Successfully reported this slideshow.
We use your LinkedIn profile and activity data to personalize ads and to show you more relevant ads. You can change your ad preferences anytime.

Adriano Codato - Utilizando citações para além do fator de impacto: uma alternativa para determinar topografias científicas

43 views

Published on

A principal justificativa da existência e importância do Programa SciELO advém do reconhecimento da relevância dos periódicos editados nacionalmente nos respectivos sistemas nacionais de pesquisa. Este reconhecimento é evidenciado historicamente pelo fato que na maioria dos países da Rede SciELO, uma parte importante da produção científica é melhor comunicada em periódicos editados no país por sociedades científicas, associações profissionais, universidades e outras instituições de ensino e pesquisa.

Os periódicos de qualidade editados nacionalmente cumprem funções essenciais nos sistemas nacionais de produção científica. Por um lado, está a função de avaliação e comunicação de pesquisas com centralidade nacional ou regional no que se refere aos objetos de estudo, idiomas de publicação e prioridades que informam diferentes públicos, majoritariamente os da academia nas atividades de pesquisa e ensino, mas também empresas e profissionais e formuladores de políticas públicas. Por outro, publicar periódicos de qualidade crescente fortalece as infraestruturas e capacidades nacionais de comunicação científica, que é uma função chave no fluxo de produção científica. A partir destas funções, a publicação de periódicos de qualidade contribui para que o conjunto das disciplinas, áreas temáticas e comunidades de pesquisas participem ativamente do fluxo global de informação científica.

Em boa parte, estes periódicos se sustentam operacionalmente com alguma contribuição de recursos públicos seja pela natureza das organizações responsáveis como as universidades por exemplo ou por programas governamentais de financiamento de periódicos. Entretanto, a maioria depende da dedicação de pesquisadores que compõem o corpo editorial e muitas vezes de comunidades de pesquisas. Em nenhum caso os periódicos indexados pelo SciELO têm finalidade de lucro, não obstante uma parcela deles serem publicados por empresas ou fundações privadas. Ao mesmo tempo, as coleções nacionais da Rede SciELO, lideradas e financiadas em sua maioria por organizações nacionais de apoio ao desenvolvimento científico, são expressões de políticas públicas de apoio à infraestrutura de pesquisa e sua comunicação. De fato, as coleções SciELO consolidadas reúnem o núcleo dos melhores periódicos publicados nacionalmente com o objetivo de coletivamente aperfeiçoar a sua qualidade editorial seguindo o estado da arte e fortalecer e ampliar a sua visibilidade nacional e internacional medida pelo uso, influência e impacto.
Entretanto, um indicador chave da relevância atual e futura dos periódicos nos sistemas nacionais de pesquisa é o reconhecimento e valorização que recebem nos sistemas de avaliação de pesquisa.

O escopo proposto para este grupo de trabalho abrange a análise e debate da relevância histórica, acadêmica e social dos periódicos indexados pelas coleções SciELO enquanto veículos de comunicação de pesquisa para a criação, desenvolvimento e consolidação de...

Published in: Science
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

Adriano Codato - Utilizando citações para além do fator de impacto: uma alternativa para determinar topografias científicas

  1. 1. Utilizando citações para além do fator de impacto: uma alternativa para determinar topografias científicas Adriano Codato Universidade Federal do Paraná, Brasil Revista de Sociologia e Política Laboratório de análise do Campo Científico (LaCC)
  2. 2. Estrutura da apresentação As questões da pesquisa: geral e específicas Dados bibliográficos O universo da pesquisa Conceitos de bibliometria Resultados preliminares
  3. 3. Qual a ‘estrutura temática’ e a ‘dinâmica editorial’ da Ciência Política latino- americana? Problema geral da pesquisa
  4. 4. Questões específicas da pesquisa 1. Quais são os autores de referência da disciplina? 2. Como é a colaboração internacional da Ciência Política latino- americana? 3. Qual a relação entre os periódicos de Ciência Política selecionados? 4. Quais são as instituições de pesquisa mais influentes?
  5. 5. Tipos de análises bibliométricas 1. cocitações: A relação entre os itens é determinada pelo número de vezes em que autores são citados juntos em um artigo. 2. coautoria: A rede de relação entre os países é determinada pelo número de artigos em colaboração entre autores de diferentes países. 3. citações: A relação entre os itens é determinada com base no número de vezes em que os periódicos se citam reciprocamente. 4. acoplamento bibliográfico: A relação entre as instituições de pesquisa é determinada pelo número de referências que os seus artigos compartilham.
  6. 6. Dados bibliográficos
  7. 7. Universo: 16 periódicos Opinião Pública Colombia Internacional Revista de Sociologia e Política Revista Mexicana de Ciencias Politicas y Sociales Dados Izquierdas Revista de Ciencia Politica Analisis Politico Estudios Constitucionales Revista de Estudios Sociales Política y Gobierno Análise Social Revista de Administração Pública Desarrollo y Sociedad Perfiles Latinoamericanos Gestion y Politica Publica
  8. 8. Tabela 1. países sede dos periódicos selecionados, coleção SciELO
  9. 9. Resultados 4 figuras rede de cocitações entre autores (≥ 50 citações) (Figura 1) rede de coautorias por país de origem dos autores (≥ 30 citações) (Figura 2) rede de periódicos conectados por citações recíprocas (≥ 1 citação) (Figura 3) acoplamento bibliográfico de instituições (≥ 8 citações) (Figura 4) indicador estrutura intelectual impacto da colaboração comunidades científicas instituições influentes
  10. 10. Figura 1: cocitações de autores
  11. 11. Figura 2: coautoria entre países Quanto maior o peso de um país na rede, maior o rótulo e o círculo. Quanto mais linhas, maior a interação entre os países. A largura das linhas indica a força de interação entre os colaboradores.
  12. 12. Figura 3: citações entre os periódicos
  13. 13. Figura 4: acoplamento bibliográfico entre instituições
  14. 14. Conclusões 1. O campo de estudos políticos, desenhado a partir da coleção de 16 periódicos selecionados no portal SciELO, possui uma estrutura bem clara. Ele pode ser dividido nas duas tradições intelectuais que o estruturam: sociológica e politológica. 2. A colaboração científica internacional é liderada por quatro países: Estados Unidos, Brasil, Colômbia, Espanha.
  15. 15. Conclusões 3. Quando se olham as citações recíprocas entre os periódicos verifica-se uma separação muito clara entre revistas de língua portuguesa, de um lado, e revistas de língua espanhola, do outro. 4. Essa mesma divisão por idiomas se expressa nas comunidades formadas pelas instituições de origem dos autores. O grupo das universidades brasileiras, liderado pela USP, é muito fechado em si mesmo e são poucas as universidades estrangeiras conectadas através das referências que os artigos compartilham. O padrão de atração parece ser o nacional
  16. 16. Obrigado. adriano@ufpr.br https://www.facebook.com/labcampocientifico

×