Arquidiocese de Aracaju   Plano de Pastoral      2012-2015
Plano de Pastoral 2012-2015                       3                              PLANO DE PASTORAL                        ...
Plano de Pastoral 2012-2015                                                   5                              APRESENTAÇÃO ...
Plano de Pastoral 2012-2015                                                    7                   Palavra do Arcebispo Me...
8                                                           Arquidiocese de Aracaju   A Palavra de Deus e a Eucaristia, Pã...
Plano de Pastoral 2012-2015                                                      9   4.	 Invocar o Espírito Santo e estar ...
Plano de Pastoral 2012-2015                                          11                              OBJETIVO GERAL       ...
Plano de Pastoral 2012-2015                                                   13             PLANO DE PASTORAL ARQUIDIOCES...
14                                                          Arquidiocese de Aracajuciência na comunidade dos discípulos mi...
Plano de Pastoral 2012-2015                                                  15no seminário maior, no dia 18 de novembro d...
16                                                          Arquidiocese de Aracaju   4 – A Catequese Arquidiocesana dever...
Plano de Pastoral 2012-2015                                                     17                   A AÇÃO PASTORAL NA PA...
18                                                            Arquidiocese de Aracaju     g)	 Pastoral Familiar: A Família...
Plano de Pastoral 2012-2015                                                    19     p)	Pastoral das lavadeiras: Evangeli...
Plano de Pastoral 2012-2015                                                   21                 DIRETÓRIO PARA OS SACRAME...
22                                                            Arquidiocese de AracajuDaí porque seja imperativo, na prátic...
Plano de Pastoral 2012-2015                                                   23e zelo, da recepção aos pais e padrinhos d...
24                                                          Arquidiocese de Aracaju  3.5 - A Primeira Comunhão deve ser ce...
Plano de Pastoral 2012-2015                                                   25   4 -RECONCILIAÇÃO E CONFISSÃO  Não se po...
26                                                           Arquidiocese de Aracaju   5.6 - A música tem a finalidade de ...
Plano de Pastoral 2012-2015                                                     27       ORIENTAÇÕES PARA AS FESTAS DOS PA...
28                                                           Arquidiocese de Aracajuver, organizar e assumir as festas dos...
Plano de Pastoral 2012-2015                                                       29                     CNBB - REGIONAL N...
30                                                            Arquidiocese de Aracaju PRIORIDADES	              METAS	    ...
Plano de Pastoral 2012-2015                                                       31  PRIORIDADES	                 METAS	 ...
32                                                             Arquidiocese de Aracaju PRIORIDADES	               METAS	  ...
Plano de Pastoral 2012-2015                                              33                       ARQUIDIOCESE DE ARACAJU ...
34                                                 Arquidiocese de Aracaju              Pe. Diógenes Oliveira da Silva    ...
Plano de Pastoral 2012-2015                                       35   SEMINÁRIO MAIOR NOSSA SENHORA DA CONCEIÇÃO         ...
Plano de Pastoral 2012-2015                                                   37                       PARÓQUIAS E PADRES ...
38                                                      Arquidiocese de AracajuParóquia Bom Jesus dos                Paróq...
Plano de Pastoral 2012-2015                                               39Paróquia Nossa Sra. de Guadalupe       Paróqui...
40                                                      Arquidiocese de AracajuAracaju/SE                            Paróq...
Plano de Pastoral 2012-2015                                              41Paróquia São José                      Paróquia...
42                                                      Arquidiocese de Aracaju                   Vicariato São Marcos/Set...
Plano de Pastoral 2012-2015                                             43Paróquia Nossa Senhora do Monte       Paróquia N...
44                                                       Arquidiocese de AracajuFrei FELISBERTO de Brito (Vigário)      Pa...
Plano de Pastoral 2012-2015                                                       45Paróquia São Marcos Evangelista       ...
46                                                     Arquidiocese de AracajuParóquia Nossa Senhora Aparecida      Paróqu...
Plano de Pastoral 2012-2015                                           47Paróquia Santo Antônio e Almas        Paróquia São...
48                                                         Arquidiocese de Aracaju         Vicariato São João Evangelista ...
Plano de Pastoral 2012-2015                                           49Paróquia Sagrado Coração de Jesus   Paróquia São C...
50                                                  Arquidiocese de Aracaju Padres fora da Arquidiocese para Estudo ou Mis...
Plano de Pastoral 2012-2015                                               51Mons. José de Souza CARVALHO            Pe. Jo...
52                                                       Arquidiocese de Aracaju07 – Diác. Perm. Genival Santos         10...
Plano de Pastoral 2012-2015                                             5314 – Diác. Perm. Júlio Cesar dos       18 – Diác...
54                                                    Arquidiocese de Aracaju21 – Diác. Perm. Vivaldo José dos    Coord. R...
Plano de Pastoral 2012-2015                                              55Congregação Santa Terezinha          Franciscan...
56                                                    Arquidiocese de AracajuIrmãs de Santa Maria                 Irmãs Mi...
Arquidiocese de Aracaju - Plano Pastoral 2012 a 2015
Arquidiocese de Aracaju - Plano Pastoral 2012 a 2015
Arquidiocese de Aracaju - Plano Pastoral 2012 a 2015
Arquidiocese de Aracaju - Plano Pastoral 2012 a 2015
Arquidiocese de Aracaju - Plano Pastoral 2012 a 2015
Arquidiocese de Aracaju - Plano Pastoral 2012 a 2015
Arquidiocese de Aracaju - Plano Pastoral 2012 a 2015
Arquidiocese de Aracaju - Plano Pastoral 2012 a 2015
Arquidiocese de Aracaju - Plano Pastoral 2012 a 2015
Arquidiocese de Aracaju - Plano Pastoral 2012 a 2015
Arquidiocese de Aracaju - Plano Pastoral 2012 a 2015
Arquidiocese de Aracaju - Plano Pastoral 2012 a 2015
Arquidiocese de Aracaju - Plano Pastoral 2012 a 2015
Arquidiocese de Aracaju - Plano Pastoral 2012 a 2015
Arquidiocese de Aracaju - Plano Pastoral 2012 a 2015
Upcoming SlideShare
Loading in …5
×

Arquidiocese de Aracaju - Plano Pastoral 2012 a 2015

7,611 views

Published on

http://www.jovensplugados.org

  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

Arquidiocese de Aracaju - Plano Pastoral 2012 a 2015

  1. 1. Arquidiocese de Aracaju Plano de Pastoral 2012-2015
  2. 2. Plano de Pastoral 2012-2015 3 PLANO DE PASTORAL 2012-20151 – Apresentação do Plano de Pastoral2 – Palavra do Sr. Arcebispo3 – Plano de Pastoral Arquidiocesano4 – Diretrizes Sacramentais5 – Diretrizes Pastorais6 – Endereços do clero e das casas religiosas
  3. 3. Plano de Pastoral 2012-2015 5 APRESENTAÇÃO “Ide pelo mundo inteiro e anunciai a Boa-Nova a toda criatura” (Mc 16, 15). Caríssimos Sacerdotes, Diáconos, Religiosos, Religiosas, Seminaristas, FieisLeigos e Leigas das mais variadas pastorais, movimentos, grupos e Comuni-dades de vida e de aliança da Arquidiocese de Aracaju. Estamos lançando umnovo Plano de Pastoral Arquidiocesano para o próximo quadriênio. Este Planode Pastoral vem operacionalizar e viabilizar as Diretrizes Gerais da Ação Evan-gelizadora da Igreja no Brasil e as suas cinco urgências na nossa Igreja particu-lar. Ora, a elaboração de um plano arquidiocesano de pastoral é imprescindívelpara uma pastoral orgânica e de conjunto. Na verdade, ele vem ser a respostaespecífica, consciente e intencional, às necessidades da Evangelização dos diasatuais. Nestes próximos quatro anos, nós iremos seguir a linha teológico-pastoraldo pontificado do Santo Padre o Papa Bento XVI, só que de maneira inversa.Iremos iniciar passando pela Porta da Fé, que nos introduz na vida de comunhãocom Deus e nos permite a entrada na sua Igreja, esta porta está sempre abertapara nós. Depois, proclamaremos que é na Esperança que fomos salvos, isto é,que a redenção nos é oferecida no sentido de que nos foi dada a esperança. E porfim, anunciaremos que Deus é amor, e quem permanece no amor permanece emDeus e Deus nele (1 Jo 4, 16). Aqui está o centro da fé cristã, a imagem de Deuse também a consequente imagem do homem e do seu caminho. Uma vez que nóssomos cristãos, nós cremos no amor de Deus. Sendo assim, teremos o Ano dafé, o Ano da Esperança e o Ano da Caridade. Pastoralmente, a Arquidiocese deAracaju nos propõe uma vida teologal, ou seja, uma vida com Deus, em Deus epara Deus. Peçamos ao Divino Salvador, que nestes anos vindouros e promisso-res ele venha aumentar a nossa Fé, a nossa Esperança e a nossa Caridade, paraque possamos ser uma Igreja discípula, missionária e profética. Amém! Pe. Rogério de Jesus Santana Coordenador de Pastoral
  4. 4. Plano de Pastoral 2012-2015 7 Palavra do Arcebispo Metropolitano Caríssimo diocesano, Eis o novo plano de pastoral, em sintonia com as diretrizes gerais da AçãoEvangelizadora da Igreja no Brasil (DGAE); ele norteia nossa Igreja particularde Aracaju. Quanto à caminhada dos próximos anos, assim previstos: • 2012: “Motivação e animação para articulação do ano da Fé”, cuja abertura será em Outubro próximo. • 2013: Será dedicado ao aprofundamento da Fé com o estudo do Motu Pro- prio Porta Fidei do Santo Padre Bento XVI. • 2014: Ano da Esperança. Estudaremos a Encíclica Spes Salvi. • 2015: Ano da Caridade: abordaremos e meditaremos a Encíclica Deus Cari- tas Est. A cada ano, estudamos os Sacramentos, mais pertinentes à virtude teologal daquele ano. Acompanha o plano as Diretrizes, muito bem elabora- dos que devem orientar a todos na preparação e celebração dos Sacramentos. Um plano de Pastoral une a Igreja Diocesana num esforço de uma pastoralorgânica com propostas e orientações em vista da missão. O mandato de Jesus éatual e urgente: “Ide por todo o mundo e pregai o Evangelho a toda a criatura”.Jesus, por primeiro, nos deu o exemplo caminhando pelas estradas da Palestinaao encontrar as pessoas: pobres, doentes, pecadores, famílias etc... nas cidades epovoados. Nosso projeto resgata e aprofunda valores cristãos que se vividos, naalegria da fé e na consciência de pertença à Igreja, a partir do encontro pessoale eclesial com Jesus, suscita e alimenta um ardoroso impacto apostólico, vividocomo compromisso missionário e evangelizador pelas pessoas e comunidades.As pessoas e a comunidade dos batizados devem sair e caminhar ao encontro dopovo, testemunhando Jesus e gerando novas comunidades. Aliás, desde 1979,data da conferência de Puebla, o episcopado latino-americano orienta às paró-quias que se ramifiquem em comunidade de comunidades indo ao encontro dosafastados e descrentes.
  5. 5. 8 Arquidiocese de Aracaju A Palavra de Deus e a Eucaristia, Pão da vida eterna, nos despertam e nosalimentam para o lavar os pés dos outros, doando a vida uns pelos outros, socor-rendo os que mais sofrem, como também os homens e as mulheres desfiguradaspelas injustiças sociais, vidas profanadas pela exploração e marginalização, ven-do neles Cristo crucificado e sofredor a ser regatado. Jesus Eucaristia é sacramento de Amor, é o sacramento da caridade e da uni-dade. É vida sacrificada, imolada e doada para alimentar, como “pão vivo descidodo céu”, os discípulos no elo missionário da nossa Igreja particular de Aracaju. O projeto do novo plano nos lança na “missão continental”. Eis os pressupos-tos para o êxito: 1. “Sejamos um, para que o mundo creia” (Jo 17,21). A comunhão entre os membros da Igreja é o primeiro e principal testemunho que ela oferece para que o mundo chegue a crer em Cristo (conf. Jo,21): “Ser um em Cristo é a primeira e permanente forma de evangelização realizada pela comunidade cristã”, diz o Beato João Paulo II. Contudo, “Ser um só co- ração e uma só alma” em Cristo, requer uma robusta espiritualidade de comunhão, cultivada pela oração e empenho ascético (JPI, Ohs. Roma- no de 17.02.1999). 2. O Amor vivenciado a Cristo crucificado e abandonado é a chave que abre a fonte da graça para uma Igreja comunhão: Ao expirar na sua morte de cruz, Jesus é a manifestação suprema do amor de Deus. O nosso contri- buto para edificar a comunhão da Igreja é proporcional ao amor com o qual oferecemos, dia a dia, ao Pai; as nossas cruzes e abandonos. 3. Subjacente a uma eficaz evangelização, encontra-se o empenho de amar- nos mutuamente “como Jesus nos amou” (cf. Jo 13,34), pois é disto que “reconhecerão que sois meus discípulos: se vos amardes uns aos outros”. (cf. Jo 13,34).
  6. 6. Plano de Pastoral 2012-2015 9 4. Invocar o Espírito Santo e estar atento à sua voz sutil e seu impulso. Sem Ele, que forma Jesus em nós, faltam-nos a alma, o vigor à missão. “O Espírito do Senhor está sobre mim”. “Portanto, sejamos Igreja, casa e es- cola de comunhão” (NMI 43). “Façamos nosso ato de Fé em Cristo, tam- bém efetivando nossa Igreja” “como casa dos pobres com mais espaço à caridade das obras” (PNE, nº 12,3) e participemos, empenhadamente, na construção de uma sociedade fraterna e solidária. Imaculada Conceição, perfeita discípula de Jesus, Estrela da Evangelização,serva da palavra de Deus, esposa do Espírito Santo, Ícone da Igreja, vem nos en-sinar a viver Jesus, Palavra encarnada, e a “fazer tudo o que Ele nos disser”. Ensi-na-nos a viver a unidade, a construir a comunhão entre nós. Ajuda-nos a discernire encarnar, ao sopro do Espírito Santo, a vontade do Pai na Missão Continental.Abençoa nossos leigos, os Sacerdotes e os Bispos de nossa Arquidiocese. Amém.
  7. 7. Plano de Pastoral 2012-2015 11 OBJETIVO GERAL “Evangelizar, a partir de Jesus Cristo e na força do Espírito Santo, como Igreja discípula, missionária e profética; alimentada pela Palavra de Deus e pela Eucaristia, à luz da evangélica opção preferencial pelos pobres, ‘para que todos tenham vida’ (cf. Jo 10, 10) rumo ao Reino definitivo”.
  8. 8. Plano de Pastoral 2012-2015 13 PLANO DE PASTORAL ARQUIDIOCESANO 2012-2015 Planejar é pensar na ação antes, durante e depois dela. Um bom plano depastoral nasce de um processo de planejamento, com a participação direta e re-presentativa de toda a comunidade eclesial. Todo processo precisa ser preparado.Uma ação que não tiver um antes não terá um depois. A elaboração de um planode pastoral eficaz depende de uma preparação conjunta e orgânica, e tal prepa-ração, começa pela sensibilização dos membros da comunidade eclesial sobrea importância da participação de todos. Só assim seremos, de fato, uma Igrejade “comunhão e participação”. O que não podemos negligenciar, em hipótesealguma, é o “protagonismo dos leigos” na ação evangelizadora e missionária daIgreja. A cada quadriênio, a Igreja no Brasil, nos propõem novas ações na ativida-de missionária, ações estas que recebem o nome de Diretrizes Gerais da AçãoEvangelizadora (DGAE). Diretrizes são rumos que indicam o caminho a seguir,abordando aspectos prioritários da ação evangelizadora, princípios norteadorese urgências irrenunciáveis. Os planos de pastoral das Igrejas Particulares per-correm um roteiro específico, contendo estudo e iluminação da realidade à luzda fé, objetivos, critérios e meios para a sua concretização na própria realidade.Os planos ou planejamentos pastorais das Igrejas Particulares devem ter comoalicerce as DGAE e cabe a eles a sua operacionalização, e realização, de acordocom a sua realidade. As DGAE nos apontam cinco urgências: Igreja em estado permanente de mis-são; Igreja: casa da iniciação à vida cristã; Igreja: lugar de animação bíblica davida e da pastoral; Igreja: comunidade de comunidades; Igreja a serviço da vidaplena para todos. Elas indicam um modo pedagógico de expressar um único egrande passo ao qual toda a Igreja é chamada a dar em nossos dias: reconhecer-se em estado permanente de missão. Isso implica o anúncio e reanúncio de JesusCristo. É urgente aproximar Jesus das pessoas e levar a cada uma delas a ter oseu encontro pessoal com o Cristo. Para que isso aconteça, é preciso criar a cons-
  9. 9. 14 Arquidiocese de Aracajuciência na comunidade dos discípulos missionários de que pertencemos todos amesma e única família do Senhor; ou seja, a família cristã ou melhor dizendo, afamília de Deus. Apenas assim, se podem criar laços de familiaridade e fraterni-dade dentro da comunidade de fé. É necessário construir e fortalecer uma intensarede de comunidades cada vez mais próximas aos lugares onde as pessoas vivem,se alegram e sofrem. Em tudo isso, a Igreja no Brasil se reconhece comprometidacom a vida de um modo global e, em especial, a vida ameaçada. Portanto, é fun-damental salientarmos que as cinco urgências devem ser assumidas em sua tota-lidade de maneira conjunta, não cabendo, durante a elaboração do nosso plano depastoral, a escolha de uma ou da outra e o neglicenciamento das demais, fazer aopção por algumas e postergar outras significa afetar o conjunto. Ora, todas sãoigualmente urgências. As DGAE nos propõem sete passos metodológicos para que assim o plano depastoral (arqui) diocesano possa colher frutos em abundancia, são eles: 1) ondeestamos; 2) onde precisamos estar; 3) nossas urgências pastorais; 4) o quequeremos alcançar; 5) como vamos agir; 6) o que vamos fazer e 7) a renovaçãodas estruturas. Pedagogicamente e metodologicamente, temos aqui indicaçõespara percorrermos um caminho pastoral eficaz na missão evangelizadora em nos-sa Arquidiocese de Aracaju. A aplicabilidade desses passos metodológicos, emtodo âmbito eclesial, vem assim colocar em prática a tão sonhada “Pastoral deConjunto” e a “Pastoral Orgânica” tão necessária à evangelização das nossascomunidades de fé. Ano de 2012 – Será o ano de motivação e animação para a articulação do anoda fé. No dia 12 de outubro do corrente ano teremos a abertura do Ano da Fé emdois locais simultaneamente. O primeiro local será o Santuário de Nossa Senhorade Aparecida no Conj. Bugio, em Aracaju, por ocasião da missa solene após aromaria, em que os vicariatos São Marcos e São Mateus, deverão participar destasolenidade. O segundo local será na paróquia de Nossa Senhora de Aparecida, nomunicípio de Aparecida, agreste sergipano, onde deverão participar os vicariatosSão João e São Lucas. É de suma importância lembrar-se das prioridades pastorais votadas e escolhi-das pelos participantes da assembleia de pastoral arquidiocesana, que aconteceu
  10. 10. Plano de Pastoral 2012-2015 15no seminário maior, no dia 18 de novembro de 2011. São elas: 1) Setorizaçãodas Paróquias; 2) Formação dos Leigos (Iniciação à vida cristã; FormaçãoBíblica e Doutrina Social da Igreja); 3) Promoção Humana e Social; 4) Fa-mília e Juventude. Tais prioridades devem ser assumidas e trabalhadas por todasas comunidades paroquiais da nossa Arquidiocese de Aracaju, bem como pasto-rais, movimentos, grupos, serviços e comunidades de vida e de aliança. 2013 – Ano da Fé (Os Sacramentos da Iniciação da vida Cristã) “A porta dafé, que introduz na vida de comunhão com Deus e permite a entrada na sua Igre-ja, está sempre aberta para nós. É possível cruzar este limiar, quando a Palavrade Deus é anunciada e o coração se deixa plasmar na graça que transforma. Atra-vessar esta porta implica embrenhar-se em um caminho que dura a vida inteira.Este caminho tem início no Batismo... É preciso redescobrir o caminho da fé parafazer brilhar, com evidência sempre maior, a alegria e o renovado entusiasmo doencontro com Cristo”. 2014 – Ano da Esperança (Os Sacramentos da Cura) 2015 – Ano da Caridade (Os Sacramentos do Serviço e da Comunhão)“Deus é amor, e quem permanece no amor permanece em Deus e Deus nele” (1Jo 4, 16). 2013 – ANO DA FÉ 1 – Celebração de Abertura e de Encerramento do ano da fé. 2 – Jornada Provincial sobre o Catecismo da Igreja Católica: Essa jornada terá como público-alvo as lideranças e os agentes das pastoraisdas nossas paróquias e das comunidades de fé. Ela será dividida em quatro polos:1) O que cremos?; 2) O que celebramos?; 3) A vida em Cristo; 4) Como devemosorar?. Serão quatro grandes momentos de formação para o laicato, em quatrodomingos diferentes, sendo que dois acontecerão no primeiro semestre e dois nosegundo semestre. O local apropriado deverá ser o Seminário Maior. 3 – Direcionar a Catequese de Crisma para a Jornada Mundial da Juventude eter como subsídio fundamental à catequese o YOUCAT.
  11. 11. 16 Arquidiocese de Aracaju 4 – A Catequese Arquidiocesana deverá fazer um plano de formação catequé-tico tendo, como alicerce, o CIC e o Credo do Povo de Deus de Paulo VI. 5 – Organizar durante o tempo quaresmal celebrações e caminhadas peniten-ciais, pedindo perdão a Deus pelos pecados cometidos contra a fé. 6 – Aproveitar as Escolas Católicas para favorecer uma forte catequese, suge-rindo como subsídio o YOUCAT. 7 – No âmbito das Paróquias, tomar em mãos o “Credo do Povo de Deus dePaulo VI” e, assim, toda a comunidade possa fazer a profissão de fé de maneirapública. 8 – Estudar, em caráter paroquial, os documentos da Igreja: “Porta da Fé”,“Deus é Amor” e “A Esperança que Salva” de Bento XVI, bem como o Catecis-mo da Igreja Católica.
  12. 12. Plano de Pastoral 2012-2015 17 A AÇÃO PASTORAL NA PARÓQUIA: COMUNIDADE DE COMUNIDADES A ação pastoral da Igreja deseja contar especialmente com os católicos prati-cantes, inseridos nas mais variadas comunidades, pastorais e movimentos, incen-tivando-os às atividades da vida comunitária, no que se refere à vida pessoal e àcelebração da vida litúrgica. Este trabalho deve ser uma mola propulsora da açãomissionária da Igreja em relação aos que não conhecem a proposta do Evangelhoou que não praticam a fé, apesar de conhecê-la. Eis as pastorais e seus objetivos. a) Pastoral Urbana: Tem como objetivo regressar aos edifícios, às casas das cidades e aí formar a Igreja Doméstica. Sair do Templo e ir às resi- dências para formar verdadeiras comunidades. b) Pastoral do Acolhimento: Tem como objetivo acolher as pessoas como Cristo nos acolheu. Receber bem, acompanhar, visitar, ouvir. Aconselhar e também acolher as pessoas nas celebrações. c) Pastoral do Batismo: Através de uma catequese acerca da vivência da fé, procura cuidar da preparação dos pais e padrinhos, ao verdadeiro sen- tido de batizar. d) Pastoral do Dízimo: Espelhada nas primeiras comunidades cristãs, pro- cura conscientizar as comunidades de hoje acerca da solidariedade e da partilha fraterna, ajudando-as no que concerne ao sustento da comunida- de eclesial. e) Pastoral Vocacional: Tem como fim motivar a comunidade eclesial, para que cada pessoa descubra a missão ao qual é chamada, a partir da vocação fundamental à Santidade. f) Setor Juventude: seu é desígnio despertar nos jovens o gosto pela Fé nesta fase da vida, momento em que estes são chamados às grandes deci- sões, fazendo com que o jovem evangelize o jovem, além de desenvolver a consciência crítica frente aos acontecimentos sóciais, políticos e econô- micos, despertando-os à vivência da Fé e à construção de uma autêntica cidadania.
  13. 13. 18 Arquidiocese de Aracaju g) Pastoral Familiar: A Família é a referência fundamental de toda a pes- soa. Esta ação pastoral visa à busca dos valores do Evangelho, para que a família, inserida em um contexto que lhe é hostil, possa testemunhar a fé em Cristo e o respeito à vida. h) Pastoral Universitária: Em fase de implantação, quer ser um movimen- to criado pelos universitários, para que, à Luz do Evangelho, busquem refletir a vida do universitário, dentro e fora do ambiente acadêmico. i) Pastoral Litúrgica: Procura aprofundar o Mistério Pascal de Cristo, para que a vida celebrativa da Comunidade eclesial tenha um forte víncu- lo com a vivência da fé, testemunhada e provada, em meio aos desafios, anseios, alegrias e esperanças de nossa gente. j) Pastoral da Criança: Tem por objetivo o acompanhamento das crian- ças, desde o ventre materno até os seis anos de idade, desenvolvendo as ações básicas de saúde, vigilância nutricional e educação. Trabalha na capacitação de líderes e coordenadores, conforme o guia do líder. k) Pastoral do Menor: Proporciona, à luz do Evangelho, às crianças e aos adolescentes carentes, em situação de risco, uma melhor qualidade de vida, através do acompanhamento em abrigos, centros comunitários, cre- ches, locais de recuperação, além dos meninos e meninas de rua. l) Pastoral da Saúde: Apoio material e espiritual aos doentes, através de visitas regulares, nos hospitais, asilos e postos de saúde. m) Pastoral Carcerária: Procurar ser presença de Cristo e de sua Igreja no mundo dos cárceres, pautada nos valores evangélicos da fraternidade, misericórdia, justiça, defesa e promoção à vida de todos. n) Pastoral da Mulher Marginalizada: Propõe-se a ser presença solidária junto às mulheres e meninas prostituídas; nas boates, nas zonas, nas ruas, ouvindo os seus clamores e tentando resgatar-lhes a dignidade. o) Pastoral das domésticas: Despertar e orientar o trabalhador doméstico sobre suas potencialidades pessoais e profissionais, dentro do contexto em que estão inseridos.
  14. 14. Plano de Pastoral 2012-2015 19 p) Pastoral das lavadeiras: Evangelizar e resgatar a cidadania desta classe trabalhadora, através de encontros formativos e de cursos profissionali- zantes, aperfeiçoando-as no conhecimento do seu ofício. q) Pastoral da Pessoa Idosa: Conduz as pessoas da terceira idade ao sen- tido humano e digno desta fase da vida, mostrando-lhes o que podem desenvolver, através de seus dons artísticos, culturais e religiosos. r) Pastoral da Sobriedade: Procura, a partir do Evangelho, dar sentido à vida daqueles que entraram na dependência química, acolhendo-os e encaminhando-os às casas de recuperação, além de acompanhar seus fa- miliares no que tange à educação, para a não reincidência. s) Pastoral da Cidadania: A partir da vivência do Evangelho, procura conscientizar pessoas e Comunidades acerca do papel social (a que to- dos somos chamados) a ser desempenhado em prol dos marginalizados e excluídos, dando-lhes condições de inclusão social, além de lutar contra toda forma de exclusão, chamando a atenção para os direitos e deveres dos cidadãos. t) Cáritas: É um organismo internacional, nacional, diocesano que pre- tende incentivar a justiça e a solidariedade entre as pessoas das diversas comunidades em que atua. Em nossa Arquidiocese, este organismo está presente por meio dos projetos Solidariedade e Esperança (PSE/AIDAS) e Convivência com o semiárido. u) Pastoral do Acolhimento e Escuta: Exercitar a escuta fraterna e, na medida do possível, orientar as pessoas à oração e à busca da superação de conflitos e outros sofrimentos.
  15. 15. Plano de Pastoral 2012-2015 21 DIRETÓRIO PARA OS SACRAMENTOS Com este item queremos reafirmar as propostas assumidas acerca dos sacra-mentos, nos anos que sucedem 1998: 1-BATISMO Que o Sacramento do Batismo seja celebrado, nos casos ordinários, seguindoos princípios: 1.1 - Em se tratando de adultos, a partir do uso da razão, o candidato sejasubmetido ao catecumenato ou à catequese, como prevê o Código de Direito Ca-nônico (CDC) em seu cânon 851, por um período não inferior a um ano, visandoà completa preparação dos sacramentos da iniciação cristã (Batismo, Crisma eEucaristia). 1.2 - Em se tratando de Crianças, que ainda não atingiram o uso da razão, hajauma preparação para os pais e padrinhos, convenientemente, podendo seguir al-gum dos métodos conhecidos, como: novena, palestras, ou reuniões catequéticas,instruções antes da celebração, visitas domiciliares para uma catequese de famí-lia e padrinhos, tarde ou manhã de formação etc. 1.3 - A celebração do Batismo deve ser realizada segundo o ritual vigente,aprovado pela CNBB. Alguns subsídios da CNBB podem ser utilizados paraenriquecer a celebração, catequeticamente. 1,4 - O pároco é a cabeça da Comunidade que, semelhante a um pai de família,nutre e faz crescer aqueles que lhe são confiados. É necessário, pois, ter semprepresente que entre as funções de Pároco está a de administrar o Sacramento doBatismo. Então, salvo em caso de necessidade ou com uma justificativa plausí-vel, observe-se: 1.5 - Que o local do Batismo seja a Igreja Paroquial ou a Capela do local ondereside o batizando. Tanto nesses como em situações de catecúmenos de colégios,o registro do batizado deve ser realizado na Paróquia onde reside quem foi bati-zado. 1.6 - A tramitação para o batismo de alguém é de competência do Pároco.
  16. 16. 22 Arquidiocese de AracajuDaí porque seja imperativo, na prática pastoral, autorização escrita do Pároco docandidato, para que seu batismo seja realizado em outra comunidade. Isso con-tribuirá para educação da fé. Quantos aos padrinhos para o Batismo, seja aplicado o que determina o CDC: 1.7 - O padrinho deve ser pessoa idônea, que esteja canonicamente desimpe-dida, e não só acompanhe o afilhado, mas o ajude na fé cristã e o edifique. É ne-cessário que o padrinho ou madrinha tenha já completado 16 anos de idade, nãotenha sido atingido por uma pena canônica, não seja pai nem mãe do candidatoe, de preferência, que seja crismado, não pertença a alguma comunidade eclesialnão católica ou a outra religião. Sendo alguém que já está crismado, mesmo com14 anos, cabe ao pároco discernir a situação. 1.8 - No caso de aparecerem candidatos a padrinhos que vivam maritalmente,deve-se aconselhar aos pais a colocarem essas pessoas como padrinhos de apre-sentação ou consagração. Os ditos “padrinhos de vela”, que são os padrinhosefetivos, devem preencher rigorosamente as normas canônicas da Igreja. Quantoa pessoas de outras religiões, de modo algum podem ser padrinhos seja de vela,seja de consagração. Lembrem-se de que os ministros sagrados devem ser osprimeiros a respeitar e levar a sério a fé da Igreja! 1.9 - Nunca se deve negar o Batismo a filhos de mães solteiras ou de casaisem situação irregular (casado no civil apenas ou simplesmente convivendo jun-tos), tomando como princípio para essas posições apenas a situação social dafamília. É preciso nunca esquecer que, mesmo a criancinha que é batizada, o é“na fé Universal da Igreja”, à qual também pertencem o pai e a mãe da criança,apesar da situação. O batismo se apoia não num ato social, mas por si mesmo,no ato teológico da Redenção. O Batismo é a inserção da pessoa no mistério daPaixão, Morte e Ressureição de Jesus, cujo sinal de certeza é o ato de batizar, “nafé da Igreja”. Daí ser importante haver um grande esforço pastoral para a evan-gelização das famílias, tanto para os pais como para os padrinhos do candidato,e levá-los a assumir os seus deveres de cristãos. As exigências para o Batismoestão no CDC 31. 1.10 - A equipe da Pastoral do Batismo paroquial deve cuidar, com dedicação
  17. 17. Plano de Pastoral 2012-2015 23e zelo, da recepção aos pais e padrinhos dos batizandos, fazendo-os sentirem-se membros da comunidade celebrante. As visitas domiciliares, muito propíciaspara este fim, serão de grande valia à conscientização comunitária. 2- CONFIRMAÇÃO OU CRISMA 2.1 - Para que o candidato seja crismando, ele deve receber uma suficientepreparação, visando a um sólido aprofundamento da fé à vida cristã e seus com-promissos com a comunidade onde ele vive a Igreja. Que essa preparação sejade um ano. À celebração deste Sacramento, sigam-se as orientações: 2.2 - Que o candidato escolha o padrinho ou a madrinha conforme o que seprevê para o Batismo. 2.3 - O padrinho ou a madrinha deve estar em situação regular com a Igreja,sendo testemunha de Fé para o afilhado. 2.4 - A catequese, que antecede a Celebração do Sacramento deve orientarpara o engajamento na comunidade paroquial. 3 - EUCARISTIA O Sacramento da Eucaristia é a celebração, por excelência, do envolvimentoda pessoa humana com Jesus Cristo e Sua Igreja. 3.1 - Nem a Primeira Comunhão, nem Missa alguma, pode ser instrumentali-zada à promoção de pessoas, escolas ou instituições. 3.2 - Cabe ao pároco acompanhar a preparação, nas escolas, instruindo sobre aveneração à Sagrada Eucaristia, ordenando à obtenção de frutos espirituais. 3.3 - É dever dos pais e do pároco oferecer preparação aos que serão admitidosà Eucaristia, podendo as escolas cooperar com tal formação, em profunda comu-nhão com a Igreja. 3.4 - Requer-se uma preparação mínima de um ano, evitando-se que as crian-ças, que ainda não atingiram o uso da razão, sejam admitidas à Eucaristia. Aidade mínima para a Primeira Comunhão é de 9 anos.
  18. 18. 24 Arquidiocese de Aracaju 3.5 - A Primeira Comunhão deve ser celebrada num lugar Sagrado, de prefe-rência, na Comunidade paroquial à qual pertence o candidato. 3.6 - O traje do neo-comungante deve ser simples e com decoro, observando orespeito ao Culto Divino, evitando-se que os pobres fiquem excluídos, por causadas despesas. 3.7 - Cuide-se para que as Missas pelos defuntos sigam a doutrina da Igreja:não seja homenagem ao defunto, mas sufrágio pela sua alma, suplicando a Deuspara o irmão que partiu o perdão dos pecados e a vida eterna. Fica proibido co-locar fotografia ou banner do falecido (a) no presbitério. Desejando-se uma ho-menagem do gênero, seja providenciado à entrada da Igreja uma mesa com livrode condolências e uma pequena fotografia do falecido (a). Cuide-se também paraque os cânticos sejam litúrgicos e evitem-se homenagens descabidas dentro daMissa. Caso se deseje fazer alguma homenagem com músicas e discursos, pri-meiro o celebrante dê a benção final e faça a despedida litúrgica, deixe o espaçoCelebrativo e retire os paramentos. Finalmente certifique-se de que alguma músi-ca cantada em homenagem ao defunto, neste momento final, não tenha conteúdoimpróprio para o local sagrado no qual a assembleia se encontra. 3.8 - Nas Missas de formatura, o padre celebrante acompanhe de perto a pre-paração da liturgia para que nada se faça contra as normas da Igreja. 3.9 - A Eucaristia distribuída aos enfermos, em hospitais ou em casa, pode serconduzida por Ministros Extraordinários da Comunhão Eucarística – MECE’s– contanto que sejam da mesma comunidade onde se encontra o hospital ou odomicílio dos enfermos. 3.10 - Quanto aos MECE’s, devem seguir as orientações da Arquidiocese parao exercício deste ministério, cuja duração é de dois anos, renováveis ou não,conforme circunstâncias. 3.11 - A Benção do Santíssimo é reservada aos Ministros Ordenados. Em casosde necessidades, os MECE’s poderão expor e transladar o Santíssimo, seguindoo Ritual da Igreja.
  19. 19. Plano de Pastoral 2012-2015 25 4 -RECONCILIAÇÃO E CONFISSÃO Não se pode dar a absolvição ao mesmo tempo a vários penitentes, sem préviaconfissão individual, a não ser que: 4.1 - Havendo perigo iminente de morte, não haja tempo para que o sacerdoteou sacerdotes ouçam a confissão de cada um dos penitentes. 4.2 - Haja grave necessidade, isto é, quando por causa do número de peniten-tes, não há número suficiente de confessores para ouvir as confissões, dentro deum espaço de tempo razoável, de tal modo que os penitentes, sem culpa alguma,seriam forçados há ficar muito tempo sem a graça sacramental ou sem a SagradaComunhão. 4.3 - Os párocos, em cada Paróquia, estabeleçam os horários de confissões eatendimento aos fieis. Não descuidem, porém, em ouvir confissões, sempre quesolicitadas, especialmente, em casos de doenças. 5 - MATRIMÔNIO 5.1 - É função própria do pároco dos (ou de um dos) nubentes preparar os queirão assumir o matrimônio1, bem como instaurar e dirigir o processo matrimo-nial, delegar outro assistente eclesiástico ou outro lugar à celebração. Portanto,que cada setor ou paróquia, procure realizar cursos de preparação ao matrimônio,não se dispensando a conversa individual do pároco com os noivos, buscandoconscientizá-los sobre o sacramento, só depois liberando o processo. 5.2 - É dever do pároco ou administrador paroquial fazer a entrevista com osnoivos e responder e assinar o questionário prescrito no formulário do processomatrimonial. 5.3 - Salvo a necessidade pastoral, é papel do pároco assistir o matrimônio.Contudo, poderá delegar outro sacerdote ou diácono para esta função. 5.4 - Não se permitam outras formas de rituais que desfigurem a própria cele-bração do Sacramento. 5.5 - A organização da celebração é competência da paróquia na qual o matri-mônio será celebrado. Os cerimonialistas devem seguir as orientações paroquiais.
  20. 20. 26 Arquidiocese de Aracaju 5.6 - A música tem a finalidade de favorecer o clima festivo e orante da cele-bração. Durante a celebração do matrimônio sejam executadas músicas sacras ououtras que inspirem oração e durante os momentos favorecidos pela liturgia, soba orientação do pároco. 5.7 - O matrimônio deve ser celebrado em lugar sagrado e público. É proibidaa celebração do matrimônio em fazendas, chácaras, restaurantes, clubes, salõesde festas, casas particulares etc. 5.8 - A benção das alianças deve ser realizada dentro da Celebração do ma-trimônio. Em caso de aliança para bodas, seja realizada a Benção segundo orito litúrgico. A aliança de noivado seja benta pelo pároco, criteriosamente, paraevitar simulações. 6 - UNÇÃO DOS ENFERMOS 6.1 - A celebração deste sacramento é reservada ao Presbítero e ao Bispo. 6.2 - É tarefa dos MECE’s levar a Sagrada Comunhão aos enfermos. 6.3 - Ao ministério da Pastoral dos enfermos cabe: visitar os enfermos; levar-lhes uma palavra de esperança e de conforto, a partir da fé; visitar e acompanharos familiares do enfermo; organizar a preparação espiritual e o ambiente à cele-bração do Sacramento. 7 - ORDEM O Sacramento da Ordem é reservado ao Bispo, que pode designar o local dacelebração, à vista da boa participação dos fieis. O ambiente seja sobriamente preparado, evitando-se ostentações e obedecen-do ao que se orienta para a celebração do matrimônio.
  21. 21. Plano de Pastoral 2012-2015 27 ORIENTAÇÕES PARA AS FESTAS DOS PADROEIROS Nossa Arquidiocese, neste particular, se orienta através da carta que os bisposdo Sub-regional 2 do NE3, promulgaram, em Salgado/SE, aos 30 de março de1995, a saber: Por razões diversas, nas nossas comunidades, as festas religiosas têm sido ex-celentes ocasiões nas mãos dos políticos e/ou pessoas interesseiras. Muitas vezes, por razões econômicas, a comunidades é manipulada por esses“agentes sociais’, com interesses pessoais e/ou partidários. Os patrocinadores das festas religiosas (quase sempre os políticos) apresentama programação como se a festa fosse coisa sua, elaborada, por vezes, à revelia dopároco ou de quem lhe faz às vezes. Isso, com forte apresentação social, profana,destoando do sentido religioso. O esbanjamento de verbas, com trios elétricos, shows, festivais, é um ato pro-vocador, que esconde, em outra parte, uma população sem salários dignos, semassistência médica, sem educação, com alto índice de desemprego, além da de-gradação da juventude. Por outras, há uma perda significativa da consciência so-cial por parte das pessoas, nestas ocasiões, pois ficam iludidas pelo clima festivo.Isso é um atentado à Fé Cristã. O objetivo primeiro das festas religiosas é louvar a Deus, o culto divino e aveneração do santo festejado, buscando-se aproveitar o que de evangélico ele nosoferece. Esse objetivo não deve ser desvirtuado. A “Evangelli Nuntiandi” 2 nos recomenda todo zelo em aproveitar dessasocasiões de religiosidade popular para uma autêntica evangelização. Não deve-mos descurar, portanto, o fenômeno religioso, em âmbito popular. Nas festas de padroeiros e/ou outras, é oferecida aos fieis uma excelente oca-sião para uma catequese séria, uma ótima oportunidade para uma experiênciaeclesial, no tocante à comunhão, participação e missão. Cabe unicamente ao pároco ou responsável pela comunidade eclesial promo-2 Nº. 48.
  22. 22. 28 Arquidiocese de Aracajuver, organizar e assumir as festas dos padroeiros ou semelhantes, com seu con-selho de pastoral. Seria bom que as comunidades eclesiais criassem condições para que suasfestas religiosas assumissem mais simplicidade e que suas propagandas não sesubmetessem a interesses políticos. As autoridades civis devem ser tratadas com o respeito que lhes é devido, sem,no entanto, nenhuma expressão que denote bajulação ou servilismo. Nas soleni-dades maiores, tratando-se do Governador ou do Prefeito Municipal, prepare-se-lhes um lugar apropriado fora do presbitério, tendo em conta que são legítimosrepresentantes do povo. Quanto às outras autoridades, sempre que se fizerempresente de modo oficial, tenham um lugar reservado. Os párocos, ou quem lhe faz às vezes, não devem se deixar guiar por interes-ses econômicos, correndo o risco da manipulação de outrem. Cuidem para queo programa da festa não seja encabeçado por slogan de políticos e que cartazes,faixas, ou propaganda na TV não tragam o nome de agentes e entidades alheiasà ação pastoral. Que toda expressão social, nessas ocasiões, como trios elétricos, bailes, shows,ocupem seus devidos espaços e horários, não interferindo nos valores pastorais,nem desviando a fé do nosso povo. Nas procissões, haja conveniente disposição para as autoridades – dentre elas,os políticos – para o bispo, o clero e seus ministros. Estes precedem o andor.Aqueles postar-se-ão atrás do andor. No final da procissão apenas os sacerdotese Ministros ocuparão lugar no altar.
  23. 23. Plano de Pastoral 2012-2015 29 CNBB - REGIONAL NORDESTE 3 PLANEJAMENTO A PARTIR DAS DIRETRIZES GERAIS DA AÇÃO EVANGELIZADORA DA IGREJA NO BRASIL 2011 - 2015 PRIORIDADES METAS AÇÕES COMUNS 1. MISSIONARIE- Urgência 1: Urgência 1: DADE • Fortalecer e organi- • Organizar cursos de “Ide e evangelizai...” zar a Ação Missio- formação missionária (Mt 28, 18) nária nas dioceses, nas regiões pastorais. • A ação missionária paróquias e comu- • Formar os COMIDIS visa a anunciar a nidade. e COMIPAS. Boa Nova do Reino de Jesus Cristo que • Realizar o Congres- • Assumir as missões assegura a “Vida so Missionário Re- populares e missão plena para todos” - gional até 2014. jovem. Jo 10,10 (Urgência • Celebrar o ano da fé • Organizar o Congres- 1 das DGAE), for- so Missionário no Re- mando e animan- gional até 2014. do a Igreja que se Urgência 4: caracteriza como Urgência 4: “Comunidade de • Resgatar a identida- • Apoiar o nordestão comunidades”, de das CEB´s. com suas pastorais, das CEB’s. movimentos, ser- Urgência 3: viços e organismos Urgência 3: (Urgência 4 das • Incentivar os círculos DGAE). • Garantir a animação bíblicos • Priorizar a centrali- bíblica da vida e da • Incentivar a prática da dade da Palavra de pastoral. leitura orante da Pala- Deus (Urgência 3 vra de Deus. das DGAE). Urgência 2: Urgência 2: • Cuidar da formação permanente dos • Promover e incen- • Valorizar e evangelizar agentes de pasto- tivar as vocações e a religiosidade popular ral (Urgência 2 das ministérios. • Retomar a escola para DGAE). formadores.
  24. 24. 30 Arquidiocese de Aracaju PRIORIDADES METAS AÇÕES COMUNS 2. SUSTENTABILI- • Implantar, organizar e • Dinamizar a Pastoral DADE fortalecer a Pastoral do do Dízimo. Dizimo. “...Tinham tudo em • Valorizar e organizar as comum...” (At 2,44) • Motivar e assumir as Campanhas propostas Campanhas: da Evan- pela Igreja. • Pensar as ações pas- gelização, da Fraterni- torais e serviços, a • Promover a formação dade e Missionária. partir dos nossos com ênfase em gestão, próprios recursos: • Garantir a sustentabi- administração e capta- lidade das pastorais e ção de recursos. • Conscientizar e res- serviços: recursos hu- ponsabilizar todos • Valorizar a contribui- manos, físicos, finan- os fiéis batizados ção do óbulo de São ceiro, ambientais, etc. para manutenção Pedro e dos lugares dos diversos servi- • Capacitar as Dioceses santos. ços: e Paróquias em gestão • Qualificar agentes para e administração. • Incentivar e imple- as diversas necessida- mentar o “projeto des pastorais da Igreja. das paróquias ir- mãs”
  25. 25. Plano de Pastoral 2012-2015 31 PRIORIDADES METAS AÇÕES COMUNS 3. AÇÃO PASTO- • Aplicar a DGAE na • Participar das progra- RAL ARTICULADA elaboração dos pla- mações do RNE 3. “...Eram um só cora- nos de pastoral. • Organizar os diversos ção e uma só alma...” • Sistematizar e so- conselhos. (At 2,42) cializar as ações das • Utilizar melhor os • Que cada pastoral, pastorais, movimen- meios de comunicação movimento, ser- tos, serviços e orga- para socializar os re- viço e organismo, nismos. sultados das ações ecle- em seus diversos • Criar e fortalecer os siais. carismas e espiritu- conselhos diocesa- alidades, procurem • Aproveitar a JMJ como nos, paroquiais e co- vivenciar o plano espaço de evangeliza- munitários. pastoral diocesano. ção da juventude (antes, • Articular o setor ju- durante e depois). • Clarear os objetivos ventude no regional. das pastorais, movi- • Priorizar as urgências mentos, serviços e • Celebrar com alegria da DGAE. organismos com ên- e participar das pro- • Implementar e avaliar fase na Missão, Co- gramações do jubileu a nova configuração e munhão e Participa- do Concílio Vaticano articulação do regio- ção, contemplando II. nal RNE 3 através de 6 das “Urgências” das (seis) regiões pastorais. DGAE. • Organizar e participar • Garantir uma Ação de programações do ju- Eclesial articulada bileu do Concílio Vati- a partir dos diversos cano II. conselhos pastorais, considerando a di- • Integrar no planejamen- versidade de caris- to as ações comemora- mas e ministérios. tivas do jubileu do Con- cilio Vaticano II. • Integrar no plane- jamento as ações comemorativas do jubileu do Concilio Vaticano II.
  26. 26. 32 Arquidiocese de Aracaju PRIORIDADES METAS AÇÕES COMUNS 4. SERVIÇO À • efletir e enfrentar os R • poiar políticas pú- A VIDA desafios da Pastoral blicas que defendam e Urbana, dos grupos promovam a vida e a Eu vim para que to- humanos e categorias família. dos tenham vida (Jo 10,10) – Urgência 05 sociais que merecem • Apoiar o projeto do tri- das DGAE - atenção especial. bunal popular do judi- • Valorizar e articular ciário. • A Igreja tem a mis- são de defender, as pastorais sociais • Realizar a 5ª. Semana cuidar e promover a em vista da promoção Social Brasileira no re- vida: defesa da vida e da fa- gional, nas dioceses e mília. nas paróquias. - da concepção até a morte natural; • Valorizar a família • Garantir uma formação como lugar e escola ética e moral para os - lutando por uma de comunhão. agentes de pastoral. saúde pública digna para todos; • poiar a realização A • Divulgar no regional da 5ª Semana Social os trabalhos existentes - educando para a va- Brasileira. com dependentes quí- lorização e defesa da • ensar na organiza- P micos. terra, água e nature- za, casa comum de ção de uma escola todo ser vivo. de formação política para os leigos (as). • Valorizar e apoiar pessoas e instituições que trabalham em prol dos irmãos que mais carregam feridas físicas, psicológicas e espirituais (ex. comu- nidades terapêuticas, grupos de autoajuda, centros de atendimen- to etc.)
  27. 27. Plano de Pastoral 2012-2015 33 ARQUIDIOCESE DE ARACAJU Dom José Palmeira Lessa Arcebispo Metropolitano de Aracaju Prç. Mons. Olímpio Campos, 228 – Centro, 49010-140 – Aracaju/SE Telefones: 3216-3000/3214-0058/3221-3158 Nascido: 18/01/1942 Orde. Presb.: 03/07/1968 Orde. Episcopal:24/08/1982 Dom Henrique Soares da Costa Bispo Titular de Acúfida e Auxiliar de Aracaju e Vigário-Geral Rua Duque de Caxias. 170, Apto. 201 – São José, 49015-320 – Aracaju/SE Telefones: 3214-9535/3216-3000 Nascido: 11/04/1963 Orde. Presb.: 15/08/1992 Orde. Episcopal: 19/06/2009 Dom Luciano José Cabral Duarte Arcebispo Emérito de Aracaju Av. Beira Mar, 118, Ed. Iate, Apto. 502, 49020-010 – Aracaju/SE Telefone: 3222-3874 Nascido: 21/01/1925 Orde. Presb. : 18/01/1948 Orde. Episcopal: 02/10/1966 Cúria Metropolitana Prç. Mons. Olímpio Campos, 228 – Centro, 49010-140 – Aracaju/SE Telefones: 3216-3000/3214-0058/3221-3158 E-mail: curia@arquidiocesedearacaju.org Pe. Gilvan Rodrigues dos Santos Chanceler da Cúria Pe. Genário de Oliveira Junior Vice-Chanceler da Cúria Pe. Lucivaldo Ribeiro dos Santos Câmara Eclesiástica E-mail: camaraeclesiastica@arquidiocesedearacaju.org
  28. 28. 34 Arquidiocese de Aracaju Pe. Diógenes Oliveira da Silva Ecônomo da Arquidiocese Pe. Manoel Barbosa Santos Pe. Bernardino de Santana Filho Pe. Jadson da Silva Ramos Pe. Jefferson Santos Pinheiro Vigários Episcopais Pe. Rogério de Jesus Santana Coordenador de Pastoral SEMINÁRIO PROPEDÊUTICO SAGRADO CORAÇÃO DE JESUS Pe. José HORÁCIO Matos Fraga Reitor Nascido: 13/08/1983 Ordenado: 18/06/2010 Av. Gal Calazas, 936, Bairro Industrial – Aracaju/SE Telefones: 3215-4546/3215-1026 Pe. DAVI Vieira de Camargo Pe. GENÁRIO de Oliveira Junior Pe. FLÁVIO Gomes Negromonte Diretores Espirituais
  29. 29. Plano de Pastoral 2012-2015 35 SEMINÁRIO MAIOR NOSSA SENHORA DA CONCEIÇÃO Pe. JÂNISSON de Sá Santos Reitor Rua Verde Prata, 139, Lamarão – Aracaju/SE Telefones: 3245-2325 Pe. ANDERSON Pina dos Santos Vice-Reitor Pe. José GENIVALDO Garcia Diretor Acadêmico Pe. TONY Santos da Silva Ecônomo Pe. HERNANI Romero da Silva Santos Diretor Espiritual
  30. 30. Plano de Pastoral 2012-2015 37 PARÓQUIAS E PADRES DA ARQUIDIOCESE POR VICARIATOS No dia 08 de dezembro de 2006, Dom José Palmeira Lessa, Arcebispo de Ara-caju, institui os Vicariatos da Arquidiocese de Aracaju, mediante Decreto firma-do pelo mesmo, pelo chanceler da Cúria e promulgado solenemente. Vicariato: uma determinada área geográfica ou outra realidade da Arquidio-cese que terá um vigário episcopal próprio, um sacerdote que fará às vezes doBispo Diocesano, nas questões designadas pelo próprio Bispo, respaldado noCDC - Código de Direito Canônico. VICARIATOS E VIGÁRIOS EPISCOPAIS Vicariato São Mateus/Setor Centro-Sul (Pe. MANOEL Barbosa Santos)Colégio Arquidiocesano Sagrado Igreja São SalvadorCoração de Jesus Pe. DIÓGENES Oliveira da SilvaPe. RINALDO Rezende Cardoso (Capelão)(Diretor Administrativo) Rua Laranjeiras, - Centro -Aracaju/SEPe. ANDERLAN Robson Lima - Cep. 49010040Fernandes Telefones: (79) 3222-9929(Diretor pedagógico)Rua Dom José Tomaz, 194 Paróquia Bem-Aventurada José deB. São José - Aracaju/SE AnchietaCep. 49015090 Pe. GILVAN Rodrigues dos SantosTelefones: (79) 3211-1008 / (Vigário)2105-5300 Pe. JOSUÉ do Nascimento Santos (Adm. Paroquial)Colégio Salesiano Nossa Senhora Rua Manoel Euclides Oliveira, s/nAuxiliadora Cj Augusto Franco. Aracaju/SEPe. JOSENILDO Ferro (Vigário) Cep. 49030530Rua Riachuelo, 1386 - B. Cirurgia Telefones: 3248-2468-Aracaju/SE Website: http://www.radioanchietafm.Cep. 49050680 com.br/Telefones: (79) 3046-8500 E-mail: paroquiadeanchieta@yahoo. com.br
  31. 31. 38 Arquidiocese de AracajuParóquia Bom Jesus dos Paróquia Nossa SenhoraNavegantes AuxiliadoraPe. GENÁRIO de Oliveira Junior Pe. ALFREDO Boldori, SDB (Pároco)(Adm. Paroquial ) Pe. AGUINALDO Lima Viana, SDBAv. Antônio Alves, 468, Atalaia (Vigário)Aracaju/SE - Cep. 49037050 Pe. EUDES Barreto Fernandes, SDBTelefones: 3223-2447 (Vigário) Rua Dom Bosco, 650 - B. Cirurgia,Paróquia Coração Imaculado de Aracaju/SE - Cep. 49050220Maria Telefones: (79) 3214-2589Pe. FRANCO Senigagliesi (Pároco) E-mail: pnsa@infonet.com.br Pe. MARCO Lusvardi (Vigário)Rua Lago Azul, 50, Povoado Paróquia Nossa Senhora daGameleira, Aracaju/SE - ConceiçãoCep. 49039000 (Catedral Metropolitana)Telefones: 3227-1656/3227-1350 Pe. José DÁCIO dos Santos (Pároco)Comunidade Pe. CARLOS AUGUSTO Teles de Lima (Vigário)Paróquia Jesus Ressuscitado Praça Olímpio Campos, s/n – Centro,Pe. José GENIVALDO Garcia Aracaju/SE - Cep. 49010040(Pároco) Telefones: (79) 3214-3418Pe. ANDERSON Pina dos Santos(Vigário) Paróquia Nossa Senhora daDiác. Perm. JOSÉ Raimundo Siqueira Conceição - Mosqueiro(Diácono Permanente) Pe. ADEILSON CARLOS SantanaRua Celi Prado Oliveira 100 - B. Santos (Adm. Paroquial)Grageru, Aracaju/SE - Cep. 49025050 Rod. dos Náufragos, 10, Aracaju/SE -Telefones: (79) 3231-0429 Cep. 49039000 Telefones: 3227-1774Paróquia Nossa Senhora Aparecida E-mail: paroquiadomosqueiro@Pe. JUAREZ dos Santos Lima hotmail.com(Pároco)Rua Dês Rodrigues Nou, 50, Paróquia Nossa Senhora de FátimaFarolândia, Aracaju/SE Pe. VALDEMIR Vicente AndradeCep. 49032430 Santos (Pároco)Telefones: 3223-1555 Rua Nestor Sampaio, 27 - B. Ponto Novo, Aracaju/SE Cep. 49045000 Telefones: (79) 3231-0050
  32. 32. Plano de Pastoral 2012-2015 39Paróquia Nossa Sra. de Guadalupe Paróquia Nossa Sra. do SantíssimoPe. GEOFREDES Alves de Oliveira Sacramento(Adm. Paroquial) Pe. José ALMÍ de Menezes (Pároco)Pe. AÉLIO Souza (Vigário) Pe. IRANILTON Oliveira SantosRua Renato Fonseca de Oliveira, 545 (Vigário)- Coroa do Meio, Aracaju/SE Praça Clodoaldo Alencar, s/n -Cep. 49035710 B. Leite Neto, Aracaju/SETelefones: (79) 3255-0624 Cep. 49027230 Telefones: (79) 3231-4300Paróquia Nossa Senhora do CarmoFrei José ALBERTO Bezerra da Paróquia Nossa Senhora Rainha doCosta, O.Cam (Adm. Paroquial) MundoFrei GILSIMAR dos Santos Pe. João FELIX Neto (Pároco)Ferreira,O.Cam (Vigário) Av. Luciano Monteiro Sobral, s/n - Cj.Rua Porto da Folha, 1755 - B. Suissa Médici II, Aracaju/SEAracaju/SE - Cep. 49059610 Cep. 49048000Telefones: (79) 3214-5436 Telefones: (79) 3231-5544 Paróquia Nossa Senhora do Paróquia Sagrada FamíliaPerpétuo Socorro Pe. PAULO Tadeu Lima de MeloPe. Roberto BENVINDO dos Santos (Adm. Paroquial)(Adm. Paroquial) Pe. RINALDO Rezende CardosoDiác. Perm. JOSIVAL Santos (Vigário)(Diácono Permanente) Av. Farm. Cerzatina Régis s/nRua José Araújo Neto, 500 Conj. Sol Nascente, Aracaju/SEConj. Orlando Dantas Cep. 49160000Bairro São Conrado, Aracaju/SE - Telefones: 3247-2446Cep. 49042250Telefones: 3251-3557 Paróquia Sagrado Coração de JesusWebsite: http://www.paroquiansps. Pe. GIVANILDO Paes Santoscom.br/ (Adm. Paroquial)E-mail: comunicacao@paroquiansps. Rua A s/n Bairro São Conrado,com.br Aracaju/SE - Cep. 49000000Paróquia Nossa Senhora do Rosário Paróquia Sagrado Coração de JesusPe. José FARIAS Santos (Pároco) Pe. GILVAN José de CarvalhoAv. Pedro Calazans, 610 – Centro - (Pároco)Aracaju/SE - Cep. 49055520 Rua Manoel do Espírito Santo, 379 -Telefones: 3211-5181 B. Grageru, Cep. 49025-440
  33. 33. 40 Arquidiocese de AracajuAracaju/SE Paróquia Santa Rita de CássiaTelefones: (79) 3231-7382 Pe OZÉAS dos SantosE-mail: secretaria@ (Pároco)paroquiadogrageru.com.br Rua Acre, s/n Conjunto Costa e SilvaParóquia Santa CruzPe. TOMY Joseph Cheruplavil, SVD Paróquia Santa Tereza D’Ávila(Adm. Paroquial) Pe. ANDERLAN Robson LimaAv. Principal, 773, Santa Maria, Fernandes (Adm. Paroquial)Aracaju/SE - Cep. 40000000 Pe. ANDERSON Pina dos SantosTelefones: 3248-7279 (Vigário) Rua E, Praça das Mães, s/n - Aracaju/Paróquia Santa Lúcia SE - Cep. 49037233Pe. Antônio de Carvalho PEIXOTO Telefones: 3243-4409(Pároco)Rua 19, s/n, Conjunto Santa Lucia, Paróquia Santa Terezinha doBairro Jabotiana, Aracaju/SE - Menino JesusCep. 49095100 Pe. FERNANDO Ávila (Pároco)Telefones: 3217-2265 Rodovia dos Náufragos, Aracaju/SE - Cep. 49000039Paróquia Santa Luzia Telefones: 3227-1210Pe. CHRISTIANO Santos Silva(Adm. Paroquial) Paróquia São Domingos SávioRua Marize Almeida Santos, 551 - B. Pe. JOÃO BOSCO Vieira LeiteLuzia, Aracaju/SE - Cep. 49045500 (Pároco)Telefones: (79) 3231-2119 Rua João Rocha Sobrinho, 181 Cj. Lourival Fontes - B. Pereira LoboParóquia Santa Luzia Aracaju/SE - Cep. 49050420Pe. JADILSON Andrade Santos Telefones: (79) 3224-3381(Pároco)Diác. Perm. JÚLIO Cezar dos Santos Paróquia São Francisco de Assis(Diácono Permanente) Pe. JOÃO CLÁUDIO da ConceiçãoPraça da Matriz, s/n – Centro (Adm. Paroquial)Barra dos Coqueiros/SE Rua Mercúrio, s/n Jardim Esperança -Cep. 49140000 Aracaju/SE - Cep. 49040380Telefones: (79) 3262-3672 / Telefones: 3249-20593262-3574 E-mail: psfrancisco.ibarbosa@gmail. com
  34. 34. Plano de Pastoral 2012-2015 41Paróquia São José Paróquia São Pedro e São PauloPe. MANOEL Barbosa Santos Pe. VALTEWAN C. Cruz (Pároco)(Pároco) Rua Celso Oliva, 216 - B. 13 de JulhoPe. JOSÉ BISPO Santos Filho - Aracaju/SE - Cep. 49030320(Vigário) Telefones: (79) 3214-7407Praça Tobias Barreto, 248 B. São José -Aracaju/SE Paróquia São RafaelCep. 49020000 Pe. ADEILSON ALMEIDA de JesusTelefones: (79) 3214-2463 (Adm. Paroquial) Trav. 35, n 11, Conj. Padre Pedro,Paróquia São José Operário Aracaju/SE - Cep. 49000000Pe. VALDSON Santos Azevedo Telefones: 3248-9936 P/3248-5221(Pároco)Diác. Perm. MÁRIO Jorge Souza Santuário Nossa Senhora MeninaTavares (Diácono Permanente) Pe. HERNANI Romero da SilvaAv. São João Batista, s/n Santos (Capelão)Cj. Castelo Branco - B. Ponto Novo - Rua Itabaiana, s/n - B. São José -Aracaju/SE - Cep. 49097000 Aracaju/SE - Cep. 49015160Telefones: (79) 3259-3303 Telefones: (79) 3211-8507Paróquia São MateusPe. Antônio Carlos dos Santos(NEVES) (Adm. Paroquial)Rua 16, n 53, residencial Costa NovaI, Aruana - Aracaju/SECep. 49038793Telefones: 3248-4968Website: www.saomateusaracajucom.brE-mail: saomateusaracaju@hotmail.com.br
  35. 35. 42 Arquidiocese de Aracaju Vicariato São Marcos/Setor Norte-Oeste (Pe. José BERNARDINO de Santana Filho)Paróquia Menino Deus Paróquia Nossa Senhora dasPe. FLAVIO Eduardo Silva Graças(Adm. Paroquial) Pe. TONY Santos da SilvaVia Férrea s/n Casa Paroquial / (Adm. Paroquial)Povoado Colônia Miranda Av. Lamarão, s/n, Bairro Lamarão,São Cristóvão/SE - Cep. 49100000 Aracaju/SE - Cep. 49088000Telefones: 32613728E-mail: flaviopax@hotmail.com Paróquia Nossa Senhora de LourdesParóquia Menino Jesus Pe. LUCIVALDO Ribeiro dos SantosPe. JOELIO Santos Rezende (Pároco)(Adm. Paroquial) Pça Dom José Tomaz, s/n, SiqueiraDiác. Perm. VIVALDO José dos Campos - Aracaju/SE - Cep.Santos (Diácono Permanente) 49075520Rua 23, nº 830, Parque dos Faróis, Telefones: 3241-7570 R / 3241-7666N. Sra. do Socorro/SECep. 49160000 Paróquia Nossa Senhora do CarmoTelefones: 3241-9539 Pe. ALEX Sandro das Chagas (Adm. Paroquial)Paróquia Nossa Senhora da Rua 7 de Setembro s/nº - Bairro AltoSoledade da Jaqueira / Cidade Nova - Aracaju/Pe. GEOVANI Bomfim Oliveira SE - Cep. 49070440(Pároco)Rua Maria Salomé Nunes Paróquia Nossa Senhora do LoretoVasconcelos, 210 - Aracaju/SE Pe. JOÃO Santos SantanaCep. 49089030 (Adm. Paroquial)Telefones: 3245-3035 Pe. ANDERSON Leão Costa (Vigário)Paróquia Nossa Senhora da Vitória Rua 45, nº 63, Conj. Brg EduardoPe. WILLIANS Oliveira Lima Gomes - São Cristóvão/SE(Adm. Paroquial) Cep. 49100000Pça. Getúlio Vargas s/n Telefones: 3257-4125 / 3257-4124São Cristóvão/SE - Cep. 49100000Telefones: 3261-1152 P / 3261-1322Website: http://www.nsvitoria.org.brE-mail: pascom@nsvitoria.org.br
  36. 36. Plano de Pastoral 2012-2015 43Paróquia Nossa Senhora do Monte Paróquia Nossa Senhora RosaSerrat MísticaPe. RICARDO Nunes de Rezende Pe. JOÃO BOSCO Lima (Adm.(Adm. Paroquial) Paroquial)Diác. Perm. ARIOVALDO Canuto Rua 169 nº 90,Pereira (Diácono Permanente) 1ª Etapa do Conj. Marcos Freire III,Av. Central 1285, Jardim Piabeta, N. Sra. do Socorro/SE - Cep. 4916000N. Sra. do Socorro/SECep. 49160000 Paróquia Sagrada Família Pe. ROGÉRIO de Jesus SantanaParóquia Nossa Senhora do Socorro (Adm. Paroquial)Pe. MARCOS ANTÔNIO dos Santos Av. Auxiliar II s/n, Conj. Fernando(Adm. Paroquial) Collor de Mello, N. Sra. do Socorro/Diác. Perm. ALOISIO Evangelista SE - Cep. 49160000dos Santos (Diácono Permanente) Telefones: 3254-6825Pça da Matriz, s/n, Centro Website: www.facebook.com/Nossa Sra. do Socorro/SE parsagfamiliaCep. 49160000 E-mail: parsagfamilia@hotmail.comTelefones: 3256-2353 Paróquia Sagrado Coração de JesusParóquia Nossa Senhora D’Ajuda Pe. FLÁVIO Gomes NegromontePe. MELQUIADES de Jesus (Adm. Paroquial)(Adm. Paroquial) Rua Mato Grosso ,s/n,Pe. DJAVAN Ribeiro Araújo (Vigário) Agamenon Magalhães, Aracaju/SERua Cel. Domingos Dias, 98, Cep. 49075380Itaporanga/SE - Cep. 49120000 Telefones: 3241-1616Telefones: 3264-1402 Paróquia Santa Clara de AssisParóquia Nossa Senhora Rosa Pe. FABIANO SantosMística (Adm. Paroquial)Pe. RONALDO Rodrigues dos Santos Rua Santa Clara S/N , Bairro Jardim(Adm. Paroquial) Centenário - Aracaju/SERua E1, n° 187, Conj. Jardim, Paróquia Santo AntônioNossa Sra. do Socorro/SE Frei JONALDO Adelino de Souza,Cep. 49160000 OFM (Pároco)Telefones: 3253-3751 Frei ALMEIDA (Luis Ponciano Celestino), OFM (Vigário) Frei ANTÔNIO Carlos Cajueiro, OFM (Vigário)
  37. 37. 44 Arquidiocese de AracajuFrei FELISBERTO de Brito (Vigário) Paróquia São João BatistaAv. Simeão Sobral, s/n - Aracaju/SE - Pe. MARCOS Rogério VieiraCep. 49060640 (Adm. Paroquial) Diác. Perm. SAULO Roberto ReisParóquia Santuário Nossa Senhora (Diácono Permanente)Aparecida Av. J, nº 450, Conj. Gov. João AlvesPe. CASSIO Santos Souza Filho, Nossa Senhora do Socorro/SE -(Adm. Paroquial) Cep. 49160000Praça Ver. Osvaldo Mendonça, s/n, Telefones: 3254-1690Conj. Bugio - Aracaju/SECep. 49090300 Paróquia São João EvangelistaTelefones: 3252 3587 Pe. CLAUDOMIRO Alves RochaWebsite: http:// (Adm. Paroquial)santuarioaparecidabugio.blogspot. Av. D, n°146, Conj. Marcos Freire IIIcom/ Nossa Senhora do Socorro/SEE-mail: paroquia.aparecida1983@ Cep. 49160000gmail.com Telefones: 3254-3756Paróquia Sant’Ana Paróquia São Judas TadeuPe. DENIS Ariandnes GaeschiPortugal (Adm. Paroquial) Frei ANÍLSON CardosoCasa Paroquial Vasconcelos,OFMCap (Pároco)Povoado Sapé - Itaporanga/SE Frei DÁRIO Romiti,Cep. 42190000 OFM Cap (Vigário) Frei FLORÊNCIO Pecorari,Paróquia São Cosme Damião OFM Cap (Vigário)Frei GILTON Santos de Oliveira, Ofm Frei MIGUEL A. Serafim,cap (Adm. Paroquial) OFM Cap (Vigário)Rua 3 S/Nº Conj. Maria do Carmo II, Frei ONÓRIO Galdino de Melo,Bairro Olaria, Aracaju/SE OFMCap (Vigário)Cep. 49092540 Rua Bolivía s/n Bairro América -Telefones: 3044-9175 Aracaju/SE - Cep. 49080090Paróquia São Francisco de AssisPe. MOISÉS Bispo de Oliveira(Pároco)Rua Minervina Barros, 136, SantosDumont - Aracaju/SE - Cep.49087450Telefones: 3245-2973 / 3245-9412
  38. 38. Plano de Pastoral 2012-2015 45Paróquia São Marcos Evangelista Paróquia São Pio XPe. José BERNARDINO de Santana Pe. José SOARES de Jesus (Pároco)Filho (Pároco) Diác. Perm. GENEVALDO FagundesPe. FLAVIANO Oliveira Fonseca Santana (Diácono Permanente)(Vigário) Rua Guilhermino Bezerra, s/n,Diác. Perm. JOSÉ Passos Gomes Bairro 18 do forte - Aracaju/SE -Fontes (Diácono Permanente) Cep. 49060270Rua 31 ,nº3 Marcos Freire I - Telefones: 3236-5833Nossa Senhora do Socorro/SECep. 49160000 Paróquia Senhor do BomfimTelefones: 3254-7943 Pe. ANTÔNIO da Cunha Santos (Adm. Paroquial)Paróquia São Pedro Pescador Pe. VIDELSON Teles de MenesesPe. WILLAME Barreto Filho (Vigário)(Pároco) TV. Senhor do Bomfim s/n,Diác. Perm. GENIVAL Santos Cj. Rosa Elze - São Cristóvão/SE -(Diácono Permanente) Cep. 49900000Av. João Rodrigues, 425, Industrial Telefones: 3257-6793Aracaju/SE - Cep. 49065450Telefones: 3215-8463 P/ 3215-2921 R Vicariato São Lucas/Setor Agreste (Pe. JADSON da Silva Ramos)Capela Senhora Santana Paróquia Imaculada Conceição ePe. JOÃO Batista Oliveira (Vigário) São LucasItabaiana/SE - Cep. 49500000 Pe. FRANCISCO de Assis de SouzaTelefones: (Pároco) Rua São Pedro, 1890, bairro MiguelParóquia de São Sebastião Teles de MendonçaPe. VICENTE Nunes Farias (Adm. Itabaiana/SE - Cep. 49500000Paroquial) Telefones: 3431-7867Casa Paroquial / Serra do MachadoRibeirópolis/SE - Cep. 49530000Telefones: 79-3349-1316
  39. 39. 46 Arquidiocese de AracajuParóquia Nossa Senhora Aparecida Paróquia Nossa Senhora do CarmoPe. CLEBERTON Lima de Andrade Pe. MARDONIO Alves do Amaral(Adm. Paroquial) (Adm. Paroquial)Pe. FLÁVIO Roberto Rocha (Vigário) Praça Frei Fidelis, s/nRua Presidente Médici, s/n Bairro São Cristóvão, Itabaiana/SE -Nossa Senhora Aparecida/SE - Cep. 49500000Cep. 49540000 Telefones: 9134-3203 DilmaTelefones: 3483-1392 Paróquia Nossa Senhora doParóquia Nossa Senhora da Boa PatrocínioHora e São Roque Pe. GENALDO Gonçalves MendonçaPe. José IONILTON Lisboa de (Adm. Paroquial)Oliveira, SDV (Pároco) Pça da Matriz s/n, Pedra Mole/SE -Pe. SEBASTIÃO Ferreira da Silva Cep. 49512000(Vigário)Pça. Nossa Boa Hora, s/n Centro Paróquia Sagrado Coração de Jesus-Campo do Brito/SE - Cep. 49520000 Pe. NILTON César de C. PereiraTelefones: 3443-1156 R / 3443-1738 (Pároco)Website: www.boahoraparoquia. Rua Robustiano Menezes S/Nblogspot.com/E-mail: paroquia.boahora@hotmail.com Ribeirópolis/SE - Cep. 49530000 Telefones: 3449-2226Paróquia Nossa Senhora dasGraças Paróquia Santa Cruz e SagradoPe. HÉLIO de Oliveira Alves Coração de Jesus(Adm. Paroquial) Pe. ALESSANDRO da Costa LimaRua Virgílio L. dos Reis S/n Bairro (Adm. Paroquial)Mamede Paes Mendonça Pça. Tobias Barreto, 72, CentroItabaiana/SE - Cep. 49500000 Carira/SE - Cep. 49550970Telefones: 79- 3431-7723 Telefones: 3445-2041Paróquia Nossa Senhora do Bom Paróquia Santa TerezinhaParto Pe. JOSELITO Santana de limaPe. ADILSON do Patrocínio (Adm. Paroquial)(Adm. Paroquial) Pça Santa Terezinha s/nDiác. Perm. NESTOR Marcilio Vieira Moita Bonita/SE - Cep. 49560970(Diácono Permanente)Pça. José Francisco Mendonça, s/nItabaiana/SE - Cep. 49500000Telefones: 79-3431-1477
  40. 40. Plano de Pastoral 2012-2015 47Paróquia Santo Antônio e Almas Paróquia São JoséPe. JADSON Ramos (Pároco) Pe. JOSÉ LUIZ da Silva FilhoPe. JOSÉ CARLOS Farias de Lima (Adm. Paroquial)(Vigário) Praça da Matriz s/nPe. LUCIVALDO Santos (Vigário) Pinhão/SE - Cep. 49000000Praça Fausto Cardoso, 01 Paróquia São JoséItabaiana/SE - Cep. 49500000 Pe. JOAQUIM José de SantanaTelefones: 3431-2229 / 3431-3060 Dantas (Adm. Paroquial) Rua Itabaiana, 05, CentroParóquia São Domingos de Gusmão Malhador/SE - Cep. 49570000Pe. BENJAMIN da Costa Carvalho Telefones: 3442-1359Junior (Adm. Paroquial)Pça José Mecenas s/n Paróquia São PauloSão Domingos/SE - Cep. 49525970 Pe. ANDRÉ Menezes SantosTelefones: 79 - 3455-1137 (Adm. Paroquial) Pe. AGNELO Barreto (Vigário)Paróquia São Francisco de Assis Diác. Perm. FERNANDO Antônio dePe. José AMERICO da Silva Paiva (Diácono Permanente)(Adm. Paroquial) Pça São Paulo, s/n CentroDiác. Perm. JOSÉ Adilson dos Santos Frei Paulo/SE - Cep. 49514-00Andrade (Diácono Permanente) Telefones: 3447-1600 P / 3447-1243 Av. Cel. José Ribeiro, 132, CentroMacambira/SE - Cep. 49565000Telefones: 79-3457-1050Paróquia São João BatistaPe. PAULO Moura Silva (Adm.Paroquial)Diác. Perm. LAELSON Souza Lima(Diácono Permanente)Rua Heráclito Diniz s/n CentroAreia Branca/SE - Cep. 49580000Telefones: 3288-1569
  41. 41. 48 Arquidiocese de Aracaju Vicariato São João Evangelista / Setor Vale do Contiguiba (Pe. JEFFERSON Santos Pinheiro)Paróquia Jesus, Maria e José Paróquia Nossa Senhora dasPe. VALDES Aparecido Ferreira Lima Graças(Adm. Paroquial) Pe. TENÓRIO Fialho dos SantosPça Dr. Mario Pinotti, 324 (Adm. Paroquial)Siriri/SE - Cep. 49320000 Praça da Matriz s/nTelefones: 079-3297-1425 Feira Nova/SE - Cep. 49670-00Paróquia Nossa Senhora da Paróquia Santuário Nossa SenhoraConceição Divina PastoraPe. Manoel FERNANDO de Jesus Pe. HELELON Bezerra dos Anjos(Adm. Paroquial) (Adm. Paroquial)Pça Dr. Silvio Cezar Leite, s/n, Centro Pça. Matriz, s/n CentroRiachuelo/SE - Cep. 49130000 Divina Pastora/SE - Cep. 49650000Telefones: 79-3269-1281 Telefones: 3271-1310Paróquia Nossa Senhora da Paróquia Nossa Senhora do CarmoPurificação Frei JOSÉ Cláudio de Alencar Batista,Pe. LUCIANO Bezerra Lima O.Carm (Pároco)(Pároco) Pe. ERISTON Figueiredo do Frei PAULO Fernando de Moura,Nascimento (Vigário)Diác. Perm. JOSÉ Augusto dos Santos O.Cam (Vigário)(Diácono Permanente) Largo do Monte Carmelo s/nCôn. José da Mota Cabral, nº 6, Carmópolis/SE - Cep. 49740000Centro Telefones: 079-3277-1831 /3277-1152Capela/SE - Cep. 49700000Telefones: 3263-1286 Paróquia Nossa Senhora do Rosário Pe. JEFFERSON Santos PinheiroParóquia Nossa Senhora das Dores (Pároco)Pe. ARNALDO Oliveira Santos Praça Clodoaldo Passos, 93, Centro(Adm. Paroquial) Rosário do Catete/SE -Pe. UNALDO Alves da Silva Junior Cep. 49760000(Vigário) Telefones: 3274-1348Diác. Perm. ERIVALDO Oliveira deGóis (Diácono Permanente)Pça Côn. Miguel M. BarbosaN. Srª. das Dores/SE - Cep. 49600000Telefones: 3265-2400
  42. 42. Plano de Pastoral 2012-2015 49Paróquia Sagrado Coração de Jesus Paróquia São CristovãoLaranjeiras Pe. JAILSON Bezerra Santos (Adm.Pe. RENATO Gomes de Lima Paroquial)(Pároco) Praça. João Paulo II s/n Bairro CampoDiac. Perm. JOSÉ Francisco Velho - N. Srª das Dores/SE - Cep.Guimarães (Diacono Permanente) 49600000Rua Heráclito Diniz, s/n Telefones: 79-3265-2539Laranjeiras/SE - Cep. 49170000Telefones: 3281-1033 Paróquia São João EvangelistaE-mail: pscjl2009@hotmail. Pe. EDILVAN dos Santos Nascimentocom (Adm. Paroquial) Rua Maria Góis de Moraes, 25Paróquia Santa Rosa de Lima Cumbe/SE - Cep. 49660000Pe. Manoel FERNANDO de Jesus Telefones: (79) 3362-1145(Adm. Paroquial) E-mail: joaoevangelistacumbe@Pça da Matriz, s/n hotmail.com Santa Rosa de Lima/SE - Cep.49640970 Paróquia Senhor dos Passos Pe. PAULO Sales Costa (Adm.Paróquia Santo Amaro Paroquial)Pe. FÁBIO Gomes Negromonte Pça. Barão de Maruim, 16, Centro(Adm. Paroquial) Maruim/SE - Cep. 49770000Pça Cel. Jacinto Ribeiro, 266 Telefones: 3275-1838 Par 3275-1855Santo Amaro/SE - Cep. 49180000Telefones: 3266-1305
  43. 43. 50 Arquidiocese de Aracaju Padres fora da Arquidiocese para Estudo ou MissãoPe. CHRISTIANO Silvestre de Jesus Pe. José WILLIAN Barbosa CostaNascido: 19/04/1977 Nascido: 15/03/1971Ordenado: 21/12/2002 Ordenado: 14/12/1998Pe. CLÁUDIO Dionízio Rocha Santos Pe. LÁZARO Brito CoutoNascido: 21/09/1975 Nascido: 06/11/1976Ordenado: 15/08/2003 Ordenado: 26/12/2009Pe. DANIEL Francisco de Souza Pe. RUBEM Gomes BarbosaNascido: 04/02/1975 Nascido: 06/08/1972Ordenado: 19/01/2002 Ordenado: 16/04/2009Pe EUCLIDES Francisco Carvalho da Pe. VADSON Monteiro CarvalhoSilva Nascido: 30/04/1978Nascido: 26/07/1978 Ordenado: 21/12/2002Ordenado: 18/06/2010 Padres a uso da OrdemPe. GILSON Garcia de Melo Pe. José ENALDO Menezes RezendeNascido: 13/08/1936 Nascido: 01/11/1939Ordenado: 17/06/1962 Ordenado: 11/07/1968Pe. LUIZ Lemper Pe RAIMUNDO CruzNascido: 11/02/1937 Nascido: 11/08/191Ordenado; 01/02/1964 Ordenado: 11/04/1971Pe. RAUL Bomfin Borges Pe. José CAMILO dos Santos FilhoNascido: 03/01/1937 Nascido: 09/02/1952Ordenado: 07/07/1963 Ordenado: 02/06/1983Mons. José Alves de CASTRO Pe. José FRANCISCO Nunes SantosNascido: 15/05/1912 Nascido; 15/05/1961Ordenado: 17/05/1936 Ordenado: 12/08/1996
  44. 44. Plano de Pastoral 2012-2015 51Mons. José de Souza CARVALHO Pe. José Manoel ARAÚJONascido: 24/11/1926 Nascido: 05/08/1936Ordenado: 02/12/1956 Ordenado: 11/02/1968 RELAÇÃO NOMINAL DOS DIÁCONOS PERMANENTES01 - Diác. Perm. Aloisio Evangelista 04 – Diác. Perm. Erivaldo Oliveirados Santos GóisNasc. 14.05.1947 Nasc. 20.11.1955Ordenação diaconal: 28.11.2008 Ordenação diaconal: 28.11.2008Av. Profª Virginia Cardoso Souza – Provisionado na Paróquia N. Srª dasConj. Santa Tereza – B. Aeroporto. Dores.Fone: 3243-2091 – 9968-7801. Rua 25, nº 17 – Cj. Marcos Freire I –Provisionado Paróquia N. Srª Rosa CEP: 49160-000 – N. Srª do SocorroMística Fone: 3245-3313; 3280-6584 (Fafem).Conj. Jardim – N. Srª do Socorro. 05 – Diác. Perm. Fernando Antônio02 – Diác. Perm. Antônio Costa de de PaivaAlmeida Nasc. 13.01.1941Ordenação diaconal: 08.12.2006 Ordenação diaconal: 08.12.2006.Rua Ribeirópolis 396 – Bairro Suíça – Provisionado no Santuário NossaCEP: 49052-360 - Aracaju/Se Senhora Aparecida – Cj. BugioFone: 3221-3545 – 9949-8278 Aju/Se.3215-5120 Same. Rua Itabaiana, 460 Aptº 604Provisionado no SAME. CEP: 4901-170 – Aju/Se. Fone: 3222-8189.03 – Diác. Perm. Ariovaldo CanutoPereira 06 – Diác. Perm. GenevaldoNasc. 25.03.61 Fagundes SantanaOrdenação diaconal: 28.11.2008. Nasc. 13.02.1945Provisionado na Paróquia São Marcos Ordenação diaconal: 09.11.1980– Cj. Marcos II – N. Srª do Socorro. Provisionado na Paróquia São Pio X –Rua João Figueiroa Neta, 197 18 do Forte – Aju/Se.Cj. João Batista – Stos Dumont – Rua Manoel Machado dos Santos, 62CEP: 49087-830 – Aju/Se. Cj. Augusto Franco – B. Farolândia –Fone: 3245-3159 / 3245-2973. CEP: 4903-180 – Aju/Se. Fome: 3248-5351.
  45. 45. 52 Arquidiocese de Aracaju07 – Diác. Perm. Genival Santos 10 – Diác. Perm. José FranciscoNas. 12.10.1963. GuimarãesOrdenação diaconal: 28.11.2008 Nasc. 20.01.1957Provisionado na Paróquia São Pedro Ordenação diaconal: 08.12.2006Pescador – B. Industrial – Aju/Se Provisionado na Paróquia SagradoRua 105, nº 21 Residencial Seixas Coração de Jesus – Laranjeiras/Se.Dórea – Cj. Marcos Freire Rua honor Gregório Santos, 28CEP: 49400-000 B. Grageru – CEP: 40027-130N. Srª do Socorro/Se Aju/SeFone: 3241-2808. Fone: 3217-7779.08 – Diác. Perm. José Adilson dos 11 – Diác. Perm. José Passos GomesSantos Andrade FontesNasc. 03.05.1972. Nasc. 15.06.1966Ordenação Diaconal: 28.11.2008 Ordenação diaconal: 08.12.2006.Provisionado na Paróquia na Paróquia Sem provisão – Cúria.Santa Luzia Rua 6, nº 93Barra dos Coqueiros/Se Cj. Brigadeiro Eduardo Gomes –Trav. B – 2, nº4 – Jardim Itacanema – CEP: 49100-000 São Cristovão/SeParque dos Faróis – CEP: 49160-000 Fone: 3209-1099; 3257-4121.– N. Srª do Socorro/SeFone: 3241-2808, 12 – Diác. Perm. José Raimundo Siqueira09 – Diác. Perm. José Augusto dos Nasc. 26.04.1961Santos Ordenação diaconal: 08.12.2006Nasc. 11.01.1950 Sem provisão – motivo doença.Ordenação diaconal: 08.12.2006 Rua Lourival Chagas, 413Provisionado na Paróquia N. Srª da B. Grageru – CEP: 49025-390 –Purificação – Capela/Se. Aracaju/SeCoord. dos diác. Perm. Arquidiocese. Fone: 3217-1228Av. Murilo Dantas, 1409Cond. Aquarela, Aptº 703 – 13 – Diác. Perm. Josival SantosB. Farolândia – CEP: 49032-490 Nasc. 09.09.1962Aju/Se Ordenação diaconal: 28.11.2008Fone: 3041-6606 Provisionado na Paróquia N. Srª do Perpétuo Socorro – Orlando Dantas Rua 86/82, nº 40 – Cj. Marcos Freire II – CEP: 49160-000 – N. Srª do Socorro/Se
  46. 46. Plano de Pastoral 2012-2015 5314 – Diác. Perm. Júlio Cesar dos 18 – Diác. Perm. Paulo PereiraSantos ConceiçãoNasc. 14.04.1965 Nasc. 07.02.1935Ordenação diaconal: 28.11.2008 Ordenação diaconal: 08.12.2006Provisionado na Paróquia Santa Luzia Provisionado na Paróquia Santo– Barra dos Coqueiros/Se Antônio (Igreja do Espírito Santo)Rua A, nº 34 – Cj. Eduardo Gomes. Aju/Se.CEP: 49100-000 – São Cristóvão/Se Rua Álvaro Maciel, 117 –Fone: 3257-4851. B. Santo Antônio – CEP: 49060-020 Aju/Se15 – Diác. Perm. Laelson Souza Fone: 3215-6707LimaNasc. 13.03.1970Ordenação diaconal: 29.07.2011 19 – Diác. Perm. Rosevaldo SouzaProvisionado na Paróquia São João SantosBatista – Areia Branca/Se Nasc. 12.07.1944Rua Elpidio Batista Nery, 580 Ordenação diaconal: 28.11.2008Rosa Elze – São Cristóvão Provisionado na Paróquia N. Srª daCEP: 49100-000 – São Cristóvão/Se Vitória – São Cristovão/Se. Rua Capitão Nelson, nº 816 – Diác. Perm. Mario Jorge Souza Loteamento São JoãoTavares CEP: 49100-000 – São Cristóvão/SeNasc. 18.07.1962 Fone: 3261-1899.Ordenação diaconal: 28.11.2008Provisionado na Paróquia São José 20 – Diác. Perm. Saulo RobertoOperário – Cj. Castelo Branco. ReisRua 30, nº 5 – Cj. Marcos Freire I – Nasc. 09.01.1957CEP: 49160-000 Ordenação diaconal: 28.11.2008N. Srª do Socorro/Se Provisionado na Paróquia São José –Fone: 3215-2441; 3256-3387. Aju/Se17 – Diác. Perm. Nestor Marcilio Av. Hermes Fontes, 2022 – Cond.Vieira Morada das Arvores – Ed. JacarandáNasc. 15.01.1962 Aptº 1004 – CEP: 49045-760 –Ordenação diaconal: 08.12.2006 Aracaju/Se.Provisionamento indefinido Fone: 3217-2485(Coqueiral) Aju/SeTrav. Monte Castelo, 25B. 18 do Forte – CEP: 49072-480 –Aju/Se.Fone: 3236-1975
  47. 47. 54 Arquidiocese de Aracaju21 – Diác. Perm. Vivaldo José dos Coord. Regional dos diáconos Bahia/Santos Sergipe.Nasc. 27.10.1937 Av. Augusto Franco, 2000Ordenação diaconal: 28.11.2008 Qd.2 – Lot 4 B. Siqueira Campos –Provisionado na Paróquia Menino CEP: 49075-100 – Aju/SeDeus – São Cristóvão/Se Fone: 3261-3931 CONGREGAÇÕES INSTALADAS NA ARQUIDIOCESECongregação das Filhas da Igreja Congregação Nossa Senhora de SionPovoado Nova descoberta Pça. São José 177Itaporanga/SE 49120-000 Santo Amaro-Se 49180-000Fone: 3264-4080 Fone: 079-3266-1306 Congregação Santa TerezinhaCongregação das Irmãs Auxiliares Povoado Robalodo Sacerdócio Aracaju-SE 49000-000Rua Rio Branco 397, Lot.Tijuquinha Fone: 3227-1210Bairro Rosa Elze -São Cristóvão/SE49100-000 Congregação Santa TerezinhaFone: 3257-7597 Av Afonso Vieira 63 Centro Barra dos Coqueiros-SE 49140-000Congregação das Religiosas Fone: 3262-1259Missionárias de Nossa Senhora dasDores Congregação Santa Terezinha Pça. Santa Terezinha s/nRua João Batista Cabral 122 Moita Bonita-SE 49560-000Alto da Jaqueira - Aracaju-SE Fone: 079-3453-124949070-210Fone: 3215-9130 Congregação Santa Terezinha Av Joaquim Maynard 71Congregação Nossa Senhora de Sion Santo Amaro-SE 49180-000Rua Jackson de Figueiredo 124 Fone: 079-3266-1233Divina Pastora-SE 49650-000Fone: 079-3271-1284 Congregação Santa Terezinha Casa Central Pça. Siqueira de Menezes 61Congregação Nossa Senhora de Sion Santo Antônio - Aracaju/SERua Ribeirópolis 281 Cirurgia 49060-650Aracaju-SE 49050-690 Fone: 3215-2317 / 3215-0061Fone: 3222-2548
  48. 48. Plano de Pastoral 2012-2015 55Congregação Santa Terezinha Franciscanas Hospitaleiras daCasa Central Imculada ConceiçãoPça. Olímpio Campos 228 Centro COLÉGIO SÃO JOSÉAracaju/SE 49010-040 Pça. Tobias Barreto 1042 São JoseFone: 3216-3003 Aracaju-SE 49015-130 Fone: 3214-1515Congregação Santa TerezinhaCasa Santa Zita Franciscanas Missionárias de NossaRua São Cristóvão 1805 SenhoraGetúlio Vargas Av João Rodrigues 327Aracaju-SE 49055-620 Bairro IndustrialFone: 3214-0803 Aracaju-SE 49065-450 Fone: 3221-3858Congregação Santa Terezinha-Instituto Dom Fernando Gomes Franciscanas Missionárias de NossaPça. Dom José Tomaz s/n SenhoraAracaju-SE 49075-200 Povoado Rio das PedrasFone: 3241-1515 Itabaiana-SE 49500-000 Fone:Franciscanas Missionárias de NossaSenhora-CASA DE FORMAÇÃO Irmãs Clarissas Franciscanas doRua Felismino Pereira de Andrade S.S. Sacramento193 Rua Nova 379 Conjunto FernandoItabaiana-SE 49500-000 Collor de MeloFone: 079-3431-1283 Nossa Senhora do Socorro-SE 49160-000Franciscanas Missionárias de Nossa Fone: 3254-6639SenhoraRua Pai Tomé 93 Irmãs da Divina ProvidênciaSão Cristóvão/SE 49100-000 Rua Edilson Andrade 466 Rosa ElzeFone: 3261-1421 São Cristovão-SE 49100-000 Fone:Franciscanas de Nossa Senhora doBom Conselho Irmãs de Nossa Senhora da GlóriaAv Edésio Vieira de Melo 585 Rua Alzira Azevedo s/nSão José Santa Rosa de Lima-SE 49640-000Aracaju-SE 49050-240 Fone: 079-3273-1364Fone: 3224-3509
  49. 49. 56 Arquidiocese de AracajuIrmãs de Santa Maria Irmãs Missionárias da CaridadeRua Joana Maria dos Prazeres 50 Av Major Aureliano s/n Stº DumontSão Carlos Aracaju-SE 49040-000Aracaju-SE 49350-850 Fone: 3245-4432Fone: 3252-6357 Irmãs Oblatas de Jesus e MariaIrmãs do Santissimo Sacramento Rua “A” 716 Conjunto Albano FrancoRua Senador Rollemberg 793 Nossa Senhora do Socorro-SESão José 49160-000Aracaju-SE 49015-180 Fone: 3254-2400Fone: 3211-3064Irmãs Escolapias Irmãs Ursulinas da SagradaRua K1, 37 Piabeta FamiliaNossa Senhora do Socorro-SE Av Perimetral I, 304649160-000 Marcos Freire III, Nossa Senhora doFone: 3254-8598 Socorro-SE, 49160-000 Fone: 3256-5010Irmãs Escravas da Imaculada comunidadeprovidencia@yahoo.com.brMeninaRUA “C” 22 Prainha do Santa Maria Ministras dos Enfermos de SãoAracaju-SE 49037-000 CamiloFone: 3214-0557 Av Desembargador Maynart, 1276, São José – Aracaju/SE 49055-210Irmãs Filhas do Divino Zelo Fone: 3214-3268 / 3211-0273Av. José Nunes s/n PovoadoMocambo Ministras dos Enfermos de SãoFrei Paulo-SE 49514-000 CamiloFone: 079-3447-7012 Rua Padre Padilha 40Irmãs Hospitaleiras do Sagrado Riachuelo-SE 49130-000Coração de Jesus Fone: 079-3269-1246Povoado Serra do MachadoRibeiropolis-SE 49530-000 Missionárias da ImaculadaFone: 079-3449-5042 Conceição da Mãe de Deus-LAR SÃO JOSÉIrmãs Medianeiras da Paz Pça. Adroaldo Campos 929Av Luciano Monteiro Sobral 446 Cj. Capela-SE 49700-000Médici II Luzia Fone: 3263-1350Aracaju-SE 49045-000Fone: 3231-6065

×