Successfully reported this slideshow.
We use your LinkedIn profile and activity data to personalize ads and to show you more relevant ads. You can change your ad preferences anytime.

Teoriasdacomunicacao aula-20070920

993 views

Published on

  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

Teoriasdacomunicacao aula-20070920

  1. 1. Teorias da Comunicação<br />Comunicação Social – hab. em Jornalismo, 2º período<br />UNOCHAPECÓ<br />2007/2 – prof. Érico Assis<br />O PARADIGMA MATEMÁTICO-INFORMACIONAL<br />ContextoPrimeira metade do século XX<br />Revolução nas tecnologias de comunicação: telégrafo e rádio, início da televisão<br />(Telégrafo – 1837, Samuel Morse e Alfred Vail)<br />(Rádio – 1896, Guglielmo Marconi)<br />Necessidade de uma teoria para desenvolver o campo<br />Principais nomes<br />Claude Elwood Shannon (1916-2001), engenheiro elétrico e matemático, EUA<br />Warren Weaver (1894-1978), matemático e administrador, EUA<br />“A Mathematical Theory of Communication”, Shannon, 1948<br />The Mathematical Theory of Communication, Shannon e Weaver, 1949<br />Melvin L. DeFleur (1923-), psicólogo social, EUA<br />Teorias da Comunicação de Massa, DeFleur e Sandra Ball-Rokeach, 1968<br />Norbert Wiener (1894-1964), matemático, EUA<br />Cibernética e Sociedade, Wiener, 1948<br />Wilbur Lang Schramm (1907-1987), professor de jornalismo, EUA<br />Process and Effects of Mass Communication, 1954<br />David Kenneth Berlo (1929-), professor de jornalismo, EUA<br />O Processo da Comunicação: Introdução à Teoria e à Prática, 1960<br />Bases<br />Wiener: Cibernética é a ciência do controle e da comunicação nos seres vivos e nas máquinas.<br />Todo sistema (maquinal, corporal, social etc.) tende à entropia. Informação é todo dado novo que organiza e regula um sistema.<br />Implicações políticas: para regular o sistema social, toda informação deve ser livre.<br /> Wiener foi professor de Shannon.<br />Shannon: “o problema da comunicação consiste em reproduzir em um ponto dado, de maneira exata ou aproximada, uma mensagem selecionada em outro ponto”.<br />Objetivo: como fazer a mensagem chegar sem problemas. Isomorfismo.<br />Aplicações: máquinas, guerras, empresas. Modelo mecânico da comunicação.<br />Outros problemas: semântica. Os sinais transmitidos veiculam os significados desejados?<br />Redundância: repetição da informação para confirmar o entendimento da mensagem.<br />(Ex: bater na porta, dizer sim ou não com a cabeça, publicidade)<br />Modelo de Shannon e Weaver<br />FONTETRANSMISSORCANALRECEPTORDESTINATÁRIO<br />(mensagem)(sinal)(ruído)<br />DeFleur: adiciona ao esquema o Feedback ou Retroalimentação.<br />Shannon e Weaver + DeFleur<br />FONTETRANSMISSORCANALRECEPTORDESTINATÁRIO<br />(mensagem)(sinal)(ruído)<br />FEEDBACKFEEDBACKFEEDBACK<br />Schramm: comunicação como “contato entre campos de experiência”. Trabalho em conjunto com psicolingüista Charles Osgood. Humanização do modelo de Shannon e Weaver.<br />Referência à Oratória, de Aristóteles.<br />Modelo de Osgood e Schramm<br />EMISSORRECEPTOR<br />codifica MENSAGEM decodifica<br />interpretainterpreta<br />decodifica MENSAGEM codifica<br />Berlo: “os significados não estão na mensagem, e sim nos usuários.”<br />Objetivo: eficácia da comunicação. Dar caráter instrumental à comunicação (persuasão, ordem) – estímulo x resposta.<br />Modelo de Berlo<br />FONTEcodificaçãoMENSAGEMCANALdecodificaçãoRECEPTOR<br />- Técnicas deElementosVisão- Técnicas de<br />comunicaçãoEstruturaAudiçãocomunicação<br />- ConhecimentoTratamentoOlfato- Conhecimento<br />- Sistema socialConteúdoTato- Sistema social<br />- CulturaCódigoGustação- Cultura<br />- Atitudes- Atitudes<br />

×