Agricultura: fatores condicionantes

21,344 views

Published on

Published in: Education
0 Comments
4 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total views
21,344
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
1,206
Actions
Shares
0
Downloads
295
Comments
0
Likes
4
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Agricultura: fatores condicionantes

  1. 1. A G R I C U L T U R A FATORES CONDICIONANTES 1
  2. 2. O que é a AGRICULTURA? Atividade desenvolvida pelo Homem e que o relaciona com a Terra de uma forma metódica e sistemática, tendo como objetivo a produção de alimentos. Forma de artificialização do meio natural e que vai desde a preparação do solo e sementeira, até à colheita e armazenamento, passando pela conservação e irrigação das culturas, combate a pragas e a diversos outros tipos de condicionalismos naturais e ainda as atividades de melhoria das espécies vegetais e animais. http://www.knoow.net/ciencterravida/geografia/agricultura.htm#vermais 2
  3. 3. Esta atividade tem de se adaptar às condições ecológicas e sociais, que variam da lugar para lugar. Variados são os fatores que interferem na sua prática: Relevo/altitude Clima/temperatura/precipitação Solos Atitudes e comportamentos dos homens Tecnologia disponível e equipamento utilizado Grau de utilização do potencial produtivo dos terrenos Estruturas fundiárias Organização empresarial... ) 3
  4. 4. É um conceito que se modifica quando se alteram as condições ecológicas e sociais: Durante milhares de anos a agricultura foi uma atividade de subsistência cujo objetivo primário era a produção de alimentos. Depois foi-se introduzindo na consciência coletiva a ideia da agricultura como atividade económica, a quem se exigia a produção de lucro (consequências: acentuada dependência das energias fosseis, poluição dos solos, das águas e dos alimentos, excedentes de produção). 4
  5. 5. Hoje, a agricultura é vista cada vez mais como uma atividade ecológica, orientada para a produção de bem-estar Na recente reforma da PAC, o agricultor vê reconhecida a sua multifuncionalidade como: produtor de alimentos e matérias-primas produtor de bens não transacionáveis como a defesa do ambiente e dos recursos naturais, a gestão do espaço rural e a preservação da paisagem. http://www.dalmeida.com/ensino/pa-conceito.htm (adaptado) 5
  6. 6. Relevo Radiação solar Temperatura Precipitação Solos 6
  7. 7. 7 Quanto maior a latitude e a altitude menor é o número médio de horas de exposição solar
  8. 8. 8 A precipitação é tanto mais elevada quanto maior é: A latitude A altitude A proximidade ao oceano
  9. 9. 9 Carta de solos PrecipitaçãoOs solos resultam de alterações químicas, físicas e biológicas das formações geológicas, as quais dependem, em grande parte, do tipo de clima . Os solos estão sujeitos a vários tipos de erosão que contribuem para aumentar a sua degradação e o seu empobrecimento. Os solos mais férteis localizam-se no norte litoral – maior precipitação - e nas bacias do tejo e do Sado – terrenos de aluvião.
  10. 10. 10 Os aluviões acumula- dos nas lezírias das bacias do Tejo e do Sado tornam estes solos dos mais férteis. A formação dos solos depende, para além do clima, da composição da rocha-mãe. Os solos de origem granítica e de clima mais ameno coincidem com os solos férteis do Noroeste do país. Os
  11. 11. As diferenças de temperatura média e da precipitação ao logo do território refletem a influência da - Latitude - Altitude - Proximidade do mar - Continentali- dade 11
  12. 12. Síntese da combinação dos diversos fatores naturais – localização geográfica, clima, relevo - é possível considerar três grandes regiões naturais: - Norte Litoral (NW) - Norte Interior (NE) - Sul 12 NW NE SUL
  13. 13. Elementos da paisagem agrária 13
  14. 14. Regiões Agrárias Áreas geográficas que se distinguem pela sua homogeneidade, quanto aos fatores: Físicos clima, relevo, solos Humanos densidade populacional, dimensão da propriedade, qualificação da mão de obra, hábitos e costumes … 14 1 – Entre Douro e Minho; 2 – Trás os Montes; 3 – Beira Litoral 4 – Beira Interior; 5 – Ribatejo e Oeste; 6 – Alentejo; 7 – Algarve; 8 – RAA; 9 - RAM
  15. 15. Paisagem Rural 15 Campos agrícolas Mata Habitações Vias de comunicação Igreja Serviços de apoio à comunidade (escola, pequeno comércio, casa do povo, correios …)
  16. 16. Uma paisagem rural pode comportar mais do que uma paisagem agrária. Tal como numa paisagem agrária se pode ver mais do que uma paisagem agrícola 16 Paisagens Agrárias
  17. 17. Região Agrária de Entre Douro e Minho – o espaço rural é dificilmente observável a esta escala. 17
  18. 18. Observam-se campos de cultivo, habitações, estradas, localidades, povoamento alinhado, agrupado … 18
  19. 19. Espaço/Paisagem Agrícola Observam-se campos cultivados intensivamente, minifúndios, irregulares, abertos, algumas estufas. 19
  20. 20. Região Agrária de Trás-os-Montes (Carvalhais) Povoamento agrupado, minifúndios junto às habitações, campos mais extensos fora da localidade, tendência para a monocultura. 20
  21. 21. Região Agrária de Trás-os-Montes (Bujões) Povoamento agrupado, minifúndios junto às habitações, campos mais extensos fora da localidade, tendência para a monocultura - vinha. 21
  22. 22. Região Demarcada do Douro Vinha em socalcos. Monocultura especializada. Latifúndios. 22
  23. 23. Região Agrária do Alentejo Povoamento concentrado, latifúndios, presença de arbóreas, parcelas em pousio 23
  24. 24. Elementos fundamentais da paisagem agrária 24 Morfologia agrária: - Dimensão (minifúndio/latifúndio) - Contorno (regular/irregular) - Limite (aberto/fechado) das parcelas agrícolas Sistema de cultura: - Monocultura/policultura - Intensivo/extensivo Povoamento rural: - Disperso - Agrupado/concentrado
  25. 25. 25 Minifúndios Associados a clima ameno Solos férteis Policultura Ocupação intensiva das parcelas Densidades populacionais elevadas Povoamento disperso/agrupado
  26. 26. 26 Policultura Normalmente associada às culturas hortícolas, de subsistência – minifúndios - ou de mercado – explorações médias.
  27. 27. 27 Monocultura Associada a latifúndios, abertos e regulares. Ocupação extensiva do espaço agrícola com afolhamento e pousio
  28. 28. 28 Grandes explorações agrícolas Vocacionadas para a agricultura lucrativa, Técnicas mecanizadas. Monocultura especializada, Elevada produtividade.
  29. 29. 29 C r i a ç ã o d e g a d o Regime extensivo – pastoreio ao ar livre
  30. 30. 30 Criação de gado em regime intensivo Produção lucrativa recorrendo a métodos como Seleção de espécies Alimentação controlada Uso de antibióticos Estabulação.

×