Custo das mercadoria vendidas cálculo e lançamento

82,630 views

Published on

0 Comments
4 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total views
82,630
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
2
Actions
Shares
0
Downloads
373
Comments
0
Likes
4
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Custo das mercadoria vendidas cálculo e lançamento

  1. 1. 27/08/2008 – CMV : cálculo e lançamento Page 1 of 3 27/08/2008 – CMV : cálculo e lançamento Leonardo Amorim Basicamente, há dois métodos para composição e lançamento do CMV (Custo das Mercadorias Vendidas) : 1. INVENTÁRIO PERIÓDICO Não havendo um controle do CMV, a apuração é feita após um levantamento físico e a composição do estoque final é feita com base nas últimas compras do Estoque de Mercadorias verificados naquela data; com o cálculo do estoque final, apura-se a diferença entre o total das Mercadorias Disponíveis para a venda durante o período e esse Estoque Final que deve ser referendado com um controle extra-contabil obtendo assim o Custo das Mercadorias Vendidas nesse período. CMV = EI + (C + FC – CA – DIO – AC) - EF CMV = Custo das Mercadorias Vendidas EI = Estoque Inicial C = Compras de Mercadorias FC = Fretes e Seguros sobre Compras CA = Compras Anuladas DIO = Descontos Incondicionais Obtidos AC = Abatimentos sobre Compras EF = Estoque Final 2. INVENTÁRIO PERMANENTE Caracteriza-se pelo controle contínuo do Estoque de Mercadorias, efetuando-lhe baixa em cada venda pelo CMV. O controle deve ser feito sobre todas as mercadorias que estejam à disposição de venda e o somatório dos custos das várias vendas efetuadas será o CMV total do período. O critério do CMV é feito pelos métodos: 2.1 MÉDIA PONDERADA: Neste método calcula-se o custo médio da mercadoria em estoque e utiliza-se este custo médio para baixar a mercadoria vendida. A média pode ser móvel ou fixa e o custo médio das compras é apurado para todo o período e se aplica a todas as revendas; 2.2 PEPS ou FIFO: (primeiro que entra é o primeiro que sai): o custo da mercadoria vendida computado com base no valor do custo das compras mais antigas dos estoques. 2.3 UEPS ou LIFO: custo da mercadoria vendida será calculado com base nas mercadorias que foram compradas por último (método não aceito pelo Fisco). http://www.llconsult.com.br/nll/ctb/n50013.htm 17/8/2010
  2. 2. 27/08/2008 – CMV : cálculo e lançamento Page 2 of 3 3. LANÇAMENTOS Pela compra: DÉBITO CRÉDITO Mercadorias para Revenda (AC) ou Compras Fornecedores (PC) ou Caixa (AC) (6) (AC) ICMS a recuperar (AC) (1) Pelo pagamento, baixa do contas a pagar (2): DÉBITO CRÉDITO Fornecedores (PC) Caixa ou Bancos (AC) Pela venda: DÉBITO CRÉDITO Clientes (AC) ou Caixa/Bancos (3) (AC) Receitas sobre vendas (CR) ICMS s/ vendas (4) (CR) ICMS a recolher* (PC) Pelo pagamento, baixa do contas a receber (5): DÉBITO CRÉDITO Caixa ou Bancos (AC) Clientes (AC) Pela baixa do estoque COM registro permanente de estoques DÉBITO CRÉDITO CMV (CR) Estoque (AC) Pela baixa do estoque SEM registro permanente de estoques DÉBITO CRÉDITO CMV (CR) Estoque (AC) Valor do estoque inicial CMV (CR) Compras (AC) Estoque (AC) Valor do estoque final calculado CMV (CR) com base nas últimas compras Notas: AC: ATIVO CIRCULANTE PC: PASSIVO CIRCULANTE CR: Conta de Resultado (1) Empresas com tributação do ICMS creditado (2) Controle contábil para compras a prazo (contas a pagar) http://www.llconsult.com.br/nll/ctb/n50013.htm 17/8/2010
  3. 3. 27/08/2008 – CMV : cálculo e lançamento Page 3 of 3 (3) Vendas a vista / clientes diversos (4) Empresas com tributação do ICMS debitado (5) Controle contábil para vendas a prazo (contas a receber) (6) Compras a vista / fornecedores diversos LLConsulte por Leonardo Amorim, 2008. http://www.llconsult.com.br/nll/ctb/n50013.htm 17/8/2010

×