Successfully reported this slideshow.
We use your LinkedIn profile and activity data to personalize ads and to show you more relevant ads. You can change your ad preferences anytime.

Tema A1. A península ibérica: localização e quadro natural

119,004 views

Published on

História e Geografia de Portugal, 5.º ano de escolaridade

Published in: Education

Tema A1. A península ibérica: localização e quadro natural

  1. 1. A Península Ibérica localização e quadro natural História e Geografia de Portugal 5.º ano de escolaridade Tempo: 12 aulas Prof. Ana Victor
  2. 2. Os mapas do mundo e de Portugal e a rosa-dos-ventos Tempo: 4 aulas
  3. 3. Evolução dos mapas
  4. 4. Representações do planeta Terra
  5. 5. Representações do planeta Terra • Planisfério – Representação da totalidade da Terra numa superfície plana. • Globo terrestre – Representação esférica da Terra que mais se aproxima da realidade.
  6. 6. Representações de partes da Terra Mapas – forma de representação que pode ser de um continente, de um país ou de uma cidade.
  7. 7. Elementos de um Mapa Título Orientação Legenda Escala Título – identifica a realidade que está a ser representada Legenda – Explica o significado de todos os símbolos ou cores usados num mapa Escala – refere o número de vezes que uma determinada realidade foi reduzida para poder ser representada num mapa. No caso deste mapa, um cm corresponde a 100 km reais. Orientação – indica a direção do norte. É geralmente representada através de uma rosa-dos ventos, de uma seta ou de uma bússola.
  8. 8. Linhas Imaginárias da Terra Equador – linha imaginária que divide a terra em duas partes iguais. Hemisfério Norte – (significa meia esfera) parte da terra que fica a norte do equador. Hemisfério Sul – (significa meia esfera) parte da terra que fica a sul do equador. Eixo da Terra - linha reta imaginária que cruza o centro da Terra e ambos os pólos geográficos, em torno da qual o planeta gira. Polo Norte - região que se localiza no extremo Norte do planeta terra. Polo sul - região que se localiza no extremo sul do planeta terra
  9. 9. Linhas Imaginárias da Terra Meridianos – linhas imaginárias perpendiculares à linha do equador Paralelos – linhas imaginárias paralelas à linha do equador.
  10. 10. • Dois terços da superfície terrestre são compostos por água (71%) • Um terço é ocupado por terra (29%) • Por isso, o Planeta é também conhecido por Planeta Azul.
  11. 11. Os continentes e Oceanos
  12. 12. Os continentes e Oceanos Existem cinco oceanos: - Atlântico – banha três continentes, a Europa, a África e a América - Pacífico – banha a costa oeste da América, a Ásia e a costa oriental da Oceânia. - Índico – Banha a costa oriental de África, a costa sul da Ásia e a costa oriental da Oceânia - Glacial Ártico – no Polo Norte - Glacial Antártico – rodeia a Antártida
  13. 13. Os continentes e Oceanos Existem seis continentes: - Europa – do qual faz parte Portugal - América – a oeste da Europa; divide-se em América do Norte e América do Sul - Ásia - a este da Europa - África - a sul da Europa - Oceânia – a sudeste da Europa - Antártida – a maior massa compacta de gelo, no polo sul
  14. 14. Dimensões dos diferentes continentes e oceanos
  15. 15. Para saber… • Continente – grande extensão de massa • Oceano – enorme massa de água salgada • Ínsula ou Ilha – parte da superfície terrestre rodeada de água por todos os lados. • Mares – massas de água salgada mais reduzidas que os oceanos. São delimitados pelos continentes e lcalizam-se no seu interior ou nas margens dos oceanos
  16. 16. Para saber… • Península – parte da superfície terrestre rodeada de água por todos os lados, menos por um. • Costa – área de contato entre a terra e o mar • Istmo – faixa de terra em que uma península se une a um continente.
  17. 17. A Rosa-dos-Ventos • A rosa dos ventos é uma figura que indica os pontos cardeais.
  18. 18. A Rosa-dos-Ventos Pontos cardeais: - Norte (N) - Sul (S) - Este (E) - Oeste (O) Pontos colaterais: - Noroeste – NO - Nordeste – (NE) - Sudoeste (SO) - Sudeste (SE)
  19. 19. A Península Ibérica fica no extremo sudoeste da Europa que tem uma costa muito recortada, com vários mares e Penínsulas. Na Península Ibérica encontram-se dois países: Portugal e Espanha. A Península Ibérica tem uma posição estratégica relativamente ao continente americano e africano. A Península Ibérica está separada do continente americano pelo Oceano Atlântico e do continente africano pelo Estreito de Gibraltar.
  20. 20. A norte, a oeste e a sul – Oceano Atlântico A Sul, Sudeste e Este - Mar Mediterrâneo A nordeste (istmo) – cadeia dos Pirinéus
  21. 21. O Relevo, o clima, os rios e a vegetação Tempo: 7 aulas
  22. 22. Relevo – formas que a superfície terrestre pode ter. Formas de relevo: - Montanha – grande elevação de terreno com mais de 1000 metros de altitude - Planalto – plano + alto. Um planalto é uma elevação de terreno que é alto no seu cume (entre 200 e 1000 m de altitude). - Planície – grande extensão de terreno, geralmente plana, eu nunca ultrapassa os 200 metros de altitude. - Vale – área alongada entre duas montanhas ou colinas, de menor altitude que a das áreas que a rodeiam.
  23. 23. MONTANHA PLANÍCIE PLANALTO VALE
  24. 24. Para saber… • Cordilheira – conjunto de montanhas • Meseta – conjunto de planaltos • Altitude – distância que vai desde o nível médio das águas do mar até ao local considerado. A Altitude pode ser positiva ou negativa, consoante está acima ou abaixo do nível médio das águas do mar.
  25. 25. Mapa hipsométrico – mapa que representa o relevo através de cores A Península Ibérica é uma região com um relevo bastante acentuado Planícies predominam junto à costa. Montanhas predominam a Norte, Centro e Sudeste.
  26. 26. O relevo na Península Ibérica As principais formas de relevo que a P. Ibérica apresenta são: • Montanhas – cordilheira cantábrica, Pirinéus - cordilheira central, cordilheira Ibérica - cordilheira Bética • Planaltos – Meseta Ibérica • Planícies – Planície do Tejo/Sado - Planície do Guadalquivir - Planície do Ebro • Vales – Vale de Aran - Vale do Zézere
  27. 27. • O relevo de Portugal continental apresenta características semelhantes às do relevo da Península Ibérica. • Norte – altitudes elevadas, predominam as montanhas e os planaltos Serras do Gerês, Marão, Montemuro, Estrela e Lousã
  28. 28. • Sul – relevo suave, com altitudes mais baixas: predominam as planícies e serras de baixa altitude Serras do Caldeirão, Monchique (serra Algarvia) Litoral – extensas planícies (Tejo e Sado) Interior – predominam serras e planaltos Rio Tejo é a fronteira natural entre norte (maior altitude) e sul (menor altitude)
  29. 29. • Costa – zona de contato entre o mar e terra. Tipos de Costa: A costa pode ser alta ou baixa e rochosa ou arenosa.
  30. 30. A costa portuguesa tem uma extensão de cerca de 1231 metros. É uma costa pouco irregular, quase em linha reta. A ação do mar, rios, vento e do ser humano tem vindo a alterar a costa. Em alguns locais, o mar avançou sobre a Terra e em outros, a terra avançou sobre o mar. Assim, alguns portos desapareceram: Estarreja, Pederneira, Silves, Loulé.
  31. 31. Os elementos do clima
  32. 32. Os elementos do clima • O estado do tempo influencia a vida das pessoas. Para caracterizar o estado do tempo, usamos os seguintes elementos: temperatura, precipitação, vento ou nebulosidade.
  33. 33. O clima - O clima varia ao longo do dia e de lugar para lugar – de manhã está mais frio e nas zonas mais próximas do mar há maior nebulosidade. - O clima de uma região é o resultado da análise das temperaturas e precipitação ao longo de 30 anos.
  34. 34. Zona quente: • situa-se próximo do Equador, e encontra-se entre o trópico de Câncer e o de Capricórnio. • Aqui encontramos temperaturas mais quentes.
  35. 35. Zonas temperadas: • Entre o trópico de câncer e o círculo Polar ártico encontra-se a zona temperada do Norte • Entre o Trópico de Capricórnio e e o círculo Polar antártico encontra-se a zona Temperada do sul.
  36. 36. Zonas frias: • Entre o círculo polar ártico e o polo norte, situa-se a Zona Fria do Norte. • Entre o círculo polar antártico e o polo sul, encontra-se a Zona Fria do Sul.
  37. 37. O clima da Península Ibérica A Península Ibérica situa-se na Zona Temperada do Norte e tem temperaturas amenas. Outros fatores que influenciam o seu clima: O afastamento/proximidade do mar – quanto mais próximo do mar, mais as temperaturas são amenas (nem muito frias no inverno nem muito quentes no verão). Nos locais afastados do mar, existem grandes diferenças na temperatura, entre o verão e o inverno. O relevo – nas áreas com altitude mais elevada, chove mais e as temperaturas são mais baixas, ou seja, há medida que a altitude aumenta, a temperatura diminuiu mas, a precipitação aumenta.
  38. 38. No litoral da Península Ibérica, as temperaturas mais baixas são maiores e as mais altas são menores. A Precipitação é maior. No interior, existe maior diferença entre as temperaturas mínimas e máximas mas, chove menos. A sul, as temperaturas mais altas e mais baixas são menores do que no interior mas, chove mais.
  39. 39. Para saber… Estado do tempo – estado da atmosfera num determinado tempo e lugar. Clima – sucessão habitual de estados de tempo característicos. Temperatura – aquecimento ou arrefecimento do ar. Depende dos raios solares e mede-se em graus, através de um termómetro.
  40. 40. Para saber… Precipitação – queda de água em forma de chuva, neve ou granizo. É medida por um pluviómetro, em litros por metro quadrado. Vento – ar em movimento. A intensidade do vento é medida por um anemómetro. Clima temperado – clima onde a temperatura média do mês mais frio é superior a 10 º C e a do mês mais quente é inferior a 25º C. Apresenta quatro estações num ano.
  41. 41. A Precipitação na Península Ibérica É mais elevada a: • - Regiões com maior altitude • - norte • - Nordeste É mais baixa a: - No interior - A sul e sudeste
  42. 42. A Temperatura na Península Ibérica Zonas com as temperaturas mais baixas: • - norte • interior • - zonas com maior altitude Zonas com temperaturas mais altas: - Interior - Sul - sudeste
  43. 43. Na Península Ibérica, existem 3 zonas climáticas: Clima temperado marítimo (No norte e noroeste): - Temperaturas amenas: verões pouco quentes e invernos suaves mas, mais frios que no sul - Chuva ao longo do ano, sobretudo no inverno. - Sofre a influência da proximidade ao oceano
  44. 44. Clima temperado mediterrâneo (sul e sudeste): - Verões quentes e longos - invernos suaves - Precipitação baixa - sofre a influência dos ventos secos do norte de África
  45. 45. Clima temperado continental (interior): - Invernos frios e longos - verões quentes - Clima seco - Pouca precipitação - Neva no inverno
  46. 46. No norte litoral, o clima é temperado com influência marítima: - Influência do oceano e da proximidade do mar - A temperatura varia menos ao longo do ano - Chove mais No norte interior, o clima é temperado com influência continental: - Temperaturas baixas no inverno - Temperaturas altas no verão - Chove menos No sul, o clima é temperado com influência mediterrânica: - Temperaturas mais altas no inverno - Verões com temperaturas altas devido à influência do Mar Mediterrâneo e dos ventos secos do norte de África - Chove pouco ao longo do ano
  47. 47. A vegetação natural de uma região é aquela que nasce sem intervenção do homem e está relacionada com o clima e relevo daquela região. Apesar de estar a ser destruída ao longo dos anos (Homem, poluição, incêndios) podemos ainda encontrar dois tipos de vegetação natural na Península Ibérica.
  48. 48. Ibérica Húmida (Norte e Noroeste) • Região chuvosa e húmida • Vegetação verdejante • Florestas de folha caduca que caem no Outono e nascem na Primavera: Carvalho, Castanheiro, pinheiro bravo
  49. 49. Árvores da Ibéria Húmida
  50. 50. Ibérica Seca (Sul e sudeste) • Região seca • Florestas do tipo persistente que conservam a folha o ano todo: sobreiro, pinheiro manso e loureiro
  51. 51. Árvores da Ibéria Seca
  52. 52. • Em Portugal continental, a Serra do Gerês e a Serra da Arrábida, são dois dos poucos locais onde ainda é possível encontrar vestígios da vegetação primitiva
  53. 53. Principais espécies florestais de Portugal: • Pinheiro bravo • Sobreiro • Azinheira • Eucalipto • Pinheiro manso • Castanheiro
  54. 54. Áreas Protegidas • Para tentar preservar as florestas, foram criadas áreas protegidas e parques naturais. • Aqui fazem-se pesquisas, atividades de educação e lazer e turismo.
  55. 55. Para saber… • Vegetação Natural – vegetação que nasce sem intervenção do ser humano. Encontra-se relacionada com o clima e relevo da região em que se encontra. Tem vindo a ser destruída ao longo dos anos, pelo Homem (para construir casas, estradas, cultivar campos), pela poluição e pelos incêndios.
  56. 56. Principais rios da Península Ibérica
  57. 57. Principais rios da Península Ibérica Os principais rios da Península Ibérica desaguam no Oceano Atlântico e no Mar Mediterrâneo. Desaguam no Oceano Atlântico: - Rio Douro - Rio Tejo - Rio Guadiana - Rio Guadalquivir Desaguam no Mar mediterrâneo: - Rio Ebro De todos os rios da Península - Rio Júcar Ibérica, o maior é o Rio Tejo, com 1160 km de extensão.
  58. 58. Principais rios da Península Ibérica Rio Tejo, Lisboa
  59. 59. Principais rios da Península Ibérica Cada um dos rios tem vários afluentes que constituem a sua rede hidrográfica. Aos terrenos por onde escoam as suas águas (as do rio Principal e seus afluentes) dá-se o nome de bacia Hidrográfica. A bacia hidrográfica do rio Douro é a maior e está localizada numa zona de grande altitude, enquanto a do rio Guadiana e Rio Ebro, estão em zonas de baixa altitude. Rio Douro
  60. 60. Principais rios da Península Ibérica • Rios luso-espanhóis – rios que nascem em Espanha e continuam o seu percurso por Portugal. • Rios Nacionais – rios que correm apenas em Território Português
  61. 61. • Os maiores rios portugueses nascem em Espanha e são: • - Tejo • - Douro • - Guadiana
  62. 62. Rios Nacionais • O Rio Mondego é o maior rio que nasce em Portugal. • Em Portugal, a maior parte dos rios e os com maior caudal situam-se a norte, porque aqui o relevo é mais montanhoso e chove mais.
  63. 63. Rios Nacionais • Por vezes, no verão, a sul ou no interior, há partes dos rios que secam ou ficam com um caudal muito fraco. Rio Cávado • No inverno ou na primavera, ocorrem inundações provocadas pela subida das águas dos rios. As variações afetam as populações.
  64. 64. Para saber… • Rio – corrente contínua de água doce que nasce, geralmente, numa montanha e que vai em direção ao mar, a um lago ou a outro rio. • Rede Hidrográfica – Conjunto formado pelo rio e seus afluentes. • Nascente – local onde nasce um rio. • Foz – local onde desagua um rio. • Caudal – quantidade de água que o rio transporta.
  65. 65. Diversidade natural dos arquipélagos da Madeira e Açores
  66. 66. Localização Geográfica: Situa-se no Oceano Atlântico, a sudoeste de Portugal continental, a uma distância de 1000 km. Fica a sudeste da América do Norte Fica a noroeste de África. É constituído por: Duas ilhas: Madeira e Porto Santo e pelos ilhéus das Desertas e das Selvagens. As ilhas são de origem vulcânica.
  67. 67. Localização Geográfica: Situa-se no Oceano Atlântico, a oeste de Portugal continental, a uma distância de 1600 km. Fica a este da América do Norte Fica a noroeste de África É constituído por nove ilhas: Grupo ocidental: flores e Corvo Grupo central: Faial, Pico, S. Jorge, Terceira Grupo Oriental: São Miguel e Santa Maria
  68. 68. Todas as ilhas são de origem vulcânica, algumas mais antigas que outras. Algumas ainda têm atividade vulcânica. A ilha do Pico, é a mais recente. Este arquipélago é mais recente que o da Madeira.
  69. 69. Existem diferenças no relevo entre as ilhas da Madeira e Porto Santo. Madeira: - Relevo bastante montanhoso, com altitudes elevadas - Altitude aumenta do litoral para o interior - Vales profundos - Costa norte apresenta vertentes abruptas - Não existem rios, apenas ribeiras Porto Santo: - Relevo pouco montanhoso - Vertentes suaves - Ribeiras têm pouca água no verão
  70. 70. Curral das Freiras, ilha da Madeira
  71. 71. Pico do Areeiro, ilha da Madeira, 1861 metros
  72. 72. Tipo de Clima: Temperado com influência mediterrânea, devido a estar localizado mais a sul de Portugal Continental. Características: - Verão prolongado, suave e seco, inverno ameno e chuvoso. - A norte registam-se temperaturas mais baixas e precipitação mais alta. - No Porto Santo, o clima é mais quente e seco do que na Madeira.
  73. 73. Tipo de relevo: - Relevo montanhoso, embora a altitude média seja inferior à da Madeira. - Altitude aumenta do litoral para o interior - A costa das ilhas é bastante recortada - não existem rios apenas ribeiras. A maior parte apresenta um caudal permanente devido à chuva abundante. Ilha do Pico, Açores Costa norte da Ilha de S. Miguel
  74. 74. Tipo de Clima: Temperado com influência atlântica, devido à localização do arquipélago mais a norte Características: - Temperaturas amenas - Precipitação abundante e frequente
  75. 75. Tipo de vegetação: Urze, Laurissilva, loureiro, faias, cedros, azevinhos dragoeiro Urze laurissilva
  76. 76. Nestes arquipélagos, a vegetação natural era muito densa e variada. Com a chegada do ser humano, a floresta foi sendo destruída, com a criação de áreas para pastagem e a introdução de plantas exóticas (hortências). Ilha da Madeira
  77. 77. Para saber… • Arquipélago – conjunto de ilhas • Plantas exóticas – plantas que não são características de uma região.

×