Successfully reported this slideshow.
We use your LinkedIn profile and activity data to personalize ads and to show you more relevant ads. You can change your ad preferences anytime.

Cidades médias

5,001 views

Published on

Conjunto de diapositivos sobre as cidades médias, Como será de esperar, o conceito de cidade média é difícil de definir dado que, tal como para a definição de cidade. O essencial é reter as caraterísticas da cidade média e o seu papel no atenuar das assimetrias de um sistema urbano marcado pela macrocefalia de Lisboa e a bicefalia de Lisboa e Porto.

Published in: Education
  • Be the first to comment

Cidades médias

  1. 1. CIDADES MÉDIAS GEOGRAFIA – 10/11º ANO
  2. 2. Cidades médias são aglomerados populacionais que:  Constituem alternativa às grandes cidades pelos  Seus recursos  Suas potencialidades  Reforçam a sua posição nos sistemas urbanos regionais  Distinguem-se pela(o) sua (eu): Dimensão escala urbana Papel nas políticas de ordenamento e Desenvolvimento escala regional
  3. 3. Critério quantitativo de Cidade Média É variável no tempo e no espaço: 1. À escala mundial : –ONU – Conferência “Habitat II”, Istambul (1966) • 100 000 a 2/3 milhões de habitantes –VII Congresso Ibero-Americano de Urbanismo, Pamplona, (1996) • 20 000 a 500 000 habitantes
  4. 4. 2. À escala europeia: 2.1. Comissão Europeia (1988,89): – Grandes cidades – mais de 250 000 habitantes – Médias cidades – 100 000 a 250 000 habitantes – Pequenas cidades . Menos 100 000 habitantes 3. Relatório Europeu 2 000+ (1994): – Cidades médias entre 20 000 e 500 000 habitantes
  5. 5. Entre o intervalo de100 000 a 250 000 habitantes, não existem cidades médias. Há uma classificação FUNCIONAL de acordo com o espaço geográfico abrangido:  Nível 1 – âmbito macro regional  Nível 2 – âmbito regional  Nível 3 - âmbito sub-regional  Nível 4 – âmbito supra-concelhio  Nível 5 – âmbito concelhio (Ministério do Planeamento e Administração do Território) A Cidade Média em PORTUGAL
  6. 6. (Programa de Consolidação do Sistema Urbano Nacional e de Apoio à Execução dos PDM) As cidades foram selecionadas por critérios numéricos e funcionais. Por exemplo, Mirandela:  cerca de 10 000 habitantes  importância regional  contributo para a organização do sistema urbano regional Existem dificuldades na aplicação do critério demográfico, donde a necessidade de aliar o critério funcional. A cidade média no PROSIURB
  7. 7. Critérios de seleção População superior a 10 000 habitantes Nível de equipamentos supra-concelhio, no mínimo Papel estratégico na organização do território nacional Papel significativo no âmbito das redes internacionais Centros urbanos com articulação às redes ou sistemas capazes de iniciativas e sinergias concertadas
  8. 8. Objetivos do PROSIURB:  Promover o crescimento e consolidação das aglomerações urbanas não metropolitanas estratégicas para o sistema urbano.  Reequilibrar o sistema urbano nacional. Subprogramas: “Valorização das Cidades Médias” “Complementaridade da Rede Urbana”
  9. 9. • Abrantes • Aveiro • Barcelos • Beja • Braga • Bragança • Caldas da Rainha • Castelo Branco • Chaves • Coimbra • Covilhã • Entroncamento • Évora • Fafe • Faro • Feira • Figueira da Foz • Guarda • Guimarães • Lamego • Leiria • Marinha Grande • Mirandela • Olhão • Oliveira de Azeméis • Paredes • Penafiel • Peso da Régua • Portalegre • Portimão • Santarém • Santo Tirso • São João da Madeira • Tomar • Torres Novas • Torres Vedras • Viana do Castelo • V.N. de Famalicão • Vila Real • Viseu 40 cidades médias no total Cidades Médias
  10. 10.  As „cidades médias‟ surgem como:  aglomerados muito diversos com dimensões variáveis localização geográfica distinta uma distribuição territorial heterogénea.  Na sua maioria encontram-se integradas:  no interior de conurbações não metropolitanas  e/ou na esfera de influência directa das áreas metropolitanas.  As restantes situam-se em territórios com perda demográfica e económica, sendo capitais de distrito, como é o caso de Évora.
  11. 11. Factores condicionantes da definição de cidade média  Heterogeneidade da definição de aglomerado urbano:  Dinamarca – 200 habitantes  Portugal – 10 000 habitantes  Diferença entre a maior cidade e a cidade média de maior dimensão:  Alemanha – 3 000 000 ………… 600 000  Grécia – 3 300 000 ………… 100 000  Portugal – 2 561 255* …………100 000 * valor respeitante à AML

×