Agosto2014 whitepaper socialmedia

122 views

Published on

2 VERDADES SURPREENDENTES SOBRE CONTEÚDO VIRAL (E 2 ASPECTOS SOBRE O QUE ISSO SIGNIFICA PARA O SEU NEGÓCIO!)

Published in: Marketing
0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total views
122
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
2
Actions
Shares
0
Downloads
1
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Agosto2014 whitepaper socialmedia

  1. 1. Copyright ©2014 WSI. Todos os direitos reservados. Cada Franquia WSI é de Propriedade e Operação Independentes 2 VERDADES SURPREENDENTES SOBRE CONTEÚDO VIRAL (E 2 ASPECTOS SOBRE O QUE ISSO SIGNIFICA PARA O SEU NEGÓCIO!) Agosto 2014 WSI WORLD
  2. 2. Página 2 2 VERDADES SURPREENDENTES SOBRE CONTEÚDO VIRAL (E 2 ASPECTOS SOBRE O QUE ISSO SIGNIFICA PARA O SEU NEGÓCIO!) Introdução Para os fins deste whitepaper, vamos estabelecer algumas definições: Conteúdo viral é qualquer conteúdo que "se torna viral" (que se espalha rapidamente através das mídias sociais e é visto, lido e compartilhado centenas ou milhares de vezes). Marketing viral, por outro lado, envolve especificamente adaptar uma parte do conteúdo para que ele se torne viral (geralmente à custa de qualquer outra finalidade). O objetivo do marketing viral é criar conteúdo viral. Certo, isso é bastante simples. Mas nem todo conteúdo viral é resultado do marketing viral. Esta é uma importante distinção (mas não se preocupe, prometemos que isso ficará mais fácil). Quando se trata de sua empresa, a diferença entre marketing viral e conteúdo viral é importante. Pense nisso: quando foi a última vez que você ficou realmente tocado por uma lista do BuzzFeed? E aquele meme que você não conseguiu deixar de compartilhar com 15 pessoas - isso é realmente algo do qual você se lembrará na próxima semana? Provavelmente não. Estes são exemplos de marketing viral que atingem um grande número de pessoas, mas, na maioria das vezes, são rapidamente esquecidos. Por outro lado, você provavelmente se lembra exatamente onde você leu aquele artigo extremamente útil, abordado em profundidade que realmente fez a diferença em relação a um problema que você estava tendo. O número de compartilhamentos que este útil artigo teve não chamou tanta atenção em comparação ao seu aspecto levemente engraçado, mas não foi isso que impactou em você. Para você e para outras pessoas que estão à procura de respostas semelhantes, relevância e valor são muito mais importantes do que uma risada fugaz ou um breve momento de “isso é muito legal". Com o tempo, talvez este artigo útil torne-se tão importante para um grande número de pessoas que, no final, acabe sendo considerado um conteúdo viral - mas não é isso o que realmente importa. Isso é apenas um bônus. O que importa é que as pessoas irão adicionar, seguir e curtir o autor (e a marca) que publicou o post e entrar em sintonia com o que estão dizendo. Eles também vão falar sobre isso a todos os amigos e familiares a quem eles acham que podem ajudar (sim, fora da mídia social). Quando algo que você cria se expande para além da área social e para o mundo real, você sabe que você criou um recurso significativo. É assim que uma marca atrai "verdadeiros fãs" ou "defensores da marca", o que, a nosso ver, são mais benéficos para o seu negócio do que as pessoas que compartilham aquela peça de conteúdo engraçada uma única vez. Nada disso quer dizer que "se tornar viral" é algo negativo. Em vez disso, queremos nos concentrar em destacar algumas verdades sobre a anatomia do conteúdo viral. Então, vamos mostrar-lhe como aplicar essas noções de forma otimizada para que seu conteúdo e estratégias de mídia social possam gerar o melhor resultado possível.
  3. 3. Página 3 2 VERDADES SURPREENDENTES SOBRE CONTEÚDO VIRAL (E 2 ASPECTOS SOBRE O QUE ISSO SIGNIFICA PARA O SEU NEGÓCIO!) Verdade #1: Marketing Viral Pode Ser Desonesto Nós estamos falando de você, Jimmy Kimmel. No caso de você não ter percebido, Kimmel tem tapeado o mundo com vídeos virais que acabam sendo um pouco desonestos. Aquele vídeo onde a menina está em chamas dançando twerking? Falso. Era uma dublê profissional. Lembra quando havia um lobo solto em um hotel de Sochi? Falsificados. Não há lobos em Sochi. Bem jogado, Kimmel. Bem jogado. Durante as entrevistas, Kimmel afirmou que ele e sua equipe “não estão no negócio de fazer vídeos virais". Embora isso possa ser superficialmente verdade (o seu programa de TV faz mais dinheiro do que o seu canal no YouTube), é óbvio que Kimmel e sua equipe têm alguma ousadia digital. Eles não começaram acidentalmente a fazer alguns dos vídeos mais virais dos últimos dois anos. Não se enganem, eles sabiam exatamente o que estavam fazendo - e eles conseguiram. Será que todo mundo que assiste a esses vídeos virais na Internet assiste ao programa de TV de Kimmel? Não, mas você pode ter certeza absoluta de que eles irão convencer milhares de pessoas curiosas a darem uma chance ao programa. E como os profissionais de marketing sabem, a taxa de conversão não tem que ser excessivamente alta durante toda a campanha para que ela seja considerada um sucesso. Não há dúvida de que as façanhas de Kimmel são geniais. Ele sabe como a mídia e a Internet se aglomera em torno de um vídeo que de repente se tornou viral e que deixou todos em um estado de frenesi selvagem, que é exatamente como ele nos manipula. Desonesto? Sim. Efetivo (pelo menos para o propósito de atrair novos espectadores)? Definitivamente. Existem outros tipos de conteúdos virais desonestos que não são apenas atos intencionais de RP. Essas instâncias virais não intencionais geralmente acontecem por acidente ou por motivos errados, mas são, pelo menos, mais naturais do que algo criado explicitamente para se tornar viral. Um exemplo perfeito de conteúdo viral, inadvertidamente desonesto, é a foto liberada durante a paralisação do governo dos EUA em outubro de 2013. A foto mostra um menino vestindo um chapéu de macaco escalando os portões do Zoológico Nacional (cuja placa diz que está temporariamente fechado devido à paralisação). As costas do menino estão de frente para a câmera e seu rosto não é visível. Há uma mensagem lá, certo? E forte. A perda da inocência. Algo político, talvez. As pessoas viram todas essas coisas e, provavelmente, muito mais; a foto se tornou viral e foi utilizada por agências de notícias. No caso do menino triste na foto do jardim zoológico, a história real é bastante contrária às razões pelas quais ela se tornou viral. O garoto mora perto do jardim zoológico e tinha acabado de sair
  4. 4. Página 4 2 VERDADES SURPREENDENTES SOBRE CONTEÚDO VIRAL (E 2 ASPECTOS SOBRE O QUE ISSO SIGNIFICA PARA O SEU NEGÓCIO!) para um passeio com o pai. Ele não estava triste por causa do zoológico; ele estava simplesmente se divertindo escalando algo. Ele estava sorrindo. Todos esses compartilhamentos, comentários, as notícias, a suposta agenda política - muito barulho por nada. E por nada significa um amável menininho vestindo um bonito chapéu de macaco apenas agindo como um menininho. O marketing viral - e sim até mesmo o conteúdo viral - pode ser complicado. Compartilhadores tom em cuid ado. Verdade #2: 'Se Tornar Viral’ Não é Fácil (Ou Barato), Mesmo Para Grandes Marcas Quando você não está criando algo especificamente para que ele se torne viral, a tarefa de se tornar viral é, compreensivelmente, um pouco mais difícil. Os vídeos de Kimmel sempre tiveram o objetivo final de se tornarem viral, mas e sobre os vídeos de marcas que alcançaram o mesmo destino? Vídeos como o Cara do Old Spice ou o Dollar Shave Club, que se desempenharam tão bem socialmente, mas também trouxeram ‘um quê’ de marketing tradicional através de suas marcas. Como é que eles fizeram isso tão bem? Para começar, definitivamente não foi tão fácil quanto parece conseguirem que seus vídeos ganhassem tanta atenção quanto eles acabaram ganhando. O fundador do Dollar Shave Club diz que seu vídeo original e alguns anúncios do Google foram os únicos esforços de marketing pagos, mas eles tiveram 90% do preço de mercado de seu anúncio de vídeo devido a conexões no segmento. Além disso, ‘alguns anúncios do Google' podem custar de US $50 a $50.000. Não necessariamente barato. Mas é muito fácil para uma marca gastar todo esse valor em anúncios do Google se ela tiver recursos. A verdade é que uma grande porcentagem de vídeos de marcas que acabaram se tornando virais é apoiada por inúmeras campanhas voltadas para ajudá-los a fazer exatamente isso. Quer se trate de apoio direto sob a forma de distribuição paga no YouTube ou indiretamente na construção de PONTO-CHAVE: A Internet é um lugar estranho e maravilhoso. Mas só porque você lê ou assiste algo no espaço digital não significa que seja verdade. Nem tudo é o que parece. Cuidado com o que você está compartilhando e por que você está compartilhando (especialmente quando estiverem organizando e exibindo um conteúdo reunido e coletado de terceiros). Compartilhe coisas que valham à pena, e não apenas coisas que gritem "COMPARTILHEM-ME” das maneiras mais óbvias.
  5. 5. Página 5 2 VERDADES SURPREENDENTES SOBRE CONTEÚDO VIRAL (E 2 ASPECTOS SOBRE O QUE ISSO SIGNIFICA PARA O SEU NEGÓCIO!) uma comunidade mais ampla de potenciais plantadores de semente através de anúncios no Facebook e Twitter, normalmente há uma história por trás das cenas quando um vídeo de marca se torna viral. Considere que a Red Bull, uma empresa que faz um trabalho incrível com a sua presença digital, tem mais de 43 milhões de curtidas no Facebook e 1,5 milhões de seguidores no Twitter. Não me admira que o seu conteúdo se torne viral! Para uma pequena empresa, umas cem curtidas e alguns milhares de seguidores é uma grande coisa, mas isso nem se compara com as plataformas de lançamento virais promovidas por grandes marcas e suas campanhas em mídias sociais. O Que Isso Significa Para O Seu Negócio #1: Você Deve Sempre Avaliar Seu Público-Alvo Nós falamos muito sobre a importância de saber quem são seus clientes e exatamente o tipo de respostas e interesses que eles estão procurando. Na verdade, nós discutimos isso em um whitepaper anterior e sugerimos que a criação de personas de compradores era a solução para conhecer o seu público. Aquela edição foi sobre marketing de conteúdo e esta é sobre mídias sociais - como você deve estar começando a entender, os dois andam de mãos dadas. É difícil cultivar uma forte presença social sem um bom conteúdo, assim como é difícil impulsionar o seu conteúdo para alturas virais sem uma personalidade digital estabelecida. Quando se trata de conteúdo e marketing viral, a capacidade de avaliar seu público é extremamente importante. E você nunca será capaz de avaliar o seu mercado-alvo se você realmente não conhecer seu público. Seus gostos e desgostos, o que eles estão propensos a compartilhar e por que, os seus hobbies, seus maiores problemas - todos esses detalhes são vitais para o desenvolvimento e compreensão de como o público reagirá aos seus esforços de marketing. Por exemplo, como descrito acima, o show de Jimmy Kimmel engana um grande número de usuários de Internet com um conteúdo viral desonesto. Do ponto de vista objetivo de marketing, isso não é uma tática que recomendamos. Na maioria dos segmentos (inclusive e especialmente no nosso) a transparência é um princípio muito valioso e respeitado, assim, enganar o seu público está fora de questão. Sim, mesmo que seja uma brincadeira realmente, realmente incrível. PONTO-CHAVE: Não pressuponha que a criação de vídeos virais é fácil, mesmo quando parece que as marcas são capazes de fazê-lo com muito pouco esforço. Não é uma tarefa simples e, na maioria das vezes, há muito mais coisas envolvidas em um vídeo viral do que os olhos podem ver. Compreender esta verdade é a chave para o gerenciamento de suas próprias expectativas virais.
  6. 6. Página 6 2 VERDADES SURPREENDENTES SOBRE CONTEÚDO VIRAL (E 2 ASPECTOS SOBRE O QUE ISSO SIGNIFICA PARA O SEU NEGÓCIO!) Do ponto de vista tendencioso e informado, no entanto, podemos dizer que Jimmy Kimmel (ou sua equipe) provavelmente fez sua lição de casa. Estamos aqui falando de um programa de TV noturno de auditório, por isso não está fora do reino das possibilidades que Kimmel tenha concluído que seu público realmente o respeitaria mais se ele fosse capaz de enganá-los. Ele também, obviamente, tem uma boa equipe de marketing viral que coloca um grande empenho para a criação de vídeos, por isso ele sabia que havia uma boa chance de sucesso. Kimmel estava certo em ambos os casos e valeu muito a pena para ele. A questão por trás disso é que ele correu muito pouco risco de perder telespectadores atuais com suas travessuras, então porque não? Outra coisa que Kimmel claramente levou em consideração foi o momento e a relevância de seu conteúdo no que diz respeito aos interesses de seu público. Quando twerking estava no auge, ele inventou a maior pegadinha de twerking de todos os tempos na história do mundo. Simples, idéia genial. Durante os Jogos Olímpicos, os meios de comunicação ficaram loucos com histórias sobre todos aqueles cães vadios em Sochi - Kimmel se aproveitou disto com um vídeo de um lobo no dormitório de um atleta. Ele sabia que seu público estaria em sintonia com esse tópico, então ele tirou vantagem disto. O Que Isso Significa Para Seu Negócio #2: Você Precisa Definir Metas Realistas Ver um de seus artigos, infográficos ou vídeos se tornar viral - especialmente se você for uma pequena empresa - seria um sonho tornado realidade. Mas uma palavra de cautela: não deixe que visões de grandeza impeçam você de enxergar qualquer sucesso menos glamoroso que você já possa estar tendo. Você precisa ser realista. Gerar conteúdo verdadeiramente viral é difícil e, honestamente, não acontece para muitas empresas. Tudo bem almejar alto, contanto que não seja totalmente inatingível. A primeira coisa que você provavelmente deve se perguntar é se tornar-se viral sequer beneficiará você ou seus produtos e serviços. Se a resposta for não, então tire esta idéia da sua mente para que você não fique decepcionado. Isso não significa que você não precisa criar conteúdo de qualidade e compartilhá-lo em redes sociais, mas você pode razoavelmente não esperar que o seu conteúdo seja tão insanamente popular como o da menina dançando twerking em chamas. Dê a PONTO-CHAVE: No final das contas, conhecer detalhadamente o seu público permitirá que você crie um conteúdo que chamará a atenção deles. Seja o conteúdo uma pegadinha viral, um vídeo simples de ‘Faça Você Mesmo’ ou um post de blog baseado em dados este conteúdo depende inteiramente de você e de seu público. Mas escolha sabiamente, porque isto pode fazer toda a diferença em relação àqueles compartilhamentos que você tão desesperadamente cobiça.
  7. 7. Página 7 2 VERDADES SURPREENDENTES SOBRE CONTEÚDO VIRAL (E 2 ASPECTOS SOBRE O QUE ISSO SIGNIFICA PARA O SEU NEGÓCIO!) si mesmo todas as chances de sucesso. Enquanto você estiver aumentando lentamente compartilhamentos e leitores, você estará se movendo na direção certa. . Conclusão Conteúdo viral é contagioso e o magnetismo do marketing viral possui uma atração extremamente forte. Mas antes de mergulhar de cabeça no buraco do coelho em busca daquela criação viral perfeita, faça a si mesmo as seguintes perguntas: Se você respondeu sim para a maioria dessas perguntas, então talvez um esforço intenso e contínuo para "se tornar viral' seja adequado para a sua marca. Mas a maioria das operações de pequeno e médio porte irá responder que não, e talvez seja melhor assim. Concentrar-se na criação de um conteúdo altamente valioso e útil que atenda às necessidades de seu público deve ser seu objetivo principal. E, na realidade, isso também pode ser o melhor caminho para que o seu conteúdo se torne viral sem você realmente se envolver com o marketing viral! Será que o meu público gostará, ou mesmo tolerará, um pouco de desonestidade proposital (marketing viral)? Estou sendo realista em meus objetivos e com os motivos para a criação de uma campanha viral? Eu tenho um orçamento por trás disso para apoiar o meu conteúdo? O conteúdo viral agrega mais valor aos meus clientes ou estou apenas correndo atrás de números? PONTO-CHAVE : Não tente reproduzir os resultados exatos das marcas que você vê se tornarem virais. Você provavelmente não possui os recursos financeiros, alcance ou base de fãs fanáticos como a Nike, Red Bull ou Old Spice. Então, não fique desapontado quando você não puder gerar milhões de visualizações no YouTube. O que você pode fazer é pegar dicas criativas e estilísticas de qualquer conteúdo que você goste e usá-las para impressionar o seu pequeno nicho. Defina metas atingíveis que façam sentido para o seu negócio e seu público.
  8. 8. Página 8 2 VERDADES SURPREENDENTES SOBRE CONTEÚDO VIRAL (E 2 ASPECTOS SOBRE O QUE ISSO SIGNIFICA PARA O SEU NEGÓCIO!) Sobre a WSI (We Simplify the Internet) A WSI é uma empresa de Marketing Digital com uma forte presença internacional. Os nossos Consultores de Marketing Digital usam seus conhecimentos e experiência para fazer a diferença para empresas de todo o mundo. Com sede em Toronto, no Canadá, também temos escritórios em mais de 80 países. Nós somos uma poderosa rede de profissionais de marketing que se dedicam a descobrir, analisar, construir e implementar premiadas soluções em marketing digital que ajudam as empresas a serem bem-sucedidas no meio digital. Ao longo dos últimos 20 anos, a WSI ganhou vários prêmios por nossas soluções em Marketing Digital, adaptando-se ao cenário em constante mudança da Internet. Temos orgulho em ajudar as empresas a aproveitarem ao máximo cada centavo gasto em Marketing Digital. Pronto para seguir em frente e discutir sobre um projeto com um Consultor local de Marketing Digital? Entre em contato com um de nossos especialistas agora mesmo, visitando www.wsiworld.com/get-in-touch-with-an-expert.

×