Successfully reported this slideshow.
We use your LinkedIn profile and activity data to personalize ads and to show you more relevant ads. You can change your ad preferences anytime.
Mãe Coruja Pernambucana Cuidando das Mulheres e Crianças  Fortalecendo a  Atenção Primária
<ul><li>Relação com imaginário coletivo, tem forte poder nas práticas da sociedade; </li></ul><ul><li>Mãe Coruja : na cult...
MAPA DA ESTRATÉGIA VISÃO DE FUTURO Pernambuco, um lugar melhor para trabalhar e melhor para viver PREMISSAS FOCOS PRIORITÁ...
<ul><li>Marco legal </li></ul><ul><li>Decreto 30.353 12/04/2007 </li></ul><ul><li>Portaria 720 06/08/2007 </li></ul><ul><l...
<ul><li>Reduzir Mortalidade Infantil e Materna  </li></ul><ul><li>Cuidar de forma ampla da mulher no ciclo gravídico puerp...
Visão do futuro “ Até o ano de 2014, reduzir em Pernambuco a morbi-mortalidade materna e infantil, fortalecendo a  cidadan...
Fatores Socioeconômicos Escolaridade dos pais, Renda familiar, Ocupação dos pais, Raça/cor, Tipo de moradia, Nutrição, etc...
16,77 15,07 24,55 18,52 19,19 20,14 28,07 21,26 27,26 25,19 20,63 <ul><li>Municípios com mortalidade   infantil igual ou m...
Fonte: GMVEV / SEVS/SIM/SINASC 2009 14,8 13,7 17,8 16,6 19,8 24,0 26,8  21,3 20,3 13,2 21,5 2415 óbitos em menores de 1 an...
Tabela 1 – Coeficiente de mortalidade infantil por GERES Fonte: GMVEV / SEV/ SIM / SINASC 2005 GERES Total de municípios d...
CONSELHO CONSULTIVO (Governador e Secretários das SES, SE, SEDSDH, SARA, SM, STQE, SECJ e SEPLAG) COMITÊ EXECUTIVO Coorden...
atenção integral Secretaria  de Saúde Sec.  de Educação Virgínia Marta Elza Sec.  Desenvolvimento Social  e Direitos Human...
Assessoria Lusanira Santa Cruz Coordenação de Comunicação e Arte IramaraÍ Freitas Gustavo Burkhardt Coordenação de Acompan...
 
Objetivos do   Milênio
AVANÇOS DO PROGRAMA MÃE CORUJA
Programa   Mãe Coruja Pernambucana SEDE DAS GERES I Recife  –  II Limoeiro  –  III Palmares  –  IV Caruaru  –  V Garanhuns...
Redução da Mortalidade Infantil Coeficiente de Mortalidade Infantil por 1000 Nascidos Vivos 2006 - 2009 Fonte: GMVEV / SEV...
Redução da Mortalidade Infantil <ul><li>Coeficiente de Mortalidade Infantil </li></ul><ul><li>IX GERES </li></ul><ul><li>2...
Avanços Mãe Coruja <ul><li>Redução da mortalidade infantil no sertão do Araripe- 22% (2006-2009); Fonte: GMVEV/SEVS Março/...
Profissionais  e Cantos Mãe Coruja  <ul><li>11 Coordenadores técnicos  regionais; </li></ul><ul><li>206  Profissionais </l...
Sistema de Informação
Gestão de informações
 
Parcerias <ul><li>Municípios </li></ul><ul><li>Sociedade Civil </li></ul><ul><li>Pastoral da Criança </li></ul><ul><li>UNI...
Programa Mãe Coruja Pernambucana Quando os problemas se tornam absurdos, os desafios se tornam apaixonantes. (Dom Hélder C...
Upcoming SlideShare
Loading in …5
×

Reunião sobre Primeira Infância: Programa "Mãe Coruja Pernambucana" - Cuidando das Mulheres e Crianças e Fortalecendo a Atenção Primária

1,537 views

Published on

2º Bloco de Reunião sobre políticas públicas para Primeira Infância, promovida pela SAE/PR em 14 de fevereiro de 2012. Apresentação sobre Programa "Mãe Coruja Pernambucana".

  • Be the first to like this

Reunião sobre Primeira Infância: Programa "Mãe Coruja Pernambucana" - Cuidando das Mulheres e Crianças e Fortalecendo a Atenção Primária

  1. 1. Mãe Coruja Pernambucana Cuidando das Mulheres e Crianças Fortalecendo a Atenção Primária
  2. 2. <ul><li>Relação com imaginário coletivo, tem forte poder nas práticas da sociedade; </li></ul><ul><li>Mãe Coruja : na cultura popular diz respeito às mães que cuidam e se orgulham de seus filhos ( Monteiro Lobato, La Fontaine ); </li></ul><ul><li>Símbolo clássico da Filosofia, pois tem a capacidade de se movimentar em 360º, olhar em todos os ângulos. Une as partes e compreende o todo. Tem Intuição e Sabedoria; </li></ul><ul><li>Capacidade de ampliar seu campo de visão; </li></ul><ul><li>Na tradição Guarani, o Grande Espírito manifestou-se em forma de colibri e de uma coruja. </li></ul>A Coruja
  3. 3. MAPA DA ESTRATÉGIA VISÃO DE FUTURO Pernambuco, um lugar melhor para trabalhar e melhor para viver PREMISSAS FOCOS PRIORITÁRIOS Diálogo com sociedade Transparência, responsabilidade e controle social Modelo integrado de gestão, com foco em resultados Estratos mais vulneráveis da população Consolidação e interiorização do desenvolvimento
  4. 4. <ul><li>Marco legal </li></ul><ul><li>Decreto 30.353 12/04/2007 </li></ul><ul><li>Portaria 720 06/08/2007 </li></ul><ul><li>Portaria 640 22/11/2011 </li></ul><ul><li>Decreto 31.544 24/03/2008 </li></ul><ul><li>Decreto 30.859 04/10/2007 </li></ul><ul><li>Decreto 31.247 26/12/2007 </li></ul><ul><li>LEI 13.959 15-12-2009 </li></ul>
  5. 5. <ul><li>Reduzir Mortalidade Infantil e Materna </li></ul><ul><li>Cuidar de forma ampla da mulher no ciclo gravídico puerperal e de seus filhos </li></ul><ul><li>Fortalecer vínculos afetivos </li></ul><ul><li>Promover uma gestação saudável </li></ul><ul><li>Garantir às crianças nascidas em território pernambucano o direito a um nascimento e desenvolvimento saudável e harmonioso. </li></ul>Missão:
  6. 6. Visão do futuro “ Até o ano de 2014, reduzir em Pernambuco a morbi-mortalidade materna e infantil, fortalecendo a cidadania e dignidade humana na sociedade, a partir das mulheres e seus filhos, tornando-se uma política pública de referência para o Brasil.”
  7. 7. Fatores Socioeconômicos Escolaridade dos pais, Renda familiar, Ocupação dos pais, Raça/cor, Tipo de moradia, Nutrição, etc. Determinantes da Mortalidade Infantil Fatores relacionados à Atenção à saúde Acesso à atenção à saúde, Qualidade da atenção, Pré-natal, História reprodutiva materna, Tipo de parto, Assistência ao parto, Local de nascimento, Assistência neonatal, acompanhamento de crescimento e desenvolvimento, Assistência à criança doente, .. Fatores Biológicos Peso ao nascer, Idade gestacional, Malformações congênitas, Gestações múltiplas, Idade materna, Doenças maternas, etc. Determinantes distais Determinantes intermediários Determinantes proximais Óbito Infantil Mosley & Chen, 1984
  8. 8. 16,77 15,07 24,55 18,52 19,19 20,14 28,07 21,26 27,26 25,19 20,63 <ul><li>Municípios com mortalidade infantil igual ou maior que 25/1000 Nascidos vivos </li></ul><ul><li>IDH - IDI - Renda - Escolaridade </li></ul>Fonte: GMVEV / SEVS /SIM/ SINASC 2006 2.699 óbitos em menores de 1 ano em 2006 CMI do Estado  18,5 por mil NV Coeficiente de Mortalidade Infantil PERNAMBUCO
  9. 9. Fonte: GMVEV / SEVS/SIM/SINASC 2009 14,8 13,7 17,8 16,6 19,8 24,0 26,8 21,3 20,3 13,2 21,5 2415 óbitos em menores de 1 ano em 2009 CMI do Estado  17,1 por mil NV Impacto na Mortalidade Infantil PERNAMBUCO Geres I II III IV V VI VII VIII IX X XI Total Nº ÓBITOS 866 187 171 331 186 165 58 167 145 38 101 2415 Nº NV 58193 12888 9839 19785 9415 6984 2706 8307 6736 2923 3871 141647 CMI 14,9 14,5 17,4 16,7 19,8 23,6 21,4 20,1 21,5 13,0 26,1 17,1
  10. 10. Tabela 1 – Coeficiente de mortalidade infantil por GERES Fonte: GMVEV / SEV/ SIM / SINASC 2005 GERES Total de municípios da GERES Total de municípios da GERES com CMI acima de 25/1000NV % dos municípios por GERES com CMI acima de 25/1000NV I GERES 19 1 5,26% II GERES 31 5 16,13% III GERES 22 10 45,45% IV GERES 32 13 40,63% V GERES 21 12 57,14% VI GERES 13 9 69,23% VII GERES 7 0 0% VIII GERES 7 6 85,71% IX GERES 11 11 100% X GERES 12 4 33,33% XI GERES 10 5 50%
  11. 11. CONSELHO CONSULTIVO (Governador e Secretários das SES, SE, SEDSDH, SARA, SM, STQE, SECJ e SEPLAG) COMITÊ EXECUTIVO Coordenação: SES Membros: Representantes da SE, SM, e SEDSDH COMITÊ DE ASSESSORAMENTO (Representantes da SES, SE, SEDSDH, SARA, SM, STQE, SECJ e SEPLAG) COMITÊS REGIONAIS Coordenação Membros: Representantes dos MUNICÍPIOS CANTO MÃE CORUJA Equipe multidisciplinar CANTO MÃE CORUJA Equipe multidisciplinar CANTO MÃE CORUJA Equipe multidisciplinar atenção integral atenção integral atenção integral atenção integral atenção integral atenção integral atenção integral atenção integral atenção integral Coordenação Drª Renata Campos ORGANOGRAMA
  12. 12. atenção integral Secretaria de Saúde Sec. de Educação Virgínia Marta Elza Sec. Desenvolvimento Social e Direitos Humanos Sec. de Governo Sec. Da Criança e Juventude Secretaria de Agricultura Sec. da Mulher Rafaella Marcela Sup. de Segurança Alimentar e Nutricional Manoella Cunha Juliana Pontoja Mariana Cristina Ana Paula Guilherme Manoella Nápoles Sec. De Planejamento e Gestão Sec. do Trabalho, qualificação e empreendedorismo Comitê de Assessoramento V Coordenação do Comitê Executivo Ana Elizabeth Assessora Cleusa Pereira Coordenação do Comitê Consultivo Renata Campos Assessora Danielle Debelli
  13. 13. Assessoria Lusanira Santa Cruz Coordenação de Comunicação e Arte IramaraÍ Freitas Gustavo Burkhardt Coordenação de Acompanhamento do Sertão do Moxoto e Pajeú Ana Maria Lima Coordenação de Acompanhamento do Sertão do Central, do Araripe e do São Francisco Mikaelly Pedroza Coordenação de Acompanhamento da Região Metropolitana , Zona da Mata e Agreste Central Milena Lira DIRETORIA GERAL DE POLÍTICA ESTRATÉGICAS Coordenação de Análise dos indicadores Cristina Pinheiro Gerente Intersetorial Marta Wanderleyl Coordenação de Acompanhamento do Agreste Keduly Gadelha Gerente do Programa Virgínia Holanda Diretora Geral de Acompanhamento do Programa Ana Elizabeth Asse Coordenação de Ações intersetoriais Daniel Saboya Coordenação de Apoio as Ações Intersetoriais Tânia Andrade Lima
  14. 15. Objetivos do Milênio
  15. 16. AVANÇOS DO PROGRAMA MÃE CORUJA
  16. 17. Programa Mãe Coruja Pernambucana SEDE DAS GERES I Recife – II Limoeiro – III Palmares – IV Caruaru – V Garanhuns – VI Arcoverde VII Salgueiro – VIII Petrolina – IX Ouricuri – X Af. da Ingazeira – XI Serra Talhada – XII - Goiania IV III I VI IX VII II VIII X V XI XII
  17. 18. Redução da Mortalidade Infantil Coeficiente de Mortalidade Infantil por 1000 Nascidos Vivos 2006 - 2009 Fonte: GMVEV / SEVS/SIM/SINASC 2009 2006 2009
  18. 19. Redução da Mortalidade Infantil <ul><li>Coeficiente de Mortalidade Infantil </li></ul><ul><li>IX GERES </li></ul><ul><li>27,3/1000 NV Redução de 22% </li></ul><ul><li>2009 21,5/1000 NV </li></ul><ul><li>VI GERES </li></ul><ul><li>27,6/1000 NV Redução de 14,5% </li></ul><ul><li>2009 23,6/1000 NV </li></ul><ul><li>VIII GERES </li></ul><ul><li>25,4/1000 NV Redução de 20,9% </li></ul><ul><li>2009 20,1/1000 NV </li></ul><ul><li>Pernambuco </li></ul><ul><li>18,8/1000 NV Redução de 10,0% </li></ul><ul><li>2009 17,1/1000 NV </li></ul>
  19. 20. Avanços Mãe Coruja <ul><li>Redução da mortalidade infantil no sertão do Araripe- 22% (2006-2009); Fonte: GMVEV/SEVS Março/2011; SIM/GMVEV/DG-VEA/SEVS/Secretaria Estadual de Saúde – PE </li></ul><ul><li>Aumento do % de Vacinação no Araripe de 81 em 2008 para 91,4 em 2010 (Fonte: Canto Mãe Coruja, 2008 a 2011); </li></ul><ul><li>Melhoria dos indicadores de Aleitamento Materno(no Araripe de 71,4 em 2008 para 82 em 2010 (Fonte: Canto Mãe Coruja, 2008 a 2011); </li></ul><ul><li>Captação precoce da gestante no 1º trimestre gestacional; </li></ul><ul><li>Aumento da captação no Sisprenatal no primeiro trimestre; </li></ul><ul><li>Inauguração maternidade do Araripe; </li></ul><ul><li>Equipagem de 70 maternidades municipais através de convenios(R$8.500,000,00) </li></ul><ul><li>Equipagem com Ultrassonografia para 16 maternidades ( Regionais). </li></ul>
  20. 21. Profissionais e Cantos Mãe Coruja <ul><li>11 Coordenadores técnicos regionais; </li></ul><ul><li>206 Profissionais </li></ul><ul><li>contratados para os cantos; </li></ul><ul><li>95 Cantos funcionando e 8 em processo de implantação </li></ul>
  21. 22. Sistema de Informação
  22. 23. Gestão de informações
  23. 25. Parcerias <ul><li>Municípios </li></ul><ul><li>Sociedade Civil </li></ul><ul><li>Pastoral da Criança </li></ul><ul><li>UNICEF </li></ul><ul><li>Save The Children/Fundação Abrinq </li></ul><ul><li>Governo Federal com Rede Cegonha, Estratégia de Brasileirinhas e Brasileirinhos Saudáveis, Cidadão do Futuro </li></ul><ul><li>Rede Nacional da Primeira Infância </li></ul><ul><li>Fórum Nacional da Primeira Infância </li></ul><ul><li>Organização dos Estados Americanos - OEA </li></ul>
  24. 26. Programa Mãe Coruja Pernambucana Quando os problemas se tornam absurdos, os desafios se tornam apaixonantes. (Dom Hélder Câmara)

×