Successfully reported this slideshow.
We use your LinkedIn profile and activity data to personalize ads and to show you more relevant ads. You can change your ad preferences anytime.
KAIZEN HOUSE
www.kaizenhouse.com.br
LEAN THINKING
Material com Direitos Autorais – Proibido o Uso sem a Autorização da Kai...
KAIZEN HOUSE
www.kaizenhouse.com.br
Pilar do Jidoka (Autonomação)
O início do
JIDOKA:
Sakichi Toyoda
considerando um
dos d...
KAIZEN HOUSE
www.kaizenhouse.com.br
Pilar do Just-in-Time
Kanban at the Motomachi Plant, around 1975
O início do Just in T...
KAIZEN HOUSE
www.kaizenhouse.com.br
Aumentar a Produtividade sem Investimentos
O início do TPS: Taiichi Ohno
com forte apo...
KAIZEN HOUSE
www.kaizenhouse.com.br
Os 5 Princípios Fundamentais
1. Definir o que é “ VALOR ” sob a ótica do cliente exter...
KAIZEN HOUSE
www.kaizenhouse.com.br
Princípio 1: Valor
“ Percepção do Cliente quanto às suas necessidades e preferências ”...
KAIZEN HOUSE
www.kaizenhouse.com.br
Desperdício: tudo que consome recursos, mas não cria valor.
Todas as etapas agregam va...
KAIZEN HOUSE
www.kaizenhouse.com.br
Princípio 3: Fluxo Contínuo
“ O fluxo contínuo é criado quando continuamente eliminamo...
KAIZEN HOUSE
www.kaizenhouse.com.br
“ Fazer somente aquilo que é necessário, na quantidade certa, no
momento certo, quando...
KAIZEN HOUSE
www.kaizenhouse.com.br
• Cada etapa do fluxo somente deve produzir quando a etapa posterior solicita:
 A sol...
KAIZEN HOUSE
www.kaizenhouse.com.br
Heijunka - Benefícios do Nivelamento
• Permite reduções de estoque e consequentemente ...
KAIZEN HOUSE
www.kaizenhouse.com.br
Mapeamento
Fluxo contínuo
Sistema
puxado
Logística interna
Padronização
•Visão sistêmi...
KAIZEN HOUSE
www.kaizenhouse.com.br
Lean Thinking
Defina valor sob a ótica do cliente
Identifique os fluxos de valor
Faça ...
KAIZEN HOUSE
www.kaizenhouse.com.br
SERGIOKAMADA@KAIZENHOUSE.COM.BR
DIOGOKOSAKA@KAIZENHOUSE.COM.BR
MUITO OBRIGADO!
Upcoming SlideShare
Loading in …5
×

Sensibilização - Versão reduzida

200 views

Published on

Apresentação reduzida Sensibilização ao Lean Thinking

Published in: Business
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

Sensibilização - Versão reduzida

  1. 1. KAIZEN HOUSE www.kaizenhouse.com.br LEAN THINKING Material com Direitos Autorais – Proibido o Uso sem a Autorização da Kaizen House
  2. 2. KAIZEN HOUSE www.kaizenhouse.com.br Pilar do Jidoka (Autonomação) O início do JIDOKA: Sakichi Toyoda considerando um dos dez maiores inventores da história contemporânea do Japão, inventou a "Máquina de Tear Automática". O problema: A máquina continuava rodando: • mesmo a linha rompendo. • só era detectado o problema com o tecido concluído. A solução: Sakichi inventou em 1924, uma máquina configurada para parar quando detectava: • o rompimento de uma linha. • o termino da linha. • a quantidade programada atingida. Material com Direitos Autorais – Proibido o Uso sem a Autorização da Kaizen House
  3. 3. KAIZEN HOUSE www.kaizenhouse.com.br Pilar do Just-in-Time Kanban at the Motomachi Plant, around 1975 O início do Just in Time: Kiichiro Toyoda “devotou sua vida para a fabricação de veículos e idealizador do sistema puxado". Material com Direitos Autorais – Proibido o Uso sem a Autorização da Kaizen House
  4. 4. KAIZEN HOUSE www.kaizenhouse.com.br Aumentar a Produtividade sem Investimentos O início do TPS: Taiichi Ohno com forte apoio da direção estabeleceu o Sistema Toyota de Produção, resultado da união dos 2 pilares e assim“mudando o espírito de se fazer as coisas”. “Menor custo, a melhor qualidade e o menor lead time” Material com Direitos Autorais – Proibido o Uso sem a Autorização da Kaizen House
  5. 5. KAIZEN HOUSE www.kaizenhouse.com.br Os 5 Princípios Fundamentais 1. Definir o que é “ VALOR ” sob a ótica do cliente externo ou interno. 2. Identificar os “ FLUXOS DE VALOR ” existentes, classificando os processos entre o que agrega valor e o que não agrega valor. 3. Se possível implementar o “ FLUXO CONTÍNUO ” do seu produto no seu fluxo. 4. Permitir que seu cliente “ PUXE ”, estabelecendo a lógica da puxada. 5. Buscar constantemente a “ PERFEIÇÃO ” do seu fluxo produtivo. Lean Thinking Operações (Sistema) T. P. M. (Ferramenta) Troca Rápida (Ferramenta) Kanban (Ferramenta) FILOSOFIA Kaizen (Ferramenta) Sistemáticas - Ferramentas - Atitudes Pré-requisitos para a Implementação Tolerância “Zero” ao Desperdíci o e ao Problema Lean MÃO DE OBRA MÉTODO MÁQUINA MATERIAL Problemas básicos de qualidade resolvidos A estabilida de básica dos 4M’s é um dos pré- requisitos Material com Direitos Autorais – Proibido o Uso sem a Autorização da Kaizen House
  6. 6. KAIZEN HOUSE www.kaizenhouse.com.br Princípio 1: Valor “ Percepção do Cliente quanto às suas necessidades e preferências ” • Preço. • Qualidade. • Atendimento. • Flexibilidade. • Imagem. • Preservação do Meio Ambiente. • Outros. Princípio 2: Fluxo de Valor “ Todas as etapas que agregam valor ou não necessárias para se transformar um material ou insumo em produto acabado ” Operação: • Recebimento  Expedição • Planta Fornecedor  Planta Cliente Produto: • Conceito  Lançamento • Uso  Reciclagem Material com Direitos Autorais – Proibido o Uso sem a Autorização da Kaizen House
  7. 7. KAIZEN HOUSE www.kaizenhouse.com.br Desperdício: tudo que consome recursos, mas não cria valor. Todas as etapas agregam valor ? Quais etapas o cliente não perceberia? Transporte Espera Movimentação Desnecessária Produção em Excesso Estoque Correção Processamento Desnecessário Os Sete Desperdícios Material com Direitos Autorais – Proibido o Uso sem a Autorização da Kaizen House
  8. 8. KAIZEN HOUSE www.kaizenhouse.com.br Princípio 3: Fluxo Contínuo “ O fluxo contínuo é criado quando continuamente eliminamos as etapas que não criam valor, os desperdícios ” • Reduzir o tempo entre uma solicitação e sua entrega (valor para o cliente). • Alinhando em uma sequencia rápida todas as atividades que criam valor. • Exigindo que todas as atividades tenham capacidade adequada, disponibilidade e qualidade. Material com Direitos Autorais – Proibido o Uso sem a Autorização da Kaizen House
  9. 9. KAIZEN HOUSE www.kaizenhouse.com.br “ Fazer somente aquilo que é necessário, na quantidade certa, no momento certo, quando o cliente o solicita ” • Aplicar a puxada quando não é possível criar fluxo contínuo entre processos ou etapas devido à:  Distância.  Tempos de Setup diferentes.  Processos compartilhados.  Tempos de processamento diferentes.  Processos não confiáveis. Princípio 4: Puxar Produção Convencional (Empurrado) • Cada atividade ou etapas do fluxo de valor estão desconectadas e recebendo programações individuais:  Muitas vezes, a programação é baseada em projeções de demanda.  Cada etapa produz conforme sua necessidade sem observar o que realmente está sendo consumido adiante. • Necessidade de revisões frequentes devido às mudanças dos pedidos ou às variações internas (qualidade, capacidade máquina, deficiências). Material com Direitos Autorais – Proibido o Uso sem a Autorização da Kaizen House
  10. 10. KAIZEN HOUSE www.kaizenhouse.com.br • Cada etapa do fluxo somente deve produzir quando a etapa posterior solicita:  A solicitação é através do consumo de um estoque controlado chamado supermercado.  Se a etapa posterior não consumir um determinado item, a etapa anterior não o produzirá, mesmo que isto contrarie a previsão de vendas.  A informação de reposição do estoque consumido é feito pelo “Kanban”, o qual especifica modelo e quantidade a ser produzida pela etapa fornecedora. Produção Puxada Nível mínimo Ponto de disparo Nível máximo Supermercados possibilitam o Nivelamento (Heijunka) Produzir todos os itens dentro de um intervalo de tempo • Quanto menor o intervalo, maior o grau de nivelamento. • Maior grau de nivelamento significa capacidade de fazer pequenos lotes, e pequenos lotes requer mais trocas. Material com Direitos Autorais – Proibido o Uso sem a Autorização da Kaizen House
  11. 11. KAIZEN HOUSE www.kaizenhouse.com.br Heijunka - Benefícios do Nivelamento • Permite reduções de estoque e consequentemente de lead time. • Aumenta a flexibilidade de resposta para o cliente, permitindo a produção mais próxima da demanda real. • Mudanças nos pedidos deixam de ser catastróficas, a empresa pode ajustar o seu rumo durante o dia, semana ou mês. Princípio 5: Perfeição “Tornar-se uma organização de aprendizagem pela busca da padronização, da reflexão incansável (Hansei) e pela melhoria contínua (Kaizen)” Plan Do CheckAction Material com Direitos Autorais – Proibido o Uso sem a Autorização da Kaizen House
  12. 12. KAIZEN HOUSE www.kaizenhouse.com.br Mapeamento Fluxo contínuo Sistema puxado Logística interna Padronização •Visão sistêmica •Plano de ação •Documento A3 •GBO-GBM •GV •Jidoka •Pokayoke •Kanban •Setup rápido •Heijunka •Fluxo de materiais •Fluxo de informação •Rotas de abastecimento •Trabalho padronizado •Estabilidade •Expansão 5 Sequencia Clássica para Implementação 1 2 3 4 Material com Direitos Autorais – Proibido o Uso sem a Autorização da Kaizen House
  13. 13. KAIZEN HOUSE www.kaizenhouse.com.br Lean Thinking Defina valor sob a ótica do cliente Identifique os fluxos de valor Faça fluir continuamente Estabeleça a lógica da puxada Continue buscando a perfeição Material com Direitos Autorais – Proibido o Uso sem a Autorização da Kaizen House
  14. 14. KAIZEN HOUSE www.kaizenhouse.com.br SERGIOKAMADA@KAIZENHOUSE.COM.BR DIOGOKOSAKA@KAIZENHOUSE.COM.BR MUITO OBRIGADO!

×