Successfully reported this slideshow.
We use your LinkedIn profile and activity data to personalize ads and to show you more relevant ads. You can change your ad preferences anytime.

Dignidade humana e cidadania a galinha e aguia

4,045 views

Published on

  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

Dignidade humana e cidadania a galinha e aguia

  1. 1. “Somos Humanos Chamados aAltos Voos”
  2. 2. Era uma vez um camponês que foi a floresta vizinhaapanhar um pássaro para mantê-lo em sua casa.Conseguiu pegar um filhote de águia. Coloco-o nogalinheiro junto com as galinhas. Comia milho e raçãoprópria para galinhas. Embora a águia fosse o rei/rainha detodos os pássaros. Depois de cinco anos, este homemrecebeu em sua casa a visita de um naturalista. Enquantopasseavam pelo jardim, disse o naturalista: - Esse pássaro aí não é galinha. É uma águia. - De fato – disse o camponês. É águia. Mas eu criei comogalinha.Ela não é mais uma águia. Transformou-se em galinhacomo as outras, apesar das asas de quase três metros de
  3. 3. - Não – retrucou o naturalista. Ela é e será sempre umaáguia. Pois tem um coração de águia. Este coração a faráum dia voar ás alturas. - Não, não – insistiu o camponês.Ela virou galinha e jamais voará como águia. Entãodecidiram fazer uma prova. O naturalista tomou a águia,ergueu-a bem alto e desafiando-a disse: - já que você defato é uma águia, já que você pertence ao céu e não aterra, então abra suas asas e voe! A águia pousou sobre obraço estendido do naturalista. Olhava distraidamente aoredor. Viu as galinhas lá embaixo, ciscando grãos. E puloupara junto delas. O camponês comentou:- Eu lhe disse, ela virou uma simples galinha!- Não – tornou a insistir o naturalista. Ela é uma águia.E uma águia será sempre uma águia. Vamos experimentarnovamente amanhã.
  4. 4. No dia seguinte, o naturalista subiu com a águia no teto dacasa. Sussurrou-lhe:- Águia, já que você é uma águia, abra as suas asas e voe!Mas quando a águia viu lá embaixo as galinhas, ciscandoo chão, pulou e foi para junto delas.O camponês sorriu e voltou à carga:- Eu lhe havia dito, ela virou galinha!-Não – respondeu firmemente o naturalista. Ela é águia,possuirá sempre um coração de águia. Vamosexperimentar ainda uma ultima vez. Amanhã a farei voar.No dia seguinte, o naturalista e o camponês levantarambem cedo. Pegaram a águia, levaram para fora da cidade,longe das casas dos homens, no alto de uma montanha. Osol nascente dourava os picos das montanhas. Onaturalista ergueu a águia para o alto e ordenou-lhe:
  5. 5. Águia, já que você é uma águia, já que você pertence aocéu e não à terra, abra suas asas e voe!A águia olhou ao redor. Tremia como se experimentassenova vida. Mas não voou. Então o naturalista segurou-afirmemente, bem na direção do sol, para que seus olhospudessem encher-se da claridade solar e da vastidão dohorizonte.Nesse momento, ela abriu suas potentes asas, grasnoucom o típico kau-kau das águias e ergue-se, soberana,sobre se mesma. E começou a voar, a voar para o alto, avoar cada vez mais para o alto. Voou... voou... até Autor: Leonardo Boff)confundir-se com o azul do firmamento...
  6. 6. Como será queDeus noscriou? Somoságuias ougalinhas? Ousomos as dasjuntas?
  7. 7. Leitura bíblica: Salmo 8Como sesentiram ao “O ser humano nasaber que criação”foram criados“coroados degloria e honra”?
  8. 8. • Reflexão• Observando as duas condições (águia e a galinha) o que concluímos? Agimos, somos apenas como uma delas? Ou as duas condições são essenciais para a realização humana?• Conclusão cada pessoa tem dentro de si uma águia. Busca as alturas, osol; foi feita para as grandes ideias os grandes sentimentos.Muitas vezes, porém, fica presa a coisas como uma galinhaciscando no galinheiro. Não nascemos só pra cuidar de comida,roupa... As duas condições são essenciais para a realizaçãohumana. Criados à imagem e semelhança de Deus temos quebuscar sempre a perfeição, a nossa conversão, mas sempresabedores da nossa pequenez.
  9. 9. Art. 1º A República Federativa do Brasil, tem comofundamentos:• a cidadania;• a dignidade da pessoa humana;E garante ( Art. 5º) que Todos são iguais perante a lei; Elaafirma que São direitos sociais a educação, a saúde, aalimentação, o trabalho, a moradia, o lazer, a segurança, aprevidência social, a proteção à maternidade e à infância,a assistência aos desamparados. (Art6º).• É possível viver a condição “galinha”, satisfatoriamente nos dias de hoje?• Como a condição “águia” pode ajudar para termos mais qualidades de vida?

×