Successfully reported this slideshow.
We use your LinkedIn profile and activity data to personalize ads and to show you more relevant ads. You can change your ad preferences anytime.

Iniciativas de história, ciências, saúde – manguinhos frente aos desafios da publicação científica no século XXI - André Felipe C da Silva

159 views

Published on

A VI Reunião Anual do SciELO dará seguimento à disseminação e avaliação dos avanços alcançados das linhas prioritárias de ação em prol da profissionalização, internacionalização e sustentabilidade financeira dos periódicos e da coleção SciELO como um todo que o programa vem promovendo nos últimos anos.

Estas linhas de ação envolvem o aperfeiçoamento das políticas e da gestão editorial com ênfase na transparência, controle de qualidade, eficiência e eficácia dos processos que envolvem a comunicação da pesquisa. Os Critérios SciELO de Indexação, atualizados há dois anos, em setembro de 2014, incorporaram na avaliação para ingresso e permanência dos periódicos na coleção o controle e seguimento sistemáticos da adoção das recomendações das linhas prioritárias de ação.

Uma dimensão importante das linhas prioritárias de ação e, portanto, dos Critérios SciELO Brasil é a sintonia com os avanços e inovações internacionais como um fator essencial para aumentar de forma sustentável a relevância e presença internacional dos periódicos de qualidade publicados no Brasil.

O programa da VI Reunião Anual do SciELO combinará a discussão dos avanços e desafios que enfrentam a profissionalização, internacionalização e sustentabilidade financeira dos periódicos e da coleção com a discussão das tendências internacionais de renovação da comunicação científica, com destaque para a celeridade na publicação dos artigos.

Published in: Science
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

Iniciativas de história, ciências, saúde – manguinhos frente aos desafios da publicação científica no século XXI - André Felipe C da Silva

  1. 1. Como História, Ciências, Saúde – Manguinhos tem reagido aos desafios e inovações propostas à publicação científica no século XXI? • Aspecto Geral: sustentabilidade como requisito para profissionalização e internacionalização. • Especificidade do nosso periódico: apoio da Fundação Oswaldo Cruz (FIOCRUZ). Profissionalização – concursos para postos específicos ligados à publicação científica. • Desafio atual: estrangulamento financeiro. Como responder de forma criativa, coordenada e sustentável a um cenário de restrição financeira – sem respostas definitivas, compartilhamento de algumas experiências bem-sucedidas e outras de resultado ainda incerto.
  2. 2. Estratégias • Captação de recursos com fontes alternativas – convênios internacionais (Fundação Wellcome Trust e British Academy) e nacionais (convênio IPEA para investimento nas mídias sociais) • Acompanhamento dos editais de agências de fomento. • Colaboração de autores para arcar com custos de versão de artigos para o inglês. • Ação coordenada de publicações por meio de iniciativas institucionais (Fórum de Periódicos da FIOCRUZ, criado em 2014 – tentativa de coordenação e otimização de processos editoriais, intercâmbio de experiências e racionalização de custos. • Investimento nas redes sociais: índices alternativos, estreitamento de laços com o público leigo e especializado. • Incremento da internacionalização: versão de artigos para o inglês, corpo editorial e pareceristas estrangeiros, convênios e parcerias internacionais. Também como resultado da internacionalização efetiva da comunidade acadêmica que publica na revista. • Agilização do processo editorial: publicação de Ahead of Prints (AHOPS), sistema de submissão online ScholarOne, aumento do porcentual de rejeição, sempre que possível, na porta de entrada.
  3. 3. • Tentativa de criação de espaços comuns de trocas de experiência entre editores e de discussão de pontos como profissionalização, financiamento, divulgação científica e internacionalização. • Workshop “Desafios de revistas interdisciplinares: experiências do Reino Unido, Brasil e América Latina em história, ciências sociais e humanidades” em 22, 23 e 24 de junho de 2016, resultado de convênio de História, Ciências, Saúde — Manguinhos com o periódico britânico Journal of Latin American Studies e financiamento da British Academy. • Participação em fóruns nacionais e internacionais em debates sobre publicações científicas (ABEC 2016, SBHC, 2016, LASA 2017, Congresso Internacional de História das Ciências, 2017). HISTÓRIA, CIÊNCIAS, SAÚDE — MANGUINHOS
  4. 4. HISTÓRIA, CIÊNCIAS, SAÚDE — MANGUINHOS, vol. 23 Cenário futuro: desafios e estratégias • Tarefa de convencimento institucional, político e cultural sobre a relevância das publicações científicas. • Criação de redes de editores: ação articulada e intervenção junto às agências de fomento e instituições. • Internacionalmente: importância da qualidade da produção científica de países em desenvolvimento e, por extensão, de suas publicações. Contraposição à lógica privatista que avança nas instâncias de produção acadêmica pela defesa de um compromisso ético, cultural e político com a ciência pública, acessível aos segmentos sociais que a financiam e de qualidade.

×