Encontro de Formação do PNAIC
O texto poético na Escola
ANA PAULA UCHOA DE ALENCAR
ORIENTADORA: Shirley Franco
VITÓRIA DA ...
O texto poético na Escola
Gênero Textual
Carta e Bilhete
Relato da Aula
Abrimos esta semana com uma sugestão de aula de lí...
Feito a exploração visual das cartinhas levei para a sala de aula modelos de
cartas antigas, como a carta de Erasmo Carlos...
Carta de Erasmo Carlos
Escrevo-te
Estas mal traçadas linhas
Meu amor!
Porque veio a saudade
Visitar meu coração
Espero que...
Upcoming SlideShare
Loading in …5
×

Ativ genero textual Ana Paula

1,968 views

Published on

0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total views
1,968
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
71
Actions
Shares
0
Downloads
4
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Ativ genero textual Ana Paula

  1. 1. Encontro de Formação do PNAIC O texto poético na Escola ANA PAULA UCHOA DE ALENCAR ORIENTADORA: Shirley Franco VITÓRIA DA CONQUISTA 2013
  2. 2. O texto poético na Escola Gênero Textual Carta e Bilhete Relato da Aula Abrimos esta semana com uma sugestão de aula de língua portuguesa, que aborda gênero textual da carta e mostra a sua importância como ferramenta no ensino da disciplina. A aula é bastante dinâmica e, além do conteúdo da própria carta, inclui também o ensino da ortografia e leitura. A atividade escrita, nesta aula foi feita coletivamente no quadro com as crianças como o gênero textual carta é uma importante ferramenta no ensino de Língua Portuguesa, favorecendo tanto a aprendizagem dos elementos referentes à carta (remetente, destinatário, estrutura, formas de tratamento) quanto o aprimoramento da ortografia e, consequentemente, da leitura.  Conteúdos a ser trabalhado: Gênero textual carta; Ortografia; Leitura.  Atividades Propostas: Escrita de cartas para destinatários reais como coleguinhas, professora, amigo fora da escola ou parentes distantes. A aula se deu através da leitura da carta de Erasmo Carlos, no começo a turminha estranhou um pouco aquele texto um pouco complicado, mas logo eu fui explicando que era assim que antigamente as pessoas se correspondiam dessa forma. Para saber noticia de outras pessoas e que no século passado era o único meio de comunicação entre pessoas que moravam distantes umas das outras. Hoje podemos nos comunicar de varias formas, emails, redes sociais, fecebook torpedos, e pelo celular. Por ser um gênero conhecido das crianças, o trabalho foi bem tranquilo. Todos os alunos enviaram cartas para os coleguinhas, deixando bem claro que todos tinham que respostar as cartinhas. No final da atividade cada aluno confeccionou sua cartinha.
  3. 3. Feito a exploração visual das cartinhas levei para a sala de aula modelos de cartas antigas, como a carta de Erasmo Carlos. Trabalhar conhecimentos, capacidades e atitudes envolvidas na compreensão dos usos e funções sociais da escrita implica, em primeiro lugar, trazer para sala de aula e disponibilizar, para observação e manuseio dos alunos, muitos textos, pertencentes a gêneros diversificados, presentes em diferentes suportes. Mas implica também, ao lado disso, orientar a exploração destes materiais, valorizando os conhecimentos prévios dos alunos, possibilitando a ele deduções e descobertas, explicitando informações desconhecidas.
  4. 4. Carta de Erasmo Carlos Escrevo-te Estas mal traçadas linhas Meu amor! Porque veio a saudade Visitar meu coração Espero que desculpes Os meus erros por favor Nas frases desta carta Que é uma prova de afeição... Talvez tu não a leias Mas quem sabe até darás Resposta imediata Me chamando de "Meu Bem" Porém o que me importa É confessar-te uma vez mais Não sei amar na vida Mais ninguém... Tanto tempo faz Que li no teu olhar A vida cor-de-rosa Que eu sonhava E guardo a impressão De que já vi passar Um ano sem te ver Um ano sem te amar... Ao me apaixonar Por ti não reparei Que tu tivestes Só entusiasmo E para terminar Amor assinarei Do sempre, sempre teu... Tanto tempo faz Que li no teu olhar A vida cor-de-rosa Que eu sonhava E guardo a impressão De que já vi passar Um ano sem te ver Um ano sem te amar... Ao me apaixonar Por ti não reparei Que tu tivestes Só entusiasmo E para terminar Amor assinarei Do sempre, sempre teu... Escrevo-te Estas mal traçadas linhas Porque veio saudade Visitar meu coração...(2x) Escrevo-te Estas mal traçadas linhas Espero que desculpe Os meu erros, por favor Oh! Oh! Meu amor, meu amor! Oh! Oh

×