Metáfora dos Gnus

1,448 views

Published on

Vou fazer uma confidência: sempre detestei o comportamento de boiada, aquele em que todos parecem ir para o mesmo lugar ao mesmo tempo sem mesmo saber por quê. Sempre detestei fazer a mesma coisa que a maioria das pessoas, sem me dar conta de que teria outra opção de escolha num vasto universo de possibilidades...

Published in: Design
0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total views
1,448
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
12
Actions
Shares
0
Downloads
0
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Metáfora dos Gnus

  1. 1. Metáfora dos GnusPor Geraldo Seabra*Vou fazer uma confidência: sempre detestei o comportamento deboiada, aquele em que todos parecem ir para o mesmo lugar aomesmo tempo sem mesmo saber por quê. Sempre detestei fazer amesma coisa que a maioria das pessoas, sem me dar conta de queteria outra opção de escolha num vasto universo de possibilidades.Na África Oriental, os gnus encaram o mundo sem alternativas.Invarialvemente são dieta preferida dos leões. Embora conheçabem os hábitos de seu algoz, os gnus não abrem mão de sua rotinapor nada. Todos os anos, durante o período das chuvas, fazem amesma caminhada em busca de pastagem e acabam agrupando-se no mesmo lugar onde estão os seus maiores predadores. O queexplica tal comportamento se o risco de morte é tão iminente? Porcerto não conseguem ir além do limite do instinto animal. Malcomparando por que ainda nos comportamos como gnus, mesmovivenciando as possibilidades abertas pela era da personalizaçãoencarnada, por exemplo, pela comunidade de games? Muitasrazões podem estar por trás do nosso comportamento de boiada.Contudo, as implicações da comunicação de massa exigem umavisão mais crítica para entender os mecanismos que nos fazemrepetir certos comportamentos sem refletir. Por exemplo, por quesempre nos aglomeramos em volta da TV a cada escândaloalardeado pela mídia? Por que agimos sempre assim quando temoscapacidade de reflexão? Talvez, o behaviorismo tecnológico possaexplicar o nosso comportamento de massa, que foi bastante
  2. 2. explorado pela mídia ao longo do século 20. Mas por que aindasomos os mesmos e vivemos como nossos pais, quando temos aoportunidade de co-produzir a nossa própria realidade? Medo donovo? Medo do desconhecido? Ou medo de errar? Nada dissojustifica qualquer falácia. Vivemos a era da personalização emmassa. Nesse novo cenário, cada um de nós ganha força especial,pois temos que aprender o que os amantes dos games já sabem:construir o seu próprio universo cognitivo através de influências quesupram as nossas próprias necessidades. Agora, estar em gruposoa como uma falsa idéia de abdicar de nós mesmos. Afinal, estarno mundo é, sobretudo, estar consigo mesmo.*Jornalista, professor, especialista comunicação, tecnologia e informação visual

×