Guerra da Coréia (1950-1953)

7,533 views

Published on

Esta aula destina-se aos alunos e alunas do Terceiro Ano do Colégio Militar de Brasília, mas qualquer pessoa pode utilizar o material, basta entrar em contato e citar a fonte.

Published in: Education
0 Comments
6 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total views
7,533
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
2,201
Actions
Shares
0
Downloads
346
Comments
0
Likes
6
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Guerra da Coréia (1950-1953)

  1. 1. 1 GUERRA DA CORÉIA 1950-1953
  2. 2. 2 POLÍTICA INTERNACIONAL • Os Aliados, na Declaração do Cairo, em 1943, prometeram a liberdade para a Coréia como país independente quando a guerra acabasse. • Os Aliados reafirmaram suas promessas em 1945 na Conferência de Ialta. • EUA e URSS → Conferência de Moscou, em 1945 (Operação Tempestade de Agosto → acertos para derrotar os japoneses e libertar a Coréia, estabeleceram 5 anos de prazo para conceder a independência ao país. • Soviéticos se retiraram do Norte em 1948 e os norte americanos saíram do Sul em 1949.
  3. 3. 3 RESISTÊNCIA COREANA KIM ROO SYNGMAN RHEE Opção pelo Capitalismo → eram Ligados ao Kuomintang e ao Exército Nacionalista Chinês.
  4. 4. 4 RESISTÊNCIA COREANA PAK HON-YEONG KIM II-SUNG Opção pelo Comunismo → a guerrilha do norte tinha ligações com o Exército Popular de Libertação da China de Mao Tse Tung.
  5. 5. 5 TEMPESTADE DE AGOSTO • Os soviéticos deslocam mais 5 milhões de soldados e, junto com os chineses, reconquistam o território ocupado pelos japoneses a partir da Mandchúria. Por fim, expulsam os japoneses da Coréia. • Os EUA apressam a invasão temendo a perda de toda a Coréia para os comunistas.
  6. 6. 6 ELEIÇÕES NA CORÉIA • Eleições separadas em 1948 → terrorismo político → 600 mortos durante o processo eleitoral no Sul. • A URSS se recusa a promover eleições no Norte.
  7. 7. 7 LEVANTE DE JEJU • Maior tragédia depois da Guerra da Coréia → entre 14 mil e 60 mil executados nos anos de 1948-49 → População era contra a presença americana e simpática ao partido comunista. • O massacre foi promovido pelas tropas governo de Syngman Ree. Os americanos negaram ter participado desses massacres. Habitantes de Jeju esperando a execução- 1948 – acredita-se que foram mais de 300 mil mortos ao todo.
  8. 8. REPRESSÃO À GUERRILHA COMUNISTA 8 • Até 1949, o governo de Syngman Rhee reduziu o número de guerrilheiros comunistas de mais de 5 mil combatentes para menos de mil. Foto de um guerrilheiro comunista decapitado por forças do Sul.
  9. 9. 9 GUERRA DA CORÉIA (1950-1953) • A Guerra da Coréia foi travada entre 25/06/1950 e 27/07/1953. • Começou como uma tentativa de reunificação movida pela Coréia do Norte. • Stálin deu carta branca para que Kim Ii-Sung promover a guerra, desde que não contasse com a entrada de tropas soviéticas no conflito, somente chinesas, caso necessário.
  10. 10. 10  A ONU, sob a liderança dos EUA, reprovou a invasão autorizando uma força internacional para expulsar os invasores.  Devido à presença de Taiwan na ONU e no Conselho de Segurança, os soviéticos estavam boicotando as reuniões.  Forças internacionais (88% de americanos + outros 16 países) retomam a Coréia do Sul e invadem a Coréia do Norte tentando promover uma reunificação. GUERRA DA CORÉIA (1950-1953)
  11. 11. 11 GUERRA DA CORÉIA (1950-1953) ARTILHARIA EUA E CORÉIA DO SUL
  12. 12. 12 CORÉIA DO NORTE CORÉIA DO SUL BANDEIRAS GUERRA DA CORÉIA (1950-1953)
  13. 13. 13  Com os norte americanos nas suas fronteiras, a China entra na guerra a favor da Coréia do Norte.  Os exércitos comunistas vencem as forças internacionais empurrando-as para o sul do Paralelo 38 → retorno às fronteiras de 1945.  O General MacArthur (EUA) defendia o uso da bomba atômica contra a Coréia do Norte e a China → Foi retirado do comando da guerra. GUERRA DA CORÉIA (1950-1953)
  14. 14. 14  As negociações de paz são iniciadas pelos soviéticos em 1951 → acordo final é feito na aldeia neutra de Panmujon.  Acordo de Panmujon → pôs fim à guerra, mas não definiu a situação como acordo final → EUA, Coréia do Norte e China assinam a paz, a Coréia do Sul se recusa.  Há o cessar fogo e as fornteiras permanecem as estabelecidas previamente. GUERRA DA CORÉIA (1950-1953)
  15. 15. 15 Prejuízos humanos da guerra:  EUA → 36.574 mortos (militares e civis) e 103.284 feridos.  Outras Nações → 4.786 mortos.  Coréia do Sul → 217.000 militares e 1 milhão de civis.  Coréia do Norte → 406.000 militares e 600.000 civis.  China → 600 mil militares. Fonte: Fonte do Saber e Korean War Fast Facts. GUERRA DA CORÉIA (1950-1953)
  16. 16. 16 O presidente da Coréia do Norte, Kim Jong-Il, e seu colega do Sul, Roo Moo-Hyun, assinaram a declaração conjunta em 2007.
  17. 17. 17 SIX PARTY TALKS • Como resultado do programa de armamento nuclear norte-coreano, foi estabelecido um fórum de negociações, em 2003, para discutir uma solução pacífica para as tensões crescentes na região. Participaram os governos da Coréia do Sul e do Norte, Rússia, China, o Japão e dos Estados Unidos. • Em 2009, a Coréia do Norte se retirou da mesa de negociação e retomou seu programa nuclear.
  18. 18. 18 Culto à Personalidade do Líder → Grande Monumento da Colina Mansu (Mansudae). KimIi-sung KimJongIl
  19. 19. 19 ACORDOS DE 2007 • Em 17 de julho de 2007, inspetores das Nações Unidas verificaram o encerramento de cinco instalações nucleares norte- coreanas, segundo um acordo feito em fevereiro de 2007. • Em 4 de outubro de 2007, o presidente sul- coreano Roh Moo-Hyun e o líder norte- coreano Kim Jong-il assinaram um acordo sobre a questão da paz permanente, conversações de alto nível, cooperação econômica, renovações ferroviárias, viagens aéreas e rodoviárias, e uma seleção olímpica conjunta.
  20. 20. 20 PRESIDENTES NORTE E SUL Kim Jong-un (*neto do fundador do país, Kim Ii-sung, assumiu em 2016 com um discurso agressivo e militarista*) Moon Jae-in (*a presidenta Park Geun-hye sofreu um impeachment em 2017*)
  21. 21. 21 Kaesong Industrial Region  Empreendimento sul coreano em território vizinho, fundado em 2002, possuía mais de 120 fábricas empregam cerca de 50 mil norte coreanos. Foi fechada em fevereiro de 2016.

×