Successfully reported this slideshow.
We use your LinkedIn profile and activity data to personalize ads and to show you more relevant ads. You can change your ad preferences anytime.

Marcos Cueto - Uma história do conhecimento científico como bem público global

77 views

Published on

Em 2018, o Programa SciELO celebrará 20 anos de operação em pleno processo de alinhamento com os avanços da ciência aberta.

A Conferência SciELO 20 Anos abordará e debaterá – em três dias de programação – as principais questões conceituais, políticas, metodológicas e tecnológicas que definem o estado da arte da comunicação científica e as tendências e inovações que estão moldando o futuro da publicação científica aberta e as relações com os periódicos em Acesso Aberto de hoje, em especial os da Rede SciELO.

O programa da conferência está organizado em torno ao alinhamento dos periódicos e a operação do SciELO com as práticas da ciência aberta, como a publicação dos dados das pesquisas, o aceleramento dos processos editoriais e de comunicação por meio da publicação contínua dos artigos e adoção de preprints, maximização da transparência nos processos de avaliação e fluxos de comunicação, e a busca por sistemas mais abrangentes para a avaliação de pesquisas, artigos e periódicos.

Antes da Conferência, terá lugar a Reunião Rede SciELO, quando serão debatidos o desempenho dos periódicos e do Programa SciELO e o seu aperfeiçoamento segundo as linhas de ação que guiarão o seu desenvolvimento para os próximos cinco anos.

A celebração dos 20 anos do SciELO constitui um marco e um momento especial para promover o avanço da globalização da comunicação científica e do movimento de acesso aberto de modo inclusivo em relação às diversidades de áreas temáticas, geográficas e idiomas da pesquisa científica.

Published in: Science
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

Marcos Cueto - Uma história do conhecimento científico como bem público global

  1. 1. Conflito e colaboração entre a ciência e o poder Século XVII: periódicos começam a substituir meios informais de comunicação científica Ferramenta na profissionalização, formação e especialização Legitimação ante o poder. Promessa do progresso, tecnologia e dessecularização Depois da Segunda Guerra Mundial: crescimento das editoras comercias Uma História do conhecimento científico como bem público global Marcos Cueto, Editor Científico de HCSM/Fiocruz cuemarcos@gmail.com Globalização & Neoliberalismo, 1980s--Extensão da lógica do lucro para as universidades Produtividade & avaliação quantitativas. Poder ao setor administrativo Consonante com editoras multinacionais & monopólios sobre a propriedade intelectual Organização Mundial do Comércio (1994) Brasil de 1980s & 90s: empenho em generalizar modelo universitário inclusivo vincular ensino, pesquisa & extensão Responsabilidade social científica: o Acesso Aberto como direito incontestável
  2. 2. O Acesso Aberto surgiu como um movimento de contracorrente em um contexto neoliberal Três grandes etapas/perspectivas na História do Acesso Aberto 1. Iniciativas individuais (c. 1990--) Resistência, adaptação, desarticulação e contradições 2. Definições (c. 2002---) 3. Organização e Desafios (c. 2000--)
  3. 3. 1. Iniciativas internacionais e nacionais (antes e depois de 1990) Ênfase: gestão da informação científica 1966 Medline—NLM Medical Literature Analysis and Retrieval System Online 1988 Scholarly Publishing and Academic Resources Coalition (SPARC) 1991 arXIV (Laboratorio de los Álamos) As primeiras revistas eletrônicas, bases de dados eletrônicos (Muse & PubMed), repositórios digitais de teses 1999: UNESCO - Declaração sobre a Ciência e o Uso do Conhecimento Científico; Conferência Mundial do International Council of Science, Budapeste 2000 Public Library of Science (PLoS) 2001 Dialnet; 2002 Dspace, MIT Ênfase: visibilidade & disseminação da informação 1998 SciELO em associação com BIREME (OPAS). 1997. Latindex. México 1998 Declaração de San José Rumbo a Biblioteca Virtual en Salud. IV Congresso Pan-americano de Informação em Ciências da Saúde Costa Rica 2002 Biblioteca Digital Brasileira de Teses e Dissertações Instituto Brasileiro de Informação em Ciência e Tecnologia (IBICT), (CNPq) & várias universidades crescimento da quantidade das publicações e revistas científicas latino-americanas 2007 Fiocruz: repositório institucional de pesquisa Debate e Críticas: sustentabilidade, plagio, rigor científico
  4. 4. 2. Definições (c. 2001---) Iniciativa de Acceso Aberto, Budapest (Dezembro 2001) Open Society Institute Una velha tradição e uma nova tecnologia convergem para fazer possível um bem público… enriquecer a educação e compartilhar o conhecimento dos ricos com os pobres… poupar dinheiro e expandir…disseminação via verde e dourada Bethesda Statement on Open Access Publishing (Abril 2003) Howard Hughes Medical Institute. Wellcome Trust, Fundação Rockefeller direito de acesso perpétuo e uma licença livre, irrevogável e mundial …. sujeito à atribuição adequada de autoria ciências da saúde. Berlin Declaration of Open Access (Octubre 2003) Max Planck Society & Centre National de la Recherche Scientifique (CNRS) direito de fazer trabalhos derivados ciências sociais e humanidades Declaração recolhe assinaturas de apoio]
  5. 5. Declaração de Salvador sobre Acesso Aberto - International Seminar on Open Access (paralelo do 9º Congresso Mundial de Informação em Saúde e Bibliotecas e 7º Congresso Regional de Informação em Ciências da Saúde) Setembro, 2005, Salvador países em desenvolvimento pioneiros em Acesso Aberto pesquisa financiada com recursos públicos disponibilizada em acesso aberto custo da publicação como parte do custo de pesquisa fortalecimento dos periódicos nacionais de acesso aberto Participam representantes de BIREME, Chile, Índia, Reino Unido, Suíça, Estados Unidos, África do Sul, Suecia, EEUU, Editor Bulletin of the WHO e outros 2003 7º ELPUB ELectronic PUBlishing “From information to knowledge” Guimarães, Portugal 2004 ELPUB, International Conference in ELectronic PUBlishing, Brasília – DF, Brazil “Building Digital Bridges: Linking Cultures, Commerce and Science” Fiona Godlee, Abel Packer et al, “Can we achieve health information for all by 2015?” The Lancet, July 9, 2004. “Acesso universal à informação para profissionais de saúde é um pré-requisito para atingir os Objetivos de Desenvolvimento do Milênio e para alcançar Saúde para Todos...”
  6. 6. Definições e Perspectivas (c. 2002---) 2001 Licença Creative Commons; 2003 Redalyc; 2003 Directory of Open Access Journals (DOAJ) 2003 Universidade do Minho—RepositóriUM--Repositório Científico de Acesso Aberto, Portugal (RCAAP) 2005 The Wellcome Trust solicita que toda pesquisa financiada por eles seja Green ou Gold Organização, Novos Problemas e Desafios San Francisco Declaration on Research Assessment (DORA) Boicote coletivo à Elseiver "Research Works Act", projeto no Congresso dos EEUU, controle das publicações dos artigos dos cientistas membros de instituições federais Red Federada Latinoamericana de Repositorios Institucionales de Documentación Científica Crítica ao sistema de avaliação anônima por pares Limitações de embargos, via verde e dourada Acessibilidade aos dados e processo das pesquisas Publicação contínua Novos indicadores relacionados ao conteúdo do artigo
  7. 7. O movimento de Acesso Aberto – no Brasil & América Latina – pode ser mantido sem políticas nacionais mandatórias? Como assegurar o financiamento e a infraestrutura? Os pesquisadores compreendem e valorizam a “ciência aberta”? Menor questionamento na América Latina ao acesso aberto persistem Assimetrias Globais e embates entre os modelos Fragmentação Ralentizar: Ação que permite com que algo se desenvolva com menor rapidez, deixando o processo mais lento Desafios Como incorporar o ativismo pelo acesso aberto & a ciência aberta com o ativismo em defesa das universidades públicas?

×