Palestra - Experiências de implementação de Plataformas Sociais Colaborativas

617 views

Published on

Criar com as pessoas e para as pessoas - um bate-papo sobre experiências de implementação de Plataformas Sociais Colaborativas

Published in: Design
0 Comments
2 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total views
617
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
2
Actions
Shares
0
Downloads
18
Comments
0
Likes
2
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Palestra - Experiências de implementação de Plataformas Sociais Colaborativas

  1. 1. TRANSFORMANDO EMPRESAS EM ORGANISMOS SOCIAIS
  2. 2. PESSOAS IMPACTADAS POR PLATAFORMAS COLABORATIVAS 3 275K + ANOS +
  3. 3. mapeamento de cultura planejamento ideação da plataforma design da interface estratégia de lançamento e de engajamento
  4. 4. gente
  5. 5. As pessoas mudaram

  6. 6. Comunicar, Colaborar, Engajar, Integrar CULTURA, REGRAS 
 E EXPECTATIVAS MOTIVAÇÃO PARA COMPARTILHAR RECONHECIMENTO CULTURA E 
 BUSINESS DESIGN COMPORTAMENTOS QUE DEVEM SER ENCORAJADOS VELOCIDADE DE ADOÇÃO CONTEÚDO COMPARTILHADO DESENHO DE SISTEMAS FERRAMENTAS, SOFTWARE, MECANISMOS SOCIAIS TECNOLOGIA
  7. 7. ★ Desalinhamentos e competitividade entre setores ★ Ausência de discurso comum, de um canal de comunicação único ★ Burocracia dos canais formais ★ Falta de cultura de captação e gestão do conhecimento tácito ★ Dificuldade de encontrar documentos e histórico de projetos ★ A perspectiva de marca não é integrada ★ Dificuldade de acessar toda a empresa (regionais e exterior) ★ Canais atuais não são facilmente acessíveis, 
 pouco relevantes e não escaláveis. Quem conhece? PROCESSOS TECNOLOGIA CULTURA
  8. 8. ACERTOS ERROS
  9. 9. O caminho das pedras: 10 lições aprendidas
 ao longo de projetos de 
 plataformas colaborativas
  10. 10. Não existe receita de bolo 2 3 4 5 6 7 8 9 101
  11. 11. Imersão in loco, condução de workshops: assimilação da cultura e mapeamento de processos ou métodos atuais que possam 
 se tornar colaborativos e digitais sociais 2 3 4 5 6 7 8 9 101
  12. 12. 
 (Higly Empowered Resourceful Operatives): formação e contribuição para o entendimento sobre o ambiente interno e potencial de construção de processos mais colaborativos. Identificação e (re)significação dos líderes informais e formais por toda a empresa. Trabalho com os HEROs: 2 3 4 5 6 7 8 9 101
  13. 13. Migração das comunidades antes do lançamento
 com discussões, artigos, pessoas, fluxos de informação, 
 base de conhecimento já compartilhadas. 2 3 4 5 6 7 8 9 101
  14. 14. Gerente da Intranet: 
 fundamental para o sucesso do projeto que um profissional esteja exclusivamente dedicado para gerenciar a intranet como projeto, e depois a plataforma como organismo vivo: monitorando o uso, pensando em sua evolução e novas estratégias de adoção. CONTEÚDO TECNOLOGIA ENGAJAMENTO 2 3 4 5 6 7 8 9 101
  15. 15. Invista em uma Busca robusta: 
 encontrar rapidamente o que se procura 
 é a condição mínima para o usuário se interessar pela ferramenta. A Intranet 
 social deve buscar sincronizar e ser a 
 principal fonte de informação da organização. NOMEAÇÃO CONTEXTUAL 
 E CITAÇÃO DIGITAL AUTO COMPLETE RANKEAMENTO SOCIAL 
 DOS RESULTADOS 2 3 4 5 6 7 8 9 101
  16. 16. 2 3 4 5 6 7 8 9 101 Se puder, aprenda com o LinkedIn:
 Um número grande de colaboradores já têm seus perfis criados no LinkedIn, com listagem de competências, histórico e qualificações. Capture esse valor para o uso interno corporativo na hora de criar um marketplace de skills da sua organização.
  17. 17. Não tente reinventar o Facebook. 
 O core de uma plataforma social corporativa é PRODUTIVIDADE. A ferramenta deve ser desejável, intuitiva e facilitar o dia a dia dos colaboradores, mas eles não vão deixar de usar o Facebook por conta da Intranet! 2 3 4 5 6 7 8 9 101
  18. 18. A faixa de Gaza da Intranet Social:
 alinhamento, cooperação e envolvimento contínuo entre Comunicação Corporativa, RH e TI durante a condução do projeto é essencial. + + 2 3 4 5 6 7 8 9 101
  19. 19. 2 3 4 5 6 7 8 9 101 "Faça o que eu digo mas não faça o que eu faço”: Tentar implementar uma plataforma digital colaborativa em uma organização que não promove ou recompensa hábitos, métodos e espaços colaborativos, 
 NÃO FUNCIONA. Não há plataforma social que sobreviva a uma empresa dividida.
  20. 20. Uma mesma empresa, com as mesmas pessoas, pode ser absolutamente dividida ou colaborativa. Um grupo de pessoas não é social. 
 Social é o que acontece entre elas e a forma como interagem. 2 3 4 5 6 7 8 9 101
  21. 21. "Se as mudanças estão acontecendo do lado de fora 
 mais rapidamente do que do lado de dentro, o final está próximo." Jack Welch Seus clientes e consumidores estão conectados. E você?
  22. 22. OBRIGADO. teco@sodet.biz sodet.biz/palestra

×