A Fé que Salva      Capítulo 1: Origens da Fé      Capítulo 2: O Resultado da Fé      Capítulo 3: Quem é Deus?       3....
IntroduçãoMilhares de religiões, crenças em diferentes deuses, inúmeras declarações de fé.Na maioria das vezes, um só text...
Capítulo 1Origens da FéSegundo a grande maioria cristã, a fé envolve tão somente crer em Deus, em sua salvação e,portanto ...
Assim, Fé é mais que tão somente dizer: - EU CREIO! “Você crê que existe um só Deus? Muito bem! Até mesmo os demônios crêe...
e amorosa voz a nos chamar, mesmo em meio a muitas outras, que na verdade tentam nosconfundir e levar-nos à morte.Abraão m...
Capítulo 2O Resultado da FéO povo de Israel, descendente de Abraão, Isaque e Jacó, que outrora fora escravo no Egito, havi...
Imponentes muralhas separavam Israel da vitória sobre Jericó.O Senhor lhes ordena que marchem em volta da cidade inimiga p...
Muito interessante: na época de Noé (Gên. 6, 7 e 8), algo semelhante aconteceu. Ele esteve porcento e vinte anos a constru...
Capítulo 3Quem é Deus?Uma importante questão merece nossa atenção: Quem é Deus, para que nEle Tenhamos Fé?Richard Dawkins,...
Você era inculpável em seus caminhos desde o dia em que foi criado até que se achou maldadeem você, (...) encheu-se de vio...
Em sua infinita sabedoria, Deus permitiu que Satanás e seus anjos continuassem em sua revolta,até que todo o universo veja...
3.3 Caim e AbelPorque Deus rejeitou a oferta de Caim?Caim e Abel trouxeram, em determinada ocasião, oferta ao Senhor, O qu...
Por amor e misericórdia de muitos outros, você e eu, o Senhor executou sua Justiça e concedeu aosantediluvianos, o resulta...
MUITO ESCLARECEDOR é o fato de que os povos idólatras de Canaã sabiam de sua culpa, tãosomente não quiseram se arrepender,...
pelo seu gemido, por causa dos que os oprimiam e afligiam. Porém sucedia que,falecendo o juiz, reincidiam e se corrompiam ...
Depois disso, o rei arrependido, se esforçou e procurou corrigir todo o mal que haviafeito.Ora: Se Deus pôde perdoar Manas...
Assim é o que acontece em nossas vidas, mediante as escolhas que fazemos. O que somos hoje é oresultado de muitas escolhas...
Jeremias 29:11 “Porque eu bem sei os pensamentos que tenho a vosso respeito, diz o SENHOR;pensamentos de paz, e não de mal...
nos lançarmos lá de cima, para cairmos num gelado oceano repleto de tubarões famintos, em meioa uma terrível tormenta.Deus...
Já os pecadores que se recusaram a se arrepender, serão alvo da justiça de Deus. Colherão o frutode seus vários pecados.As...
Capítulo 4A Fé Naquele que Dirige a IgrejaMilhares de religiões são como folhas arrancadas dos ramos em meio a um furacão....
Cristo designa cada um para sua função na igreja, conforme o dom que nos dá. Não para que oapóstolo, profeta, pastores ou ...
Colossenses 2:9 ―Pois em Cristo habita corporalmente toda a plenitude da divindade,10 e, por estarem nele, que é o Cabeça ...
A conclusão óbvia e inequívoca é: NÃO                           SÃO TODAS AS DENOMINAÇÕES HOJEEXISTENTES DIRIGIDAS POR JES...
Não mais enganará a você, caro leitor. Pois Jesus deixou claro em suas palavras acima que taissinais não significam nada s...
Capítulo 5A Fé e a Obediência na PráticaRomanos 14:23 “...e tudo o que não provém da fé é pecado.”Como vimos, a fé inevita...
E quanto aos seres humanos? Criou-nos Deus para fazer qualquer coisa?Jamais foi desígnio de Deus que nós cometêssemos adul...
10 para os que praticam imoralidade sexual e os homossexuais, para os seqüestradores, para osmentirosos e os que juram fal...
ORDENANÇAS que foram abolidas. Por isso, quando Jesus morreu, o véu do Santuário se rasgou decima a baixo (Mateus 27: 51)....
Não podemos nos esquecer de algo muito relevante: Jesus não veio para nos dar liberdadepara pecar, mas para nos livrar de ...
Assim, se realmente aceitamos a salvação em Cristo Jesus, que é unicamente mediante a fé,manifestaremos as obras da salvaç...
Portanto TODOS têm pecados.O Texto abaixo esclarece alguma dúvida pendente:“Meus filhinhos, escrevo-lhes estas coisas para...
Os Dez Mandamentos da Lei de DeusI "Não terás outros deuses além de mim.II "Não farás para ti nenhum ídolo, nenhuma imagem...
Capítulo 6A Fé e as ObrasAté agora, aprendemos através do que O Senhor Deus nos diz na Bíblia, que a fé nos leva àobediênc...
Há uma aparente controvérsia aqui?A salvação é pelas Obras ou pela Fé?Todo o problema é que, muitos judeus, assim como alg...
Deus lhe mandou sair da terra de seus pais. Abraão então confiou que o Senhor seria capaz deprotegê-lo em sua jornada a um...
O Homem Rico e a Ilha ParaísoCerto homem rico e generoso, havia comprado uma ilha, distante de tudo. Nesta ilha, ele const...
No aeroporto, antes mesmo de se identificar como convidado para viver na ilha, os segurançassaltam sobre ele e o imobiliza...
2. Receber o “bilhete” da salvação, ou seja, entrar na festa, ou no aeroporto, não quer dizer      que posso decolar para ...
Capítulo 7A Fé e o elo perdidoAo decorrer de séculos de história, a humanidade tem demonstrado a facilidade com que detalh...
5 Aquele que estava assentado no trono disse: "Estou fazendo novas todas as coisas! " E acrescentou:"Escreva isto, pois es...
Apocalipse 7:1 ―Depois disso vi quatro anjos de pé nos quatro cantos da terra, retendo os quatroventos, para impedir que q...
Podemos, então, concluir o seguinte:   1. O planeta não será assolado por guerras capazes de dizimar a vida até certo even...
Capacite-me a aprender completamente como o Senhor deve ser adorado, pois quero saber qual é oSelo de Deus para que possa ...
Há os que acreditam que o selo da besta é um chip que será implantado na mão ou a identidadeúnica que está para ser implan...
Romanos 12:1 ―Portanto, irmãos, rogo-lhes pelas misericórdias de Deus que se ofereçam em sacrifíciovivo, santo e agradável...
Contudo, Fariseus O acusavam quanto à guarda do Sábado. Isso porque inventaram regras quantoa este dia: não podiam caminha...
"Se você vigiar seus pés para não profanar o sábado e para não fazer o que bem quiser em meu santodia; se você chamar delí...
A Fé que Salva
A Fé que Salva
A Fé que Salva
A Fé que Salva
A Fé que Salva
A Fé que Salva
A Fé que Salva
A Fé que Salva
A Fé que Salva
A Fé que Salva
A Fé que Salva
A Fé que Salva
A Fé que Salva
A Fé que Salva
A Fé que Salva
A Fé que Salva
Upcoming SlideShare
Loading in …5
×

A Fé que Salva

3,023 views

Published on

Afinal de contas: O que é Fé?

Published in: Education
0 Comments
1 Like
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total views
3,023
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
3
Actions
Shares
0
Downloads
64
Comments
0
Likes
1
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

A Fé que Salva

  1. 1. A Fé que Salva  Capítulo 1: Origens da Fé  Capítulo 2: O Resultado da Fé  Capítulo 3: Quem é Deus? 3.1: No Céu 3.2: No Jardim 3.3: Caim e Abel 3.4: No Dilúvio 3.5: Os Israelitas e Canaã 3.6: Os Israelitas de posse de Canaã 3.7: Ação e Reação 3.8: Deus do Antigo Testamento versus Deus do Novo Testamento  Capítulo 4: A Fé naquele que Dirige a Igreja  Capítulo 5: A Fé e a Obediência na Prática  Capítulo 6: A Fé e as Obras  Capítulo 7: A Fé e o elo perdido  Pela Fé, Há Esperança!EJ, Mensageiro da Verdade.
  2. 2. IntroduçãoMilhares de religiões, crenças em diferentes deuses, inúmeras declarações de fé.Na maioria das vezes, um só texto sagrado.Há os que crêem que Um só Homem inocente, por Sua própria vontade, teve que morrer para quetoda a humanidade pudesse ter acesso a um futuro de paz, de Esperança.Mas, mesmo no meio cristão, há inúmeras divergências entre suas confissões de fé.Uns alegam que sem obras é impossível agradar a Deus, enquanto outros afirmam que pela fésomente, alcançamos o favor de Deus.Que é a verdade? Qual a genuína fé que Jesus Cristo ensinou?Através das páginas seguintes, buscaremos uma verdadeira compreensão do que venha a ser fé, afé que salva.
  3. 3. Capítulo 1Origens da FéSegundo a grande maioria cristã, a fé envolve tão somente crer em Deus, em sua salvação e,portanto estar salvo.Acaso a fé inclui alguma obra? Quais as conseqüências da genuína fé manifestada na vida de umcristão?Analise com atenção a seguinte narrativa:João: - Eu tenho plena fé, convicção, crença, de que se eu entrar nesta jaula, com estes leões, nãosofrerei mal algum.Tomé: Minha nossa! Que fé! Assim sendo, por favor, João, entre na jaula, quero ver se sua féfunciona mesmo!João: O quê? E... EU? Eu, Entrar?- Er... acho melhor não, pois pode ser que...Tomé: Onde está tua fé, homem? Entre na jaula!João: Você está louco? Poderia ser despedaçado! Não vou entrar, é loucura! Vai contra a minhareligião!Hebreus 11: 8 “Pela fé, Abraão, sendo chamado, obedeceu, indo para um lugar que havia dereceber por herança; e saiu, sem saber para onde ia.”“Sabei, pois, que os que são da fé são filhos de Abraão.” (Gálatas 3: 7)Abraão, o chamado “pai da fé” nos dá evidências do que venha a ser verdadeira fé.Este ilustre personagem bíblico vivia em Ur dos caldeus. Na terra de seus pais.Estando na segurança de seu lar com sua família, deixou tudo o que lhe transmitia uma certezavisível de segurança por Deus lhe ter chamado para uma nova terra, lhe fazendo uma promessa. Efez isso por quê? Pela FÉ!Ora, ter fé é muito mais que simplesmente acreditar.A conseqüência de se crer é uma ação vigorosa segundo sua crença.Na bíblia é deixado claro que Abraão, por ter fé, manifestou-a através da obediência à ordem deDeus (Hebreus 11:8).
  4. 4. Assim, Fé é mais que tão somente dizer: - EU CREIO! “Você crê que existe um só Deus? Muito bem! Até mesmo os demônios crêem — etremem!” Tiago 2:19É, na verdade, confiança nas promessas de Deus. A certeza de que a vontade de nosso Senhor é omelhor para nosso ser.Hebreus 10: 9 “Então disse: Eis aqui venho, para fazer, ó Deus, a tua vontade...”É permitir que a vontade de Deus se manifeste em nossa vida em primeiro lugar. Assim, deixando otrono de nosso coração, do EU, para que Cristo habite em seu lugar.Gálatas 2: 20 “Já estou crucificado com Cristo; e vivo, não mais eu, mas Cristo vive emmim;”Transmitindo assim, o controle de nossa pequena embarcação [a vida] para as mãos de Jesus. Emesmo que Ele nos guie a águas revoltosas, com enormes pedras que facilmente despedaçariam afrágil embarcação, em meio a um forte temporal e neblina que torna a visão do porvirdesesperadora, estar certo de que “...todas as coisas contribuem juntamente, para o bem daquelesque amam a Deus...” Romanos 8:28. Estar certo de que, pela graça de Cristo, todas as ondas de ummar revoltoso não serão capazes de destruir seu barquinho, pois é Jesus, seu Capitão que o guia.Na escola de aflição desta vida, através de provações, de situações e tentações nas quais, por vezes,nos sentimos desesperançados e abandonados ao acaso, Deus em sua infinita sabedoria está a nosensinar algo que de nenhum outro modo aprenderíamos.I Coríntios 10: 13 “Não veio sobre vós tentação, senão humana; mas, fiel é Deus, que vosnão deixará tentar acima do que podeis, antes, com a tentação, dará também o escape,para que a possais suportar”.Um jovem aprendiz questionou a seu avô: Porque o senhor colocou um de seus canários sozinho,num quarto escuro, longe de qualquer outra ave? Ele deve estar com muito medo!Seu sábio avô aproxima-se de onde está a solitária ave, assobia durante alguns minutos umamesma melodia, por vezes. Então se afasta um pouco e responde ao seu neto: para que esta aveaprenda a cantar uma bela melodia, é preciso que seja de tal modo afastada, para que ouça tãosomente a minha voz, pois do contrário ficaria confuso. Quanto houver aprendido esta melodia, delá será tirado, e mesmo que em meio a outras melodias, por toda a sua vida não cantará senão estacanção que eu lhe ensinei.Deus permite que venham sobre nós momentos como estes. Nos quais a solidão parece serimplacável. E é nestes momentos que, caso abramos nossos corações e ouvidos à Sua voz, podemosaprender uma nova melodia: aprender a ser realmente felizes com Deus, a ouvirmos Sua poderosa
  5. 5. e amorosa voz a nos chamar, mesmo em meio a muitas outras, que na verdade tentam nosconfundir e levar-nos à morte.Abraão manifestou esta fé. Esta confiança em Deus. Mesmo estando aparentemente sozinho emterras desconhecidas, aprendeu a ouvir a voz do Senhor e a confiar nEle.Foi assim que o Senhor preparou Abraão para ser o pai de muitas nações e habilitou-o a obedeceraos mandamentos do Senhor Seu Deus.
  6. 6. Capítulo 2O Resultado da FéO povo de Israel, descendente de Abraão, Isaque e Jacó, que outrora fora escravo no Egito, haviarecebido uma terra por possessão: Canaã.Gênesis 17:8 “Dar-te-ei a ti e à tua descendência depois de ti a terra de tuas peregrinações, toda aterra de Canaã, em perpétua possessão; e serei o seu Deus.”Tal foi a promessa de Deus a Abraão confirmada a Isaque (Gên. 26: 2 a 5) e a Jacó (Gên. 28: 13 a 15)cujo nome fora por Deus mudado para Israel; José, filho de Jacó estava certo do juramento de Deus(Gên. 50: 24 e 25), assim como Moisés:Êxodo 6:4 ―Estabeleci o meu pacto com eles para lhes dar a terra de Canaã, a terra de suasperegrinações, na qual foram peregrinos.” Disse Deus a Moisés, através do qual, livrou o povo deIsrael da escravidão no Egito.Mas, a promessa de Deus requeria algo do Seu povo para que fosse cumprida: Uma ação.Para cumprir o juramento feito a Abraão e sua descendência, Deus realizou grandes feitos! Fez comque pragas sobrenaturais caíssem sobre o Egito, para que libertassem a Israel. Abriu o marvermelho, fazia chover pão do céu, o maná, água verter das rochas em pleno deserto, envioucodornizes em grande número para alimentar a todo o povo. Durante o dia livrava-os do calor dosol com uma nuvem; à noite do frio do deserto com uma coluna de fogo!Quão grande manifestação do poder de Deus em prol de Seu povo peculiar!Após muitos contratempos – desobediência ao Senhor que os livrara – Israel finalmente seencontrava no limiar de Canaã, a terra da promessa.Então, de forma contrária a expectativa humana, de que Deus faria os habitantes de Canaãsimplesmente desaparecerem pelo sopro de Suas narinas, para que Israel a tomasse por possessão,Deus lhes envia a guerrear pela terra!Acaso o poder de Deus não era o suficiente para obliterar a todo o povo de Canaã em um piscar deolhos? Certamente O Senhor o podia ter feito.Mas Deus, em Sua infinita sabedoria, tinha um plano diferente: Antes de dar toda a bênçãoprometida a seus pais, Israel deveria, através de lutas e provações em meio às guerras, aprender aconfiar no poder do Senhor e ver o quão inúteis eram suas forças perante os habitantes de Canaãpara derrotá-los.Foi o Senhor que lhes garantiu cada uma das vitórias, e a exemplo disso vemos a conquista deJericó, relatada em Josué 6.
  7. 7. Imponentes muralhas separavam Israel da vitória sobre Jericó.O Senhor lhes ordena que marchem em volta da cidade inimiga por seis dias. Por seis dias tudo oque fariam era marchar. Nada de investidas contra as muralhas.No sétimo dia, algo milagroso aconteceria: segundo as instruções de Deus, todo o povo gritaria e amuralha seria derribada.Por certo: nem toda a gritaria do mundo faria uma muralha imponente como a de Jericó vir abaixo.Foi unicamente pelo poder do Senhor que o milagre aconteceu e o povo subiu à cidade pelo murocaído.Uma importante lição sobre o resultado da fé temos a aprender.II Coríntios 4:18 ―não atentando nós nas coisas que se vêem, mas sim nas que se não vêem; porque asque se vêem são temporais, enquanto as que se não vêem são eternas.”Andar inutilmente em volta de uma cidade, para que seus imponentes muros caíssem é umabsurdo para uma mente humana! Mas esta foi a ordem de Deus.Pela fé, o povo obedeceu a Deus e por conseqüência, resultado, o milagre aconteceu.Portanto, fé é não atentar naquilo que vemos, mas naquilo que não vemos. É esperar umarecompensa que no momento nos parece inconcebível. É cumprir as ordens de Deus, por maisabsurdas que possam parecer.I Coríntios 3:19 ―Porque a sabedoria deste mundo é loucura diante de Deus; pois está escrito: Eleapanha os sábios na sua própria astúcia;”I Coríntios 2:14 ―Ora, o homem natural não aceita as coisas do Espírito de Deus, porque para ele sãoloucura; e não pode entendê-las, porque elas se discernem espiritualmente.”Em pleno século XXI, em meio a tantas descobertas tecnológicas, avanços na ciência, pareceloucura crer num Deus que perdoa pecados. Parece loucura ter fé de que se aceitarmos a salvaçãoem Cristo Jesus seremos salvos do pecado, livres de condenação de morte:Romanos 6:23 ―Porque o salário do pecado é a morte, mas o dom gratuito de Deus é a vida eterna emCristo Jesus nosso Senhor.”Nesse século presente, exalta-se a sabedoria humana acima da de Deus, a ponto de negarem a Suaexistência, como ocorrido em Londres.A British Humanist Association (BHA, na sigla em inglês) promoveu, em ônibus do transportepúblico, a frase: "Theres probably no God. Now stop worrying and enjoy your life"("Provavelmente, Deus não existe. Agora, pare de se preocupar e curta a vida", em tradução livre).
  8. 8. Muito interessante: na época de Noé (Gên. 6, 7 e 8), algo semelhante aconteceu. Ele esteve porcento e vinte anos a construir a arca e a anunciar aos descendentes de Adão (II Pedro 2:5), quechuva cairia sobre a terra condenada pelo pecado, de tal forma, que inundaria toda a porção secadeste planeta. Somente sobreviveriam aqueles que atendessem ao apelo de Deus, através de Noé,e entrassem na arca, para se salvarem.Hebreus 11:7 ―Pela fé Noé, divinamente avisado das coisas que ainda não se viam, sendo temente aDeus, preparou uma arca para o salvamento da sua família; e por esta fé condenou o mundo, e tornou-seherdeiro da justiça que é segundo a fé.”Lucas 17:26 ―Como aconteceu nos dias de Noé, assim também será nos dias do Filho do homem.27 Comiam, bebiam, casavam e davam-se em casamento, até o dia em que Noé entrou na arca, e veio odilúvio e os destruiu a todos.28 Como também da mesma forma aconteceu nos dias de Ló: comiam, bebiam, compravam, vendiam,plantavam e edificavam;29 mas no dia em que Ló saiu de Sodoma choveu do céu fogo e enxofre, e os destruiu a todos;30 assim será no dia em que o Filho do homem se há de manifestar.”Os contemporâneos de Noé rejeitaram a oferta de salvação, tendo-a por loucura e assim selaramseu destino. Acharam-se sábios demais para crer num Deus Justo. Então “Noé entrou na arca, eveio o dilúvio e destruiu a todos”.Sim. Os chamados sábios dos tempos modernos têm por certo que é loucura ter Fé no Deus queSalva. Mas, na história de Noé e de Ló, vemos claramente sua recompensa.Por conseqüência da Fé no Senhor, Noé, Abraão, Ló, Isaque, Jacó, José, Moisés e o povo de Israelforam chamados a participar, através da obediência às ordens do Senhor, da concretização de suafé, da realização das promessas de Deus. Por resultado, obtiveram vitórias, salvação, poisesperavam naquilo que não viam. Naquilo que era loucura para os homens.Assim, Fé é crer e obedecer às ordens do Senhor, pois claramente vemos, principalmente no povo deIsrael, que genuína e aceitável Fé em Deus, produz, inquestionavelmente, obediência a Deus, oAutor da Fé (Efésios 2:8).Quando dizemos: “Nós Cremos”, e não obedecemos, nos fazemos mentirosos e caímos, assimcomo Israel inúmeras vezes caiu, por falta de fé no Senhor.I João 2:3 ―E nisto sabemos que o conhecemos; se guardamos os seus mandamentos.4 Aquele que diz: Eu o conheço, e não guarda os seus mandamentos, é mentiroso, e nele não está averdade;”Caro Amigo(a), convido-o(a) a neste momento fazer a escolha certa: Manifeste verdadeira Fé emDeus, estando disposto a obedecer Suas ordens, e o mar se abrirá, muralhas cairão!
  9. 9. Capítulo 3Quem é Deus?Uma importante questão merece nossa atenção: Quem é Deus, para que nEle Tenhamos Fé?Richard Dawkins, evolucionista e popular escritor de divulgação científica britânico, natural doQuênia, escritor do livro intitulado “Deus, um Delírio”, diz o que pensa de forma clara.No esclarecedor documentário “Expelled: No Intelligence Allowed”, apresentado por Ben Stein, noqual mostra como vários cientistas que, baseados em seus estudos acreditam no designinteligente, que há um criador, são expulsos do meio científico, Dawkins é entrevistado e mencionao seguinte trecho do seu livro: “o Deus do antigo testamento é presumivelmente o personagemmais desagradável... ciumento, orgulhoso, mesquinho, injusto, opressor viciado e colérico,vingador sanguinário, limpador étnico...”Por certo, tais declarações não podem passar despercebidas.Como pessoas inteligentes, ao invés de jogar Bíblia na cabeça de alguém só por que não tem amesma cosmo-visão, vamos analisar as afirmações de Dawkins.É bem verdade que, em uma análise descontextualizada, superficial do antigo testamento,podemos chegar a conclusões precipitadas e equivocadas.A seguir, analisaremos acontecimentos registrados na Bíblia, buscando sua real interpretação. Sãotais os fatos que, se mal compreendidos, levam pessoas a verem a Deus como “Dawkins o vê”.3.1 No CéuDeus criou o Mal? Se não, por que este existe?A Origem de todo o mal, Satanás, não foi criado como o é hoje. Outrora, foi um anjo de magníficabeleza, que se comprazia em obedecer ao Governador de Todo o Universo, Deus.Sobre Lúcifer, a Bíblia nos fornece um pouco de seu histórico:Ezequiel 28:12 – 17 "...Você era o modelo de perfeição, cheio de sabedoria e de perfeita beleza.Você estava no Éden, no jardim de Deus; todas as pedras preciosas o enfeitavam: sárdio, topázio ediamante, berilo, ônix e jaspe, safira, carbúnculo e esmeralda. Seus engastes e guarnições eram feitos deouro; tudo foi preparado no dia em que você foi criado. Você foi ungido como um querubim guardião, pois para isso eu o determinei. Você estava no montesanto de Deus e caminhava entre as pedras fulgurantes.
  10. 10. Você era inculpável em seus caminhos desde o dia em que foi criado até que se achou maldadeem você, (...) encheu-se de violência e pecou. Por isso eu o lancei em desgraça para longe do monte deDeus, e eu o expulsei, ó querubim guardião, do meio das pedras fulgurantes.Seu coração tornou-se orgulhoso por causa da sua beleza, e você corrompeu a sua sabedoria por causado seu esplendor. Por isso eu o atirei à terra; fiz de você um espetáculo para os reis.”Note que no último verso mostra-nos que Lúcifer, filho da alva, foi criado perfeito, sem pecado.No livro de Isaías, o profeta descreve a queda do anjo querubim:Isaías 14:12-14 ―Como você caiu dos céus, ó estrela da manhã, filho da alvorada! Como foi atirado àterra, você, que derrubava as nações!Você que dizia no seu coração: "Subirei aos céus; erguerei o meu trono acima das estrelas de Deus; eume assentarei no monte da assembléia, no ponto mais elevado do monte santo.Subirei mais alto que asmais altas nuvens; serei como o Altíssimo".”Ao meditar em sua própria beleza, poder e glória, o Querubim da Guarda Ungido, Lúcifer, permitiuque brotasse em seu coração a vaidade. Tão intensos foram seus pensamentos, que queria usurpara Deus!O anjo, agora corrompido pelo orgulho e exaltação própria, disseminou mentiras sobre o caráter deseu Criador, procurando colocar dúvidas sobre a Justiça e bondade de Deus.Tais foram seus argumentos, que um terço dos anjos do céu aliou-se ao rebelde querubim. Comopôde ser que anjos inteligentes foram enganados pelas mentiras de Satanás?Ora, lembre-se que, até o momento, não havia pecado ou pecador e nenhum anjo jamais haviaouvido uma mentira!Apocalipse 12:7 - 9 ―Houve então uma guerra no céu. Miguel e seus anjos lutaram contra o dragão, e odragão e os seus anjos revidaram. Mas estes não foram suficientemente fortes, e assim perderam o seulugar no céu. O grande dragão foi lançado fora. Ele é a antiga serpente chamada diabo ou Satanás, queengana o mundo todo. Ele e os seus anjos foram lançados à terra.”Teve início, por sua vez, a luta dos rebeldes contra o Todo-Poderoso. Queriam arrancar-lhE dotrono e estabelecer seu próprio rei.Neste momento, Deus que é infinito em poder, instantaneamente seria capaz de reduzir todos osrebeldes à cinzas, em um só piscar de olhos.Mas, isso resolveria o problema? Não! Ao contrário! Só intensificaria as dúvidas colocadas noscorações dos servidores celestiais, e faria com que os anjos adorassem a Deus por medo e não poramor!Pois pensariam eles: se eu me desviar de meu caminho, O Senhor implacavelmente me destruirá!
  11. 11. Em sua infinita sabedoria, Deus permitiu que Satanás e seus anjos continuassem em sua revolta,até que todo o universo veja claramente o real caráter do pecado, e suas conseqüências.Você e eu, hoje, vemos o reino que o Inimigo das Almas quer implantar: Lascívia, imoralidade,doenças, fome, miséria, dor, tristeza, angústia, orgulho, vaidade, ódio... tudo isso leva a umresultado inevitável: a morte.Todo o universo está a contemplar o desenrolar destes acontecimentos, e dentro em breve,segundo a promessa, esse reino de pecado terá um fim.3.2 No JardimDeus expulsou Adão e Eva só por causa de uma fruta?Satanás não tinha poder sobre o casal do jardim do Éden. Não haviam pecado e portanto, estavamimunes à sua conseqüência, a morte.Desde a expulsão de Adão e Eva do Jardim do Éden, após comerem o fruto da Árvore doconhecimento do bem e do mau, encontramos um Deus misericordioso e compassivo.O grande erro do casal, não se baseou, tão somente, no fato de comerem algum fruto, mas sim nadesobediência, desconfiança, que permitiram brotar em seu coração, voluntariamente, peladecisão de ir contra o que o Senhor lhes havia dito.Deste momento em diante tornaram-se pecadores, tal qual Lúcifer; aliaram-se à rebeliãocomeçada no céu pelo Diabo. Um deus tirano, orgulhoso e mau, por certo teria destruído o casal edênico e criado outro! Seriamuito mais fácil. Mas, assumindo a culpa e a condenação do casal, Deus decidiu pagar o preço pelo seu pecado.Apocalipse 13:8 “... no livro do Cordeiro que foi morto desde a fundação do mundo.” Através de Jesus, “o Cordeiro de Deus, que tira o pecado do mundo”, João 1:29, encontramos operdão. Lançamos sobre Cristo todos os nossos pecados, nossas faltas, para que sejamosreconciliados com Deus. Desde o Éden, Jesus decidiu dar a própria vida para resgatar Adão, Eva, você e eu de nossospecados e da condenação à morte (Rom. 6:23)! Assim, o Senhor os expulsou do jardim, para que não comessem do fruto da árvore da vida, evivessem eternamente em pecado, dor, sofrimento, doenças, etc. O que seria uma desgraça egrande maldição para o ser humano (Gênesis 3: 22 e 23).
  12. 12. 3.3 Caim e AbelPorque Deus rejeitou a oferta de Caim?Caim e Abel trouxeram, em determinada ocasião, oferta ao Senhor, O qual atentou para aoferenda de Abel, o que provocou grande ira em Caim. Deus então lhe perguntou:Gênesis 4:6 ―... Por que te iraste? e por que está descaído o teu semblante? 7 Porventura se procederesbem, não se há de levantar o teu semblante? e se não procederes bem, o pecado jaz à porta, e sobre tiserá o seu desejo; mas sobre ele tu deves dominar.”O proceder de Caim fez com que sua oferta não agradasse a Deus. E não atentando para aadvertência do Senhor, tornou-se o primeiro homicida, ceifando a vida do próprio irmão.Deus como Juiz justo e misericordioso, ao contrário das expectativas de alguns – poderia ter sevingado da morte de Abel, o qual amava – pronunciou o merecido castigo do homicida, comotambém tomou providência para que outrem não vingasse a morte do irmão mais novo.3.4 No DilúvioPorque houve o Dilúvio?Gênesis 6:5 ―Viu o Senhor que era grande a maldade do homem na terra, e que toda a imaginação dospensamentos de seu coração era má continuamente.6 Então arrependeu-se o Senhor de haver feito o homem na terra, e isso lhe pesou no coração.7 E disse o Senhor: Destruirei da face da terra o homem que criei, tanto o homem como o animal, osrépteis e as aves do céu; porque me arrependo de os haver feito.”O Pecado havia tomado conta de toda a criação. Assim o Senhor decidiu enviar o dilúvio, paraerradicar aquela geração perversa.Gênesis 6:8 e 9 ―Noé, porém, achou graça aos olhos do Senhor... Era homem justo e perfeito em suasgerações, e andava com Deus.”Noé fora escolhido por Deus, para dar a última oportunidade de salvação e arrependimento àquelageração condenada.Por cento e vinte anos, Noé advertiu seus contemporâneos sobre a iminente destruição. Mas tãosomente oito pessoas entraram na Arca por ele construída, embora todos tenham sido convidadospara entrar e fugir da condenação.Se Deus não enviasse um dilúvio e destruísse os impenitentes pecadores, tal corrupção seria de talforma devastadora, que jamais haveria humano algum vivo que almejasse o nascimento doSalvador da humanidade, Jesus; O resultado seria perdição eterna para toda a raça humana.
  13. 13. Por amor e misericórdia de muitos outros, você e eu, o Senhor executou sua Justiça e concedeu aosantediluvianos, o resultado de suas escolhas, de seus pecados: a morte.Todo aquele que se decide pelo pecado, colhe o resultado do pecado: a morte.Todo aquele que se arrepende de seus pecados, pela fé em Jesus é salvo e tem como resultado avida eterna. É ação e reação.3.5 Os Israelitas e CanaãPorque Deus mandou destruir os povos que habitavam a terra de Canaã?Ao prometer a Abraão que sua descendência teria a posse da terra de Canaã, na qual haviammuitos povos, como os cananeus, ferezeus, refains e os amorreus, dentre outros, O Senhor nos dáindícios sobremaneira reveladores:Gênesis 15:13 “Então disse o Senhor a Abrão: Sabe com certeza que a tua descendência será peregrinaem terra alheia, e será reduzida à escravidão, e será afligida por quatrocentos anos;14 sabe também que eu julgarei a nação a qual ela tem de servir; e depois sairá com muitos bens.16 Na quarta geração, porém, voltarão para cá; porque a medida da iniqüidade dos amorreus nãoestá ainda cheia.‖Os habitantes da terra de Canaã eram idólatras. Sacrificavam seus filhos aos ídolos, adulteravam,matavam, roubavam, pecavam continuamente. Mas o Senhor lhes deu tempo para que searrependessem.No verso 16, de Gênesis 15, Deus aponta para o fato de que estes povos tiveram a oportunidade dese arrepender por Quatrocentos anos!Durante todo este tempo o Espírito do Senhor esteve a contender com os amorreus, os cananeus,etc., para que se arrependessem de seus pecados e adorassem ao Deus verdadeiro.II Pedro 3:9 ―O Senhor não retarda a sua promessa, ainda que alguns a têm por tardia;porém é longânimo para convosco, não querendo que ninguém se perca, senão que todosvenham a arrepender-se.”Ao permanecer no pecado e ao rejeitar o Deus verdadeiro, a fonte da Salvação, os habitantes daterra de Canaã trouxeram condenação sobre si.Tal qual ocorreu com os antediluvianos, deveria ocorrer aos tais povos; E os Israelitas deveriam sero instrumento pelo qual o Senhor executaria sua Justiça.
  14. 14. MUITO ESCLARECEDOR é o fato de que os povos idólatras de Canaã sabiam de sua culpa, tãosomente não quiseram se arrepender, como quando Israel venceu Adoni-Bezeque, um dos reis daterra prometida:―Adoni-Bezeque fugiu, mas eles o perseguiram e o prenderam, e lhe cortaram ospolegares das mãos e dos pés. Então Adoni-Bezeque disse: "Setenta reis com ospolegares das mãos e dos pés cortados apanhavam migalhas debaixo da minhamesa. Agora Deus me retribuiu por aquilo que lhes fiz". Eles o levaram paraJerusalém, onde morreu.” Juízes 1:6 e 7.Deus é Justo. Ele não tem por inocente quem é culpado, e por culpado quem éinocente – senão mediante a graça de Cristo, na qual, o culpado que se arrependee muda seus caminhos é então inocente, aos olhos do Deus Misericordioso. ―Mostras bondade até mil gerações, mas lanças os pecados dos pais sobre os seus filhos.Ó grande e poderoso Deus, cujo nome é o Senhor dos Exércitos, grandes são os teuspropósitos e poderosos os teus feitos. Os teus olhos estão atentos aos atos dos homens;tu retribuis a cada um de acordo com a sua conduta, de acordo com os efeitos dassuas obras.” Jeremias 32:18 e 19.3.6 Os Israelitas de posse de CanaãPor que Deus castigava o povo de Israel?Ao longo dos anos seguintes, o povo de Israel teve altos e baixos.Deus lhes havia feito uma promessa: “Se andardes nos meus estatutos, e guardardes osmeus mandamentos e os cumprires...”(Levítico 26:3) seriam grandemente abençoadose mal algum cairia sobre eles.Se desobedecessem ao Senhor, grande mal cairia sobre eles (Levítico 26:14 emdiante)A história nos mostra que o povo, ao pecar e abandonar o Senhor, eram entãoatacados e vencidos pelos seus inimigos. Então eles clamavam e Deus lhes atendia:“E levantou o SENHOR juízes, que os livraram da mão dos que os despojaram.Porém tampouco ouviram aos juízes, antes prostituíram-se após outros deuses, eadoraram a eles; depressa se desviaram do caminho, por onde andaram seus pais,obedecendo os mandamentos do SENHOR; mas eles assim não fizeram. E, quando oSENHOR lhes levantava juízes, o SENHOR era com o juiz, e os livrava da mão dos seusinimigos, todos os dias daquele juiz; porquanto o SENHOR se compadecia deles
  15. 15. pelo seu gemido, por causa dos que os oprimiam e afligiam. Porém sucedia que,falecendo o juiz, reincidiam e se corrompiam mais do que seus pais, andando após outrosdeuses, servindo-os, e adorando-os; nada deixavam das suas obras, nem do seu obstinadocaminho.” Juízes 2:16 a 19Em meio à apostasia do povo, os profetas, enviados pelo Altíssimo, advertiam-lhes(várias vezes), dando-lhes oportunidade de arrependimento:Jeremias 7:5 ―Mas, se deveras emendardes os vossos caminhos e as vossas obras; sedeveras executardes a justiça entre um homem e o seu próximo;6 se não oprimirdes o estrangeiro, e o órfão, e a viúva, nem derramardes sangue inocenteneste lugar, nem andardes após outros deuses para vosso próprio mal,7 então eu vos farei habitar neste lugar, na terra que dei a vossos pais desde os temposantigos e para sempre.”Infelizmente, o povo de Israel permaneceu nos seus caminhos tortuosos. Não houvearrependimento senão após serem castigados, como aconteceu com Manassés, Reiem Jerusalém:II Reis 21:1-3 e 6: ―Manassés tinha doze anos de idade quando começou a reinar, ereinou cinqüenta e cinco anos em Jerusalém. O nome de sua mãe era Hefzibá.Ele fez o que o Senhor reprova, imitando as práticas detestáveis das nações que o Senhorhavia expulsado de diante dos israelitas.Reconstruiu os altares idólatras que seu pai Ezequias havia demolido; também ergueualtares para Baal e fez um poste sagrado, como fizera Acabe, rei de Israel. Inclinou-sediante de todos os exércitos celestes e lhes prestou culto. Chegou a queimar o próprio filho em sacrifício, praticou feitiçaria e adivinhação econsultou médiuns e espíritas. Fez o que o Senhor reprova, provocando-o à ira.”Antes que colhesse o resultado iminente de seu pecado, O Senhor falou a Manassése a seu povo, mas não lhe deram atenção (2Crônicas 33:10).Como fruto de sua revolta contra o Todo Poderoso, o rei foi entregue a seusinimigos.Tendo sido levado cativo pelo exército assírio à Babilônia, “Em sua angústia, elebuscou o favor do Senhor, o seu Deus, e humilhou-se muito diante do Deus dos seusantepassados. Quando ele orou, o Senhor o ouviu e atendeu o seu pedido; de forma queo trouxe de volta a Jerusalém e a seu reino. E assim Manassés reconheceu que oSenhor é Deus.” 2 Crônicas 33:12 e 13.
  16. 16. Depois disso, o rei arrependido, se esforçou e procurou corrigir todo o mal que haviafeito.Ora: Se Deus pôde perdoar Manassés, que chegou ao cúmulo da maldade aoqueimar o próprio filho como sacrifício a deuses pagãos, Ele podia também perdoara todos os povos que habitavam em Canaã! A não ser por um importante detalhe:Manassés se arrependeu e corrigiu suas ações. Os canaanitas não.Assim, vemos claramente que não importa o tamanho do pecado quetenhamos cometido. Deus, O Senhor, é infinito em misericórdia e estádisposto a perdoar. Desde que nos arrependamos. “O Senhor é bom para todos; a sua compaixão alcança todas as suas criaturas.” Salmos145:9.“Em toda a aflição do seu povo ele também se afligiu, e o anjo da sua presença os salvou.Em seu amor e em sua misericórdia ele os resgatou; foi ele que sempre os levantou e osconduziu nos dias passados.” Isaías 63:93.7 Ação e ReaçãoVocê pode estar se perguntado: por que somente mediante obediência aDeus, Ele nos dá felicidade, mas quando O desobedecemoscontinuamente, sua Justiça recai sobre nós e somos amaldiçoados? Issoé livre arbítrio?Êxodo 20:5 “... porque eu, o Senhor teu Deus, sou Deus zeloso, que visito a iniqüidade dos pais nosfilhos até a terceira e quarta geração daqueles que me odeiam.6 e uso de misericórdia com milhares dos que me amam e guardam os meus mandamentos.”"Toda ação provoca uma reação de igual intensidade, mesma direção e em sentido contrário".Isaac NewtonSe Filizbino dar um soco em uma ponta de faca (ação), a reação, conseqüência, de tal açãosobrevirá sobre Filizbino, que terá sua mão perfurada e sentirá muita dor, e não sobre outroalguém (mesma direção).Afinal é uma lei da física: Toda ação provoca uma reação.
  17. 17. Assim é o que acontece em nossas vidas, mediante as escolhas que fazemos. O que somos hoje é oresultado de muitas escolhas feitas no passado.Não podemos querer dar soco em ponta de faca sem nos ferir, ou que a dor seja sobre outrem.Ao furtar ou matar nos tornamos passíveis de prisão, multa ou até mesmo a morte. Ao desejar,cobiçar e flertar com a mulher de outro, certamente despertaremos a ira de seu marido.Se fizermos uso de alimentos impuros ou drogas, certamente nossa saúde será prejudicada,encurtando nosso tempo de vida.Gálatas 6:7 “Não vos enganem; Deus não se deixa escarnecer; pois tudo o que o homem semear,isso também ceifará.”Filizbino esteve a fumar por vários anos. Por todo o lado, até mesmo nas embalagens do cigarro, háavisos sobre o mal que tal droga causa. Ainda assim, Filizbino não abandonou o vício.Como resultado, ele contraiu câncer e, ainda, suas duas pernas tiveram que ser amputadas porcausa das gangrenas.Assim, pense comigo: Muitos dizem que o Senhor é mau ao punir o pecador. Mas a verdade é que,tal qual o médico de Filizbino, Deus precisa cortar partes do nosso corpo, para que a gangrena e ocâncer do pecado não se alastrem pelo restante não contaminado e a perda seja total.Por isso cidades, gerações inteiras precisaram ser “amputadas” da existência, como Sodoma eGomorra, e, claro, a geração de Noé. Tão somente colheram as conseqüências de suas ações.Nosso planeta foi outrora perfeito. Não havia sofrimento, doenças, tristeza, pecado ou morte.Tudo foi feito de forma a aumentar nossa felicidade e regozijo constantemente.Deus é bom continuamente. É a fonte inesgotável de verdadeiro amor.Por certo, Deus é o Amor! Sem Ele não há amor, não há paz, não há regozijo, não há vida!O Senhor é a origem de tudo o que é perpetuamente bom.João 1:1 “No princípio era o Verbo, e o Verbo estava com Deus, e o Verbo era Deus.2 Ele estava no princípio com Deus.3 Todas as coisas foram feitas por intermédio dele, e sem ele nada do que foi feito se fez.4 Nele estava a vida, e a vida era a luz dos homens;5 a luz resplandece nas trevas, e as trevas não prevaleceram contra ela.”Deseja o bem para todo ser por Ele criado:
  18. 18. Jeremias 29:11 “Porque eu bem sei os pensamentos que tenho a vosso respeito, diz o SENHOR;pensamentos de paz, e não de mal, para vos dar o fim que esperais.”Mas o Senhor deu-nos o livre arbítrio, ou seja, o poder de decidir o que fazer de nossas vidas.Assim o fez, pois quer que suas criaturas voluntariamente o adorem.Se Adão e Eva permanecessem em obediência a Deus, seriam felizes constantemente.Sua ação de escolher o caminho da desobediência provocou a reação de colherem o resultadoinequívoco, sobre o qual o Senhor lhes havia advertido.Gênesis 2:17 “mas da árvore do conhecimento do bem e do mal, dessa não comerás; porque no dia emque dela comeres, certamente morrerás.”Se afastaram da fonte de saúde, paz, felicidade, sabedoria, força, bem-estar,ciência... e quanto mais distante da fonte, mais elas se tornam vagas, até mesmoinatingíveis.Afinal, o que é o mal, senão a ausência do bem?Sem o Senhor estamos à mercê do Inimigo das Almas, Satanás.3.8 Deus do Antigo Testamento versus Deus no Novo TestamentoMuitas das pessoas que defendem a tese de que o Deus do velho e novo testamento não é omesmo e que pensam assim como Richard Dawkins, em nenhum momento realmente seaprofundaram no estudo do livro sagrado. Não examinaram o seu contexto, nem tampouco osporquês de as coisas terem acontecido daquela forma. Ou, simplesmente são inimigas de Deus e detudo o que é bom.Como vimos ao longo deste terceiro capítulo, Deus sempre foi justo e benevolente para com suascriaturas. Esteve sempre disposto a perdoar e ajudar o pecador arrependido.Deus nos concedeu o livre-arbítrio, e com este dom, nós, suas criaturas, decidimos desobedecer aoCriador. Decidimos que podemos viver sem Ele, e assim, nos afastamos da Luz da Vida.O que fizemos foi algo como poder andar no céu, seguro, lindo, perfeito. Neste céu tínhamosacesso a tudo o que era de nosso desejo, que viesse a nos tornar mais felizes; acesso a todo oconhecimento que o mais brilhante cientista de toda a história da terra jamais o possuiu, e, então,
  19. 19. nos lançarmos lá de cima, para cairmos num gelado oceano repleto de tubarões famintos, em meioa uma terrível tormenta.Deus jamais deixou de ser amoroso, nem tampouco severo e justo. Veja, por exemplo:Em 1 Crônicas 13, encontramos o relato sobre Uzá, que tocou na arca da aliança, contrariando aordem de Deus, e portanto, morreu instantaneamente.Já em Atos 5, Ananias e Safira venderam uma propriedade, para doar seu valor à igreja, e retiveramparte do valor para si. No entanto, ao levar o dinheiro aos apóstolos, mentiram sobre o real valorque haviam conseguido pela propriedade.Pedro, cheio do Espírito Santo, mostrou-lhes que não haviam mentido para homens, mas para oSenhor Deus.Por conseqüência, caíram mortos, ali mesmo.Em ambos os episódios, o Senhor, conhecendo os corações destes homens e mulher, em suainfalível justiça, decretou-lhes a morte.Se assim não fora feito, grande seria o número de pessoas que perderiam sua salvação pelainfluência e exemplo de Uzá, Ananias e Safira.Deus precisou cortar o câncer, antes que se alastrasse e contaminasse todo o corpo."De fato, eu, o Senhor, não mudo...” Malaquias 3:6.Em sua ignorância, há os que ofendem ao Senhor e o acusam de impiedade e maldade. Mas, asabedoria humana é loucura aos olhos de Deus.Não podem discernir entre a mão direita e a esquerda, o que é justo ou injusto, e se recusam aouvir a palavra de Deus, se julgando sábios demais para ela.Somos nós, os seres criados pelo Senhor, que mudamos muito ao longo da história da terra.Em determinados momentos, cometemos tão grande pecado que o Senhor viu-se obrigado a ceifara vida de alguns, para que outras milhares das gerações futuras pudessem ter acesso ao evangelhode Jesus Cristo, O Salvador.Romanos 1:17 e 18 ―Porque no evangelho é revelada a justiça de Deus, uma justiça que do princípio aofim é pela fé, como está escrito: "O justo viverá pela fé".Portanto, a ira de Deus é revelada do céu contra toda impiedade e injustiça dos homens que suprimem averdade pela injustiça.”Prezado(a) amigo(a),Dentro em breve esta geração perversa encherá o cálice de iniqüidade (seus pecados serão muitos)e seu tempo para se arrepender será esgotado. Serão selados os que pertencerem a Deus, e estesherdarão a vida eterna.
  20. 20. Já os pecadores que se recusaram a se arrepender, serão alvo da justiça de Deus. Colherão o frutode seus vários pecados.Assim, você e eu temos duas escolhas: Aceitar a infindável misericórdia de Deus, nos apegar àGraça de Cristo e sermos salvos, ou permanecer no pecado, fazer acusações ao Criador, destituídasde conhecimento ou sinceridade e perdermos a salvação.Hoje, o Senhor te chama a entregar-lhe o seu coração. Ele quer fortalecer-te, mostrar a direção aqual deve seguir.Você pode dizer comigo: “Senhor, tome em Tuas mãos todo o meu ser, tudo o que sou. Sei queposso todas as coisas, pois o Todo-Poderoso me fortalece. Quero ser teu filho, em nome de Jesus.”E que o Deus,Eternamente Terno, Infalivelmente Perfeito, Infindavelmente Amoroso, Gloriosamente Poderoso, Magníficamente Compassivo, E Autor de nossa Salvação da Morte e do Pecado, Esteja no trono do Seu coração. Amém.
  21. 21. Capítulo 4A Fé Naquele que Dirige a IgrejaMilhares de religiões são como folhas arrancadas dos ramos em meio a um furacão... uma confusãoenorme! Cada uma em uma direção diferente.Que faremos, pois, sobre estas coisas? A quem recorreremos para saber a verdade? Devo confiarcegamente no pastor, padre, bispo ou no presbítero?Embora estes possam parecer, ou até mesmo muitas vezes ser sinceros em suas palavras, eles sãofalíveis, assim como você e eu.Até mesmo Natã, o profeta do Senhor, sinceramente disse a Davi que este podia construir umtemplo para Deus, pois o Senhor o abençoaria. Não obstante, estava completamente enganado,pois mais tarde Deus mandou-lhe dizer ao rei Davi que este não construiria um templo a Deus, masseu filho (Salomão). II Samuel 7.Assim como Natã, que estava sinceramente errado, será possível que o padre, o pastor, o bispo e opresbítero estejam sinceramente errados sobre algo?Deus, O Senhor, nos diz: “Quem teme ao homem cai em armadilhas, mas quem confia no Senhor estáseguro.” Provérbios 29:25E ainda: “Assim diz o Senhor: Maldito é o homem que confia nos homens, que faz da humanidademortal a sua força, mas cujo coração se afasta do Senhor.” Jeremias 17:5Efésios 4:11 ―E ele designou alguns para apóstolos, outros para profetas, outros para evangelistas, eoutros para pastores e mestres,12 com o fim de preparar os santos para a obra do ministério, para que o corpo de Cristo seja edificado,13 até que todos alcancemos a unidade da fé e do conhecimento do Filho de Deus, e cheguemos àmaturidade, atingindo a medida da plenitude de Cristo.14 O propósito é que não sejamos mais como crianças, levados de um lado para outro pelas ondas, nemjogados para cá e para lá por todo vento de doutrina e pela astúcia e esperteza de homens que induzemao erro.15 Antes, seguindo a verdade em amor, cresçamos em tudo naquele que é a cabeça, Cristo.16 Dele todo o corpo, ajustado e unido pelo auxílio de todas as juntas, cresce e edifica-se a si mesmo emamor, na medida em que cada parte realiza a sua função.”
  22. 22. Cristo designa cada um para sua função na igreja, conforme o dom que nos dá. Não para que oapóstolo, profeta, pastores ou mestres façam as coisas como queiram, pois o texto sagrado acimadiz inquestionavelmente que A CABEÇA DA IGREJA É CRISTO, ou seja: Quem dirige a Igreja é Cristo.Pode um corpo sem cabeça saber para onde ir, o que e como fazer as coisas?Assim também o corpo de Cristo – a igreja – não pode saber para onde ir, o que é certo ou erradose Cristo não for sua cabeça.A esta altura a seguinte pergunta é pertinente: Jesus Cristo é a cabeça de sua igreja?Por favor, deixe para responder a este vital questionamento ao final dos próximos capítulos. Deus ordenou algum ser humano senão Cristo como cabeça de Sua Igreja?I Coríntios 11:3 ―Quero, porém, que entendam que o cabeça de todo homem é Cristo, e o cabeça damulher é o homem, e o cabeça de Cristo é Deus.”Efésios 1:20 ―Esse poder ele exerceu em Cristo, ressuscitando-o dos mortos e fazendo-o assentar-se àsua direita, nas regiões celestiais,21 muito acima de todo governo e autoridade, poder e domínio, e de todo nome que se possamencionar, não apenas nesta era, mas também na que há de vir.22 Deus colocou todas as coisas debaixo de seus pés e o designou como cabeça de todas as coisaspara a igreja,23 que é o seu corpo, a plenitude daquele que enche todas as coisas, em toda e qualquercircunstância.”Efésios 4:15 ―Antes, seguindo a verdade em amor, cresçamos em tudo naquele que é a cabeça,Cristo.”Efésios 5:23 ―... como também Cristo é o cabeça da igreja, que é o seu corpo, do qual ele é oSalvador.”Colossenses 1:18 ―Ele é a cabeça do corpo, que é a igreja; é o princípio e o primogênito dentre osmortos, para que em tudo tenha a supremacia.”
  23. 23. Colossenses 2:9 ―Pois em Cristo habita corporalmente toda a plenitude da divindade,10 e, por estarem nele, que é o Cabeça de todo poder e autoridade, vocês receberam a plenitude.”Inquestionavelmente, a Cabeça da Igreja é Cristo Jesus.Note que a palavra Cristo, assim como Messias, possui um significado em comum: O Ungido.É Jesus quem morreu por mim e por você. É Jesus o filho de Deus, no qual habita toda a plenitudeda divindade (Colossenses 2:9), o que sofreu na cruz, o ungido do Senhor, o Cordeiro de Deus.Jesus e só Jesus possui autoridade sobre a igreja, como visto acima – Efésios 1:22 – e ainda:Filipenses 2:9 ―Por isso Deus o exaltou à mais alta posição e lhe deu o nome que está acima de todonome”.Assim sendo, como podemos exaltar outro senão Jesus como o cabeça da igreja?Deus jamais concedeu autoridade a alguém para mudar o que Jesus estabeleceu.Deus jamais concedeu autoridade a humano algum, senão Jesus, para perdoar pecados.Quanto o texto bíblico diz que devemos perdoar os pecados uns dos outros, confessar os pecadosuns dos outros, quer dizer que se eu furtei a carteira de Filizbino, devo confessar-lhe minha falta, eele deve me perdoar. ISSO NA ESFERA HUMANA.OU SEJA: Se eu confessar meu pecado ao Filizbino e não confessar a Deus, perante O Senhor euainda sou culpado de furto, pois todo o pecado é contra Deus.Assim, nenhum homem ou líder religioso tem autoridade para perdoar pecados e nos livrar daculpa perante Deus.Só Jesus Cristo, o que morreu por nossos pecados.O Senhor jamais estabeleceu outro nome senão Jesus como nosso intercessor/mediador entreDeus e os Homens:―Pois há um só Deus e um só mediador entre Deus e os homens: o homem CristoJesus‖. I Timóteo 2:5Portanto, somente Jesus é autoridade competente para legislar sobre a Fé. Somente Jesus podeestabelecer regras quanto à adoração ao Senhor. Unicamente através de Jesus podemos alcançar o Senhor Deus, o Pai.Idéias e proceder conflitantes, encontramos constantemente entre as muitas igrejas nesta terra.Como podem ser conflitantes se são dirigidas por Cristo? Em Efésios 4:13 diz que dirigidos porCristo, alcançamos a UNIDADE da fé.
  24. 24. A conclusão óbvia e inequívoca é: NÃO SÃO TODAS AS DENOMINAÇÕES HOJEEXISTENTES DIRIGIDAS POR JESUS.Mas como pode ser?Não é um só Deus?Muitos realizam Milagres! Os milagres não vêm de Deus?As seguintes palavras de Jesus são de profunda importância e nos revelam uma verdade fantástica:Mateus 7:21 "Nem todo aquele que me diz: „Senhor, Senhor‟, entrará no Reino dos céus, mas apenasaquele que faz a vontade de meu Pai que está nos céus.22 Muitos me dirão naquele dia: „Senhor, Senhor, não profetizamos nós em teu nome? Em teu nomenão expulsamos demônios e não realizamos muitos milagres? ‟23 Então eu lhes direi claramente: „Nunca os conheci. Afastem-se de mim vocês, que praticam omal! ‟ "Veja que revelação impressionante!Jesus afirma que “naquele dia”, se referindo à sua segunda vinda a esta terra, muitas pessoas quefaziam milagres, expulsavam demônios e profetizavam em Seu nome virão até Jesus e este lhe dirá:“nunca os conheci!”Por quê?A resposta está no próprio verso 23: “Afastem-se de mim vocês, que praticam o mal.”Fantástico!Isso significa que não é por uma igreja realizar milagres, profetizar e expulsar demônios que esta édirigida por Jesus!Mas não é Jesus, o Senhor Deus, quem unicamente realiza milagres?Apocalipse 16:14 ―São espíritos de demônios que realizam sinais miraculosos...”II Coríntios 11:14 ―Isto não é de admirar, pois o próprio Satanás se disfarça de anjo de luz.”Satanás e seus anjos caídos estão a enganar milhares de pessoas em suas igrejas, realizandomilagres de cura, expulsando demônios, profetizando, falando em línguas... tudo isso para quepessoas desavisadas pensem que se tal igreja, ministro, pastor, padre, ou líder religioso está arealizar milagres, só pode ser a igreja de Deus!Astuto engano! Tem funcionado perfeitamente até aqui!
  25. 25. Não mais enganará a você, caro leitor. Pois Jesus deixou claro em suas palavras acima que taissinais não significam nada se praticamos o mal (Mateus 7:23).Está a maioria das igrejas e seus líderes religiosos a praticar o mal?Veremos a resposta nos capítulos seguintes.Mateus 7:24 "Portanto, quem ouve estas minhas palavras e as pratica é como um homem prudente queconstruiu a sua casa sobre a rocha.25 Caiu a chuva, transbordaram os rios, sopraram os ventos e deram contra aquela casa, e ela não caiu,porque tinha seus alicerces na rocha.26 Mas quem ouve estas minhas palavras e não as pratica é como um insensato que construiu a sua casasobre a areia.27 Caiu a chuva, transbordaram os rios, sopraram os ventos e deram contra aquela casa, e ela caiu. E foigrande a sua queda".Note que a cabeça, ou seja, quem dirige a igreja, é Cristo e só Cristo. E Não existe texto Bíblico queautorize alguém a revogar o que Cristo Jesus o disse. Nem mesmo Ele se contradiz.Qual é sua escolha, meu amigo (a)? Confiará cegamente no que diz o seu líder religioso, ou confiaráno Senhor teu Deus?Quem é mais sábio, teu líder religioso ou Deus? Quem é infalível?Repita comigo: Por certo, decido confiar no Senhor e então estarei seguro. Amém.
  26. 26. Capítulo 5A Fé e a Obediência na PráticaRomanos 14:23 “...e tudo o que não provém da fé é pecado.”Como vimos, a fé inevitavelmente nos aproxima de Deus. Em contrapartida ao pecado, que nosafasta do Criador.Que dizer então sobre o pecado? Nas páginas anteriores, deslumbramos claramente ofruto/conseqüência do pecado. Mas o que dizer do pecado em si? É não gostar de Deus? É nãoquerer ver a Deus? É não querer ir à Igreja? O que é pecado?Vejamos qual a definição de pecado no livro sagrado:I João 3:4 “Todo aquele que pratica o pecado transgride a Lei; de fato, o pecado é a transgressão daLei.”Mas, que lei será esta?Existe alguma lei que vigora para sempre? Se existe, como é esta lei? Quem a escreveu?Estas perguntas se fazem muito pertinentes para entendermos claramente sobre o que é pecar.Na verdade, caro leitor, é um assunto muito simples e até mesmo óbvio de se compreender.Deus, como o Criador de Todas as coisas, estabeleceu Leis, Estatutos que norteiam o proceder egarantem a felicidade e ordem de suas criaturas, pois sem ordem há caos, e no caos não háfelicidade e segurança.Vemos estas leis ao observar o universo.Porque as estrelas não se chocam? Porque nosso planeta está a rodear o Sol, sem que se choquecom outro planeta ou estrela? Porque a Lua não cai na terra?Quem estabeleceu a lei da gravidade? Quem delimitou a duração do dia e da noite?Quem fez separação entre terra seca e água?Por inúmeras páginas estaríamos a discorrer sobre a ordem, as Leis por Deus criadas para garantir aexistência do mundo.
  27. 27. E quanto aos seres humanos? Criou-nos Deus para fazer qualquer coisa?Jamais foi desígnio de Deus que nós cometêssemos adultério, homicídio, roubo ou furto,cobiçássemos, desonrássemos pai e mãe ou mentíssemos.De igual modo Jamais foi desígnio do Senhor que Tomássemos Seu Santo nome em vão,adorássemos outros deuses diante Dele, ou deixássemos de dedicar um dia especial na semanapara adorá-lo.Analise cuidadosamente. Note que ao quebrar quaisquer dos preceitos descritos nos doisparágrafos acima, inevitavelmente nos afastamos do Criador tal qual Adão e Eva o fizeram, ecolhemos a recompensa: Morte.Deus, infinito em sabedoria, estabeleceu desde o princípio de todas as coisas a Lei dos DezMandamentos.Sim! Aqueles descritos em Êxodo 20.Tal é a importância desta lei, que Deus mesmo a escreveu:Êxodo 31:18 “E deu a Moisés (quando acabou de falar com ele, no monte de Sinai) as duas tábuas dotestemunho, tábuas de pedra, escritas pelo dedo de Deus.”Mas elas não são somente para os Judeus?Gênesis 26: 5 “Porquanto Abraão obedeceu à minha voz, e guardou o meu mandado, os meuspreceitos, os meus estatutos, e as minhas leis.”O próprio Deus afirmou no texto acima que Abraão guardou os mandamentos de Deus. Muitoantes, é óbvio, de existir o povo de Israel, descendente de Abraão.Dizer que os Dez Mandamentos devem ser observados unicamente pelos judeus, ainda carece delógica! Pois como não sou judeu, quer dizer que os Judeus não podem matar, mas eu posso. Elesnão podem roubar, adulterar, mentir, estuprar, cobiçar, blasfemar contra Deus, adorar outrosdeuses, mas eu posso, pois não sou judeu!É, portanto, completamente ilógica a afirmação de que os mandamentos são somente para osJudeus/Israelitas.O apóstolo Paulo fala sobre a maldição da lei. A lei é uma maldição? Não! Pois ele mesmo o diz:I Timóteo 1:8 ―Sabemos que a lei é boa, se alguém a usa de maneira adequada.9 Também sabemos que ela não é feita para os justos, mas para os transgressores e insubordinados,para os ímpios e pecadores, para os profanos e irreverentes, para os que matam pai e mãe, para oshomicidas,
  28. 28. 10 para os que praticam imoralidade sexual e os homossexuais, para os seqüestradores, para osmentirosos e os que juram falsamente; e para todo aquele que se opõe à sã doutrina.11 Essa sã doutrina se vê no glorioso evangelho que me foi confiado, o evangelho do Deus bendito.” Ora, se a lei é boa, como pode ser também uma maldição, e não ser para os Justos?Meu amigo, pare um pouco. Respire. Ore a Deus pedindo sabedoria. Pois quase todo mundo não ésábio o suficiente para entender o que Paulo quer dizer com estas palavras aparentementecontroversas.O apóstolo Pedro dá a você, agora mesmo, uma dica especial:II Pedro 3:15 “Tenham em mente que a paciência de nosso Senhor significa salvação, como também onosso amado irmão Paulo lhes escreveu, com a sabedoria que Deus lhe deu.16 Ele escreve da mesma forma em todas as suas cartas, falando nelas destes assuntos. Suas cartascontêm algumas coisas difíceis de entender, as quais os ignorantes e instáveis torcem, comotambém o fazem com as demais Escrituras, para a própria destruição deles.”A lei é para os homicidas, adúlteros, etc., no sentido de que ao cometer um pecado, estou sob amaldição da lei, pois se a quebro, meu salário é a morte (Romanos 6:23).Portanto, Maldição da lei = Pena de Morte por ter quebrado a lei. “Também sabemos que ela não é feita para os justos...” verso 9:Estar debaixo da lei significa que eu cometi pecado contra o Legislador, o Senhor Deus, e portanto,não sou mais justo e a lei me declara culpado.Paulo quer dizer com estas palavras que o justo não é acusado pela lei e sua morte não é requerida,pois não cometeu pecado. Portanto, neste sentido, a lei não é para os justos.Assim, devo manter-me ACIMA da lei, ou seja: com os meus pecados perdoados por Jesus, sou novamente visto como JUSTO perante os olhos do Senhor Deus, e, portanto, não estou sob a maldição da lei = pena de morte.Leia novamente os últimos dez parágrafos, caso não tenha entendido completamente. Depois,continue a leitura, em oração ao Senhor, o qual dará a você, caro leitor, sabedoria para entenderSua Palavra.Mas não está escrito no novo testamento que os mandamentos foram abolidos na cruz?“Na sua carne, desfez a inimizade, isto é, a lei dos mandamentos que consistia em ordenanças, paracriar, em si mesmo, dos dois, um novo homem, fazendo a paz;” Efésios 2:15Esta passagem, muitos usam para dizer que não precisa guardar lei alguma. Usam-na por falta deconhecimento ou falta de sinceridade. Pois claramente o texto afirma que são leis de
  29. 29. ORDENANÇAS que foram abolidas. Por isso, quando Jesus morreu, o véu do Santuário se rasgou decima a baixo (Mateus 27: 51).Deus deu ao povo de Israel, através de Moisés, três tipos de leis: As Leis de Ordenanças, As LeisMorais (os dez mandamentos) e as leis civis.As Leis de Sacrifício/Ordenanças eram temporárias - pois prenunciavam a vinda de Jesus e Suamorte por nós;“O salário do Pecado é a morte” (Romanos 6: 23).Mas, como Deus é amor e quer nos salvar da morte, instituiu o seguinte: Ao pecar, o homemdeveria pegar um cordeiro sem manchas, confessar seus pecados diante dele e então o sacrificar.Tal cordeiro é símbolo de Jesus que veio morrer por nossos pecados.Toda esta lei - de ordenanças - era válida até Jesus. Daí em diante, nenhum cordeirinho precisavamorrer, pois o Cordeiro de Deus já havia sido sacrificado pela humanidade.Mas os Dez Mandamentos da lei de Deus são eternos, como Jesus o disse em: Mateus 5: 17,18 “Não cuideis que vim destruir a lei ou os profetas: não vim revogar, mas cumprir.Porque, em verdade vos digo que, até que o céu e a terra passem, nem um jota ou um til se omitirá da lei, sem que tudo seja cumprido.”A afirmação na qual Jesus disse que não veio abolir a lei ou os profetas, mas cumprir, quebra porcompleto a afirmação de alguns de que a lei foi por Cristo abolida.Jesus disse ainda que os Maiores mandamentos são Amar a Deus sobre todas as coisas e aopróximo como a ti mesmo. Isso é apenas o resumo dos Dez mandamentos! Afinal, você ama a seupróximo e mata, rouba, adultera? Claro que não! Isso não é amor ao Próximo. Você ama a Deus etoma o Nome dEle em vão? Tem outros deuses além dEle? Claro que não.Jesus Disse: “Se me amais, guardareis os meus mandamentos.” João 14: 15I S.João 2:4 ―Aquele que diz: Eu conheço-o, e não guarda os seus mandamentos, é mentiroso, enele não está a verdade.‖Lembre-se de que Jesus afirmou ser o Caminho a Verdade e a Vida (João 14:6). Assim, o texto acimaestá afirmar o seguinte: “Se alguém diz que conhece a Jesus, e não guarda os Seus mandamentos, émentiroso e nele não está Jesus!”Sim, vivemos na Graça. Mas por isso não devemos guardar a lei?Romanos 3:31 “anulamos, pois, a lei pela fé? Não, de maneira nenhuma! Antes, confirmamos a lei.”Afinal, “a fé sem obras é morta.” Tiago 2:26
  30. 30. Não podemos nos esquecer de algo muito relevante: Jesus não veio para nos dar liberdadepara pecar, mas para nos livrar de pecar! Leia novamente.Vê a diferença?Pois se Jesus veio para nos dar liberdade para pecar, quer dizer que posso matar livremente! Possoroubar o dinheiro da igreja, estuprar, adulterar, mentir, etc.É isso o que Jesus veio fazer? Claro que não. Ele mesmo dizia aos que por Ele eram perdoados ospecados:João 5:14 ―Mais tarde Jesus o encontrou no templo e lhe disse: "Olhe, você está curado. Não volte apecar, para que algo pior não lhe aconteça".João 8:11 "Ninguém, Senhor", disse ela. Declarou Jesus: "Eu também não a condeno. Agora vá eabandone sua vida de pecado".Mateus 5:48 “Portanto, sejam perfeitos como perfeito é o Pai celestial de vocês".Qual é a aliança que Jesus estabeleceu conosco na cruz?Paulo sabia claramente qual era esta nova aliança."Esta é a aliança que farei com a comunidade de Israel depois daqueles dias", declara o Senhor. "Poreiminhas leis em suas mentes e as escreverei em seus corações. Serei o Deus deles, e eles serão omeu povo.‖ Hebreus 8:10―Por essa razão, Cristo é o mediador de uma nova aliança para que os que são chamados recebam apromessa da herança eterna...” Hebreus 9:15Israel rejeitou a nova aliança a qual Jesus veio estabelecer com eles. Aliança esta que foi efetuadapara com os que são chamados sejam eles judeus ou gentios (de qualquer outra nação).―Deus é Deus apenas dos judeus? Ele não é também o Deus dos gentios? Sim, dos gentios também,”Romanos 3:29 “Não há diferença entre judeus e gentios, pois o mesmo Senhor é Senhor de todos e abençoa ricamentetodos os que o invocam,” Romanos 10:12Portanto, esta nova aliança – a lei de Deus escrita em nossos corações – é feita entre Deus e osJudeus, os Gentios e todos os que O invocam, não importando sua nacionalidade, raça ou cor.Se Jesus estabelece esta nova aliança nos corações dos que o invocam, que é a SUA LEI, comopodemos desobedecer a lei do Senhor?―Porque não são os que ouvem a Lei que são justos aos olhos de Deus; mas os que obedecem à lei, estes serão declarados justos.” Romanos 2:13
  31. 31. Assim, se realmente aceitamos a salvação em Cristo Jesus, que é unicamente mediante a fé,manifestaremos as obras da salvação, pois como está escrito, a fé sem obras é morta. Não obedecemos às leis para sermos salvos, mas porque fomos salvos.Tão importante é guardar a Lei dos dez mandamentos, assim manifestando as obras da fé emnossas vidas, que está escrito:Mateus 5:16 ―Assim brilhe a luz de vocês diante dos homens, para que vejam as suas boas obras eglorifiquem ao Pai de vocês, que está nos céus.”João 3:19 ―Este é o julgamento: a luz veio ao mundo, mas os homens amaram as trevas, e não a luz,porque as suas obras eram más.”João 3:21 ―Mas quem pratica a verdade vem para a luz, para que se veja claramente que as suas obrassão realizadas por intermédio de Deus.”João 14:12 ―Digo-lhes a verdade: Aquele que crê em mim fará também as obras que tenho realizado.Fará coisas ainda maiores do que estas, porque eu estou indo para o Pai.”II Coríntios 5:10 ―Pois todos nós devemos comparecer perante o tribunal de Cristo, para quecada um receba de acordo com as obras praticadas por meio do corpo, quer sejam boas quersejam más.‖O que estes textos nos dizem é que se temos fé em Jesus, faremos boas obras, como Ele nosensinou e deu exemplo. Pois, seremos julgados pelas nossas obras, no dia do Juízo.Tirar o pecado do Mundo... que significa isso?Mas Jesus não tirou os pecados do mundo?“No dia seguinte João viu Jesus aproximando-se e disse: "Vejam! É o Cordeiro de Deus, que tira opecado do mundo!” João 1:29“Ele é a propiciação pelos nossos pecados, e não somente pelos nossos, mas também pelos pecados detodo o mundo.” I João 2:2A afirmação acima, de que Jesus tira o pecado do mundo é mal compreendida pela maioria cristã.Nós temos pecados, sim ou não?―Se confessarmos os nossos pecados, ele é fiel e justo para perdoar os nossospecados e nos purificar de toda injustiça. Se afirmarmos que não temos cometidopecado, fazemos de Deus um mentiroso, e a sua palavra não está em nós.” I João1: 9 e 10
  32. 32. Portanto TODOS têm pecados.O Texto abaixo esclarece alguma dúvida pendente:“Meus filhinhos, escrevo-lhes estas coisas para que vocês não pequem. Se, porém, alguém pecar, temosum intercessor junto ao Pai, Jesus Cristo, o Justo”. I João 2:1Obedecendo rigorosamente o significado do texto acima, posso descrevê-lo de forma mais clara:“Meus filhinhos, escrevo-lhes estas coisas para que vocês não quebrem a lei. Se porém, alguémquebrar a lei, temos um intercessor junto ao Pai, Jesus Cristo, o Justo.” I João 2:1Afinal, você se lembra: “Todo aquele que pratica o pecado transgride a Lei; de fato, o pecado é atransgressão da Lei.” I João 3:4Ou seja: Jesus é o Cordeiro que tira o pecado do mundo. Mas, este pecado só é tirado se eu mearrependo do pecado, o confesso. Desde então, com meu pecado perdoado, devo seguir suaordem: Vá e não peques mais. O que quer dizer:VÁ E NÃO QUEBRE MAIS A LEI DOS DEZ MANDAMENTOS.Sabendo que nós, seres humanos, somos falhos e propensos ao pecado desde que nascemos – poissomos filhos de pais pecadores e herdamos a tendência a pecar, como diz o Salmista: “Sei que soupecador desde que nasci, sim, desde que me concebeu minha mãe.” Salmos 51:5 – Deus sabe que vocêe eu não somos capazes de não pecar. Por isso Jesus morreu por nós. Pois no que fomosdesobedientes, Cristo foi obediente por nós.Se quebrarmos quaisquer dos mandamentos, podemos reclamar os méritos de Jesus para quenossos pecados sejam perdoados.Provérbios 10:8 “Os sábios de coração aceitam mandamentos,mas a boca do insensato o leva à ruína.”
  33. 33. Os Dez Mandamentos da Lei de DeusI "Não terás outros deuses além de mim.II "Não farás para ti nenhum ídolo, nenhuma imagem de qualquer coisa no céu, naterra, ou nas águas debaixo da terra. Não te prostrarás diante deles nem lhesprestarás culto, porque eu, o Senhor teu Deus, sou Deus zeloso, que castigo os filhospelos pecados de seus pais até a terceira e quarta geração daqueles que medesprezam, mas trato com bondade até mil gerações aos que me amam e guardamos meus mandamentos.III "Não tomarás em vão o nome do Senhor teu Deus, pois o Senhor não deixaráimpune quem tomar o seu nome em vão.IV"Lembra-te do dia de sábado, para santificá-lo. Trabalharás seis dias e neles farástodos os teus trabalhos, mas o sétimo dia é o sábado dedicado ao Senhor teu Deus.Nesse dia não farás trabalho algum, nem tu, nem teus filhos ou filhas, nem teusservos ou servas, nem teus animais, nem os estrangeiros que morarem em tuascidades. Pois em seis dias o Senhor fez os céus e a terra, o mar e tudo o que nelesexiste, mas no sétimo dia descansou. Portanto, o Senhor abençoou o sétimo dia e osantificou.V "Honra teu pai e tua mãe, a fim de que tenhas vida longa na terra que o Senhor teuDeus te dá.VI "Não matarás.VII "Não adulterarás.VIII "Não furtarás.IX "Não darás falso testemunho contra o teu próximo.X "Não cobiçarás a casa do teu próximo. Não cobiçarás a mulher do teu próximo,nem seus servos ou servas, nem seu boi ou jumento, nem coisa alguma que lhepertença". Êxodo 20: 3 a 17
  34. 34. Capítulo 6A Fé e as ObrasAté agora, aprendemos através do que O Senhor Deus nos diz na Bíblia, que a fé nos leva àobediência, a qual é fruto da salvação. Acalme-se! Vamos deixar mais claro:  A Salvação é unicamente pela Fé, Certo?! Correto.―Porque pela graça sois salvos, por meio da fé; e isto não vem de vós, é dom de Deus;” Efésios 2: 8  E que fé é esta? Uma fé sem obras?Afinal, “a fé sem obras é morta.” Tiago 2:26  Uma Fé morta, ou seja, sem obras, conduz à Salvação?―Você crê que existe um só Deus? Muito bem! Até mesmo os demônios crêem — e tremem!Insensato! Quer certificar-se de que a fé sem obras é inútil? Não foi Abraão, nosso antepassado, justificado por obras, quando ofereceu seu filho Isaque sobre oaltar?Você pode ver que tanto a fé como as suas obras estavam atuando juntas, e a fé foi aperfeiçoada pelasobras. Cumpriu-se assim a Escritura que diz: "Abraão creu em Deus, e isso lhe foi creditado como justiça", eele foi chamado amigo de Deus.Vejam que uma pessoa é justificada por obras, e não apenas pela fé. Caso semelhante é o de Raabe, a prostituta: não foi ela justificada pelas obras, quando acolheu os espiase os fez sair por outro caminho?Assim como o corpo sem espírito está morto, também a fé sem obras está morta.‖ Tiago 2:19 a 26Dizer: Aleluia! Glória! Amém! A Paz do Senhor! O Sangue de Jesus tem poder! Etc., é no mínimoindicativo de que há conhecimento sobre Deus.Ora, os demônios crêem e tremem!(verso 29) E isso lhes garantiu a salvação? Não mesmo.A fé é dom de Deus, portanto, nos é concedida por Deus.O Senhor nos concede uma fé viva, a qual manifesta obediência aos mandamentos de Deus, ouseja, nos livra de pecar (lembre-se da definição que Deus dá ao pecado: pecado = Transgressão daLei).
  35. 35. Há uma aparente controvérsia aqui?A salvação é pelas Obras ou pela Fé?Todo o problema é que, muitos judeus, assim como alguns gentios, acreditavam que se elespudessem ser completamente obedientes a Deus, seriam salvos por seus próprios méritos. Comoque Deus lhes dissesse: “Vocês foram obedientes e por tal proceder serão salvos!”Paulo então esclarece que nossas obras são INÚTEIS para salvar-nos. Somente pela graça, pela fé deJesus somos salvos.Então, começou um novo problema: As pessoas de sua época passaram a declarar que poderiamviver do jeito que bem entendessem, pois não seriam salvas por suas obras. Por sua vez começarama pecar abertamente.Tiago vê a problemática e o Santo Espírito de Deus o inspira a esclarecer que o fato de não sermossalvos pelas nossas obras não significa que seremos salvos independentemente do que fazemos.Esclarece que se fomos salvos pela graça de Cristo, seremos obedientes à Ele.O Apóstolo Paulo, referindo-se ao âmbito DIVINO, afirma que a salvação, a justificação é pela Fé.Tiago então completa o assunto, referindo-se ao âmbito HUMANO, explicando que a verdadeira féé acompanhada pelas obras, portanto, somos justificados pelas obras. Obras da Fé.Explicação de Paulo, que é na esfera DIVINA:Não importa o que você ou eu façamos, somos culpados pelos pecados que cometemos emerecemos a morte. Mesmo que eu oferecesse minha vida em resgate de outra pessoa, mesmoque doasse tudo o que tenho aos necessitados e vivesse uma vida de humilhação e serviço: Minhapena ainda seria a morte.Foi Deus quem deu o primeiro passo para salvar-nos. Foi Ele quem nos amou com amor eterno eexecutou a AÇÃO de enviar seu Filho Jesus para morrer em nosso lugar.Isso significa que não importa o quão boas sejam as nossas obras: Somente poderei ser Justificadopelo que Deus fez por mim. Pela Fé. Não por minhas Obras.Estar Justificado significa ser novamente JUSTO aos olhos de Deus e livre de pecado.A partir de então, entra a explicação de Tiago sobre a justificação pela fé:Deus nos concede a Fé de Jesus, a qual resulta em salvação do pecado e da morte. Esta fé é asoma de acreditar, confiar e esperar + Obras da fé.Tiago diz ainda que Abraão foi justificado pelas obras. Como assim?Abraão primeiramente acreditou no que Deus lhe disse: que faria de sua descendência umagrande nação.
  36. 36. Deus lhe mandou sair da terra de seus pais. Abraão então confiou que o Senhor seria capaz deprotegê-lo em sua jornada a uma terra desconhecida.Ele ainda esperou no Senhor, visto que caminhou por terras estranhas, sem receber a posse daterra prometida, e, ainda, quando aguardou anos pela promessa de que Sara, sua mulher estéril,engravidaria e lhe daria um filho varão, o filho da promessa.Onde estão as obras no que Abraão fez?Se você ainda não as viu, é porque não prestou atenção. Mas vou te ajudar:  Deus falou com Abraão e lhe deu uma Ordem: Saia da terra de teus pais.  O que ele fez? Qual foi sua ação, obras?Abraão saiu da terra de seus pais, com seus servos e servas, com sua esposa e animais, rumo a umlugar desconhecido.Uma fé que produz a Salvação, portanto a verdadeira fé, é: Crer em Deus + Obedecer-lhe os mandamentos!Houvesse Abraão crido em Deus, mas não lhe obedecido, seria como os demônios. Pois estes crêemmais que você e eu em Deus, pois você viu Deus face a face? Já esteve no céu? Os demônios sim.Mas não obedeceram ao Senhor e colheram o fruto da desobediência, do pecado, da quebra da Leide Deus.Se assim fosse, Abraão não teria sido salvo, as promessas do Senhor não se cumpririam em sua vidae Deus procuraria outro homem que lhe obedecesse. Resumindo tudo isso: O mesmo Senhor que inspirou a Paulo e a Tiago nos explica que nossas obras, sem a fé, são inúteis para sermos justificados (livres de culpa) perante Deus. Então, se eu aceito a Fé em Jesus, mas não manifesto esta fé nas Obras, se esta fé não me leva a obedecer a Deus e Seus Mandamentos, então é uma fé morta e não produziu a salvação.Agora sim. Ficou claro.A princípio foi um pouco difícil de entender, pois de fato os escritos de Paulo são um pouco difíceisde entender. Como o apóstolo Pedro mesmo o disse em II Pedro 3: 16. Ainda porque muitosdistorcem o que ele escreveu.
  37. 37. O Homem Rico e a Ilha ParaísoCerto homem rico e generoso, havia comprado uma ilha, distante de tudo. Nesta ilha, ele construiumuitas moradias e investiu muito dinheiro para que tudo fosse perfeito, visto que todos os outroslugares do planeta estavam corrompidos por doenças, mortes, dor, lascívia, etc. Nesta ilha, todospoderiam viver eternamente livres do pecado e suas conseqüências.Este homem, então, passou a distribuir, gratuitamente, passagens de avião para esta ilha, a qual éacessível somente pelos aviões que pertencem ao dono da ilha.Judas, enquanto vivia sua vida comum, foi encontrado pelo homem rico e generoso, o qual lhe deugratuitamente uma passagem para esta ilha maravilhosa.Judas, confuso a princípio, pergunta:Mas, esta passagem é de graça? Não preciso fazer algo para recebê-la? Preciso pagar algo paraestar eternamente nesta ilha?O Homem rico, por sua vez, responde-lhe:Todo o preço da passagem e de sua estadia permanente na ilha, chamada paraíso, já foi pago pormim.Você não precisa fazer nada para receber esta passagem, senão aceitar.Judas pergunta ainda:Porque você me deu esta passagem e fez todas estas coisas por mim?Ao que o Homem rico responde:Porque esta é a minha vontade. E falando em minha vontade...Havendo dito muitas outras coisas e instruído a Judas quanto à sua vontade (a do homem rico),disse-lhe que o dia e hora da partida do avião seria uma surpresa.Judas então, com a passagem para o paraíso nas mãos, a qual conseguiu de GRAÇA, vive a sua vidacomum. Não manifesta boas obras, mas, antes, mergulha no mundo das drogas, mata, rouba,mente para todos. Anda armado, pois é um assassino. Judas viveu anos e mais anos fazendo suaspróprias vontades, e não as do homem rico.Chega, finalmente, o dia glorioso da partida do avião. Muitos anos já haviam passado desde o diaem que Judas recebeu a passagem.Ele então se lembra do que o dono da ilha lhe havia dito sobre a vida neste lugar, chamado paraíso.Dirige-se ao aeroporto, do jeito que estava, roupas fedidas de drogas, com a imundícia de suaprostituição. Carrega em sua cintura uma arma de fogo.
  38. 38. No aeroporto, antes mesmo de se identificar como convidado para viver na ilha, os segurançassaltam sobre ele e o imobilizam.Judas, apavorado e indignado, exclama:Vocês não podem fazer isso comigo! Sou convidado do dono da Ilha e deste aeroporto! Recebi estapassagem aérea de graça das mãos do dono do paraíso!O homem rico se aproxima. Sério e firme em suas palavras, afirma:Judas! Homem mau, ingrato e cruel.De fato dei a você a passagem de graça. Não precisou fazer nada para recebê-la. Te aceitei do jeitoque você estava, mas não para que permanecesse do mesmo modo.Acaso não se lembra de quando lhe disse sobre minha vontade?Quero que as pessoas que habitam a ilha sejam eternamente felizes! Mas isso não será possível seeu permitir que pessoas que mentem, roubam, adulteram e matam, dentre outras coisas que eudetesto, entrem na ilha!Este lugar é chamado paraíso, pois existe uma LEI universal a qual todos obedecem. Esta leiestabelece a ordem, sem a qual é impossível haver felicidade plena.O mundo se esqueceu desta lei, e por isso está condenado à morte.Todo este tempo desde o dia em que recebeu de minhas mãos a passagem aérea, até este dia dapartida do avião, foi por mim concedido a você, para que aprendesse a viver conforme as regras dailha, conforme a minha vontade! Mas você só fez a sua vontade!Sua vontade é corrompida pelo pecado, e te leva à morte! Por isso lhe ensinei sobre minha vontade!Irredutível, então, o homem rico dá a ordem aos seguranças:Lancem Judas para fora daqui! Nas trevas exteriores. Ali haveráangústia, choro e ranger de dentes!Tudo o que acima está escrito, é fruto da compreensão do que o Senhor Jesus por várias vezesensinou.Sobretudo em Mateus 22: 1 a 14.Esta parábola, por Jesus proferida, nos ensina preciosas verdades: 1. Todos são chamados para a salvação, a segunda vinda de Jesus, (a festa do casamento de seu filho) como estão. Não importa o quão pecadores são. Todos recebem de graça o “bilhete” para a salvação.
  39. 39. 2. Receber o “bilhete” da salvação, ou seja, entrar na festa, ou no aeroporto, não quer dizer que posso decolar para o paraíso! Pois ninguém sem as vestes brancas, da justiça de Cristo entrará no céu!Note que as vestes brancas são o símbolo de um caráter puro e transformado pela graça de Jesus,através do processo de Santificação.Após aceitarmos a salvação de graça, passamos pelo processo de SANTIFICAÇÃO!O processo de santificação significa abandonar todo o pecado que está arraigado em nossocoração. Significa sermos gradualmente purificados de todo o mal para sermos santos! (Lembre-se:Ser santo significa ser separado para Deus!)Abandonarmos o pecado e termos nosso caráter transformado, que é a santificação, é importante?“Segui a paz com todos, e a santificação, sem a qual ninguém verá o Senhor”.Hebreus 12:14. Assim, prezado leitor, escolha hoje não só receber de graça a salvação que Jesus te concede, mas também permanecer nesta salvação, sesantificando, se separando para Deus dia a dia. Manifestando as obras da fé. Vivendo segundo a vontade do Senhor, obedecendo-LHE os mandamentos, para que sua entrada no céu não seja negada.No espaço de tempo, desde o momento em que aceitamos a Jesus como nosso Senhor e Salvador,até a morte ou a volta de Jesus a esta terra, somos chamados para viver uma vida sem pecados –sem quebrar a lei dos Dez Mandamentos de Deus. Mas, se quebrarmos a lei, temos um intercessorjunto ao Pai, Jesus Cristo, que nos purifica da culpa da quebra da lei, e nos dá nova oportunidadepara não mais pecar. Esse é um processo diário. Abandonar o pecado dia a dia. Isso é Santificação.
  40. 40. Capítulo 7A Fé e o elo perdidoAo decorrer de séculos de história, a humanidade tem demonstrado a facilidade com que detalhes,fatos e verdades são esquecidas ou tão somente deixadas de lado por não mais seremconvenientes.Para ser mais prático, não é necessário o decorrer de séculos para que algo importante ourelevante para nossos dias seja esquecido.Pode ser que tenhamos esquecido uma verdade de tamanha importância que será fatordeterminante sobre verdadeira adoração a Deus, O Senhor?Vamos por partes.O livro de Apocalipse geralmente é associado a mortes, destruições épicas e catastróficas. Por quê?A resposta é simples: Falta de conhecimento!Isso mesmo!Pois o significado da palavra apocalipse é revelação.Não é por nada que o livro começa com as palavras: “Revelação de Jesus Cristo, que Deus lhe deupara mostrar aos seus servos o que em breve há de acontecer...” Apocalipse 1:1.Ao contrário do que se pensa, o livro da Revelação de Jesus Cristo, o Apocalipse escrito peloApóstolo João, mostra todo o cuidado que Jesus, O Senhor, tem com seu povo peculiar.Este livro especial ainda trata de diversos assuntos antes mencionados na Bíblia. É como umresumo da história real da humanidade, desde a guerra no céu (como descrito no cap. 3.1) até o diaem que nosso planeta será purificado de toda corrupção e recriado perfeito.Apocalipse 21:1 ―Então vi um novo céu e uma nova terra, pois o primeiro céu e a primeira terra tinhampassado; e o mar já não existia.2 Vi a cidade santa, a nova Jerusalém, que descia do céu, da parte de Deus, preparada como uma noivaadornada para o seu marido.3 Ouvi uma forte voz que vinha do trono e dizia: "Agora o tabernáculo de Deus está com os homens,com os quais ele viverá. Eles serão os seus povos; o próprio Deus estará com eles e será o seu Deus.4 Ele enxugará dos seus olhos toda lágrima. Não haverá mais morte, nem tristeza, nem choro, nem dor,pois a antiga ordem já passou".
  41. 41. 5 Aquele que estava assentado no trono disse: "Estou fazendo novas todas as coisas! " E acrescentou:"Escreva isto, pois estas palavras são verdadeiras e dignas de confiança".6 Disse-me ainda: "Está feito. Eu sou o Alfa e o Ômega, o Princípio e o Fim. A quem tiver sede, dareide beber gratuitamente da fonte da água da vida.7 O vencedor herdará tudo isto, e eu serei seu Deus e ele será meu filho.8 Mas os covardes, os incrédulos, os depravados, os assassinos, os que cometem imoralidade sexual, osque praticam feitiçaria, os idólatras e todos os mentirosos — o lugar deles será no lago de fogo que ardecom enxofre. Esta é a segunda morte".‖Apocalipse 22:6 O anjo me disse: "Estas palavras são dignas de confiança e verdadeiras. O Senhor, oDeus dos espíritos dos profetas, enviou o seu anjo para mostrar aos seus servos as coisas que em brevehão de acontecer".7 "Eis que venho em breve! Feliz é aquele que guarda as palavras da profecia deste livro".Ora, sendo o livro uma revelação, não de homens, mas de Jesus Cristo, O Senhor, para toda ahumanidade, por certo são palavras dignas de confiança e de suma importância.Muitos têm medo de ler e estudar o livro de apocalipse por o julgarem por demasiado complicadoou assustador! Nada mais distante da verdade.Como o próprio título do livro indica, trata-se de uma revelação, e não de algo incompreensível.Por se tratar de um livro de linguagem profética, no entanto, é necessário ter maior atenção ao seuconteúdo para poder compreendê-lo corretamente.Este livro foi escrito utilizando-se de símbolos para que somente aqueles que busquem a fonte desabedoria, através do Espírito Santo de Deus, possam ter-lhes revelados a mensagem especial deJesus.Tiago 1:5 ―Ora, se algum de vós tem falta de sabedoria, peça-a a Deus, que a todos dá liberalmente enão censura, e ser-lhe-á dada.”A AdoraçãoO capítulo 21, no verso 8 de Apocalipse, diz que “os covardes, os incrédulos, os depravados, osassassinos, os que cometem imoralidade sexual, os que praticam feitiçaria, os idólatras e todos osmentirosos — o lugar deles será no lago de fogo que arde com enxofre. Esta é a segunda morte".Os ímpios – os que cometem impiedade, pecados; os que não se arrependeram e não entregaram asua vida ao Senhor – serão achados envoltos em uma falsa adoração.Quanto aos servos do Altíssimo, serão separados para uma nova vida.
  42. 42. Apocalipse 7:1 ―Depois disso vi quatro anjos de pé nos quatro cantos da terra, retendo os quatroventos, para impedir que qualquer vento soprasse na terra, no mar ou em qualquer árvore.2 Então vi outro anjo subindo do Oriente, tendo o selo do Deus vivo. Ele bradou em alta voz aosquatro anjos a quem havia sido dado poder para danificar a terra e o mar:3 "Não danifiquem nem a terra, nem o mar nem as árvores, até que selemos as testas dos servos donosso Deus".‖Quatro anjos são mencionados a estar segurando os ventos nos quatro cantos da terra. Lembre-seque se trata de linguagem profética, ou seja, em símbolos.A própria Bíblia nos fornece o significado dos símbolos proféticos:Animal = Rei ou Reino - Daniel 7:17, 17 e 23Água = Povos - Apocalipse 17:151 Dia = 1 ano - Ezequiel 4:6 e 7. Números 14:34Dragão = Diabo - Apocalipse 12:9Cordeiro = Jesus Cristo - João 1:29Cauda = Falso Profeta - Isaías 9:15 Ventos =Guerras - Jeremias 51:1-5Tempos = Anos - Daniel 11:13Chifres = Poder, Rei ou Reino - Apocalipse 17:12. Daniel 8:21 e 22/ 7:14Mulher = Igreja - Efésios 5:23 e 32Estrelas = Mensageiros - Apocalipse 12:4 (anjos) Daniel 12:3 (pregadores)Apocalipse = Revelação - Apocalipse 1:1Árvore = Rei ou Reino – Daniel 4:20, 21.Os quatro anjos de Apocalipse 7 estão a segurar os ventos, ou seja, estão a impedir que nossa terraseja totalmente destruída por guerras.É inquestionável o fato de a humanidade ter poder para destruir o planeta hoje. Uma guerranuclear seria fulminante.Esta é a função dos anjos que estão nos quatro cantos da terra, e, como a terra obviamente não équadrada, significa que estão nos quatro pontos cardeais: no Norte, Sul, Leste e Oeste – com tallinguagem o profeta transmite-nos a informação de que guerras que destruiriam o planeta estão aser retidas por todo o globo.Assim, vamos interpretar o que Apocalipse 7 está dizendo:Verso 1: “Vi que os anjos do Senhor estavam, por todo planeta, a impedir que guerras destruam aterra, os povos e reis ou reinos.”No verso 2 e 3, um quinto anjo é mencionado. E faz uma proclamação: Não deixem as guerrasdestruírem a terra, os povos ou reis e reinos, até que SELEMOS as testas dos servos do nosso Deus.
  43. 43. Podemos, então, concluir o seguinte: 1. O planeta não será assolado por guerras capazes de dizimar a vida até certo evento: Serem selados os servos de Deus. 2. O fato de que após serem selados os servos de Deus os quatro anjos irão soltar os quatro ventos (v.3), não quer dizer que Deus permitirá que o planeta finde em guerras embora elas causem algum estrago. 3. Os servos de Deus receberão um SELO especial que lhes identifica como verdadeiros Adoradores de Deus.Aumento de Fome, Guerra, a Crise Ambiental, a Crise Moral, Tragédias! Tudo isso é um grandeAlerta sobre a iminente volta de Jesus. Mas, antes, virá um conflito. O GRANDE CONFLITO ocorreráem seu coração...Em Apocalipse 14 nos é feito um convite para “adorar O Criador” (v.7) e para NÃO “adorar a bestae receber a sua marca” (v.9). O conflito final é sobre Adoração.Adorar a Deus e receber o Seu sinal:Apocalipse 7:3 “Dizendo: Não danifiqueis nem terra, nem o mar, nem as árvores, até selarmos na fronteos servos do nosso Deus.”Ou adorar a besta e receber o seu sinal.Com certeza você quer receber o Sinal de Deus. Que sinal é este? Como identificá-lo?Dois sinais/selos/marcas são mencionados. Neste capítulo, vamos identificá-los para que vocêracionalmente possa renunciar ao selo da besta e receber o selo de Deus.Os Verdadeiros adoradores de Deus receberão uma marca/selo/sinal que lhes distingui de todosoutros.Ora, se para receber o selo do Deus Vivo devo adorá-lo, eis aí o requisito para ter tal selo: Adorá-lo!Não é óbvio?!Desde Gênesis até o livro de Apocalipse, Deus deixou inúmeros textos que ensinam o ser humano aadorar ao seu Criador.Entretanto, é comum ouvir pessoas que dizem nos púlpitos que podemos adorar ou manifestar-nosao Senhor como quisermos! = Grande Mentira!Como seres inteligentes que somos, você e eu, vamos recorrer à sabedoria Divina (vamos orar) paraque sejamos capazes de aprender sobre a verdadeira Adoração ao Senhor nas páginas seguintes.Ore comigo: Senhor,
  44. 44. Capacite-me a aprender completamente como o Senhor deve ser adorado, pois quero saber qual é oSelo de Deus para que possa recebê-lo. Amém.O Selo de DeusNos tempos antigos, quando um rei escrevia uma carta ou lei, esta necessitava ser autenticada como selo real para que todos saibam quem é o autor. Derramava-se vela derretida sobre a carta emarcava-a com o selo real.O selo real continha comumente três vitais informações: 1. O Nome; 2. Seu Cargo, função; 3. Seu território.Por exemplo: Nabucodonosor, Rei da Babilônia.Deste modo Deus selará os Seus verdadeiros adoradores para que estes sejam salvos, e, Satanásselará os seus para que seus adoradores recebam o castigo da morte eterna com ele.Apocalipse 14:9 ―Um terceiro anjo os seguiu, dizendo em alta voz: "Se alguém adorar a besta e a suaimagem e receber a sua marca na testa ou na mão,10 também beberá do vinho do furor de Deus que foi derramado sem mistura no cálice da sua ira. Seráainda atormentado com enxofre ardente na presença dos santos anjos e do Cordeiro”.Segundo a Bíblia, não haverá meio termo ou nova oportunidade. Todo aquele que não receber oSelo do Deus Vivo receberá o selo da besta. Não é mencionado um outro tipo de selo, mas émencionado a recompensa de cada um que será segundo as suas obras:Romanos 2:6 Deus "retribuirá a cada um conforme o seu procedimento".7 Ele dará vida eterna aos que, persistindo em fazer o bem, buscam glória, honra e imortalidade.8 Mas haverá ira e indignação para os que são egoístas, que rejeitam a verdade e seguem ainjustiça.9 Haverá tribulação e angústia para todo ser humano que pratica o mal: primeiro para o judeu, depoispara o grego;10 mas glória, honra e paz para todo o que pratica o bem: primeiro para o judeu, depois para o grego.11 Pois em Deus não há parcialidade.
  45. 45. Há os que acreditam que o selo da besta é um chip que será implantado na mão ou a identidadeúnica que está para ser implantada no Brasil e em outros países.Veremos que estes estão absolutamente enganados. Os Selos estão relacionados a como você oueu adoramos e a quem adoramos.Para sabermos claramente qual é o selo da besta, para não recebê-lo, basta saber qual o selo deDeus.Mas, afinal, qual é o selo de Deus?(lembre-se do detalhe sobre o estudo da Bíblia: “Pois é preceito sobre preceito, preceito sobrepreceito; regra sobre regra, regra sobre regra; um pouco aqui, um pouco ali.” Isaías 28:10)Isaías 8:16 ―Guarde o mandamento com cuidado e sele a lei entre os meus discípulos.”Note que o texto bíblico acima diz que devemos guardar os mandamentos do Senhor com cuidadoe que a lei deve ser selada entre os discípulos de Deus.Estará o selo na lei?Dentre os Dez Mandamentos de Deus, a única lei eterna que O Senhor nos concedeu, existe algummandamento que seja um selo – que tenha O Nome, Cargo ou Função e Território de Deus?O único mandamento que possui OS TRÊS requisitos de um selo é o quarto mandamento.Isso mesmo! O do Sábado:IV"Lembra-te do dia de sábado, para santificá-lo. Trabalharás seis dias e neles farástodos os teus trabalhos, mas o sétimo dia é o sábado dedicado ao Senhor teu Deus¹.Nesse dia não farás trabalho algum, nem tu, nem teus filhos ou filhas, nem teusservos ou servas, nem teus animais, nem os estrangeiros que morarem em tuascidades. Pois em seis dias o Senhor fez² os céus e a terra, o mar e tudo o que nelesexiste³, mas no sétimo dia descansou. Portanto, o Senhor abençoou o sétimo dia e osantificou.Portanto temos: 1. O Nome: Senhor Teu Deus 2. A Função: O Senhor fez= Criador 3. Seu território: Céus e terra, o mar e tudo o que neles existe.Será isso assim tão simples?Não se apresse caro leitor, em julgamentos precipitados. Por você ter chegado até aqui, é porque oEspírito Santo de Deus vem trabalhando em Seu coração. Ele trabalha principalmente pela razão.
  46. 46. Romanos 12:1 ―Portanto, irmãos, rogo-lhes pelas misericórdias de Deus que se ofereçam em sacrifíciovivo, santo e agradável a Deus; este é o culto racional de vocês.‖Portanto deixe toda a emoção de lado e comece a analisar com inteligência a mensagem do Senhorpara você. Será o Sábado o Selo do Deus Vivo?Alguns dizem que deve-se guardar o Sábado. Outros o Domingo; ainda há aqueles que dizem:“Todos os dias são de Deus”. Alegam: “A minha consciência diz isto!”. Amigo(a)! CONSCIÊNCIA REQUER CONHECIMENTO!Os chamados Cristãos de hoje, defendem que devemos guardar os mandamentos. Nenhuma igrejaprotestante ou até mesmo Católica ensina que podemos matar, adulterar, furtar, etc.Entretanto, incrivelmente dizem que o sábado é para os judeus!O SÁBADO foi estabelecido muito antes de haver o povo de Israel, como vemos em:Gênesis 2: 2, 3 “E, havendo Deus terminado no dia sétimo a sua obra, que fizera, descansou nesse diade toda a sua obra que tinha feito. E abençoou Deus o dia sétimo e o santificou; porque neledescansou de toda a obra que, como Criador, fizera.”Veja que Deus santificou (separou para Si) este dia, o abençoou e nele descansou. Não queestivesse cansado, mas significa que Deus parou a contemplar toda a obra que fizera e interrompeuSuas atividades.Muito antes dos Dez mandamentos serem dados ao povo de Israel, Abraão guardava o Sábado:Gênesis 26: 5 “Porquanto Abraão obedeceu à minha voz, e guardou o meu mandado, os meuspreceitos, os meus estatutos, e as minhas leis.”Antes de Moisés receber as tábuas da Lei das mãos de Deus, o Sábado já era guardado por Seupovo:Êxodo 16:26-28 “Seis dias o colhereis, mas o sétimo dia é o sábado; nele não haverá. E aconteceu, aosétimo dia, que alguns do povo saíram para colher, mas não o acharam. Então disse o Senhor a Moisés:Até quando recusareis guardar os meus mandamentos e as minhas leis?”Assim se torna evidente que mesmo antes das tábuas da lei serem talhadas, já existia a lei queordenava, no quarto mandamento, a guarda do Sábado. O qual Abraão guardava.Muitos defendem que o próprio Jesus não guardou o Sábado.Isso não é verdade, pois o próprio Jesus afirmou ser o Senhor do Sábado:Mateus 12:8 “Pois o Filho do homem é Senhor do sábado".
  47. 47. Contudo, Fariseus O acusavam quanto à guarda do Sábado. Isso porque inventaram regras quantoa este dia: não podiam caminhar mais que tantos passos ou carregar mais que um lenço, etc.Haviam se tornado legalistas e procuravam a salvação pela guarda da lei – o que já vimos que éimpossível. Guardar a Lei é apenas a conseqüência de ser salvo pela verdadeira fé.Deste modo os Judeus haviam imposto várias regras que tornavam a guarda dos mandamentos,sobretudo o Quarto, o Sábado, um grande peso.Por isso condenavam a Jesus por ter curado neste dia.Jesus então disse que: se salvavam até mesmo um animal, porque não salvariam um ser humano?(Lucas 13:10-17; 14:1-6) Então lhes mostrou que isso não é guardar o Sábado. Pois ELE disse que “élícito fazer o bem aos Sábados” Mateus 12:12.Como aprendemos, no capítulo 5 deste livro, os Mandamentos do Senhor não foram abolidos naCruz. Mas será que só o Sábado foi apagado, ou trocado pelo domingo?Não existe, em toda a Bíblia, qualquer alusão ao que dizem que o sábado foi trocado peloDomingo. Nem sequer ensino na Bíblia que diz que devemos guardar o Domingo porque Jesusneste dia ressuscitou. Pelo contrário! Existem cerca de 80 citações, só no novo testamento, queafirmam que no dia de Sábado, os apóstolos, fiéis e até JESUS, no Sábado, freqüentavam/pregavamnas sinagogas.E mais! Após a morte de Jesus, até Maria guardou o sábado. Assim como todos os apóstolos. Poisa lei dos Dez Mandamentos não foi abolida:Lucas 23:56 “E, voltando elas, prepararam especiarias e ungüentos; e no sábado repousaram, conformeo mandamento.”Atos 17:2 “Segundo o seu costume, Paulo foi à sinagoga e por três sábados discutiu com eles combase nas Escrituras”.Tal é a importância deste mandamento, que este é o SINAL, SELO de Deus em Seu povo:Ezequiel 20:20 ―E santificai os meus sábados, e servirão de sinal entre mim e vós, para que saibais que eu sou o SENHOR vosso Deus.”O Sábado foi por Deus estabelecido para ser um dia especial de ADORAÇÃO ao nosso Criador.Sim. Podemos adorar ao Senhor todos os Dias. Mas o próprio DEUS ordenou desde a Criação queeste seria um dia especial, santo, separado para dedicarmos a ELE.O mesmo Deus nos fez a promessa:
  48. 48. "Se você vigiar seus pés para não profanar o sábado e para não fazer o que bem quiser em meu santodia; se você chamar delícia o sábado e honroso o santo dia do Senhor, e se honrá-lo, deixando de seguirseu próprio caminho, de fazer o que bem quiser e de falar futilidades, então você terá no Senhor a suaalegria, e eu farei com que você cavalgue nos altos da terra e se banqueteie com a herança de Jacó, seupai. Pois é o Senhor quem fala.” Isaías 58:13 e 14 O Senhor ainda nos ensina que mesmo na nova terra, vamos guardar o Sábado!Isaías 66:22 "Assim como os novos céus e a nova terra que vou criar serão duradouros diante de mim",declara o Senhor, "assim serão duradouros os descendentes de vocês e o seu nome.23 De uma lua nova a outra e de um sábado a outro, toda a humanidade virá e se inclinarádiante de mim", diz o Senhor.Deus ainda diz que nos últimos dias da história desta terra Ele teria um povo especial. Este povoreceberá o Selo do Deus vivo pois tem uma característica especial:Apocalipse 14:12 “Aqui está a perseverança dos santos que obedecem aos mandamentos de Deus epermanecem fiéis a Jesus.”Apocalipse 12:17 ―O dragão irou-se contra a mulher e saiu para guerrear contra o restante da suadescendência, os que obedecem aos mandamentos de Deus e se mantêm fiéis ao testemunho deJesus...”Interpretando o texto acima segundo a própria escritura sagrada nos ensina (ver pág. 41):O Diabo irou-se contra a Igreja de Cristo e saiu para guerrear contra o restante da suadescendência, os que obedecem aos mandamentos de Deus e se mantêm fiéis ao testemunho deJesus.Assim façamos um pequeno exercício mediante o que aprendemos nas escrituras sagradas atéagora:  Quais as características do povo de Deus?Guardam os mandamentos de Deus e são fiéis ao testemunho de Jesus. Apocalipse 12:7 e 14:12.  Este povo receberá um selo. Que selo é este?Este selo é o Sábado do Senhor. (Ezequiel 20:20, Isaías 66:22 e 23, Isaías 58: 13 e 14).No capítulo 4 deste livro, foi feita a pergunta: Jesus é o Cabeça de sua igreja?Este é o momento de a respondermos.Ora, se Jesus é o cabeça de sua igreja, quer dizer que sua igreja possui as característicasmencionadas em Apoc. 12:7 e 14:12.Sua igreja ensina que se deve guardar os mandamentos de Deus, inclusive o Sábado?

×