TÉCNICAS DE EDUCAÇÃO        SEXUALAs metodologias e técnicas deEducação para a Saúde, e por  conseguinte da Educação Sexua...
• Não se podem limitar a aspectos  informativos;• Têm de ser activas, participativas e  diversificadas;• Exigem debate de ...
• Exigem uma boa relação  pedagógica;• Privilegiam-se as parcerias e a  colaboração interdisciplinar;• Devem partir das ex...
Assim, a utilização de    metodologias activas e participativas, em detrimentode longas dissertações, são amelhor forma de...
• Embora todas as técnicas da pedagogia  activa ou participativa possam ser  aplicadas na Educação Sexual, existem  técnic...
Existem também as técnicasdestinadas a "quebrar o gelo" , que      consistem em jogos de apresentação, úteis para criar um...
TÉCNICAS MAIS UTILIZADAS NA EDUCAÇÃO SEXUAL•   Técnicas de partilha da informação:-   Brainstorming - identifica conhecime...
Técnicas de debate e clarificação de opiniões,                          valores e atitudes-   Barómetro de atitudes - Cons...
Técnicas de treino de competências-    Discussão de casos - Inventam-se ou identificam-se    situações a serem discutidas ...
Fim      Carlos Manuel Martins
Upcoming SlideShare
Loading in …5
×

Técnicas de educação sexual

762 views

Published on

Published in: Education
0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total views
762
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
44
Actions
Shares
0
Downloads
16
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Técnicas de educação sexual

  1. 1. TÉCNICAS DE EDUCAÇÃO SEXUALAs metodologias e técnicas deEducação para a Saúde, e por conseguinte da Educação Sexual têm que obedecer a determinados critérios:
  2. 2. • Não se podem limitar a aspectos informativos;• Têm de ser activas, participativas e diversificadas;• Exigem debate de ideias sobre valores pessoais e sociais;• Os alunos têm de assumir um papel predominantemente activo e participativo;• Têm que ter em conta o grau de desenvolvimento e motivação dos alunos;
  3. 3. • Exigem uma boa relação pedagógica;• Privilegiam-se as parcerias e a colaboração interdisciplinar;• Devem partir das experiências e conhecimentos prévios do grupo, canalizando-os para novos conhecimentos através do jogo, do humor e do trabalho em pequenos grupos.
  4. 4. Assim, a utilização de metodologias activas e participativas, em detrimentode longas dissertações, são amelhor forma de abordagem da Educação Sexual.
  5. 5. • Embora todas as técnicas da pedagogia activa ou participativa possam ser aplicadas na Educação Sexual, existem técnicas específicas que são mais frequentemente abordadas para tratar esta temática; estas têm como principais objectivos:• a) partilha de informação• b) clarificação de valores e atitudes• c) treino de competências específicas
  6. 6. Existem também as técnicasdestinadas a "quebrar o gelo" , que consistem em jogos de apresentação, úteis para criar umclima de confiança e descontraído.
  7. 7. TÉCNICAS MAIS UTILIZADAS NA EDUCAÇÃO SEXUAL• Técnicas de partilha da informação:- Brainstorming - identifica conhecimentos do grupo, bem com soluções para um determinado problema.- Questionários - Para avaliar, aferir e partilhar os conhecimentos do grupo.- Fichas de trabalho - Podem tomar a forma de questionários ou de jogos (p. ex. puzzles ou palavras cruzadas) e servem para debater ideias.- Recolhas documentais - Consiste no pedido de recolha de materiais tais como: recortes de jornais ou revistas, fotografias, etc. Serve como base de elaboração e apresentação de um trabalho.- Visitantes externos - Podem ser técnicos ligados à temática da saúde, pais, técnicos de saúde, etc. Serve para a turma colocar dúvidas a essas pessoas e para um posterior trabalho de balanço de informação recolhida.
  8. 8. Técnicas de debate e clarificação de opiniões, valores e atitudes- Barómetro de atitudes - Consiste na colocação de uma escala tipo Lickert (p. ex. concordo totalmente, concordo, neutro, discordo e discordo totalmente) nas paredes da sala, e apresentar um determinado número de frases polémicas, pedindo aos participantes que se desloquem para o lado que melhor expressa a sua posição e confrontando em seguida as suas opiniões.- Debate pró e contra - Formam-se grupos de três pessoas, nos quais uma delas assume, acerca de frases polémicas, a posição de defesa da posição da frase, outra assume uma posição de discordância e outra funciona como observadora. O observador faz o relato do debate, realçando os pontos em que os dois estão de acordo.- Histórias valorativas - Apresenta-se uma história protagonizada por diversas personagens que assumem comportamentos bem diferenciados. Diferentes grupos terão então de emitir uma apreciação sobre o procedimento ético de cada uma das personagens. Depois promove-se um debate entre os grupos.
  9. 9. Técnicas de treino de competências- Discussão de casos - Inventam-se ou identificam-se situações a serem discutidas em subgrupos, situações essas que exigem que se encontrem soluções; estas serão depois discutidas em grande grupo.- Dramatização - Representam-se as situações referidas anteriormente, o que comporta uma importante componente lúdica e desperta interesse e participação.- Saber escutar - Divide-se a turma em pares, colocados frente a frente; um elemento fala e outro escuta, olhando-se olhos nos olhos.- Expressar sentimentos - Consiste em dizer a alguém do grupo coisas como: gosto de ti, não quero fazer isso, quero ser teu amigo, estás-me a incomodar, etc.
  10. 10. Fim Carlos Manuel Martins

×