbis/LatinStock Na América Central e no golfo do México, o aquecimento das águas do Caribe provoca a ocorrência de fortes tempestades tropicais e de furacões de consequências devastadoras.
  25. 25. Floresta tropical na América Central. Nas regiões mais interiores, onde a umidade é menor, encontramos o cerrado no Brasil, vegetação arbustiva no litoral ocidental do México e da América Central ístmica e lhanos na Venezuela. Parte integrante da obra Geografia Homem e Espaço, Editora Saraiva Atlanti de Phototravel/Corbis/LatinStock Na Flórida, na América Central e no litoral oriental da América do Sul, a influência das massas de ar oceânicas provoca maior umidade, o que proporciona o desenvolvimento das florestas tropicais.
  26. 26. • no sudoeste dos Estados Unidos; • no norte do México; • em parte do litoral peruano; • no norte do Chile (deserto de Atacama); • no sul da Argentina (deserto da Patagônia). Deserto da Patagônia, na Argentina. Parte integrante da obra Geografia Homem e Espaço, Editora Saraiva Ocorre principalmente: Javier Etcheverry/Alamy/Other Images Clima desértico ou árido
  27. 27. Deserto de Atacama, no Chile. A vegetação das áreas de clima desértico é constituída por ervas e pequenos arbustos, sendo muito comum a presença de cactáceas. Parte integrante da obra Geografia Homem e Espaço, Editora Saraiva José Ramalho/Folha Imagem Apresenta grande variação de temperatura entre o dia e a noite, e chuvas escassas e mal-distribuídas.
  28. 28. Processo de desertificação em Santa Terezinha, na Paraíba. O clima semiárido abrange ainda o oeste dos Estados Unidos e o México, na periferia de suas áreas desérticas. A vegetação apresenta-se bastante esparsa, na forma de tufos de grama. Parte integrante da obra Geografia Homem e Espaço, Editora Saraiva • As temperaturas médias anuais são superiores a 25 °C. • As médias anuais de chuvas são muito irregulares. • No Nordeste brasileiro, o clima semiárido é encontrado em uma área de aproximadamente 1 milhão de km². • O tipo de vegetação é a caatinga. Antônio Ronaldo/Correio da Paraíba Clima semiárido
  29. 29. • Ocorre em zonas de transição, entre as áreas de domínio dos climas temperado e tropical. • Na América do Norte, ele é encontrado no sul e no sudeste. • Na América do Sul, na porção meridional do território brasileiro. • Suas temperaturas médias anuais oscilam entre 17 °C e 24 °C. • A pluviosidade média anual varia entre 1 300 e 2 000 mm. No Brasil, o tipo de vegetação que corresponde a esse clima é a mata de Araucária ou mata dos Pinhais. Essa floresta, de grande importância econômica para a indústria de móveis e de papel, vem sendo intensamente devastada. Parte integrante da obra Geografia Homem e Espaço, Editora Saraiva Clima subtropical
  30. 30. Está presente No litoral da Califórnia (EUA), e em alguns trechos do Chile. Suas temperaturas médias anuais variam entre 15 °C (meses mais frios) e 20 °C (meses mais quentes). O verão corresponde à estação seca, enquanto o inverno marca a estação das chuvas. A vegetação típica desse clima é a mediterrânea, que se caracteriza por árvores de pequeno porte e arbustos. Parte integrante da obra Geografia Homem e Espaço, Editora Saraiva Clima mediterrâneo
  31. 31. Mário Yoshida O uso da terra na América Fonte: Atlas 2000. La France et le Monde. Paris: Nathan, 1998. p.111 (adaptado). Parte integrante da obra Geografia Homem e Espaço, Editora Saraiva Observe o mapa.
  32. 32. • As áreas de terras não agrícolas correspondem a quais tipos de clima e vegetação? • É possível afirmar que as áreas de agropecuária e de criação extensiva estão associadas a determinado tipo de clima? Explique. Parte integrante da obra Geografia Homem e Espaço, Editora Saraiva Conversa
  33. 33. 8º ano capítulo 11 – Os climas e as paisagens vegetais na América ELIAN ALABI LUCCI ANSELMO LAZARO BRANCO Parte integrante da obra Geografia Homem e Espaço, Editora Saraiva Geografia Homem & Espaço

×