Successfully reported this slideshow.
We use your LinkedIn profile and activity data to personalize ads and to show you more relevant ads. You can change your ad preferences anytime.

Eliminando desperdícios para operações e processos sustentáveis - Votorantin Cimentos

513 views

Published on

Lean Day Vale do Paraiba - Eliminando desperdícios para operações e processos sustentáveis - Votorantin Cimentos

Published in: Business
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

Eliminando desperdícios para operações e processos sustentáveis - Votorantin Cimentos

  1. 1. LEANDAYVALEDOPARAÍBA
  2. 2. LEANDAYVALEDOPARAÍBA Formado em Engenharia de Produção com Ênfase em Planejamento Energético pela UFOP. Pós Graduado em Gestão de Pessoas pela Faculdade Adelar Shauer. Cursos de extensão pela EMLYON Business School, FDC, FGV e Insper em andamento. Especialista na implementação do Lean, 5S´s e TPM. Atuou na Saint-Gobain por 9 anos com o desenvolvimento de projetos Lean no Brasil e Venezuela sendo premiado como “O melhor Programa Lean Brasil”. Atua hoje como Gerente Geral de Operações na Votorantim Cimentos, divisão de Argamassas e é Sponsor na formação da cultura Lean nos processos fabris de produção. Erik Weide Araujo Gerente Geral de Operações Votorantim Cimentos Eduardo Lamana é formado em Engenharia de Mecânica pela UNICAMP. Pós Graduado em Gestão Industrial pela USP e cursos de extensão pela Fundação Dom Cabral e Insper. Atuou na criação e implementação de um modelo unificado de gestão, baseando o conceito Lean Thinking na Saint-Gobain Abrasivos por 7 anos, no Brasil, Venezuela e Colômbia, englobando 9 unidades industriais e mais de 1.200 colaboradores. Atualmente na Votorantim Cimentos, com passagens pela área Industrial, Negócio e Comercial, introduziu o conceito Lean nos processos fabris de produção de argamassas. Eduardo Lamana Gerente Geral Comercial Votorantim Cimentos
  3. 3. LEANDAYVALEDOPARAÍBA NOSSA HISTÓRIA
  4. 4. LEANDAYVALEDOPARAÍBA Construímos uma cultura de redução de custos e excelência operacional através da formação de cultura, não de projeto! Para atender, de maneira Sustentável, os objetivos do plano estratégico dos negócios. Otimizar processos em todas as suas instâncias entendendo e aplicando o conceito de valor sob a ótica do cliente e não do gerador do produto. Oque é Lean Manufacturing? Qual o objeto? Por que ? Onde chegamos? Metodologia baseada na Toyota para condução de operações em nível de excelência através da eliminação de desperdícios e geração de valor na cadeia produtiva. A Decisão pelo LEAN
  5. 5. LEANDAYVALEDOPARAÍBA Estratégia do Negócio
  6. 6. LEANDAYVALEDOPARAÍBA Lean ? “Mentalidade Enxuta” Visão Fundamental Foco em cada produto e seu fluxo de valor Questiona as atividades que são desperdício e quais realmente criam valor Aumenta o valor e eliminar o desperdício para otimizar o todo!
  7. 7. LEANDAYVALEDOPARAÍBA Resultados típicos em implantações Lean (em 6 meses a 2 anos)  Redução lead time de 30% a 80%  Redução de estoques de 30% a 80%  Capital de giro: giros de até 25x/ano  Entregas no prazo atingindo 98% a 99%  Redução de espaço de 30% a 50%  Aumento de produtividade de 10% a 60%  Reduções de custos de 10% a 30%  Melhoria sensível da qualidade Redução dos 7 Desperdícios 1. Super produção 2. Estoque 3. Movimentação 4. Espera 5. Processos 6. Reprovações 7. Transporte Lean ?
  8. 8. LEANDAYVALEDOPARAÍBA Estrutura Lean Sponsor Erik Weide Patrocínio Lean G&G Camila Tosta Gerentes do Projeto Adriana C / Leandro C / Ulisses C Coordenadores Lean Adriano / Danilo / Juliano Gente & Gestão Daniela Cipriano Liderança Lean Marina Oliveira
  9. 9. LEANDAYVALEDOPARAÍBA O Efeito do Pensar em Fluxo: Simulação do Lean Embalagem de sacos de argamassa. TC: 8 seg/sac Por min: 7,5 sacos Por hora: 450 sacos Por turno: 3150 sacos Por dia: 9450 sacos Por mês: 283.500 sacos Por ano: 3.402.000 sacos R$5.50/sac TC: 7 seg/sac Por min: 8,6 sacos Por hora: 516 sacos Por turno: 3612 sacos Por dia: 10836 sacos Por mês: 325.080 sacos Por ano: 3.900.960 sacos R$5.50/sac +14% -1seg Otimização de Processo + MMR$2
  10. 10. LEANDAYVALEDOPARAÍBA 1ª e 2ª Onda (Ago/13 – out/15) Foco: Custos e Atendimento ao Cliente Áreas: Mineração e Fornos Negócio Matrix – Fábrica Cajamar Foco: Performance e Atendimento ao cliente Área: Ensacadeira Negócio Votomassa – Fábrica Barueri Negócio Cal – Fábrica Itapeva Foco: Performance e Atendimento ao cliente Áreas: Moagem e Secador de Areia
  11. 11. LEANDAYVALEDOPARAÍBA 1ª e 2ª Onda (Ago/13 – out/15)
  12. 12. LEANDAYVALEDOPARAÍBA Lançamento
  13. 13. LEANDAYVALEDOPARAÍBA Definição de Metas A3 (8 MFV)
  14. 14. LEANDAYVALEDOPARAÍBA Definição de Metas A3 (8 MFV) Capacitação Cajamar 136 ações levantas (96% Concluídas) Barueri 45 ações levantas (100% Concluídas) Itapeva 70 Ações previstas (96% Concluídas) Treinamentos 2013 1. Kaizen 2. Set up rápido 3. Trabalho Padronizado Treinamentos 2014 4. Kanban 5. Gerenciamento Diário Mais de 100 pessoas treinadas nos fundamentos Lean GERAÇÃO DE MAIS DE 250POSSIBILIDADES DE KAIZENS Implantação
  15. 15. LEANDAYVALEDOPARAÍBA KAIZEN: Setup Rápido (Rosca) ANTES DEPOIS Material de limpeza do sistema para setup abaixo das roscas da ensacadeira. Tempo médio de setup = 28’ Instalação do silo de reprocesso, eliminando material de limpeza do sistema abaixo das roscas e Padronização no setup. Tempo media de setup= 8’
  16. 16. LEANDAYVALEDOPARAÍBA KAIZEN: Setup Rápido (peneiras e moinhos) Peneiras Moinho
  17. 17. LEANDAYVALEDOPARAÍBA KAIZEN: Padronização Setup Rápido
  18. 18. LEANDAYVALEDOPARAÍBA KAIZEN: POKA-YOKE: Paradas por Metal Poka-yoke na retirada do metal(imã) Poka-yoke na retirada do metal(extrator) Padrões operacionais para atividade de parada por metal junto à máquina
  19. 19. LEANDAYVALEDOPARAÍBA KAIZEN: Otimização de Alimentação de Fornos ANTES DEPOIS Gráfico da balança do abastecimento de calcário dos fornos. Dificuldade para encher a caixa de pedra na totalidade. Foi colocado faixa de trabalho na tela do supervisório, calibrando a balança e mapeado as manutenções necessárias nos vibradores.
  20. 20. LEANDAYVALEDOPARAÍBA KAIZEN: Gestão de Frota de Mineração Através das tomadas de tempo de carregamento dos caminhões, do transporte até o britador é possível identificar a quantidade de caminhões para transporte, eliminando gargalo, definindo um ponto de sincronismo dos caminhões para facilitar a visualização.
  21. 21. LEANDAYVALEDOPARAÍBA KAIZEN: Gestão de Frota de Mineração Planilha de controle de necessidade de caminhões na remoção de calcário de acordo com o nível de trabalho. Redução no consumo de diesel (l/t) dos caminhões na remoção de calcário.
  22. 22. LEANDAYVALEDOPARAÍBA KAIZEN: Melhoria de Performance Otimização dos britadores de martelos do Beneficiamento de Cal Virgem Com aumento de produtividade do britador Z1M01 foi possível disponibilizar o britador Z2M02 para moagem de Calcário Agrícola +21% de crescimento em performance
  23. 23. LEANDAYVALEDOPARAÍBA KAIZEN: Tempo Médio de Atendimento ao Cliente TMAC (-57%) de otimização no processo 3,07 3,04 3,03 4,44 2,17 1,79 1,85 1,55 1,43 1,20 1,31 1,33 2,92 1,58 2,18 41883 41913 41944 41974 42005 42036 42064 42095 42125 42156 42186 42217 42248 2014 2015 TMAC - Cajamar 41883 41913 41944 41974 42005 42036 42064 42095 42125 42156 42186 42217 42248 2014 2015
  24. 24. LEANDAYVALEDOPARAÍBA Teoria de fato.
  25. 25. LEANDAYVALEDOPARAÍBA Teoria de fato.
  26. 26. LEANDAYVALEDOPARAÍBA Perguntas? Obrigado erik.araujo@vcimentos.com eduardo.lamana@vcimentos.com

×