Successfully reported this slideshow.
We use your LinkedIn profile and activity data to personalize ads and to show you more relevant ads. You can change your ad preferences anytime.
DERIVADAS FUNDAMENTAIS
Vamos estudar algumas regras que nos permitirão calcular a derivada
de uma função f(x) . A demonstr...
Exemplos:
- g(x) = 5x3
⇒ g’(x) = 5.3. x
3 - 1
= 15 x
2
- f(x) =
12
3
2
x ⇒ g’(x) =
112
.12.
3
2 −
x ⇒ g’(x) = 11
8x
Propri...
2) Dada a função: f(x) = 3x-3
- 2x-5
+ x-2
, calcular f’(x).
f(x) = 3x-3
- 2x-5
+ x-2
⇒ f’(x) = -3.3.x-3-1
–(-5).2.x-5-1
+...
Fazendo y = (2 + 5x).(7 – 3x) , temos :
u = (2 + 5x), logo u’ = 5
v = (7 – 3x), temos v’ = –3
Aplicando a fórmula da deriv...
Sabemos que: 2
'.'.
'
v
uvvu
y
−
=
Fazendo:
u = x2
+ 1 vem que: u’ = 2x
v = x – 3 vem que: v’ = 1
Aplicando-se a fórmula v...
2º Exemplo:
Dada a função f(x) = (2x + 1)4
, calcular f’(x)
Solução:
Fazendo-se g(x) = 2x + 1, e derivando-se, obteremos g...
2º Exemplo:
Dada a função f(x) = (2x + 1)4
, calcular f’(x)
Solução:
Fazendo-se g(x) = 2x + 1, e derivando-se, obteremos g...
Upcoming SlideShare
Loading in …5
×

Apostila de derivadas

456 views

Published on

  • Login to see the comments

  • Be the first to like this

Apostila de derivadas

  1. 1. DERIVADAS FUNDAMENTAIS Vamos estudar algumas regras que nos permitirão calcular a derivada de uma função f(x) . A demonstração dessas regras pode ser feita com a aplicação da definição . Vejamos algumas derivadas fundamentais: Derivada da função constante Se “c” é uma função constante e f(x) = c, para todo “x” real, então f’(x) = 0 f(x) = c ⇒ f’(x) = 0 Exemplos: f(x) = 8 ⇒ f´(x) = 0 ; f(x) = 3 1 − ⇒ f´(x) = 0 ; f(x) = 3 1 − ⇒ f´(x)= 0 Derivada da função potência Se f(x) = xn , com “n” ∈ R , então f’(x) = n . x n - 1 Fórmula: f(x) = xn ⇒ f’(x) = n . xn - 1 Exemplos: f(x) = x ⇒ f’(x) = 1. x1 - 1 = 1.x x0 = 1 f(x) =x7 ⇒ f’(x) = 7.x7 – 1 = 7 x6 - f(x) = x- 4 ⇒ f’(x) = - 4.x- 4 - 1 = -4 x- 5 ⇒ f’(x) = 5 5 4 x − - f(x) = x 5 3 − ⇒ f’(x) = 5 3 − . x 1 5 3 −− ⇒ f’(x) = 5 3 − . x 5 8 − ⇒ f’(x) = 5 8 5 3 x − ⇒ f’(x) = 5 8 5 3 x − - f(x) = 4 x ⇒ f(x) = x 4 1 ⇒ f’(x) = 4 1 . x 1 4 1 − ⇒ f’(x) = 4 1 . x 4 3 − ⇒ f’(x) = 4 3 4 1 x ⇒ f’(x) = 4 3 4 1 x − - - f(x) = 3 1 x ⇒ f(x) = x–3 ⇒ f’(x) = -3.x–3-1 ⇒ f’(x) = -3.x–4 ⇒ f’(x) = 4 3 x − Derivada do produto de uma constante por uma potência Se g(x) = c . f(x), com “c” igual a uma constante e f(x) derivável, então g’(x) = c . f’(x)
  2. 2. Exemplos: - g(x) = 5x3 ⇒ g’(x) = 5.3. x 3 - 1 = 15 x 2 - f(x) = 12 3 2 x ⇒ g’(x) = 112 .12. 3 2 − x ⇒ g’(x) = 11 8x Propriedades Operatórias Sejam u(x) e v(x) duas funções tais que u’(x) e v’(x) exista; então são válidas as seguintes propriedades: a) Derivada da soma e da diferença de funções Se f(x) = u(x) + v(x), então f’(x) = u’(x) + v’(x) De modo análogo tem-se que se: Se f(x) = u(x) - v(x), então f’(x) = u’(x) - v’(x) (F) Donde se conclui que: “Se as funções u(x) e v(x) são deriváveis, a derivada da soma ou da diferença é igual à soma ou à diferença das derivadas de cada uma das funções” Vejamos alguns exemplos: 1) Dada a função: f(x) = 3x4 + 5 x3 - x2 + x, calcular f’(x). f(x) = 3x4 + 5 x3 - x2 + x ⇒ f’(x) = 4.3.x4-1 +3.5.x3-1 -2.x2-1 +1.x1-1 ⇒ f’(x) = 12x3 + 15x2 - 2x + x0 ⇒ f’(x) = 12x3 + 15x2 - 2x + 1
  3. 3. 2) Dada a função: f(x) = 3x-3 - 2x-5 + x-2 , calcular f’(x). f(x) = 3x-3 - 2x-5 + x-2 ⇒ f’(x) = -3.3.x-3-1 –(-5).2.x-5-1 +(-2).x-2-1 ⇒ f’(x) = -9x-4 + 10x-6 - 2x-3 3) Dada a função: 453 )( − −+= ttttf , calcular f’(t) Solução: 55 4 2 5 5 4 2 521413 45 1 3453 4 5 1 3)´( 4 5 1 3)´( 4 5 1 3)´().4( 5 1 3)´( )´()( 5 4 1 5 1 tt ttf t t ttf ttttfttttf ttttfttttf ++=⇒++= ⇒++=⇒−−+= ⇒−+=⇒−+= −−−− −− −− 4) Dada a função: x xxxf 2 )()( 253 −+−= − , calcular f’(t) 35 34 2 3 5 34 2 3 5 3 4 1 2 1 1 5 2 132 1 5 2 3 2 1 5 2 3253 2 5 23 )( 2 5 23 )(2. 5 2 3)( .2). 2 1 (. 5 2 ).3()(.2)( 2 )( 2 )()( xxx xf xx x xfxxxxf xxxxfxxxxf x xxxf x xxxf ++= ⇒++=⇒++=⇒ −−+−−=⇒−+−= ⇒−+−=⇒−+−= −− − −−− −− − − −− Derivada de um produto de funções Se f(x) = u(x) . v(x), então f’(x) = u’ . v + v’ . u De modo mais simples, podemos escrever: y = u . v ⇒ y’ = u’ . v + v’ . u (F) Vejamos alguns exemplos: - 1) Calcular a derivada de (2 + 5x).(7 – 3x) Resolução:
  4. 4. Fazendo y = (2 + 5x).(7 – 3x) , temos : u = (2 + 5x), logo u’ = 5 v = (7 – 3x), temos v’ = –3 Aplicando a fórmula da derivada do produto vem que: y’ = u’ . v + v’ . u ⇒ y’ = 5 . (7 – 3x) + (–3) . (2 + 5x) ⇒ y’ = 35 – 15x – 6 – 15x ⇒ y’ = –30x + 29 - 2) Calcular a derivada de f(x) = x (3x – 1).(x + 2) Resolução: Preparando a função, temos f(x) = x (3x – 1).(x + 2 ⇒ f(x) = (3x2 – x).(x + 2) Transformando, temos: u(x) = 3x2 – x ⇒ u’(x) = 6x – 1 v(x) = x + 2 ⇒ v’(x) = 1 Aplicando a fórmula da derivada do produto vem que: y = u . v ⇒ y’ = u’ . v + v’ . u y’ = (6x – 1).( x + 2) + 1 . (3x2 – x) ⇒ y’ = 6x2 + 12x – x – 2 + 3x2 – x y’ = 9 x2 + 10x – 2 Derivada de um quociente de funções Se )( )( )( xv xu xf = , com v(x) ≠ 0, então 2 )().(')().(' )(' v xuxvxvxu xf − = De modo mais simples, podemos escrever: v u y = ⇒ 2 '.'. ' v uvvu y − = (F) Vejamos alguns exemplos: - 1) Dada a função 3 1 )( 2 − + = x x xf , calcular f’(x) Resolução:
  5. 5. Sabemos que: 2 '.'. ' v uvvu y − = Fazendo: u = x2 + 1 vem que: u’ = 2x v = x – 3 vem que: v’ = 1 Aplicando-se a fórmula vem: 2 2 2 )3( )1).(1()3).(2( ' '.'. ' − +−− =⇒ − = x xxx y v uvvu y ⇒ − −−− = 2 2 )3( 13.2.2 ' x xxxx y Efetuando-se as operações vem que: 96 16 ' 96 162 ' 2 2 2 22 +− −− =⇒ +− −−− = xx xx y xx xxx y Derivada da potência de uma função Consideremos a função f(x) = [g(x)]n , com n ∈ R. Então f’(x) = n.[g(x)]n – 1 . g’(x). De uma forma mais simples, podemos escrever: y = g n y’ = n . g n – 1 . g’ 1º Exemplo: Dada a função 2)( −= xxf , calcular f’(6) Solução: Transformando temos: 2 1 )2(2)( −=−= xxxf Fazendo-se g(x) = (x – 2). Obtemos g’(x) = 1 Se ⇒−=⇒−= − 1.)2.( 2 1 )(')2()( 1 2 1 2 1 xxfxxf 22 1 )(' )2(2 1 )(')2.( 2 1 )(' 2 1 2 1 − =⇒ − =⇒−= − x xf x xfxxf Daí vem que: 4 1 )6(' 2.2 1 )6(' 42 1 262 1 )6(' =⇒=⇒= − = fff
  6. 6. 2º Exemplo: Dada a função f(x) = (2x + 1)4 , calcular f’(x) Solução: Fazendo-se g(x) = 2x + 1, e derivando-se, obteremos g’(x) = 2 Logo, temos: y = g4 y’= 4 . g4 – 1 . g’ y’ = 4 . (2x + 1)4 – 1 . 2 y’ = 8 . (2x + 1)3
  7. 7. 2º Exemplo: Dada a função f(x) = (2x + 1)4 , calcular f’(x) Solução: Fazendo-se g(x) = 2x + 1, e derivando-se, obteremos g’(x) = 2 Logo, temos: y = g4 y’= 4 . g4 – 1 . g’ y’ = 4 . (2x + 1)4 – 1 . 2 y’ = 8 . (2x + 1)3

×