Successfully reported this slideshow.
We use your LinkedIn profile and activity data to personalize ads and to show you more relevant ads. You can change your ad preferences anytime.
reserva                                                                                                           confrari...
Neste Natal, descubra o prazer de      preseNtear com cestas st marche.     Neste Natal, deixe-se levar pela magia das ces...
UniversoGastronômico                                                                                                      ...
4 • Edição 20 | Ano 2SuaSaúde                                                                                             ...
www.universogastronomico.com.br                                                                                           ...
6 • Edição 20 | Ano 2                                                                                                     ...
www.universogastronomico.com.br                                                                                           ...
8 • Edição 20 | Ano 2                                                       www.universogastronomico.com.brConfraria      ...
www.universogastronomico.com.br                                                                                           ...
10 • Edição 20 | Ano 2                                                                                                    ...
AnuncioDinhos_JornalUniversoGastronomico_24,8x35mm_ArteFinal.pdf   29.07.11   20:50:31                                    ...
12 • Edição 20 | Ano 2                                                                                                    ...
www.universogastronomico.com.br                                                                                           ...
UNIVERSO GASTRONÔMICO - Edição Harmonizações
UNIVERSO GASTRONÔMICO - Edição Harmonizações
UNIVERSO GASTRONÔMICO - Edição Harmonizações
UNIVERSO GASTRONÔMICO - Edição Harmonizações
UNIVERSO GASTRONÔMICO - Edição Harmonizações
UNIVERSO GASTRONÔMICO - Edição Harmonizações
UNIVERSO GASTRONÔMICO - Edição Harmonizações
UNIVERSO GASTRONÔMICO - Edição Harmonizações
UNIVERSO GASTRONÔMICO - Edição Harmonizações
UNIVERSO GASTRONÔMICO - Edição Harmonizações
UNIVERSO GASTRONÔMICO - Edição Harmonizações
Upcoming SlideShare
Loading in …5
×

UNIVERSO GASTRONÔMICO - Edição Harmonizações

769 views

Published on

UNIVERSO GASTRONÔMICO - Edição 20 - Harmonização

Published in: Entertainment & Humor
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

UNIVERSO GASTRONÔMICO - Edição Harmonizações

  1. 1. reserva confrariaEscolha o seu Mundo da cervejaAmplie o prazer por seus pratos Conheça algumas das melhores cervejaspreferidos, harmonizando-os com os do mercado para harmonizar com carnes,vinhos mais adequados • 12/16 peixes e até queijos e saladas • 06/11Distribuição dirigida, especializada e gratuita. Venda proibida. Edição 20 | Ano 2boamesa suasaúdeSem o menor Água é vidapreconceito Ela combina com tudoAprenda a doce arte e é parte importante noda harmonização de processo de degustaçãocachaça com receitas de alimentos e bebidas,tipicamente brasileiras já que tem o poder dee aproveite para limpar o paladar • 04tomar nota de drinksespeciais • 22“Trabalhar,Saborear eCelebrar”Conheça osganhadores e os Toqueambientes do PrêmioCASA COR TRIO 2011 de chefe fique por dentro de Expresso dotodas as tendências orientemundiais • 23 A culinária oriental ganhou a mesa do brasileiro e o saquê Harmonia aproveita essa boa Ainda mais: fama para surpreender Que tal um medalhão novos apreciadores completa de filé com berinjela • 18/20 e uma ótima cerveja para acompanhar • 10 Nas edições anteriores de Uni- informações de maneira defi- go corriqueiro em seu dia a Você já ouviu falar da verso Gastronômico, você já nitiva e preparamos um ver- dia, mas sem deixar de la- Salada Florianópolis? manteve contato com inúme- dadeiro dossiê sobre harmo- do rigores técnicos orientados Veja quais são seus ras reportagens sobre como nização das mais diferentes por grandes especialistas e as ingredientes e com qual comprar um bom vinho, esco- bebidas com os pratos e ingre- principais marcas de bebidas lher a cerveja que mais com- dientes presentes na gastrono- do mercado. Além de vinhos e vinho ela combina • 16 bina com seu paladar ou pre- mia mundial. Confira nas pró- cervejas, não deixamos de lado parar uma boa caipirinha com ximas páginas um especial espumantes, saquê, whisky e, Prepare facilmente muito estilo. Nesta edição re- repleto de informações de co- principalmente, a brasileiríssi- o agradável e típico solvemos reunir todas essas mo fazer da harmonização al- ma cachaça. Aproveite! frango xadrez • 20 Gourmet • Editorial • Caixa rápido • 03
  2. 2. Neste Natal, descubra o prazer de preseNtear com cestas st marche. Neste Natal, deixe-se levar pela magia das cestas st marche. são 9 opções que combinam com variados gostos e são perfeitas para presentear ou para fazer um piquenique natalino com a família ou amigos. Vá até a loja mais próxima e conheça a linha completa. aldeIa da serra: tel: 11 4161-7660 • avenida dos pássaros, 451 alto de pINheIros: tel.: 11 3022-2660 • av. são Gualter, 903 cItY lapa: tel.: 11 3643-1020 • rua carlos Weber, 502 GraNJa VIaNa: tel.: 11 4613-1515 • estrada da aldeia, 186 km 22 da raposo tavaresNoVa loJa hIGIeNÓpolIs shopping higienópolis • av. higienópolis, 618 • piso buenos aires, loja a1 moema paVÃo: tel.: 11 5098-5000 • av. pavão, 1977 esquina com a av.santo amaro moema JauaperI: tel.: 11 5054-9000 • alameda Jauaperi, 625 NoVa loJa mooca: tel.: 11 3124-3370 • av. cassandoca, 98 morumbI: tel.: 11 3744-5595 • rua comendador adibo ares, 275 paNambY: tel.: 11 3773-0000 • rua José ramon urtiza, 975
  3. 3. UniversoGastronômico Edição 20 | Ano 2 • 3Gourmet especial A Sara Lee, líder nacional no mercado de café torrado e moído, lança uma edição limitada. Pilão Safra Especial 2011 foi desenvolvido a partir de grãos selecionados de maneira criteriosa, colhidos no auge da safra e armazenados para aguardar o descanso até chegarem ao ponto ideal para serem processados.Expediente EditorialUniverso Gastronômico é uma publicação mensalda Ombrello Editora.Endereço: Rua Dr. Luiz Nazareno de Assumpção, 13- Jardim Guapira - São Paulo - SP Harmonize a vida Universo Gastronômico es- tá disponível também nas lojas da Rede St Marche (Al- to de Pinheiros, Panamby e Uma das magias da gastro- cas de similaridade, contraste e Moema-Pavão).Universo Gastronômico tem distribuição gratuitana Grande São Paulo, estando de acordo com a Lei Mu- nomia ocorre quando a gente se regionalidade, e descobrir que há Finalmente, não poderí-nicipal nº 14.517, de 16 de outubro de 2007 (“Lei Cidade dá conta de que a sensibilidade muito mais a extrair de prazer na amos deixar de manifestarLimpa”), Lei Municipal nº 14.583, de 6 de novembro de2007, Lei Federal nº 6.015, de 31 de dezembro de 1973 e a percepção em relação a sa- gastronomia, quando aprimora- nossa satisfação por trazer ae que mantém intacta a regulamentação do registro de bores, aromas, texturas e cores mos as combinações com vinhos, partir de agora e, por muitasjornais e oficinas impressoras da revogada Lei Federalnº 5.250 (Lei de Imprensa), de 9 de fevereiro de 1967. vão se tornando mais elabora- cervejas, saquês e cachaças. edições em nossas páginas,Segundo a Lei Municipal nº 14.517, em seu artigo 26, § das a cada dia. Em tempo: não percam nas empresas emblemáticas em2º, “considerando o disposto no inciso IX do artigo 5ºda Constituição Federal, executa-se da vedação esta- A harmonização, um dos te- próximas semanas a Casa Cor seus segmentos, como a Ex-belecida no “caput” deste artigo, a distribuição de jor- mas que mais estimula e exerci- Trio, em São Paulo, uma chan- pand e a Cervejaria Colora-nais e periódicos”. De acordo com a Constituição Fe-deral, em seu art.220, S6º, “a publicação de veículo ta estes elementos, é o alvo desta ce realmente especial de tomar do; vamos brindar juntosimpresso independe de licença de autoridade”. deliciosa edição. contato com tendências e infor- sua chegada no UniversoTodas as matérias e opiniões publicadas são de inteiraresponsabilidade de seus autores, não refletindo a opinião Vamos mergulhar pelas possi- mações super interessantes. Gastronômico! Sergio Molinarideste jornal. As informações divulgadas nos anúncios pu- bilidades de harmonizar pratos e Também não deixem de co- Publisher – Universo Gastronômicoblicitários são de responsabilidade dos anunciantes. bebidas por meio de ideias bási- municar aos seus amigos que Salute! sergio.molinari@ombrello.com.brPublisher caixa rápidoSergio Molinarisergio.molinari@ombrello.com.br por Aline GerottoEditorEdgar Melo – MTB. 47.499edgar@agenciastartup.com.brProdutora EditorialAline Gerottoaline@agenciastartup.com.br praticidade O Fresh Express une em um só produto todas as qualidades dos processadores, com a vantagem SocialRedaçãoMaurício Barroso | Regis TadeuSilvia Dalpicolo | Sheila Horvath de ser compacto, muito rápido, eficaz e a facilida- de de estar sempre à mão. Com apenas 27 centí- A vodka super pre-RevisãoPaulane Dias metros de largura por 16 de altura, ele é o único mium Belvedere anun- do mercado brasileiro com essas medidas e que cia sua parceria com aDiretor de arteSamuel Moreno possui cinco cones diferentes para ralar fino, ra- (RED)™ com o lançamentosamuel@agenciastartup.com.br lar grosso, ralar alimentos duros como grãos, de uma nova garrafa edição es-Diagramação castanhas e queijos, fatiar fino e fatiar grosso le- pecial para levantar recursos pa-Marcelo Franco | Lucas Pereira gumes, verduras e frutas. ra o Global Fund to fight AIDS,Projeto GráficoFullcase Comunicação Saladas Tuberculosis and Malaria™. 50% dos lucros das vendas globais irão saborosas contribuir para o fundo. A contri- AdegasE-mails para a redação:redacao@agenciastartup.com.br buição da (RED)™ já atingiu mais A MASTERFOODS® acaba de de cinco milhões de pessoas, comDistribuição UrbanaJ. R. Distribuição lançar duas novidades deliciosas Com a chegada do fi- programas de apoio em Gana, Le- que adicionam muito mais sa- nal do ano, a procu- soto, Ruanda, África do Sul, Suazi-ImpressãoRR Donnelley bor às saladas, com poucas ca- ra por acessórios cria- lândia e Zâmbia. lorias. A linha de Molhos para tivos e úteis aumenta,PARA ANUNCIAR LIGUEDiretora Comercial Salada MASTERFOODS® fica principalmente quan- Já é NatalSelma Oliveira ainda mais completa com as op- do se trata de presen-(11) 7815-3838 | 2306-6993selma.oliveira@ombrello.com.br ções Mostarda & Mel e Caesar. tear os apreciadores Assim como toda a linha, as ver- de um bom vinho. AExecutivas de NegóciosAna Paula Buchalla sões Mostarda & Mel e Caesar Tocave traz opções de(11) 7849-1274 contêm um número reduzido de adegas climatizadasanapaula.buchalla@ombrello.com.brBeatriz Sarti calorias por porção. de alto desempenho e(11) 7815-9221 beatriz.sarti@ombrello.com.br durabilidade em diver-Katia Honório sos modelos para pre-(11) 7849-3148katia.honorio@ombrello.com.br sentear neste natal os amantes dessa bebida.Apoio comercial e marketing:Renata Barbosa Mingau Yoki(11) 7815-1284 2495-6919 | A Yoki Alimentos, uma das prin-renata.barbosa@ombrello.com.br cipais empresas do setor do País,Sugestões, críticas ou outras informações:contato@ombrello.com.br aposta em um novo mercado com o lançamento da marca Yoklon, uma A Ceratti – tradicional marca deVisite nossos sites:www.ombrello.com.br linha de complementos alimenta- mortadelas e embutidos do país -www.universogastronomico.com.br res formada por mingaus e farinha apresenta a Linha Festa de seu por-REALIZAÇÃO láctea. Instantâneos, fáceis e rápi- tfólio, composta pelo Tender Ceratti. dos de preparar, os alimentos che- Disponível nas versões de 1kg e 3 kg, gam em quatro deliciosos sabores: as peças são defumadas, sem osso e Multicereais, Arroz com Aveia, Mi- prontas para o consumo. O produto é indicado para tábuas de frios, san-É proibida a reprodução de textos e fotos publicadas, lho e Arroz.mesmo citando a fonte, sem a expressa autorização assi- duíches de metro, petiscos e buffets.nada pelos diretores da publicação. Os artigos assinadossão de responsabilidade exclusiva de seus autores.
  4. 4. 4 • Edição 20 | Ano 2SuaSaúde Vital A água é um componente essencial para o bom funcionamento do organismo, ajuda em algumas funções vitais, como o controle de temperatura do corpo, por exemplo.Base da vidaÓtima paramanter a silhueta SempreumaOpçãoem dia, a águaé perfeita paralimpar o paladar verão Além do consumo de lí-antes de degustar quidos regularmente, uma forma de aprovei-um bom prato tar o melhor do verão e se refrescar sem colocar a saúde em risco é con- sumir frutas ricas empor Silvia Dalpicolo água. São bons exem-Colaboração: Edgar Melo plos melancia, pêra, me- lão, abacaxi, laranja, e claro, água de coco, con- Imagine aquele calor tí- siderado o melhor líqui-pico de verão, com sol a pi- do para repor o perdidono e de repente a boca co- pelo organismo.meça a secar. O corpo está SeLigue!mandando um sinal de queprecisa repor os líquidos ne-cessários para seu bom fun-cionamento. Agora, pen- Água, turismo e gastronomiase em um delicioso copo deágua gelada descendo pela O Circuito das Águas Pau- restaurante Zaboim, em lista mostra seu lazer com Lindóia, um bacalhau ser-garganta. Bom, não é? Pois encantos naturais e histó- vido à moda francesa emsaiba que além da deliciosa ricos. Formado por oito ci- louças de porcelana por-sensação de frescor, a água dades do interior do Esta- tuguesa, no sofisticado Se-pode proporcionar muitos do, o Circuito tem cachaça, nhor Bacalhau em Serra gastronomia, turismo ru- Negra ou, na mesma cida-outros benefícios para o or- tenção do peso, já que elimi- Seguindo este raciocínio, ral e muita água. de, uma comida alemã noganismo. na as toxinas do corpo”. uma pessoa de 70 kg, precisa Das oito cidades, seis Empório Santa Catarina. O corpo humano é for- ingerir 2,5 litros de água/dia. são consideradas Estân- Aprecie também uma tilá-mado por aproximadamen- Quantia ideal Uma boa dica para checar se cias Hidrominerais devi- pia na manga ou defuma- do as suas fontes naturais da ou um leitão defumado,te 70% de água. Isso significa Muito se ouve falar sobre o consumo está insuficiente é de água mineral, são elas: no Restaurante Nascen-que grande parte do funcio- a quantidade ideal no con- analisar o aspecto da urina. Águas de Lindóia, Ampa- tes em Socorro. Na linhanamento adequado do or- sumo diário de água. O que Se ela estiver concentrada e ro, Lindóia, Monte Alegre dos peixes, Pedreira sur-ganismo precisa do líquido. acontece é que a quantidade com coloração amarela acen- do Sul, Serra Negra, So- preende com o pintado na corro, Pedreira e Jaguari- brasa, no Peixada no La-“Ela é utilizada para a diges- ideal depende de muitos ou- tuada, está na hora de colocar úna. A gastronomia é um go. Vale visitar as diversastão, para a absorção e para tros fatores, como prática de mais água no seu cardápio. ponto importante os muni- fazendas e sítios em bus-o transporte de nutrientes; exercícios, faixa etária, tem- cípios turísticos. Aproveite ca de doces, leite tirado naserve de meio para uma série peratura ambiente e alimen- Beba com para degustar um leitão a ora e para refrescar, mui- pururuca com as mãos no ta água mineral.de processos químicos; assu- tos ingeridos. A nutricionista moderaçãome o papel de solvente para clínica da Irmandade Santa O fato da água ser alta-os resíduos do corpo e tam- Casa de Misericórdia de São mente benéfica à saúde, nãobém os dilui para reduzir sua Paulo, Daniela Thiele de Al- quer dizer que seu consu- das situações mais comuns “O excesso na ingestão detoxicidade, ajudando no pro- meida, orienta que uma ma- mo deve ser desenfreado. Da quando isso acontece é que água também pode ser preju-cesso de excreção do corpo”, neira de medir o quanto seu mesma forma que o consu- os rins ficam sobrecarrega- dicial quando ocorrer com asaponta a nutricionista da corpo precisa é calcular 1 ml mo inferior ao recomenda- dos e passam a eliminar sais refeições, dificultando des-unidade Itaim do Hospital por caloria ingerida. Já Mi- do pode prejudicar todas as minerais – potássio e sódio, ta forma a digestão adequa-São Luiz, Mirian Nogueira rian indica que o cálculo po- funções vitais nas quais ela por exemplo – que também da dos alimentos e causandoMartinez. Além disso, a água de ser feito de acordo com o é necessária, o excesso tam- são importantes no bom fun- desconforto gástrico”, escla-é uma forte aliada na manu- peso: são 35 ml por quilo. bém pode atrapalhar. Uma cionamento do organismo. rece Daniela.
  5. 5. www.universogastronomico.com.br Edição 20 | Ano 2 •5PRÊMIO CASA COR TRIO 2011ELEGE OS MELHORES AMBIENTES O Prêmio CASA COR TRIO 2011 SA FESTA. O Prêmio CASA COR BANHEIRO UNISSEX de • MELHOR PROJETOelegeu os ambientes de maior desta- TRIO 2011 contou com o apoio de MÁRCIO NASCIMENTTO CASA OFFICE: (2)que das três mostras que compõem CASA FORTALEZA. • MELHOR PROJETO CASA VALDEMAR IÓDICE OFFICE deo evento: CASA OFFICE, CASA Confira os vencedores das nove BOA MESA: MOEMA WERTHEIMERBOA MESA e CASA FESTA. Como intuito de valorizar o trabalho re- categorias do Prêmio CASA COR TRIO 2011: COZINHA GOURMET de DEBORAH ROIG (2) (1)alizado por arquitetos, decoradores • PROJETO MAIS • MELHOR PROJETOe paisagistas, um seleto júri indicou SUSTENTÁVEL: COMERCIAL: RESTAURANTEos melhores espaços do evento em BOA TAÇA de MARIZA BADEBEC de LUIS PEDROnove categorias: PROJETO MAIS CUNDARI e LUIS HENRIQUE NASSAR SCALISE (3)SUSTENTÁVEL; PROJETO MAIS PEREIRA • MELHOR PROJETO DEORIGINAL; PROJETO MAIS OU- • PROJETO MAIS ORIGINAL: PAISAGISMO:SADO; MELHOR PROJETO DE CARLOS SALDANHA OFFICE de PRAÇA BOA MESA de ANAUSO PÚBLICO; MELHOR PRO- LEONARDO DI CAPRIO (1) PAULA MAGALDI (4) (4)JETO COMERCIAL; MELHOR • PROJETO MAIS OUSADO: • MELHOR PROJETOPROJETO DE PAISAGISMO; ME- SENSAÇÕES de BRUNETE CASA FESTA:LHOR PROJETO CASA OFFICE; FRACCAROLI CASAMENTO de ANNEMELHOR PROJETO CASA BOA • MELHOR PROJETO DE SEHRAIBER e PATRÍCIAMESA; e MELHOR PROJETO CA- USO PÚBLICO: BONINI (3) PENSOU EM BOM GOSTO? MULTIPLIQUE POR TRÊS. CASA BOA MESA 2010 | COZINHA DA FAMÍLIA | ANA CRISTINA QUITETE CASA OFFICE 2010 | AW EXPERIENCE | ATHIÉ WOHNRATH CASA FESTA 2010 | CASAMENTO | 1-18 PROJECT E LEONARDO FARIA Trabalhar. Saborear. Celebrar. é a Jockey Club de São Paulo Av. Lineu de Paula Machado, 1.075 mostra em dose tripla que traz soluções para ambientes importantes na sua vida. , criatividade e www.casacor.com.br arrojo para ambientes de trabalho, , @casacor /casacoroficial requinte e conforto no espaço onde você reúne pessoas De 8 de novembro a 4 de dezembro em torno da gastronomia, e , decoração Ingresso individual: R$ 33,00 De segunda a sábado, das 12h às 21h | Domingo, das 12h às 20h inovadora para eventos únicos. Visite Passaporte: R$ 50,00 Nos últimos dias do evento, Special Sale: de 1 a 4 de dezembro e viva cada momento com três vezes mais estilo. APoIo SeguRAdoRA ofICIAL APoIo eM SuSTeNTABILIdAde CAS13437016-An_Universo_Gastronomico_248x175mm.indd 1 10/19/11 2:45 PM
  6. 6. 6 • Edição 20 | Ano 2 www.universogastronomico.com.brConfraria qualidade Confira a validade da cerveja e procure consumir, no máximo, até três meses antes do vencimento, pois mais que isso pode comprometer a qualidade do produto.Harmonia comum. Originária da região da Europa Central que hoje é a Alemanha, ela tem uma fer- Preferências A ale é diferente das lagers pelo tipo de fermentação, rea-que todos mentação baixa e era tradi- lizado em temperaturas mais cionalmente armazenada em elevadas, que obedecem a um baixa temperatura por sema- processo antigo de fabricação, nas ou meses, o que a deixa- o que rende cervejas mais en- va com cor clara e com maior corpadas. Ela é produzida deprocuram quantidade de dióxido de car- várias formas, gerando alguns bono. Nos dias de hoje, com os tipos como: stout, preta e for- atuais processos de fermenta- te; porter, escura; mild, meio- ção industrial, o período para amarga; bitter, amarga; pale armazenamento a frio foi re- ale, que é uma ale mais cla- duzido de uma a três sema- ra. Por causa de sua alta fer- nas. Seu sabor é moderada- mentação, este tipo de cerveja mente amargo e a graduação é mais saboroso, muitas de- alcoólica fica entre 3% e 6%. las com um aroma mais fru- Dentro desta categoria tado. Por terem um baixo teor encontram-se as pale lagers, de gás carbônico, elas são fer- que incluem a pilsen, que é a mentadas e servidas em uma mais consumida em todo o temperatura mais elevada do mundo, uma cerveja amar- que as lagers. ga, de coloração dourada e Muitos países produzem bem transparente, e as da- cervejas de ótima qualida- rk lagers, como é o caso da de como Alemanha, Holanda, malzbier, que é mais doce Inglaterra, República Checa e com teor alcoólico baixo - e Bélgica, sendo que este últi- entre 0 e 1% -, mais escura e mo merece uma menção espe- com a fermentação de levedo cial dada a diversidade e qua- por volta do 0 °C, com adição lidade de seus produtos, ainda posterior de caramelo e xa- mais por ser um país pequeno. rope de açúcar, o que expli- ca o seu sabor adocicado e a COMO BEBER coloração escura – que nada A melhor forma de beber tem a ver com malte tostado. uma boa cerveja é por inter- A premium é uma cerve- médio de um copo adequado ja mais “lupulada” e malta- ao estilo de cada produto. Be- dade de alimentos, buscan- por causa da tecnologia em- da que a standard lager, que ber a cerveja diretamente daEntenda um do as melhores interações e pregada e dos rígidos con- é o caso da Stella Artois, Hei- lata, por exemplo, é “sabore-pouco mais a contrastes de sabores entre troles de qualidade. Tal situ- neken, Miller, Cerpa, Bava- ar” também a contaminaçãorespeito da arte de ambos. Isto é muito comum ação é bastante diferente em ria Premium e Brahma Extra/ do líquido por elementos pre-associar a bebida no campo dos vinhos, mas relação ao passado, quando Gold. A maioria das cervejas sentes no metal dos recipien- ainda soa um pouco estra- a origem e características de populares no Brasil – como tes, apesar de todo o cuida-considerada nho para os amantes da cer- uma determinada água ti- Brahma, Skol, Itaipava e An- do dos fabricantes na escolhacomo “pão veja. Bem, estamos aqui pa- nham um papel fundamen- tarctica - são american lager e dos materiais que as com-líquido” aos mais ra esclarecer e desmistificar tal na qualidade e no sabor não pilsen, como se auto-inti- põem. É inevitável a sensaçãodiversos pratos certos preconceitos. da cerveja. Já no caso dos tulam em seus rótulos, devi- metálica que fica no pálato ouda gastronomia Na maioria dos casos, as maltes, o de cevada é o mais do a uma convenção nacional “céu da boca”, se preferir. cervejas são criadas com utilizado por causa do alto para a classificação de cerve-mundial o uso de cevada maltada, conteúdo de enzimas, embo- jas. Elas são refrescantes e le- Do bar para a água e lúpulo, tudo fermen- ra outros cereais possam ser ves, como é o caso da ameri- cozinhaRegis Tadeu tado por levedura. Mas es- utilizados, como milho, ar- cana Budweiser. Já no caso Além de ser um bom acom- ta água, nos dias de hoje, roz, trigo, centeio e aveia. das avermelhadas bock, trata- panhamento para inúmeras Como você bem sabe, har- sofre um processo de “pre- se de uma cerveja com sabor refeições, a cerveja vem sen-monização é a arte de com- paração” industrial, a ponto Conhecidos dos maltado complexo, pois mis- do cada vez mais utilizada nabinar um determinado tipo de praticamente ser a mes- brasileiros tura maltes diferentes, como é confecção de pratos gastronô-de bebida com uma infini- ma em todas as cervejarias, A famosa lager é o tipo mais o caso da Kaiser Bock. micos, mas é muito importan-
  7. 7. www.universogastronomico.com.br Edição 20 | Ano 2 • 7conservaçãoPara evitar a oxidação prematura dacerveja, ela deve ser guardada em pé, emlugar fresco e protegida do sol.SempreumaOpção Cerveja e queijo resultam • Fullers Golden Pride - 500ml A Fullers Golden Pride é uma Strong • Fullers Vinta- em uma harmonização Ale (alto teor alcoólico) com carac- terísticas marcantes. Com notas de ge Ale - 500ml Cerveja sa- saborosa e inovadora laranja e de frutas secas, esta cer- veja possui sabor intenso e duradou- frada! Em seu aroma traz no- Poucos sabem, mas as cervejas especiais estão entre as me- ro. Vai muito bem com queijos du- tas amadei- lhores combinações possíveis com queijos. A harmoniza- ros, que são mais intensos no sabor, radas e fruta- ção inovadora garante novas sensações, sabores e prome- como por ex: Grana Padano e Par- das. Seu sabor te conquistar muitos adeptos. A harmonização de queijos mesão, fazendo uma bela harmoni- é complexo e le- com cerveja, na maioria dos casos, ocorre por semelhan- zação por contraste, entre o doce da vemente adocicado com ça ou por contraste. Além disso, a carbonatação presente cerveja e o salgado do queijo. notas de cravo que dei- na cerveja é uma grande aliada, pois equilibra a gordura xa uma leve picancia dos queijos e ainda limpa as papilas gustativas para a pró- na boca. Final amar- xima mordida. Já o amargor confere refrescância ao pala- • Fullers London Porter - 500ml go. Como é uma cerve- dar. E para saber quais são as melhores combinações entre A Fuller´s London Porter possui ja complexa, vai bem cerveja e queijo, consultamos o sommelier de cervejas Gui- coloração negra e aromas e sa- como queijos azuis, que lherme Balbin, do Cerveja Gourmet: bores de café e chocolate amargo, tem sabores igualmen- providos do malte torrado, além te complexos (picantes, de um dulçor equilibrado. Com- salgados e gordurosos) • Fullers 1845 - 500ml A Fullers 1845 é uma cerveja de bina com queijos duros, intensos, como por ex: Roquefort, coloração avermelhada, cremosa e amarga na medi- frutados, com textura mais seca Stilton e Gorgonzola. A da. E assim como a Fullers ESB, vai bem com queijos se- e granulados, como por ex: Gra- carbonatação e o álco- mimacios e semiduros, como por ex: Brie, Camembert, na Padano, Parmesãoe Pecorino. ol da cerveja cortam a St-Paulin e Emental, equilibrando o amargor e a cre- O salgado dos queijos duros forma gordura do queijo azul, mosidade da cerveja com a cremosidade e toques aman- um surpreendente contraste com o limpando o palato para teigados dos queijos, além de, demonstrarem suas carac- dulçor da cerveja o próximo pedaço. terísticas sem interferir em suas qualidades. lojas da rede st marche Atendendo a inúmeros pedidos de leitores, em que você encontra o universo gastronômico UNIVERSO GASTRONÔMICO desenvolveu uma parceria com uma das mais importantes redes de supermercados do País – Loja Panamby o ST MARCHE – para que você tenha os exemplares do jornal a Rua José Ramon Urtiza, 975 qualquer dia do mês, em displays nas lojas ao lado. Loja Alto de Pinheiros Rua São Gualter, 903 O ST MARCHE é uma das melhores redes do País, onde você Loja Moema Jauaperi encontra tudo o que precisa para suas experiências gastronômicas Alameda Jauaperí, 625 – são produtos variados, selecionados com rigor, capricho e alto controle de qualidade, com tudo organizado e fácil de encontrar. Com esta parceria, você tem à sua disposição o melhor da enogastronomia, nas páginas de UNIVERSO GASTRONÔMICO e nas prateleiras do ST MARCHE www.universogastronomico.com.br www.marche.com.br
  8. 8. 8 • Edição 20 | Ano 2 www.universogastronomico.com.brConfraria Temperatura Tomar uma cerveja super gelada não é o recomendado, pois prejudica tanto a formação de espuma quanto “adormece” as papilas gustativas, o que compromete o sabor.BoaPedida te que, ao preparar pratos com este “ingrediente”, você saibaAlgumas dicas de harmonização escolher o melhor tipo de cer- veja para cada um deles. Segundo o beer sommelier do grupo Schincariol – fabri- Pilsen Peixe Assado, Frutos cante das cervejas Baden Ba- do Mar, Aves, Assados, den, Devassa e Eisenbahn - e Bisteca e responsável pelo desenvolvi- Queijo forte. mento de canais especiais Para saladas, peixes da empresa, Luciano Lima, cozidos, aves e queijos a cerveja ainda está muito suaves, destaque para a atrasada em relação ao vinho lager clara; no que se refere à populariza- Para carne de carneiro, ção da arte da harmonização queijo gorgonzola, com alimentos. “As pessoas carnes vermelhas e ainda não se acostumaram condimentos, a ale é a degustar a cerveja da mes- uma ótima opção; ma forma como fazem com os Para peixes, queijo vinhos. Todo mundo só pen- brie, aperitivos, carnes sa em começar a bebê-la o vermelhas, defumados, mais rápido possível, o que pratos orientais, embutidos e saladas é um erro. É preciso colocá- escolha uma pilsen; lo no copo correto, verificar a sua cor, deixá-la ‘descan- Para assados e sar’ um pouco antes de bebê- sobremesas, malzbier é a uma boa pedida; la. Além disto, há uma ‘cul- tura pilsen’ no Brasil, que faz Para massa, pizzas, com que a maioria das pes- arroz com feijão, soas desconheça que existem feijoada, comida outros 120 tipos de cerveja. mexicana, truta, lula e lagosta validamos a E isto certamente dificulta o dark lager; entendimento de que é possí- vel estabelecer um padrão de Para queijo parmesão, harmonização entre a bebida ostras, mariscos, crustáceos e chocolate e os pratos tão específico e di- certamente escolha a versificado quanto aquele que stout; acontece no caso dos vinhos”. Para queijo pecorino, carne de porco, batata, Quem entende massas e risotos opte Para a gerente de marke- pela schwarzbier; ting e sommelier de cerveja da Cervejaria Colorado, Bia Para queijos de cabra, frios, defumados, pratos Amorim, é importante que as leves, frutos do mar e pessoas saibam que a cerveja lagosta prefira uma também é elaborada a partir weiss; de outra receita e que apre- Para bistecas, salsichas, senta muitos elementos para pretzels, linguiça de trabalhar. “Para os cozinhei- porco, chouriço e paella ros, ela também é uma nova peça pela bock; descoberta e há muito o que ser feito. Não somente com a cerveja pronta, mas também com seus ingredientes, como o lúpulo e o malte de ceva- da que tiramos todos os dias de nossas panelas após ob-
  9. 9. www.universogastronomico.com.br Edição 20 | Ano 2 • 9Segredo desvendadoA fórmula de sucesso da Colorado leva malteselecionado, lúpulo tcheco, fermento especial e uma“pitadinha” de criatividade no processo de elaboração.PaladarCervejaria Coloradoconquista o mundo vejarias, uma opção privilegia- da para quem gosta de cerveja com Mandioca), Colorado Ap- pia (Weiss com Mel), Coloradogourmet com chope mais elaborada ou de um cho- Indica (India Pale Ale com Ra-e cervejas especiais pe com notável sabor dife- padura) e Colorado Demoiselle renciado. A prova viva desse (Porter com Café). De todas as bebidas, nenhu- crescimento é refletida na mul-ma sofreu tanto com a mas- tiplicação de pequenos estabe- Visionáriosificação e padronização dos lecimentos cervejeiros e rótu- O empresário explica que asmeios de produção quanto à los especiais por todo o país. pequenas cervejarias podemcerveja. Na verdade, o mundo A Cervejaria Colorado, do mais facilmente se devotar asempre soube que a cerveja é empresário carioca Marcelo estilos clássicos, bem comouma bebida nobre. Com uma Carneiro da Rocha, é um bom também à invenção de novoshistória tão antiga e tradicio- exemplo disso. Em 1995 ele estilos de cervejas. “Enquan-nal quanto a do vinho, só ago- montou sua própria microcer- to as cervejas populares asse-ra vem despertando o interes- vejaria na “Capital do Chope” - melham-se em sabor, aroma ese de degustadores de paladar leia-se Ribeirão Preto, interior cor, as cervejas especiais dife-aguçado e resgatando sua ver- do Estado de São Paulo, onde renciam-se por sua liberdade que leva Malte, Levedura, Lú- além de poderem diferenciar-dadeira origem. produz quatro tipos de chopes de estilo, receita personaliza- pulo e Água, as microcerveja- se em tempo de cozimento, ní- Atualmente, algumas das e cervejas gourmet, todos com da e qualidade das matérias- rias arriscam saborosas com- vel de fermentação e produçãomelhores cervejas são produ- toques marcantes de brasili- primas”. Fora os ingredientes binações com ervas, frutas, de um alimento mais natural,zidas em pequenas microcer- dade: Colorado Cauim (Pilsen da receita básica da cerveja, outros cereais e especiarias, sem conservantes.SempreumaOpção Os chopes e cervejas gourmets Colorado • Colorado Appia fabricada desde 1997, atualmente é a mais consumida en- • Colorado Cauim a tradicional cerveja Pilsen da Colora- tre as fabricadas pela Cervejaria Colorado e vem conquistando cada vez do diferencia-se das demais por acrescentar Mandioca à sua mais apreciadores em todo o mundo. Sua composição é feita basicamente de composição. O processo de fabricação da Colorado Cauim le- água, cevada, trigo maltado, lúpulo e fermento ingleses, com processo de fa- va em média 28 dias e utiliza como matérias-prima água, bricação médio de 28 dias. Tem sabor levemente adocicado, por receber Mel fermento alemão, malte importado, lúpulo tcheco e fécula de de Laranjeira em sua composição, liberando um aroma cativante. Não é fil- mandioca. O resultado é um produto com baixa fermentação, trada, por isso tem aspecto opaco, e apresenta 4,5% de teor alcoólico. de sabor leve e suave com teor alcoólico em 4,0%. • Colorado Demoiselle cerve- ja escura como a noite, que le- va café na sua formulação. Es- sa cerveja Porter é feita com maltes importados da mais al- ta qualidade e o melhor café da região da Alta Mogiana. O café é comprado direto do produtor, moído e torrado com rigoro- so critério e macerado em água fria para só então ser adiciona- do ao mosto cervejeiro, evitan- do desta forma que o café per- ca seu maravilhoso aroma. O nome Demoiselle é uma singe- la homenagem ao grande bra- sileiro Alberto Santos Dumont, cuja família era proprietária de fazendas de café na região de Ribeirão Preto.
  10. 10. 10 • Edição 20 | Ano 2 www.universogastronomico.com.brConfraria Oktoberfest Apesar da crença disseminada, a tradicional Oktoberfest, que se realiza em Munique, na Alemanha, não é uma festa da cerveja. É uma celebração que promove a cultura da região Baviera, da qual a cerveja é parte integrante.ter o mosto. Da mesma for- ficar sabores e texturas”, diz. as cervejas mais “lupuladas”, – comidas de coloração cla- rim da Colorado, as regrasma, utilizamos o fermento, Na hora de preparar qual- pois estas têm sabores mais ra pedem cervejas claras, en- básicas na hora de harmoni-assim como é usado nos pães, quer prato tendo a cerveja co- amargos e não são propícias quanto pratos escuros pedem zar cervejas e pratos passame também adjuntos muito in- mo um dos ingredientes, não ao uso em gastronomia. cervejas do mesmo tipo, co- por três pontos cruciais: se-teressantes, como a rapadura esqueça: tudo deve ser levado Ao preparar carnes, op- mo as stout – e pela leveza, melhança, contraste e equi-e o café. Esta descoberta vai ao fogo com a panela destam- te por cervejas caramelizadas em que pratos leves pedem líbrio. “O primeiro é quandode acordo com a curiosidade pada, justamente para que o e com maltes torrados. Se o cervejas leves e pratos ‘pe- temos elementos comuns en-de cada um em suas panelas. álcool da bebida possa eva- prato for à base de aves e pei- sados’, bem temperados, pe- tre a comida e a bebida, se-Com a cerveja, pode-se ba- porar totalmente. Depois, vo- xes, escolha cervejas com co- dem cervejas mais encorpa- ja na cor, sabor e textura, aolancear, neutralizar e ampli- cê deve evitar, por exemplo, loração mais clara. Se a igua- das. Apesar disto, há muita passo que o segundo se deve a ria que você pretende fazer é gente que prefere fazer har- elementos que se contrastam,Favorita temperada com ervas, não use monizações por contraste, como o gorduroso e o ácido, cervejas de paladar acentuado, ou seja, um prato leve com o amargo e o doce, o leve e o pois isto irá provocar um festi- cerveja encorpada ou pra- escuro, o picante e o suave. MEDALHÃO DE FILÉ val de sabores conflitantes. “Na harmonização da cer- tos densos com cervejas le- ves. Vai do gosto de cada um”. Já o terceiro é quando temos elementos que se equilibram, COM BERINJELA veja com os mais diferentes pratos existem algumas re- Luciano mostra o quão versá- til é a cerveja utilizando co- que tenham um perfil que não se modifique, como pra- Ingredientes gras básicas, que podem ou mo exemplo uma sobremesa. tos leves com cervejas leves. 1 berinjela média 10 minutos, ou até secar e não ser seguidas pelo con- “Pouca gente sabe que um pe- Como o nosso paladar é úni- 2 colheres (sopa) de óleo os ingredientes ficarem ma- 1 cebola pequena picada sumidor, dependendo de tit gateau pode ser muito bem co, cada um vai viver estas cios. Reserve. Passe cada fa- 100 g de cogumelo shitaki tia de berinjela reservada seu gosto pessoal”, diz Li- acompanhado de uma cerve- experiências de maneira di- 100 g de cogumelo paris em volta de cada medalhão. ma. “Normalmente, as as- ja do tipo stout, bem escura”. ferente. O importante é dar o Meia xícara (chá) de água Amarre com o barbante e quente sociações são feitas pela cor Na opinião de Bia Amo- primeiro passo”, destaca. reserve. 6 medalhões de filé mignon Em uma frigideira grande SeLigue! Especiais Meia xícara (chá) de (18 cm de diâmetro), aque- maionese HELLMANN’S ça o restante do óleo em fo- Para amarrar: Barbante go médio. Coloque os me- Modo de preparo dalhões e grelhe virando de vez em quando até ficarem Camarão ao Faça seis fatias finas de be- rinjela e o restante cor- macios. Coloque em uma travessa e reserve. Acres- bafo com cerveja te em cubos pequenos. Co- cente à mistura reservada Ingrediente loque em uma tigela com a maionese HELLMANN’S. 4 kg de camarão salsinha, sal e água. água e sal e reserve por 30 Misture e aqueça em fo- (com casca e cabeça) Mexa tudo e deixe a panela minutos. Escorra para re- go médio, mexendo sem- 1 copo de água tampada. Assim que o tirar toda a água e reser- pre. Despeje sobre os meda- Sal camarão estiver meio ve. Em uma panela média, lhões reservados e sirva em Cebolinha verde aqueça uma colher (so- rosado, mas ainda cru, seguida Salsinha pa) de óleo em fogo médio. jogue a cerveja e deixe 1 latinha de cerveja Doure a cebola. Junte o co- tampado até estar no ponto dica do chef gumelo shitaki e o cogume- (quando o camarão estiver Se a berinjela for mais gros- Modo de fazer avermelhado). Depois tire a lo paris. Refogue por 5 mi- sa, utilize cada fatia para nutos. Acrescente os cubos Coloque o camarão na água e sirva. Conforme come preparar dois medalhões. da berinjela e a água. Cozi- nhe em fogo médio mexen- Corte cada fatia ao meio na largura de cada medalhão Espuma panela com a cebolinha, tire a cabeça a casca e o rabo. do de vez em quando, por e enrole. A espuma é uma par- te importante das cer- vejas, pois os aromas são liberados por meio da evaporação do gás nelas contido. Para ad- quirir a espuma, ao servir a cerveja, de- ve-se verter vagarosa- mente o líquido até a metade do copo, em se- guida, afastar o copo e completá-lo de ma- neira a produzir a es- puma. O ideal é um co- larinho de dois a três centímetros. Fonte: Larousse da Cerveja
  11. 11. AnuncioDinhos_JornalUniversoGastronomico_24,8x35mm_ArteFinal.pdf 29.07.11 20:50:31 SE O PONTO MÁXIMO DO SABOR É SURPREENDER O PALADAR, VOCÊ PRECISA CONHECER NOSSO MENU. C M YCMMYCYCMY K Al. Santos, 45 - Paraíso w w w. d i n h o s . c o m . b r Reservas: 3016-5333
  12. 12. 12 • Edição 20 | Ano 2 www.universogastronomico.com.brReserva Enólogo? É a pessoa formada em faculdade de enologia. Ele trabalha na produção e conhece todos os aspectos relacionados ao produto final (vinificação), envelhecimento, engarrafamento, controle de qualidade, marketing.Uma boa escolhaA arte de harmonizar vinhos e bebidasatrai cada vez mais brasileiros aconhecer o universo gastronômicoSheila Horvath na língua, deixando assim a bo- Para muitos não passa de um ca “limpa” para receber o próxi-detalhe, mas a escolha do vinho mo prato e o próximo vinho”, diz.numa refeição é talvez um dos fa- “Se não for feita uma boa har-tores mais importantes para se monização, o vinho pode preju-apreciar um prato. Ela vai mui- dicar o prato, assim como o pratoto além do detalhe e pode trans- pode prejudicar o vinho”, contaformar um jantar em uma oca- a professora de enologia do cur-sião muito especial e memorável. so de Gastronomia da Anhem-“A harmonização é, na verda- bi-Morumbi, Susana Jhun. Elade, a combinação perfeita entre explica que quando colocamosa gastronomia e o vinho”, comen- o alimento na boca e em segui-ta o maitre sommelier do Terra- da o vinho, é preciso sentir to-ço Itália Restaurante, Francisco das as características de aromas,E. Freitas. “A escolha do prato in-acidez, amargor, tanto do vinhofluencia diretamente na escolha quanto do alimento, “se isso nãodo vinho”, completa. acontece, não há uma boa har- “No jogo das combinações o monização entre o prato e o vi- ro que existem exceções, mas no uma picanha.que se procura é a verdadeira nho escolhido”, diz. geral é possível seguir esse cami- Por sua vez, a har-harmonia entre o prato e o vinho A dica da professora é sempre nho”, revela. monização por con-escolhidos. Para isso acontecer levar em consideração o tipo do Carolina, da La Pastina, ex- traste é feita de mo-devemos nos atentar não somen- prato, “se for uma comida leve, plica que existem basicamente do que os elementoste no tipo de carne, ou massa, o vinho deve ser leve, se for uma três técnicas de harmonização. encontrados no vi-mas também nos temperos e na comida mais pesada, suculenta, o “No caso da harmonização clás- nho contrastem comforma em que o prato é prepara- vinho deve seguir essa linha. Cla- sica, um vinho de um determi- os do prato, comodo. As qualidades tanto do nado país deve ser har- por exemplo, queijoprato como do vinho de- monizado com o prato gorgonzola harmo-vem andar juntas”, afirma típico. Por exemplo, para nizado com um vi-a sommelier da Expand, um Ojo de Bife, prato tí- nho Colheita Tardia.Giuliana Nunes. pico argentino, a melhor Para quem ain- Uma escolha errada po- da não se preocu- A sommelier harmonização seria um da Expand,de até mesmo comprome- vinho argentino da uva pa com a escolha do Giulianater a apreciação do prato. vinho para acompa- Nunes Malbec”, conta.“A importância da har- nhar o prato, Giu-monização é elevar as ca- Cautela liana, da Expand, tura do prato e a estrutura doracterísticas do prato e do Já na harmonização lembra que o papel do vinho é vinho, lembrando que o vinhovinho, fazendo com que por semelhança deve-se importantíssimo na refeição e também tem substâncias queo resultado da combina- prestar atenção nas ca- como acompanhamento de um favorecem a digestão”.ção seja algo único e ex- racterísticas do vinho e prato. “O vinho tem componen- O vinho também pode ser uti-tremamente agradável”, buscá-las nos pratos que tes que exaltam as caracterís- lizado na confecção do prato co-lembra a gerente de pro- serão harmonizados. Por ticas do prato”, afirma. “Caso mo um diferencial de sabor, “o vi-dutos La Pastina Vinho, exemplo, um vinho mais não seja feita uma boa harmo- nho realça um sabor especial noCarolina Pirré de Castro. untuoso deve ser har- nização, pode até mesmo alte- preparo do alimento, pois quan-“No mundo do vinho, é co- monizado com um prato rar as características de uma do entra em contato com o calor,mum dizer que uma óti- O maitre sommelier do mais gorduroso, como no receita”, conta. “Por isso é im- perde-se o álcool e fica somen-ma harmonização causa Terraço Itália Restaurante, caso de um Cabernet Sau- portante sempre manter um te seus próprios aromas”, lembra Francisco E. Freitasuma sensação de limpeza vignon acompanhado de bom equilíbrio entre a estru- Freitas do Terraço Itália.
  13. 13. www.universogastronomico.com.br Edição 20 | Ano 2 • 13Enófilo?Apreciador e estudioso de vinhos, se dedica profissionalmente ou por prazer a estudar. Diferente de Enólogo, que é um graduado e cuida da elaboração de vinhos, o enófilo é apenas um apreciador.DicadoChef TopReceita Fonte: Restaurante Dinho’s Que tal uma pizza? LAGOSTA À THERMIDOr Ingredientes: 1 lagosta (400 g) be com o vinho. Acrescen- te o creme de leite e o be- Seja em casa ou na pi- unânime em todo o pa- 1 colher (sopa) de azeite de chamel, deixe cozinhar por zzaria, num jantar a dois ís, a pizza vai muito bem dendê cerca de 10 minutos. Colo- ou com a turma de ami- com tintos mais leves, 1 colher (sopa) de cebola que o Catupiry e deixe di- gos. A pizza é sem dúvi- que se acomodam com o picada luir. Retorne a lagosta à da um dos pratos mais sabor do tomate”, conta 2 dentes de alho picados casca, cubra com o creme 200 ml de vinho branco consumidos pelos paulis- a sommelière da Expand restante e salpique queijo 2 colheres (sopa) de tanos e também em ou- Giuliana Nunes. “Minha parmesão ralado e ponha bechamel tras regiões do Brasil. dica é um Chianti Clas- para gratinar. 1 colher (sopa) de requeijão Mas é possível harmoni- sico DOCG Fonterutoli Sirva acompanhado de ar- Catupiry zar uma pizza com um 2008. Trata-se de um vi- roz gratinado. 300 ml de creme de leite bom vinho e transformar nho elegante, com com- Sal esse hábito em algo ain- plexidade, que o torna Rendimento: individual da mais especial? “Sem um magnífico exemplo Modo de Fazer Pré-cozinhe a lagosta; Sugestão de harmo- dúvida alguma, quase do terroir”, afirma. Retire-a da casca e reser- nização: o restauran- ve.Corte a carne da la- te Dinho’s indica o Felino gosta em pedaços, tempe- Chardonnay safra 2009, daFavorita Fonte: Chef Samuele Oliva - Terraço Itália Restaurante re com a cebola o alho, sal e o azeite de dendê. Flam- Viña Cobos, de Mendoza - Argentina Carré de cordeiro com farofa de quinoa ao molho de café verde com risoto à milanesa Ingredientes: Modo de Fazer 200 g de carré de Limpar a parte superior da carne até o Carré de Cor- cordeiro deiro e dividir as costelas. Temperar com sal, sálvia 850 ml molho de café e alecrim, todos bem picados. Juntar o azeite, o vinho fresco 100 g quinoa branco e reservar. Aquecer em frigideira em fogo bai- Sal refinado a gosto xo, a quinoa com sálvia e torrar até ficar crocante. Em 5 g sálvia torrada outra frigideira pré-aquecida e untada com um pou- Montagem do prato Azeite a gosto Colocar o cordeiro grelhado no centro do prato em for- co de azeite, juntar o café verde já cortado ao meio e Alecrim a gosto ma de cone, juntar a quinoa torrada com a sálvia ao la- deixar torrar. Acrescentar o caldo e bater tudo no li- do. Para decorar o prato, fazer um risco com o molho do 50 ml creme de leite quidificador. Passar na peneira e levar ao fogo baixo. café, pingando algumas gotas por cima da carne. 10 ml vinho branco 100 ml caldo Juntar o creme de leite e cozinhar até ficar um creme Harmonizado com o Vinho Gatinara Tre Vigne - denso. Por fim grelhar o Cordeiro em chapa aquecida. Travaglini - 2005

×