Floresta autóctone

1,030 views

Published on

Em 23 de novembro comemorou-se o Dia da Floresta Autóctone. Uma data de enorme importância que nos alerta para a necessidade imperiosa de olharmos a floresta como um recurso essencial para o ambiente, a economia e bem-estar humano.

Published in: Education
0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total views
1,030
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
638
Actions
Shares
0
Downloads
3
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Floresta autóctone

  1. 1. A 23 de novembro celebra-se, nos países mediterrânicos, o Dia da Floresta Autóctone FLORESTA COMUM Programa de fomento e incentivo à criação de uma floresta autóctone em Portugal Segundo a notícia do semanário Expresso (23.novembro.2013), o programa de ação do projeto Floresta Comum é coordenado pela Quercus1 e envolve o Ministério da Agricultura e do Mar, a Associação Nacional dos Municípios e a Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro (UTAD), tendo como mecenas principal a REN2. A floresta autóctone é composta por árvores originárias da nossa flora e inclui nomeadamente, carvalhos, medronheiros, castanheiros, loureiros, azinheiras ou sobreiros. Com este programa pretende-se criar uma rede de recolha de sementes destas espécies, organizar uma base de dados na internet para gestão de stocks de sementes e, ainda, um sistema de distribuição e plantação de árvores. As espécies autóctones têm um crescimento lento - 30 a 40 anos – comparadas com o eucalipto (10 anos) ou o pinheiro bravo (10/15 anos), mas apresentam uma série de benefícios. Uma floresta de espécies autóctones: Ameniza o clima Armazena o carbono atmosférico Conserva a água e o solo Conserva a biodiversidade Preserva e melhora a paisagem Previne os fogos florestais Preserva os valores históricos e culturais Promove atividades de recreio e de turismo Produz bens não lenhosos, como frutos silvestres, plantas medicinais e aromáticas, cogumelos, mel, pastoreio e caça Produz bens lenhosos como madeira e cortiça. Adaptado de “Oito milhões de árvores para a floresta autóctone”, Virgílio Azevedo com C.T. Expresso, 23 de novembro de 2013 1 QUERCUS - A Quercus é uma Organização Não Governamental de Ambiente (ONGA) portuguesa fundada a 31 de outubro de 1985. É uma associação independente, apartidária, de âmbito nacional, sem fins lucrativos e constituída por cidadãos que se juntaram em torno do mesmo interesse pela Conservação da Natureza e dos Recursos Naturais e na Defesa do Ambiente em geral, numa perspetiva de desenvolvimento sustentado. A Associação designa-se Quercus por ser essa a designação comum em latim atribuída aos Carvalhos, às Azinheiras e aos Sobreiros, árvores características dos ecossistemas florestais mais evoluídos que cobriam o nosso país e de que restam, atualmente, apenas relíquias muito degradadas. (www.quercus.pt) 2 REN - Redes Energéticas Nacionais

×