1 / 48
TEMAINDÚSTRIA DE DEFESA BRASILEIRA              =>   POLÍTICAS E PERSPECTIVAS                              2 / 48
OBJETIVO         Apresentar Ações do Governo Federal para o desenvolvimento daIndústria de Defesa do Brasil               ...
ROTEIRO1. INTRODUÇÃO   Painéis do XI ENEE2. AÇÕES DO GOVERNO   END   Lei Nº 136 de 25 Ago 2010   Plano Brasil Maior – MP N...
INTRODUÇÃO                         Painéis XI ENEEPainel 1 - O Livro Branco de Defesa Nacional e a BaseIndustrial de Defes...
INTRODUÇÃO                    Painéis XI ENEEPainel 4 – Índice da Nacionalização de Produtos deDefesa: Seleção de Tecnolog...
ROTEIRO1. INTRODUÇÃO   Painéis do XI ENEE2. AÇÕES DO GOVERNO   END   Lei Nº 136 de 25 Ago 2010   Plano Brasil Maior – MP N...
AÇÕES DO GOVERNOAprovação da Estratégia Nacional de Defesa           DEC Nº             6703          18 Dez 08      ... m...
AÇÕES DO GOVERNOEstratégia Nacional de Defesa                                9 / 48
AÇÕES DO GOVERNO    Implicações da Estratégia Nacional de Defesa                     LC Nº 136                         de ...
AÇÕES DO GOVERNO   Implicações da Estratégia Nacional de Defesa                     LIVRO                    BRANCO       ...
ROTEIRO1. INTRODUÇÃO   Painéis do XI ENEE2. AÇÕES DO GOVERNO   END   Plano Brasil Maior – MP Nº 544 de 29 Set 2011   Polít...
AÇÕES DO GOVERNO                  Plano Brasil Maior                    ( 2011 a 2014 )                        MP Nº 544  ...
AÇÕES DO GOVERNO                  Plano Brasil Maior                    ( 2011 a 2014 )                                   ...
AÇÕES DO GOVERNO              Sistema Nacional de Catalogação   SINACAT                   SICAP       SISMICAT    MAPA    ...
AÇÕES DO GOVERNO                Sistema Militar de CatalogaçãoItens e Empresas                                      Países...
AÇÕES DO GOVERNO                                 FEDERAÇÕES               Gestão Integrada                          DAS IN...
AÇÕES DO GOVERNO   Gestão Integrada                      18 / / 77                       18 48
ROTEIRO1. INTRODUÇÃO   Painéis do XI ENEE2. AÇÕES DO GOVERNO   END   Plano Brasil Maior – MP Nº 544 de 29 Set 2011   Polít...
AÇÕES DO GOVERNO                                   Políticas                                                              ...
AÇÕES DO GOVERNO                    Políticas                                            Em                               ...
AÇÕES DO GOVERNO                     Políticas                                             Em                             ...
AÇÕES DO GOVERNO                                    Políticas        Ciclo de Vida dos Produtos de Defesa                 ...
ROTEIRO1. INTRODUÇÃO   Painéis do XI ENEE2. AÇÕES DO GOVERNO   END   Plano Brasil Maior – MP Nº 544 de 29 Set 2011   Polít...
AÇÕES DO GOVERNO                    Políticas                                           Em                                ...
Em fase de apreciação - EMCFABACIAS PETROLÍFERASCAMPOS DE PRODUÇÃODUTOSHIDRELÉTRICASBIOCOMBUSTÍVEIS E REFINARIASTERMELÉTRI...
27 / 48
Em fase de apreciação - EMCFA   SITUAÇÃO ATUALDISTRITOS NAVAISBATALHÕES DE OP RIBEIRINHAS1ª ESQUADRA / 1ª DIVISÃO ANFÍBIA ...
Em fase de apreciação - EMCFA                                                               CRIAÇÃO                       ...
CONSTRUÇÃO DE                            IMPLANTAÇÃO DA               SUBMARINOS                             2ª ESQUADRA E...
31 / 48
Em fase de apreciação - EMCFA  FE                                32 / 48
Em fase de apreciação - EMCFA                       FE                                              DEMANDAS              ...
Em fase de apreciação - EMCFA                          FE                                                  DEMANDAS       ...
PROGRAMA SENTINELA DA       PROGRAMA AMAZÔNIA                                                          PÁTRIA           PR...
36 / 48
Em fase de apreciação - EMCFA                 BASES AÉREAS                  CENTROS INTEGRADOS DE DEFESA                  ...
Em fase de apreciação - EMCFACAÇASTRANSPORTE /REABASTECIMENTOPATRULHAASAS ROTATIVAS                         BASES AÉREASBU...
SISTEMA DE CONTROLE DO       AQUISIÇÃO DE AERONAVES ESPAÇO AÉREO (SISCEAB) E      (HELICÓPTEROS, CAÇAS,     DE DEFESA AÉRE...
AÇÕES DO GOVERNO               Projetos Integradores “CTI”1. No âmbito do Comando da Marinha:   a. FIBRA DE CARBONO: Produ...
ROTEIRO1. INTRODUÇÃO   Painéis do XI ENEE2. AÇÕES DO GOVERNO   END   Plano Brasil Maior – MP Nº 544 de 29 Set 2011   Polít...
CONCLUSÃO         Estratégia de Dissuasão       Capacitação       Operacional                      Capacitação            ...
CONCLUSÃO          Fortalecimento da Indústria Nacional – BID                    (Emprego de Recursos)R$                  ...
CONCLUSÃO           Fortalecimento da Base Industrial Nacional                     (Metas Progressivas)R$(Bi)6.01.2       ...
CONCLUSÃODeterminação de Prioridades                              45 / 48
CONCLUSÃO ( Parcerias )                 46 / 48
CONCLUSÃO ( Parcerias )                 47 / 48
48 / 48
Upcoming SlideShare
Loading in …5
×

Painel 6 (XI ENEE) - Ações do Governo Federal para o desenvolvimento da Indústria de Defesa do Brasil (General de Divisão Aderico Visconte Pardi Mattioli)

1,710 views

Published on

General de Divisão Aderico Visconte Pardi Mattioli, diretor do Departamento de Produtos de Defesa do Ministério da Defesa

0 Comments
2 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total views
1,710
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
8
Actions
Shares
0
Downloads
76
Comments
0
Likes
2
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Painel 6 (XI ENEE) - Ações do Governo Federal para o desenvolvimento da Indústria de Defesa do Brasil (General de Divisão Aderico Visconte Pardi Mattioli)

  1. 1. 1 / 48
  2. 2. TEMAINDÚSTRIA DE DEFESA BRASILEIRA => POLÍTICAS E PERSPECTIVAS 2 / 48
  3. 3. OBJETIVO Apresentar Ações do Governo Federal para o desenvolvimento daIndústria de Defesa do Brasil 3 / 48
  4. 4. ROTEIRO1. INTRODUÇÃO Painéis do XI ENEE2. AÇÕES DO GOVERNO END Lei Nº 136 de 25 Ago 2010 Plano Brasil Maior – MP Nº 544 de 29 Set 2011 Políticas em Elaboração PAED3. CONCLUSÃO 4 / 48
  5. 5. INTRODUÇÃO Painéis XI ENEEPainel 1 - O Livro Branco de Defesa Nacional e a BaseIndustrial de Defesa.Painel 2 - Indústria Nacional de Produtos de Defesa:Repercussões para o Desenvolvimento Econômico, Social eTecnológico do Brasil.Painel 3 - A Indústria de Defesa Brasileira no ContextoInternacional: Mecanismos de Compensação Comercial,Tecnológica e Industrial; Transferências de Tecnologias; eIntegração da BID na AS e conquista de Mercados Externos. 5 / 48
  6. 6. INTRODUÇÃO Painéis XI ENEEPainel 4 – Índice da Nacionalização de Produtos deDefesa: Seleção de Tecnologias Estratégicas Críticas ePropriedade Intelectual; Estímulo à Inovação.Painel 5 – Recursos Humanos: Desafios e Soluções paraa Indústria Nacional de Defesa.Painel 6 – Ações do Governo Federal para oDesenvolvimento da Indústria de Defesa Nacional. 6 / 48
  7. 7. ROTEIRO1. INTRODUÇÃO Painéis do XI ENEE2. AÇÕES DO GOVERNO END Lei Nº 136 de 25 Ago 2010 Plano Brasil Maior – MP Nº 544 de 29 Set 2011 Políticas em Elaboração PAED3. CONCLUSÃO 7 / 48
  8. 8. AÇÕES DO GOVERNOAprovação da Estratégia Nacional de Defesa DEC Nº 6703 18 Dez 08 ... marco para a Defesa Nacional 8 / 48
  9. 9. AÇÕES DO GOVERNOEstratégia Nacional de Defesa 9 / 48
  10. 10. AÇÕES DO GOVERNO Implicações da Estratégia Nacional de Defesa LC Nº 136 de 25 Ago 10 Criação- Estado Maior Conjunto das Forças Armadas; e - Secretaria de Produtos de Defesa 10 / 48
  11. 11. AÇÕES DO GOVERNO Implicações da Estratégia Nacional de Defesa LIVRO BRANCO de DEFESA Aspecto RelevanteParticipação Efetiva da Sociedade Brasileira 11 / 48
  12. 12. ROTEIRO1. INTRODUÇÃO Painéis do XI ENEE2. AÇÕES DO GOVERNO END Plano Brasil Maior – MP Nº 544 de 29 Set 2011 Políticas em Elaboração PAED3. CONCLUSÃO 12 / 48
  13. 13. AÇÕES DO GOVERNO Plano Brasil Maior ( 2011 a 2014 ) MP Nº 544 de 29 Set 11 - Estabelece normas especiais para as compras, ascontratações de produtos, de sistemas de defesa, e dedesenvolvimento de produtos e de sistemas de defesa - Dispõe sobre regras de incentivo à área estratégica de defesa (RETID) 13 / 48
  14. 14. AÇÕES DO GOVERNO Plano Brasil Maior ( 2011 a 2014 ) Em Elaboração Trabalho Multidisciplinar Decreto de Regulamentação MP Nº 544 de 29 Set 11 Aspectos Relevantes - Registro de PRODE, PED e SD => SISMICAT - Credenciamento de ED e EED => SINAMOB- Compensação Tecnológica, Comercial e Industrial - Regime Especial de Tributação - Mapeamento das Cadeias Produtivas 14 / 48
  15. 15. AÇÕES DO GOVERNO Sistema Nacional de Catalogação SINACAT SICAP SISMICAT MAPA MARINHA MEC MS MPOG MD EXÉRCITO MDIC AERONÁUTICA ... SISTEMA OTAN DE CATALOGAÇÃOSINACAT - SISTEMA NACIONAL DE CATALOGAÇÃOSISMICAT - SISTEMA MILITAR DE CATALOGAÇÃOSICAP - SISTEMA DE CATALOGAÇÃO PARA ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA 15 / 48
  16. 16. AÇÕES DO GOVERNO Sistema Militar de CatalogaçãoItens e Empresas Países que usam a• 31.441.927 itens catalogados Catalogação respondem por• 1.992.080 empresas cadastradas 66% do PIB Mundial Destas, 1.970 são brasileiras 36 Países OTAN/Tier2 28 Países Tier1 16 / 48
  17. 17. AÇÕES DO GOVERNO FEDERAÇÕES Gestão Integrada DAS INDÚSTRIASEMCFA ASSOCIAÇÕES COMISSÃO MISTA DA FÓRUM DA INDÚSTRIA DE INDÚSTRIA SEORI DEFESA DE DEFESA EMPRESAS CMID FIDSEPRODE COMITÊ MB TÉCNICO DA INDÚSTRIA DE GRUPO DE ASSESSORIA DEFESA ESPECIAL EB CTID GAE FAB MINISTÉRIOS INSTITUIÇÕES NOTÓRIO SABER 17 / 48
  18. 18. AÇÕES DO GOVERNO Gestão Integrada 18 / / 77 18 48
  19. 19. ROTEIRO1. INTRODUÇÃO Painéis do XI ENEE2. AÇÕES DO GOVERNO END Plano Brasil Maior – MP Nº 544 de 29 Set 2011 Políticas em Elaboração PAED3. CONCLUSÃO 19 / 48
  20. 20. AÇÕES DO GOVERNO Políticas Em Elaboração Trabalho Política Nacional Multidisciplinar da Indústria de DefesaAspectos Relevantes ( PNID )I – Usar a necessidade de capacitação operacional como foco para odesenvolvimento de tecnologias de defesa;II – Estabelecer regime jurídico e especial para a indústria de defesa que Induzaa subordinação das considerações comerciais aos imperativos estratégicos;III – Evitar que a indústria nacional de defesa seja polarizada entre pesquisaavançada e produção rotineira. A pesquisa de vanguarda deve possibilitartambém a produção do mesmo nível de evolução tecnológica eIV – Priorizar a inovação na Base Industrial de Defesa, com foco no incrementoda competitividade. 20 / 48
  21. 21. AÇÕES DO GOVERNO Políticas Em Elaboração Trabalho Política Nacional Multidisciplinar Exportação de Produtos de Defesa Atual PNEMEM Aspecto RelevanteAgilização e Controle dos Processos de Exportação 21 / 48
  22. 22. AÇÕES DO GOVERNO Políticas Em Elaboração Trabalho Política Nacional Multidisciplinar de Obtenção de Produtos de Defesa Aspecto RelevanteAbrange todo o Ciclo de Vida dos Produtos de Defesa 22 / 48
  23. 23. AÇÕES DO GOVERNO Políticas Ciclo de Vida dos Produtos de Defesa CAPACITAÇÃO OPERACIONAL Priorização Desenvolvimento Requisitos Diretriz Estratégica eDemandas Operacionais de Operação Desativação e Aquisição Conjuntos Orçamentária Obtenção CAPACITAÇÃO PRODUTIVA 23 / 48
  24. 24. ROTEIRO1. INTRODUÇÃO Painéis do XI ENEE2. AÇÕES DO GOVERNO END Plano Brasil Maior – MP Nº 544 de 29 Set 2011 Políticas em Elaboração PAED3. CONCLUSÃO 24 / 48
  25. 25. AÇÕES DO GOVERNO Políticas Em Elaboração EMCFA Plano de Aparelhamento e Estruturação de Defesa Aspecto RelevanteImplicará em Rigoroso Levantamento de DemandasQualitativas e Quantitativas de Produtos de Defesa 25 / 48
  26. 26. Em fase de apreciação - EMCFABACIAS PETROLÍFERASCAMPOS DE PRODUÇÃODUTOSHIDRELÉTRICASBIOCOMBUSTÍVEIS E REFINARIASTERMELÉTRICASGÁS NATURALNUCLEARESPORTOSAEROPORTOSTELECOMUNICAÇÕESFERROVIASLINHAS DE TRANSMISSÃOCENTRO DO PODER POLÍTICO 26 / 48
  27. 27. 27 / 48
  28. 28. Em fase de apreciação - EMCFA SITUAÇÃO ATUALDISTRITOS NAVAISBATALHÕES DE OP RIBEIRINHAS1ª ESQUADRA / 1ª DIVISÃO ANFÍBIA /BASE DE SUBMARINOS 28 / 48
  29. 29. Em fase de apreciação - EMCFA CRIAÇÃO BATALHÕES DE OP. RIBEIRINHAS SITUAÇÃO ATUAL BASE DE SUBMARINOSDISTRITOS NAVAIS 2ª ESQUADRA / 2ª DIVISÃO ANFÍBIA (N/NE)BATALHÕES DE OP RIBEIRINHAS SIST DE GERENCIAMENTO DA AMAZONIA AZUL1ª ESQUADRA / 1ª DIVISÃO ANFÍBIA / PROJETO AMAZÔNIA SEGURABASE DE SUBMARINOS ( CAPITANIAS / DELEGACIAS / AGÊNCIAS / 48 29 )
  30. 30. CONSTRUÇÃO DE IMPLANTAÇÃO DA SUBMARINOS 2ª ESQUADRA E DA (construção de submarinos 2ª DIVISÃO ANFÍBIA NA convencionais e de propulsão REGIÃO N/NE nuclear, base e estaleiro associados; e transferência de (Bases Naval, Aérea Naval, tecnologia) e de Fuzileiros Navais) CONSTRUÇÃO DO PROJETO SISTEMA DE NÚCLEO DO PODER AMAZÔNIA SEGURA GERENCIAMENTO NAVAL DA AMAZÔNIA AZUL (inclui os demais meios(criação e elevação de categoria de (SisGAAz) – navais, aeronavais e de Capitanias/Delegacias/Agências; (monitoramento e fuzileiros navais paraconstrução de navios; e criação de controle das águas de atendimento às Hipóteses debatalhões de operações ribeirinhas) interesse do Brasil) Emprego previstas na END) Em fase de apreciação - EMCFA 30 / 48
  31. 31. 31 / 48
  32. 32. Em fase de apreciação - EMCFA FE 32 / 48
  33. 33. Em fase de apreciação - EMCFA FE DEMANDAS FE PRODEBRIGADA LEVEBRIGADA MECANIZADA TRANSFORMAÇÃO DE BRIGADA 33 / 48
  34. 34. Em fase de apreciação - EMCFA FE DEMANDAS PRODEBRIGADA LEVEBRIGADA MECANIZADABRIGADA PARAQUEDISTA TRANSFORMAÇÃO DE BRIGADABDA DE SELVA E LEVES. TRANSFERÊNCIA DE BRIGADABRIGADA ANTIAÉREA CRIAÇÃO DE BRIGADA CRIAÇÃO DE PEFCOMANDO DE AVIAÇÃO 34 / 48
  35. 35. PROGRAMA SENTINELA DA PROGRAMA AMAZÔNIA PÁTRIA PROTEGIDA Implantar, transformar e modernizar Pelotões Especiais de Fronteira Organizações Militares nas demais Completar a Estrutura Operacional e Regiões do País (Modernizar as Logística do Cmdo Mil da Amazônia Brigadas) Monitoramento das Fronteiras Monitoramento das Fronteiras PROGRAMA PROGRAMA MOBILIDADE SISTEMA COMBATENTE ESTRATÉGICA INTEGRADO DE BRASILEIRO Completar equipamentos, MONITORAMENTO Pesquisa, desenvolvimento e armamentos, meios de DE FRONTEIRAS produção de novos meios ecomando e controle e meios equipamentos (blindados, de transporte (viaturas, (SISFRON) mísseis, radares, Eqpembarcações, helicópteros) proteção individual e outros Em fase de apreciação - EMCFA / 48 35
  36. 36. 36 / 48
  37. 37. Em fase de apreciação - EMCFA BASES AÉREAS CENTROS INTEGRADOS DE DEFESA AÉREA E CONTROLE DE TRÁFEGO AÉREO ESTANDE OPERACIONAL CENTRO DE LANÇAMENTO DE FOGUETES 37 / 48
  38. 38. Em fase de apreciação - EMCFACAÇASTRANSPORTE /REABASTECIMENTOPATRULHAASAS ROTATIVAS BASES AÉREASBUSCA E CENTROS INTEGRADOS DE DEFESASALVAMENTO AÉREA E CONTROLE DE TRÁFEGO AÉREORECONHECIMENTO / ESTANDE OPERACIONALCONTROLE E ALARME CENTRO DE LANÇAMENTO DE FOGUETESVANT 38 / 48
  39. 39. SISTEMA DE CONTROLE DO AQUISIÇÃO DE AERONAVES ESPAÇO AÉREO (SISCEAB) E (HELICÓPTEROS, CAÇAS, DE DEFESA AÉREA VANT E OUTROS) (SISDABRA) CAPACITAÇÃO CIENTÍFICO- CAPACITAÇÃO EMMODERNIZAÇÃO DE TECNOLÓGICA E CONSTRUÇÃO DE AERONAVES FORTALECIMENTO ENGENHOS DA INDÚSTRIA ESPACIAIS AEROESPACIAL E DE DEFESA Em fase de apreciação - EMCFA 39 / 48
  40. 40. AÇÕES DO GOVERNO Projetos Integradores “CTI”1. No âmbito do Comando da Marinha: a. FIBRA DE CARBONO: Produzir fibra de carbono a partir da resina Poliacrilonitrila (PAN) para uso militar, especialmente, no Programa do Submarino Nuclear, com a parceria da empresa italiana Radici Fibras; e b. BIOSSEGURANÇA: Estabelecer Sistema Brasileiro de Biossegurança em parceria com outros Órgãos Governamentais.2. No âmbito do Comando do Exército: a. RADAR SABER: Desenvolver uma família de radares para emprego pelas Forças Armadas; b. RÁDIO DEFINIDO POR SOFTWARE (RDS): Produzir de um Sistema de Rádios Definidos por Software (RDS) para uso militar; c. FIBRA DE CARBONO: Produzir fibra de carbono para uso militar e civil a partir do piche. Conta com o financiamento da Petrobras; e d. SUPERCOMPUTADOR: Montar de uma Central de Supercomputação para o uso das Forças Armadas em seus projetos.3. No âmbito do Comando da Aeronáutica: a. SISTEMA DE MÍSSEIS: Desenvolver Sistema de Defesa Antiaérea de médio alcance para o uso comum das Forças Armadas; e b. VEÍCULO AÉREO NÃO TRIPULADO (VANT): Desenvolver Sistemas de Navegação Autônoma e de Pouso e Decolagem Automática. 40 / 48
  41. 41. ROTEIRO1. INTRODUÇÃO Painéis do XI ENEE2. AÇÕES DO GOVERNO END Plano Brasil Maior – MP Nº 544 de 29 Set 2011 Políticas em Elaboração PAED3. CONCLUSÃO 41 / 48
  42. 42. CONCLUSÃO Estratégia de Dissuasão Capacitação Operacional Capacitação Produtiva Tropa IndústriaEquipada e CapacitadaAdestrada Mobilizável 42 / 48
  43. 43. CONCLUSÃO Fortalecimento da Indústria Nacional – BID (Emprego de Recursos)R$ Parceria Público Privada Política Offset Créditos Especiais Recursos Orçamentários Recursos Orçamentários Política Offset Política Offset 43 / 48
  44. 44. CONCLUSÃO Fortalecimento da Base Industrial Nacional (Metas Progressivas)R$(Bi)6.01.2 2012 2013 2014 2015 2016 2017 2018 2019 2020 2021 2022 44 / 48
  45. 45. CONCLUSÃODeterminação de Prioridades 45 / 48
  46. 46. CONCLUSÃO ( Parcerias ) 46 / 48
  47. 47. CONCLUSÃO ( Parcerias ) 47 / 48
  48. 48. 48 / 48

×